1. Spirit Fanfics >
  2. Like A Virgin (Min Yoongi - 1 Temporada) >
  3. He Even Has Your Eyes

História Like A Virgin (Min Yoongi - 1 Temporada) - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Deixando só uma bomba catastrófica pra vocês 😘

Desculpem qualquer erro e boa leitura.

Capítulo 13 - He Even Has Your Eyes


Fanfic / Fanfiction Like A Virgin (Min Yoongi - 1 Temporada) - Capítulo 13 - He Even Has Your Eyes

Apesar de ter tido um péssimo dia, obviamente reinicie as investigações, já que a polícia tailandesa está ocupada. Mas agora sinto que tenho dois problemas, quem tentou assassinar a Minnie? E o aonde os Wang's entram nessa história?

Mas dessa vez decidi pedir ajuda ao Jin e o Namjoon, mas não sei se isso vai dar certo, sempre acabou sentindo tensão entre os dois, por isso o Hoseok foi essencial. 

Fui a praia logo bem cedo, antes do Gray e até mesmo do Yoongi acordar.

- Então gente, onde está o Kook? - Pergunto, já que era pra ele estar lá. 

- Saiu do País, para as provas finais. - Hope fala enquanto está digitando com alguém.

- Como assim? - Fico nervosa em segundos. - Ele não pode fazer isso, é crime.

- Se liga S/n os políciais aqui tem mais o que fazer, ainda mais agora. - Ele me lembra do que está acontecendo no mundo todo.

Os explico sobre tudo o que Yoongi havia me dito na noite passada, e o possível envolvimento com a tentativa de assassinato, contudo envolvendo um novo plano.

- Eu lembro que tinha um boato que a Wendy tinha ficado com você, Namjoon. - Ele fica vermelho. - Eu sei que tá rolando algo entre vocês, sinto muito falar isso.

- Nós? - Jin olha o garoto alto de baixo para cima. - Você ja contou a S/n, que você está interessado na irmã dela?

- Todo mundo já sabe gente. - Hoseok ri. - Vocês não são bons em esconder segredos.

- Até eu fazia isso bem melhor. - Falo e em seguida hoseok e eu tocamos as mãos. - Okay, vamos voltar a missão.

Pego meu celular e pesquisamos sobre a mesma, a senhorita Park Wendy estará está noite na cerimônia do jantar dos Wang's, agora com a matriarca no controle, após a morte de seu marido, a segurança triplique. Então o momento exato para encontrá-la, seria disfarçada está noite.

- Então o plano é o seguinte... - Continuo. - Serei garçonete. Mas você Namjoon, não.

- Como assim? - Jin parece um pouco enciumado.

- Essa noite você irá descobrir onde é o quarto dela e também deve distraí-la. - Falo. - Vocês já estão no hotel, só terão passe livre pra me deixar entrar.

- E qual é nossa parte S/n? - Hope e Jin mostram interesse. 

- Ficaram vigiando tudo, preciso de olhos e ouvidos e serão vocês. - Sorrio. - Jin fique de olho no Namjoon e da Wendy, e Hoseok fique na cola do Jackson.

Com o novo plano apresentado, repassamos várias vezes, até todos entrarem em concordância. Porém outro plano me vem a cabeça, caso esse de certo, mas quem sabe talvez para o futuro, que não está muito longe.

Corro para o alberque, mas os garotos já estão acordados. Então mil e mil desculpas passam pela minba cabeça.

- Então gente, eu não voi mentir. - Explico novamente o que aconteceu quando estava fora, com os meninos.

- Como assim S/n? - Yoongi fica com raiva.- Se alguém te descobre é o fim. 

- E você sabe o que vai fazer pra resolver essa bagunça? - Gray diz, enquanto bebe um cappuccino.

- Por isso tenho outro plano. - Eles me olham meio desconfiados. - Meus sentidos dizem que está tudo interligado.

- Como você vai entrar nos quartos? - Yoongi fala como se fosse algo impossível.

- O passe fica no bolso dos uniformes, é uma regra do hotel. - Brinco. - É idiota, mas é real.

Hyuna, Soyeon e Miyeon aparecem para me fazer uma visita, mesmo sabendo que poderiam apenas terem me ligado. O que também poderia me ajudar muito.

- Oi Unnie você está bem? - Soyeon me abraça com mais intensidade do que nunca. - Eu te amo muito, S/n. Nunca mais me deixe só.

- Obrigada pelo lembrete de que sou nada pra você. - Hyuna dramatiza e em seguida também me abraça. - Também te amo S/n.

- O Gray me disse que você estaria aqui, então trouxe as garotas, pra te verem. - Miyeon fica no seu canto, mas nao desisto e corro para abraça-la.

- Obrigada. - A digo.

Após horas e horas delas me atualizando do que haveria ocorrido no hotel, me lembro do que tenho que fazer, então, penso em um modo de sair de lá, sem contar nada as garotas, já que caso elas entrem nessa podem ter um grande problema futuramente, já que sei que nunca irei querer que algo assim ocorra com as pessoas que amo. 

- Gente eu tenho que ir, então... - Pego o meu celular e corro.

- S/n?! - As meninas gritam.


22:30 P.M


Chegou no hotel, mas entro pelos fundos para que ninguém me veja, sigo um corredor e sigo os passos da galera do bufê que acabou de chegar. Todos se separam e vão para o vestiário, acompanho as garotas e pego o uniforme aleatório de uma delas. Vou ao banheiro e visto rapidamente.

Mando uma mensagem para hoseok e o Jin, na mesma hora ambos confirmam presença na festa. Namjoon logo me liga.

- S/n já tô aqui. - Sua voz revela seu desespero. 

- Perfeito. - Entro no salão e a procurou. - Já acho ela?

- Ela está aqui na minha frente. - Meu coração quase para. - A suíte dela é a trinta e sete, fica no terceiro andar.

- Leva ela para a sua suíte, enrola. - Pego um banquete para conseguir chegar perto do corredor que leva até o elevador. - Já to chegando.

Ao elevador abrir, o mundo se mostra contra mim, já que o Jackson é o mesmo que está a beira da porta, com um belo blazer. Me afasto com rapidez, para que ele não me veja. Porém o elevador onde o mesmo está sobe.

- Puta merda. - Solto um xingando sem querer. 

Corro para o elevador de serviço e entro. Em questão de segundos já estou no terceiro andar, procuro a porta trinta e sete com desespero, até ver a luz de antes de mim. Pego o passe no bolso e consigo entrar na suíte. 

Entro fazendo um pouco de barulho, fazendo com que alguém acordasse, então me escondo atrás do sofá. O meu celular toca, vejo que é o Namjoon, então atendo.

- O que foi? - Sunssuro.

- Ela ta voltando. - Ele grita.

À porta abre, então permaneço ali em silêncio, mas uma voz de homem ecoa pelo local. 

- Appa. - Ouço uma voz de criança. - Omma.

Me levanto mais um pouco para ver o que está acontecendo. Até que meu corpo congela e tudo que vivi parece ter sido em vão, não sou a unica pecadora.

- Jackson, solta ele. - Wendy está falando aos risos com o homem que acreditei não ter falhas.

- Quem é o pai mais feliz do mundo? - Ele diz ao pequeno. 

- Você. - Minhas lágrimas desecem ao ouvir sua voz inocente.

Olho para a tela e Namjoon ainda está ouvindo. Então mando o meu último recado a ele.

- Me tire daqui agora. 




Notas Finais


Até...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...