História Lights On - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Shawn Mendes
Tags Amor, Fama, Hot, Livros, Shawn Mendes, Show
Visualizações 114
Palavras 4.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um cap para vocês!
não esqueça de comentar.
boa leituraaaaa
bjjjjjjssss

Capítulo 4 - The Toronto light Dinner


Fanfic / Fanfiction Lights On - Capítulo 4 - The Toronto light Dinner

Toronto, vinte e quatro de fevereiro. 

10:47h  

 

Quando cheguei em casa nessa madrugada, toquei a  campainha quatro vezes para Megan vim abrir a porta. Nathan dormia no tapete da sala, fui direto para meu quarto descansar. 

Hoje pela manhã Rachel me ligou e pediu para abrir a loja para ela, disse também que não precisava fechar, ela faria. Ela elogiou o trabalho que fizemos na tarde de autógrafos, disse que foi nosso recorde de vendas e que Nicholas ficou extremamente feliz em divulgar nossa livraria em suas redes sociais.  

Agora, com tudo arrumado, estamos conversando sobre a noite de ontem. Contei a ela todos os detalhes de festa, ela teve uma crise de riso quando disse que Megan abriu a porta bem do momento em que ia beijar Shawn.  

 

- A Megan geralmente faz esse tipo de coisa, ela nunca sabe momento de esperar e nunca foi de bater na porta. Eu lembro perfeitamente de uma vez que ela abriu o banheiro em um restaurante e tinha uma mulher lá dentro. -Rachel ria lembrando da cena- A moça ficou paralisada com o susto e nem ligou para as partes aparecendo. Megan ria descontroladamente, a sorte é que ela era pequena e a moça, mesmo super envergonhada, a desculpou.  

 

- Oh, meu Deus! Imagino o papelão que foi. Típico dela. Espero que agora Meg fique mais atenta com as coisas, ela e Nathan estão namorando.  

 

- Oh! Isso é maravilhoso! - as mãos de Rachel foram coladas no rosto - Ele parece ser um bom menino. Uma pena ela não ter me contado antes.  

 

- Pelo que sei, o pedido aconteceu ontem. Quando eu cheguei em casa os dois estavam lá... Dormindo.  

 

-Sei... Dormindo, já dormi muito também durante minha juventude. Bons tempos. - minhas bochechas ficaram coradas.  

 

- Quando cheguei eles realmente estavam dormindo . 

 

Um cliente entrou na loja e Rachel fez as honras. Aproveitei para abrir meu e-mail e conferi as notícias.  

 

"Netflix remove plano mais barato e testa aumento no valor mensal"  

 

"Justin Bieber  esta noivo"  

 

"NASA testa novo foguete econômico" 

 

"Shawn Mendes é flagrado com menina misteriosa" Ai não!  

 

Abri a notícia e vi a foto do momento em que saía do carro. A sorte é que a foto ficou escura e quase não se reconhece  Shawn dentro do carro, meu rosto aparece de lado e está escondido na sombra.  

 

"Na madrugada de hoje(24) o cantor foi visto com uma menina misteriosa em Toronto.  

Lembrando que Shawn Mendes está passando suas férias com a família. O cantor retoma sua agenda de shows no fim do mês  que vêm durante o evento Fivenights. 

Ao que indica o moço é um cavalheiro de verdade, pois levou a menina até seu prédio. Fontes afirmam que conversaram durante alguns minutos antes do carro sair do local.  

Essa é prova de que o menino não ligou muito para o fato de sua "amiga íntima" Hailey Baldwin começar a planejar o casamento com Justin Bieber. 

E aí? Você torce por esse possível relacionamento? "  

 

Ai.meu.deus!  

Evitei olhar os comentários da página, no fundo sabia que alguém ali iria dizer que não apoiava ou até mesmo me xingar sem motivo algum, preferia evitar dores de cabeça.  

Apesar de que agora estou sentindo leves pontadas no lado direito da cabeça, provavelmente estou pálida e nitidamente nervosa.   

Eduard finalmente saiu do escritório com uma pequena caixa de papelão nas mãos. Ele parou atrás do balcão, ao meu lado, me encarou preocupado.  

 

- Você está bem, Mari? Parece assustada.  

