1. Spirit Fanfics >
  2. Like it is (uma história amourshipping) >
  3. Connection

História Like it is (uma história amourshipping) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


E VAMOS PARA UM NOVO CAPÍTULO! UUUUHUUUUU

Hey pessoinhas, voltei, venho com grande vergonha dizer que não mudei nada na história por pura preguiça e falta de criatividade kkkkk

Sexta, eu tava toda empolgada para reescrever, acordei sábado, a animação sumiu. Também aconteceu algumas coisas que me deixou meio sem vontade de fazer algo, ainda não tô bem para ser sincera, mas não vou vacilar com vocês!

E prometo (só assim para eu fazer algo), ainda vai ter a reescrita, porque sério, eu li com uma puta vergonha alheia de mim mesma kkkkk

Bora lá, cambada!

Capítulo 8 - Connection


POV (Ponto de Vista) Ash




Porém assim que eu me dei conta, tava todo mundo, literalmente todo mundo, olhando para eu e ele, todos com surpresos(meme pikachu surpreso) e se perguntando como eu conhecia aquilo.

- Com licença, meu jovem, como vocês?- a professora perguntou sobre minha relação com o pikachu. Eu não sabia como contar sem sair daqui para um hospício, foi aqui que eu pensei:

- Bem...

- PIKACHUUUUU!- fui interrompido por um choque vindo do pikachu direcionado a mim e terminei apagando.



POV (Ponto de Vista) Serena




Minutos antes:

Eu e as meninas tínhamos acabado de deixar a May e a Dawn em sua salas:

- Qual é a proxima?- perguntou a parda do meu lado, Shauna, uma das minhas melhores amigas desde pequena.

- Eu tenho que ir para o 1°A!- falou Misty apressando os passos.

- Ei, espera!- Leaf a parou- Nós quatro também somos dela.

- Então, apressem, não quero chegar atrasada no primeiro dia- terminou a minha outra melhor amiga, a White Hilda.

E o silêncio predominou até chegarmos, a Misty abriu a porta e foi se sentar, enquanto eu, Leaf, White e Shauna ficamos observando a sala por pouco a segundos, até olhei de relance e vi onde a Misty tinha sentado, em frente à cadeira do Ash.

"Não é como se eu estivesse com ciúmes, eles dois eram ex namorados, não é? E eu nem tinha qualquer relação com ele." Pensei, e fui tirado da minha consciência pela Blue que me deu um puxão, levando me para o lugar onde sentaríamos.

Continuei observando os dois, mesmo não querendo, algo me forçava a ficar incomodada com a cena, só consegui parar com a chegada da professora.



POV (Ponto de Vista) Narrador




Agora:

Com o grande ataque elétrico dado pelo rato elétrico, os alunos por perto se levantaram imediatamente e as carteiras foram afastadas,Ash caiu de sua cadeira e desmaiou, todos na sala ficaram estáticos( entenderam, entenderam hehehe), alguns ficaram assustado com a força do pequeno pokémon e outros observavam o garoto de cabelos arrepiados caído do chão da sala, entre eles, estavam Serena, Misty, a Professora Juniper e os melhores amigos do rapaz:

- Será que ele tá bem?- perguntou a professora com receio de tocar no rapaz por nunca ter presenciado um ataque com aquele.

- Pika pika- Pikachu tentava reanimar Ash mexendo nele com sua cauda, mas não houve resposta.

- Só falta ele acorda e gritar"Juliana, estou desmaiada"- sussurou Gary rindo da situação do amigo para os amigos.

- Gary!- Misty repreendeu-o

- Vai ficar todo mundo olhando para ele ou vamos ajudar?- Serena perguntava ainda assustada e nervoso pelo acontecimento.

- Temos que tira-ló daqui, vocês!- Juniper apontou para os garotos- São amigos dele, não são? Levem ele para a enfermaria.

