1. Spirit Fanfics >
  2. Like a sinner >
  3. Tom.

História Like a sinner - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 19 - Tom.


Fanfic / Fanfiction Like a sinner - Capítulo 19 - Tom.

               Já era outro dia. Eu estava dentro do carro do Eric junto a ele, íamos em direção a uma reunião de trabalho, afinal, logo chegaria a temporada de shows e precisávamos junto ao resto da equipe decidir todos pontos. No rádio tocava uma música tranquila que desconhecia até o momento, mas as melodias me agradavam me fazendo tentar grava-las em minha mente para mais tarde procura-la pela internet e como consequência me mantinha calada para prestar atenção.

               Do lado de fora o tempo estava calmo, não havia muito frio e nem muito sol estava tudo da maneira específica para criar um clima calmo de começo de tarde. Isso me fazia vagar mentalmente por algumas lembranças da minha infância, especificamente, passeios escolares e de família. Era um sentimento nostálgico que me fazia querer voltar a ser criança e congelar o tempo para nunca mais deixar de ser. Foram bons momentos vividos, não havia nada do que reclamar da infância, só o que veio depois dela.

- Acho que quero um sorvete – Murmurei de olhos fechados buscando tirar da minha mente pensamentos amargos que começaram a vir depois de andar por boas memórias.

- Tudo bem – Falou parando o carro em um drive-tru.

- Aí que amorzinho – Falei chegando próximo a ele para distribuir vários beijos por seu rosto, como resposta o mesmo riu me roubando um beijo, paramos apenas quando ele precisou andar com o carro para fazer o pedido. – Sou uma mulher feliz.

- Faço o possível para mantê-la desta forma – Disse me entregando o sorvete.

 - Agradeço – Sorri – Ao seu dispor – Completei e o mesmo me lançou um sorriso malicioso. – Cresce Eric.

- Agora não – Brincou e o olhei abismada ficando vermelha.

- Cara você é nojento – Falei dando um leve tapa em seu braço, enquanto ele gargalhava com a minha reação. Só não ri para passar minha credibilidade.

               Algum tempo depois chegamos no prédio. Nem todos haviam chegado, na realidade os únicos que já estava antes de nós eram Pouya, Ruby e Scrim, além claro da equipe, mas como não os conhecia não fazia muita diferença. Cerca de 40 minutos quando Gus, Bela e Bexey chegaram a reunião enfim começou. Dali em diante foram longas 4 horas decidindo datas, cidades e fazendo breves pesquisas sobre bons lugares para fazer o show. Agradecia mentalmente por minha parte não ser resolver as burocracias disso tudo, se fazer esse pouco já havia me cansado imagina todo o resto por trás disto.

               Lá pelo fim da reunião fiquei conversando com a equipe de filmagem. Queria entender mais sobre como faria as fotos no palco sem atrapalhar o show e todas coisas relacionadas ao gênero, esse foi o momento em que o tempo passou mais rápido, afinal, falávamos sobre algo de meu real interesse.

- Bom, na sexta quero todos no mesmo horário por aqui. – O empresário de Peep, Tom, disse e todos concordaram se levantando. Todos com exceção dos meus amigos saíram da sala.  – Sandy, preciso resolver uma coisa com você, pode ficar mais uns minutos aqui? – Olhei confusa para o mesmo e percebi Eric me encarar, ele sabia do que havia acontecido na Van no dia das fotos do Gus.

- Tudo bem. – Respondi para o mesmo, o resto do grupo seguia entretido programando os planos para a noite, queríamos fazer algo todos juntos já que desde a volta da viagem quase não nos vimos. E era verdade, com exceção da Bella e do Eric, não os viam com muita frequência.

- Quer que eu fique? – Eric perguntou chegando ao meu lado.

- Eric, não acho que será adequado você ficar aqui na sala.

- Algum problema? – Eric retrucou áspero e todos olharam para nós, sua fala havia chamado atenção pela forma repentina que surgiu.

- Não seja mal-educado, preciso resolver questões administrativas com a garota. – Disse fingindo um riso amarelo.

- E eu não posso estar na sala?

- São questões burocráticas, nada pessoal com você. É protocolo. – Respondeu mantendo seu cinismo, ao mesmo tempo os garotos e Bella olhavam para Ghoste sem entender.

- Bom, já o meu problema é bem pessoal com você. – Disse usando um tom sarcástico – Você sabe né? Lembra do dia da Van, quando passou a mão nela sem que ela deixasse. – E os olhares caminharam assustados para mim, mas não tive reação.

- Ela me deu abertura, estava se jogando para mim.

- Cara, nós sabemos muito bem que não.

- Como tem certeza? – Questionou provocativo e me encarou fazendo um olhar de nojo.

- Você é um mentiroso. – Falei com desprezo, me pronunciando pela primeira vez no diálogo.

- Você é uma vadia.

- Não fala assim dela, seu merda – Eric gritou e deu um soco nele. O fazendo cair para trás com a cadeira.

               Antes mesmo que pudesse golpeá-lo novamente, Scrim correu para o segurar, era o único que tinha força o suficiente para parar o Eric. Bella e Ruby vieram ao meu lado, me tirando da sala, estava pálida com um olhar perdido me sentindo impotente por lembrar daquele dia em que deixei que isto acontecesse. Tínhamos sorte por nenhum do resto da equipe estar lá, isso assegurava que nenhuma das histórias contadas ou ocorridas ali saísse da sala, nem mesmo a secretária estava ali na recepção.

               Não tive muito tempo para ter a percepção do período em que ficaram lá dentro ou do que acontecia. Apenas continuei calada, sentindo tudo pelo qual havia me privado de sentir quando ocorreu. Quando a porta se abriu pude ver Tom saindo às pressas com o rosto machucado, não tinham muitos cortes, apenas seu nariz mostrava marcadas de uma breve luta, porém, nada além disso. Segundo após isso observei os outros garotos saindo da sala, caminhavam preocupados em minha direção, no entanto Eric foi o primeiro a se aproximar.

- Está tudo bem? – Perguntou segurando com calma meu rosto.

- Claro – Menti forçando um sorriso – Estou me sentindo patética novamente – Tapei meu rosto respirando fundo.

- Podemos todos ir para minha casa, a gente bebe muito e esquece do que aconteceu – Pouya propôs amigavelmente tentando me animar. Não pude deixar de agradecer sua tentativa.

- Podemos mesmo, compramos no caminho Taco Bell – Gus completou.

- E aquele doce azedo ruim que você gosta muito – Scrim disse fazendo careta e eu ri.

- Vocês são as melhores pessoas da minha vida, isso não é uma hipérbole – Falei e um abraço grupal se formou.


Notas Finais


Continuo...?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...