 

Apontei a tela do computador, Eduard leu a matéria. E eu atendi o cliente que andou até o balcão com dois livros de literatura nas mãos.  

 

- O que tem? -Eduard perguntou me olhando confuso- Você conhece?  

 

Rachel acompanhou a senhor até a porta e voltou em passos rápidos para ler a matéria também.  

 

-Sou eu. -os dois me olharam. 

 

-Ah bom! Pensei que fosse outra menina, já estava imaginando ele deixando você em casa e depois indo buscar outra. - Rachel disse - Eu seria obrigada a arrumar um jeito de castigar este menino, ninguém mexe ou machucar os sentimentos da minha netinha. 

 

- Rachel, nunca imaginei que seria assunto em site de fofoca. -coloquei as mãos no balcão- Eu estou com um pouco de medo.  

 

-De quê? Isso parece ser incrível, o garoto foi super gentil com você e ele te faz feliz. -Ed começou a falar- Aposto que existe um sentimento crescendo no coração de vocês dois. Parece loucura, mas faz parte da vida. E se você gosta realmente dele, não vai ligar para o julgamentos dos outros...  

 

-Eu sei, mas está muito cedo para falar que é um sentimento crescendo aqui dentro. Eu ainda tenho medo... Fico imaginando as pessoas me julgando e me xingando. Não fiz nada, não aconteceu nada demais, não tenho motivo para ficar com esse nervosismo todo. Eu só tenho medo do que pode acontecer depois dessa manchete.  

 

 

Megan entrou pela porta cantarolando uma música.  

 

-Bom dia, meus amores! Venho comunicar a vocês duas coisas. - ela sorriu- A primeira: eu estou namorando com o Nath. A segunda estou contente com a manchete que eu vi sobre você, amiga! Você me deu um orgulho extremo. Mesmo não me contando nadinha. 

 

-Estamos discutindo exatamente isso agora! - Ed me cercou com o braço direito- Avisa para esta menina, pelo amor de Deus, que ela não tem que ter medo das coisas, que isso é uma coisa boa e, que se ela realmente está feliz, é para ela continuar e não fugir dos problemas.  

 

-Fala sério, Mariana! Vocês dois se dão super bem, e olha que eu nem fiquei com vocês ontem. - Meg falava séria- Eu acho que isso é uma coisa incrível para vocês e que quem não gostar, tem que ignorar. Você não vai atrapalhar ele na carreira ou qualquer outra coisa do tipo, a primeira coisa que ele me disse foi: Comecei a pensar em ótimos roteiros para as músicas, só de pode olhar essas fotos. -Ela  engrossou a voz para parecer mais com ele-  Se isso não for amor, eu realmente não sei o que é.  Deixa esse fogo arder, minha filha! Fora que assim... está começando agora, né?! -concordei- Amiga, aproveita o momento. 

 

- Tem razão. Mesmo sabendo que não tem problema nenhum e que isso é só uma manchete, eu deixei o medo abalar o meu coração e a minha cabeça, isso é só uma manchete - repeti - não vai acabar com a nossa amizade, ou seja lá o que temos.  

 

 

-Isso aí garota!  

Megan começou a contar sobre a noite passada, sobre todos os detalhes do pedido de namoro. Sim, era real, ela estava namorando o Nathan, e eu estava extremamente feliz por ela.  

Pedir para que ela ficasse comigo durante a tarde, eu queria companhia, queria contar tudo que tinha acontecido para ela. Falei do Parque, do guarda, tudo até chegar a manchete. Ela reforçou tudo que tinha dito antes, eu já estava certa que o  que estou fazendo uma tempestade em copo d'água. 

  ... 

14:23h 

Durante o almoço Rachel e Ed ficaram tomando conta da livraria, eu saí com a Meg para almoçarmos em um restaurante ali perto, era de comida italiana. Depois que saímos e compramos um café amargo, voltamos para a livraria. 

Notei uma caixa no balcão com uma Rosa coral ao lado, ao chegar perto do meu nome em um bilhetinho. Era para mim.  

Ao abrir a caixa acinzentada vi um cartãozinho com assinatura de Shawn e logo abaixo a foto da manchete, eu saindo do carro, atrás dela um recado a caneta  

"Espero que não esteja irritada com os sites,  isso acontece e já esperava algo do tipo. 

 Te espero no CN tower, às 20h. Eu, você e um jantar.  

 Xoxo, Shawn 

 No fundo da caixa um ingresso para entrar na CN Tower e um colar com uma pequena pedrinha azul. Não, não era uma jóia, era um colar normal desses que compramos em lojinhas de acessórios. 

 Mas era o melhor e mais bonito do mundo. 

 Megan tirou uma foto e mandou para Nathan com a legenda "eu quero também".  

Não fazia idéia de como agradecer, não tinha o número dele. Resolvi procurar no Instagram e agradecer por lá. Com muita sorte a conta tinha sido atualizada há pouco tempo, uma foto dele sentado na varanda tocando violão. Curti e digitei " Você é realmente incrível, obrigada. #Seeyousoon" 

 

-Em um dia de amizade eu já passei por tanta emoção que fico imaginando como é namorar esse garoto, precisa de muito remédio e meditação.  

 

-É, eu concordo! -Meg disse- Eu acho que quero namorar com ele.  

 

Rachel voltou do fundo da loja dando gritinhos de felicidade por finalmente termos chegado. Ela queria saber o que tinha dentro da caixa, dei liberdade para ela mexer em tudo. Ela contou que quem trouxe foi um homem bem alto e forte, imaginei que fosse um segurança ou algo assim.  

Confesso que estou super animada, eu realmente espero que o dia passe rápido,  estou sentindo saudade dele. É loucura dizer isso? Que eu seja louca então.  

 

 

 -A cada minuto eu fico mais feliz por vocês duas - Rachel nos abraçou- estão felizes e reluzentes. Isso faz a pele ficar ótima. -rimos- Eu juro! 

 

-Só você, vó. Estou feliz mesmo, mas sabe o que é bom de verdade? -Megan perguntou- Sexo e festas.  

 

Comecei a gargalhar da careta de Rachel e Eduard, que acabava de se juntar a nosso grupo.  

 

-Estou falando a verdade! Faz muito bem para a pele.  

 

-Onde foi que errei? Aposto que seus pais não sabem disso. -Ed comentou- Megan, se fosse mais nova estaria de castigo.  

 

 

Eu adoro os momentos assim quando estamos todos juntos, esse tipo de conversa, tudo. Eu sinto que com eles eu posso ser eu mesma, sabe? A gente conversa sobre tudo, se fosse com minha outra família, provavelmente minha mãe teria brigado sério comigo. Ela não é do tipo que deixa o filho falar besteiras.  

 

 

-Ai Eduard, você é tão careta. Jovens transam, meu bem. -Rachel deu dois tapinhas no peito de Ed- Parece velho.  

 

Uma notificação chegou em meu celular, o símbolo do Instagram aparecia na tela seguido por "@shawnmendes curtiu seu comentário" e abaixo "@shawnmendes começou a seguir você". Sorri ao ler. Mal podia esperar por esse encontro.  

 

                            ... 

                            18:00h  

Deixaram que eu viesse para casa antes de encerrarem o expediente com a desculpa de que eu precisava me arrumar e ficar bem bonita para mais tarde. Amém!  

Quando cheguei ao meu prédio, voltei cinco homens com câmeras na mão eram Paparazzos. Ele realmente são rápidos nas descobertas de informações. Ainda bem que não tiraram fotos minhas, provavelmente não me reconheceram. 

Pedi para que o porteiro chamasse a polícia ou qualquer coisa do tipo, não queria que eles ficassem ali, não poderiam continuar parados na porta da minha casa.  

Chamei o elevador, chegando ao meu andar rapidamente. Peguei as chaves do apartamento e destranquei a porta, notei que o ambiente estava arrumado, deduzi que antes de sair daqui hoje pela manhã, Megan e Nathan arrumaram tudo. Não vi a bagunça no chão, nem roupas espalhadas e o gato tinha comida no pote.     

 

Liguei a TV e coloquei  música para tocar,  fui direto para o meu quarto escolher a roupa de mais tarde. Achei uma calça, deduzir que não fosse a melhor escolha,  uma saia? Não seria uma ótima escolha, por fim decide procurar um vestido. Abrir a última porta do meu guarda-roupa revelando todos os vestidos que eu possuo, não queria usar preto. peguei um vestido florido e um vestido vermelho os dois são justos. Desbloqueie meu telefone, tirei uma foto e mandei para minha mãe. Ela sempre sabe o que devo usar que roupa combina com o quê em que ocasião.   

ela disse que vestido vermelho seria melhor escolha no fundo sabia que estava certa, então será o vermelho.  

Explique todo o ocorrido contei todos os detalhes mais uma vez ela pediu para que eu tomasse cuidado e desejou felicidades.  

 

Corri até o banheiro, me despi e tomei um banho relaxante. Lavei o cabelo e usei um sabonete de flor de lis.  

 

Finalizei meu banho após trinta minutos, me enrolei na toalha e comecei a secar meu cabelo. Comecei a imaginar o que faria com ele, deixaria solto ou prenderia?  

Fui até a bancada peguei um hidratante e passei pelo corpo cuidadosamente. Me maquiei de forma leve passei bastante máscara de cílios e deixei a boca o mais natural possível. Por fim resolvi deixar o cabelo com ondas leves. Usei meu babyliss. Calcei meu salto alto (não tão alto) e por fim escolhi uma lingerie discreta para não marcar o vestido, optei pela renda preta.  

espirrei um pouco de perfume pelo corpo e terminei de fechar o zíper do vestido, peguei meu celular o cordão que Shawn havia me dado e o ingresso para a CN tower. Coloquei tudo em uma bolsa de mão discreta.  

 

Como ainda tinha tempo de sobra, resolvi tirar uma foto no espelho e mandar para mãe, Megan e Rachel.  

Todas aprovaram o look e disseram que eu estava linda. E estava mesmo.  

 

Pensei antes de postar a foto no Instagram, acreditava que não seria uma boa que ele me visse antes, queria fazer surpresa e resolvi tirar uma foto apenas da metade do minha barriga para baixo,  mostrando o chão, os saltos e parte do vestido. Coloquei na história.  

 

Um número desconhecido começou a me ligar, eu atendi notando uma voz que eu nunca havia escutado antes. 

 

-"Boa noite, senhorita Mariana! Meu nome é Isaac, eu vim buscar a senhorita para levar para o  jantar, a pedido do senhor Mendes"  

 

-Oh! Olá. -ainda processava as informações. 

 

-"Já estou aqui embaixo. " 

 

-Ah sim... Estou descendo.  

 

Desliguei o telefone, peguei minha bolsa, tranquei a porta e sair pelo corredor para chamar o elevador.  Dividir o mesmo com dois moradores, meninos jovens, com seu quinze anos no máximo.  

Achei graça quando eles me viram, ficaram paralisados com a minha presença me olhando de cima a baixo.  

 

 

... 

19:23h 

 Um carro preto fez com os faróis e um homem de ternos saiu do banco do motorista ele deu a volta por trás e abriu a porta para que eu pudesse entrar. 

  

 -Boa noite, senhorita. Desejo que sua noite seja uma experiência única. 

  

 Agradeci e entrei no carro, a porta foi fechada logo depois. Isaac perguntou se eu gostaria que aumentasse o som.  

 

-Por favor!  

 

Comecei a ouvir a música I feel it coming do the weekend tocando  pelo carro. Relaxei meu corpo e permaneci em silêncio até chegarmos no local.  

 

   ... 

   20:05 

 

Neste momento estou dentro do maior prédio de Toronto o CN Tower. Nada mais nada menos do que um quilômetro e meio de altura. Sozinha no elevador subindo mais de 50 andares, eu sinto meu coração acelerado pedindo para que esse elevador possa subir mais rápido.  

 

Daqui já é possível notar a cidade inteira iluminada, todos os prédios e casas, todas lojas e mercados. Definitivamente tudo iluminado.  

 O elevador se abriu e finalmente pude ver o lado externo, andei por um corredor com luz fraca e pude ouvir uma música suave ao fundo.  

 Uma mesa de jantar estava arrumada em minha frente, toalhas brancas e talheres de prata, no centro um pequeno arranjo com flores coloridas e um castiçal de uma vela acesa. Tudo estava realmente lindo dando contraste com uma vista aí da maior da cidade. Ao fundo notei duas pessoas que provavelmente iriam servir nosso jantar.  

  

 E finalmente eu pude ver ele. Shawn usava uma camisa social e blazer, uma calça jeans escura e os sapatos sociais, tudo em perfeita harmonia com o rosto angelical dele.  

 Ele estampou um sorriso ao me ver alí. Começou a dar passos até meu encontro.  

 

 

-Wow! Você está linda! - olhei em seus olhos e sorri- Maravilhosa!  

 

- Você também, -ele notou o colar em meu pescoço e o tocou- Obrigada, eu adorei a surpresa. Pelo visto você gosta de fazer esse tipo de coisa. - ele riu.  

 

-Eu gosto de ser especial, marcar a vida das pessoas.  

 

-Entao está no caminho certo.  

 

-Você ainda não viu nada... Preparei algumas pequenas surpresas para hoje. Passei muito tempo imaginando algo especial que realmente impactasse você. -confessou ele- tive que pedir ajuda para Meg e até mesmo para minha mãe.  

 

- Shawn. Eu sou bem fácil de conquistar, se você estiver chegando lá em casa com alguns chocolates e filmes para a gente assistir junto hoje, já estaria completamente apaixonada por você.  

 

- E o que sente sabendo que eu aluguei um prédio inteiro para jantar com você?  

 

- Fome. -ele riu- Mas além disso, gratidão. Você realmente me deixou surpresa e eu só tenho a agradecer por todo o esforço, mas da próxima, você pode me surpreender de uma forma mais...Simples.  

 

Ia completar minha frase dizendo que não precisa gastar dinheiro comigo, porém imaginei que isso fosse gerar algum conflito ou mal estar, resolvi parar por aí mesmo. A noite ainda nem começou e eu não quero que termine agora.  

 

-Na próxima eu serei mais discreto. Prometo!  

 

 

 

...  

21:40h 

 

Nosso jantar foi tranquilo, comemos um apanhado de receitas italianas, a favorita de Shawn. Conversamos muito sobre toda a surpresa e sobre nossa infância, futuro, desejos e mil coisas mais. Agora mais que nunca eu conheço ele, não o Shawn cantor, mas o menino Shawn.  

 

- Mas você não faria um ensaio pelada? -ele me perguntou dando mais uma colherada na sobremesa, já comeram Tiramisu?. 

 

-Mesmo achando meu corpo bem bonito, eu sou contra esse tipo de exposição.  

 

-Eu adoraria conhecer seu corpo, digo... Se você participasse de uma campanha para alguma revista, eu compraria. 

 

- Infelizmente isso vai ficar apenas nos seus sonhos, eu jamais participaria de uma campanha. Ainda mais esse tipo de campanha. - enchi minha colher de sobremesa. - E você? Faria?  

 

-Definitivamente não. A não ser que seja daqui alguns anos quando eu tiver os meus sessenta de idade.  

 

Imaginando a cena dei algumas gargalhadas, deve ser engraçado esse tipo de campanha feita por idosos.  

 

- E um filme? você faria? -perguntei. 

 

-Sim, mais para frente. Eu acho que seria incrível. - concordei .  

 

Ao fundo tocava uma música suave, ele pediu para que tirassem a mesa do jantar. Os dois homens vieram com suas bandejas reluzentes, e começaram a retirar a louça suja.  

Shawn levantou de sua cadeira e estendeu a mão pedindo para que eu o seguisse, assim fiz.  

Ele me guiou para uma sala mais reservada perto dali, nela tinham um violão sob o sofá escuro e um projetor ligado. Alguns DVDs estavam espalhados na mesinha de centro.  

 

- Se eu convidasse você para passar uma noite animada em boa companhia, você ficaria aqui?  

 

-Sim. Não tenho como recusar essa oferta. - sorri.  

 

Entrei na sala segurando a mão livre de Shawn, a outra fechava a porta. Sentei no sofá, retirei meus saltos para ficar  mais confortável, ele pegou o violão e me olhou.  

 

- Eu fiz uma música para você, e espero que você goste, pode não parecer, mas estou nervoso. -colei minha mão em seu ombro, tentando passar segurança- Mas espero que goste.  

 

-Eu tenho certeza disso. Eu vou amar.  

 

 

Ele começou a dedilhar o violão, o som se espalhou pelo ambiente.  Meus ouvidos agradeceram por ouvir aquilo, meu coração se encheu de paz.  

Antes de começar a cantar ele sorriu para mim e em todo movimento dele, seus olhos ficavam colados aos meus.  

 

- Damn, you look so good with your clothes on  -ele meu olhou por inteiro- 
And I'm not trying to come off too strong 
But you know that I can't help it 
'Cause girl you're beautiful 

And I can't deny I want your body 
But I'm a gentleman so I'll be 
The one who takes it slowly 
'Cause girl you're so beautiful  

I wanna love you with the lights on 
Keep you up all night long 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 
I wanna love you with the lights on 
Hold you 'til the night's gone 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 
I wanna love you with the lights on – Eu só conseguia sorrir, ele praticamente se abriu para mim, mesmo com pouquíssimo tempo de conveniência ele estava ali pondo todos os pensamentos e vontades em uma música para mim. 

I like the vibe in this hotel room 
And I'd really like to get to know you 
Start discovering your secrets 
Underneath these very sheets 
Your skin's so perfect up against me 
Your lips are talking when we don't speak 
And I never wanna leave this 
'Cause there's so much left to see 

I wanna love you with the lights on 
Keep you up all night long 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 
I wanna love you with the lights on 
And hold you 'til the nights gone 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 

I wanna love you with the lights on 
Keep you up all night long 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 
I wanna love you with the lights on 
Hold you 'til the nights gone 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 

I wanna love you with the lights on 
Keep you up all night long 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 
I wanna love you with the lights on 
And hold you 'til the nights gone 
Darling, I wanna see every inch of you 
I get lost in the way you move 

I wanna love you with the lights on 
Love you with the lights on – e por fim sua voz rouca falhou.  

 

Senti necessidade de beija-lo novamente, e foi a primeira coisa que fiz quando ele largou o instrumento ao lado do sofá. Nossos lábios necessitavam um do outro. Pedi para aprofundar o beijo, e agora nossas línguas se esbarravam. O gosto dele é ótimo, além do gostinho de sobremesa. Detalhes...  

Shawn puxou minha cintura para si, subi em seu colo e acariciei sua nuca. As mãos dele escorregaram de minhas costas e logo estavam em minha bunda apertando levemente. Aos poucos ele foi deslizando meu vestido para mais próximo de minha cintura. Me arrepiei. Distribui meus beijos pelo pescoço dele, talvez tenha deixado a  região avermelhada. Ele soltou suspiros pesados. Voltei a beijar seus lábios alimentando ainda mais o fogo entre nós.  

O ajudei a tirar seu blazer e a desabotoar sua camisa, o zíper do meu vestido foi aberto pela metade e a peça passou a cobrir metade do meu corpo. Me deitei no sofá e pude ver Shawn retirar seus sapatos e meia, ele abriu seu cinto e calça. Retirei sua camisa por completo e pude notar seu corpo incrível sendo colado ao meu.  

Os beijos foram direcionados para meu pescoço, me arrepiava sentir o toque gelado dele, e toda vez que ele tentava marcar meu pescoço eu soltava minha respiração pela boca. A mão livre de Shawn deslizou por trás de meu corpo abrindo meu sutiã e me deixando livre para ele.  

Sua boca desceu até meus seios e pausou por ali deixando meus mamilos rígidos. O ambiente estava quente e meu corpo gritava por ele. Senti suas mãos irem até o resto do zíper ainda fechado e abri-los deixando apenas minha calcinha tampando meu corpo, ele puxou o vestido e jogou em cima da mesinha.  

Shawn trilhou um caminho de beijos até minha virilha, deu um beijo na renda da calcinha e começou a deslizar a peça por minhas pernas até sair por completo. Estou livre para você.  

Suas mãos abriram minhas pernas delicadamente e senti sua língua quente tocar minha intimidade, ele movimentava vagarosamente sua língua, uma tortura. Me encarava durante todo momento ali embaixo. Seus movimentos estavam concentrados no meu ponto “g”. Segurei seus fios de cabelo contra meu corpo, ele começou a mexer mais rapidamente sua língua.  

Tentava segurar meus gemidos. Falhei. Quanto mais ele percebia que estava gostando do trabalho, melhor ficava. Um dedo foi introduzido um minha buceta e os movimentos de dedo e língua compartilhavam a intensidade. Oh Shawn, você de deixa louca.  

Estava nas nuvens, a sensação era incrível. Cheguei ao meu orgasmo. O dedo de Shawn veio até minha boca e lambi tudo o que ali estava.  

Enquanto me recuperava ele tirou a calça, observei o volume atrás do pano branco. Uau!  

Voltamos a nos beijar ferozmente, o empurrei para o lado e fiquei por cima dele. Comecei meus movimentos contra seu membro, notei seus olhos fixos em mim mais uma vez. Ele mordeu o lábio inferior, entendi que, para Shawn os movimentos que fazia o excitava ainda mais. 

Sai de cima de seu membro ainda coberto e tirei o pano que nos separava. Segurei o membro dele e o movimentava de cima para baixo. Mulheres de atitudes... 

Ousei dar um beijo na cabecinha de seu pênis, logo passando a língua ali. Ouvi mais um suspiro dele. Comecei meus trabalhos com beijos ao longo do pênis. Preenchi minha boca com o máximo possível, sugava gentilmente seu membro. Tratei de olha-lo nos olhos durante todo o processo. Alimentei mais ainda meus movimentos. 

 

As mãos dele encontraram meus fios de cabelo. Ele jogou a cabeça para trás, ele está gostando, gostando muito. Continuei.  

Pude sentir o membro dele enrijecer dentro de minha boca. Shawn liberou o jato ainda ali dentro. Seu corpo amoleceu, ele levou as mão ao rosto.  

-Meu Deus! Você é sensacional!  

Levantei e fui em direção a uma porta de madeira ao fundo, era um banheiro, cuspi todo o gozo ali, não sou obrigada a engolir nada.  

Limpei bem a boca e voltei para o “quarto”. Beijei Shawn e puxei seu corpo para o meu.  

 

- Eu preciso de você por inteiro. – sussurrei no pé do ouvido dele. Pude sentir sua pele arrepiar. 

Depois dessa frase ele começou a me beijar com mais vontade, com muito mais desejo. Ele se posicionou entre minhas pernas e pressionou seu quadril contra o meu, sua boca encontrou meu pescoço e uma de suas mãos segurava minhas costas.  

Ele procurou por sua calça no chão, puxou o pano e sacou sua carteira, dentro dela tinha um preservativo. Shawn abriu o pacote e colocou em seu pênis rígido. Roçou o membro em minha buceta, introduzindo-o em seguida.  

Os movimentos de vai e vem começaram devagar, preenchendo meu corpo de um prazer absoluto. Deixei meu gemido escapar. O cabelo de Shawn  estava despenteado e grudado em alguns pontos da testa. A cena é linda de se ver. Segurei sua nuca. 

Conforme ele aumenta seu ritmo, nossos corpos se chocam e o barulho ecoa pelo local. Apenas continue.  

Gravei minhas unhas nas costas dele, soltei um gemido alto. E outro, e outro. Em uma tentativa de calar meus barulhos ele me beijou.  

-Geme o meu nome - ele suplicou- Geme o meu nome, Mari.  

O ritmo dele é inigualável, meu corpo todos agradece por essa sensação maravilhosa. O membro de Shawn entrava e saía mais fundo e mais rápido. Não consegui segurar o prazer. 

-Oh! Shawn!... Mais! Oh! -joguei minha cabeça para trás.  

Minhas pernas se abriam mais devido ao prazer. Mais algumas intocadas e finalmente cheguei ao segundo orgasmo. Shawn logo depois também se “derreteu” no meu interior.  

Ele caiu ao meu lado exausto. Conectamos nossos olhares e respirações. Podia jurar que o coração dele batia no mesmo ritmo que o meu. Ele puxou meu corpo mole para o dele, beijou o topo da minha cabeça e envolveu minha cintura, pousando sua mão em minhas nádegas.  

-wow! Eu poderia ficar por aqui mesmo durante o resto da vida. - Shawn comentou com dificuldade.  

-Então fica! - beijei a ponta de seu nariz.  

-No que depender de mim, eu fico para sempre e mais.  

Ai, meu corashawn!  

 


Notas Finais


espero que tenha agradado vcs hahahaha
to meio envergonhada com essa parte hot.

novidades no Insta @lightsonfanfic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...