E assim agiram, Pikachu afastou para Black pegar o tronco dele, e Gary e Red foram em seguida. No entanto, Pikachu quis seguir-los, mas foi parado pela professora:

- Ei garoto, onde pensa que vai?- falou a mesma com uma pokébola na mão. A ação fez o rato elétrico fazer posição de ataque, ele odiava ficar dentro da pokébola.

- Pode deixar ele ir, Aurea!- repentinamente, entra na sala a dona da Instituição, Palermo.

- Mas sen...

- Ele quer ver o amigos, deixe ir vê-lo- repetiu a mulher mais velha dando espaço para o pokémon e sendo observada pelos alunos que não faziam ideia do que estava acontecendo.

- Pika!- agradeceu e segui Ash pelo cheiro, alcançando os meninos que ainda procuravam a enfermaria.

No corredor:

- Eu não tenho 1 minuto de paz nesse caralho!- bufou Black.

- Eu acho que a gente se perdeu. Fala sério, onde a gente tá?- falou Red ignorando o comentário do amigo e olhando para o mapa em um quadro na parede, enquanto os amigos seguravam o moreno.

- " Onde é que eu tô? Será que eu tô em alagoinha?"- o falso loiro do grupo relembra mais um meme, recebendo olhares de repressão de seus amigos- Tá bom, parei kkkk.

Eles andaram mais um pouco, e chegaram ao destino:

- Red, bate na porta- mandou Black.

- Eu não, por quê não o Gary?- o de vermelho retrucou.

- Se você não percebeu, EU TO SEGURANDO ESSE MERDA AQUI!- Gary respondeu quase deixando Ash cair.

Após o grito, a porta abri lentamente, e dela sai um cara, de pele morena, com cabelo arrepiado, olhos puxados, vestia uma camisa laranja com jaqueta verde, calça verde e tênis azul:

- O que está acontecendo aqui?- perguntou o mesmo com tom de autoridade, mas mudou de expressão depois de ver a criatura embaixo dos rapazes- Pikachu!- o nome fez todos olharem em direção ao pokemon, o grupo ainda não percebera que ele havia seguido os mesmos. Mas antes que pudessem dizer algo, o homem continuou- A Palermo me falou que você viria. Então esse é o rapaz que levou o choque, estou certo?- perguntou olhando para Ash, e teve como resposta um balançar de cabeça dos garotos.

Mas antes de eles entrarem, Gary abre a boca:

- Lembrei! Você é o cara da bebida, não é?- o mesmo aponta para o moreno, arrancando um facepalm de seus amigos conscientes.

- Sim- deu uma revirada de olhos- Me chame de Brock, por favor- terminou e abriu a porta.

Eles adentram a enfermaria, parecia ser pintada com um branco com rosa bebê, tinha pisos brancos, haviam macas, a qual deixaram Ash em uma, estantes cheias de material, entre outras coisas.(gente eu sou horrível em rescrever lugar)

Porém, a sala estava vazia, pois a porta abriria e revelaria uma mulher de pele clara, cabelos rosas presos em forma de caracol, com um vestido rosa mais um avental branco, calçando uma crocs branca, e com um chapéu branco. Ela estava acompanhada de uma criatura rosa, este tinha cor rosa, tinha formato oval mais três "tentáculos" em cada lado.

- Enfermeira Joy, minha razão de viver! A cada dia te vejo mais linda...- Brock alucinou ao ver a mulher, de nome Joy, enquanto a mesma e os pokémon davam um facepalm para a declaração, já os meninos não faziam ideia do que estava acontecendo e olhavam confusos.

- Que merda a gente se enfiou dessa vez?- perguntou Red cochichando com os amigos.

- Eu não faço a menor ideia, não é possível que não vamos ter um dia normal aqui- contínuou Black cochichando- Que viagi é essa, mermão?!- terminou perguntando ironicamente.

- Será que aquilo é um pokémon também?- perguntou o ruivo apontando para a criatura rosa, mas com um tom um pouco alto para a conversa.

- Ela não é aquilo, é a Chansey, minha pokémon!- respondeu a enfermeira.

Ao olharem para frente, eles viram, Brock se contorcendo, o que parecia ser um sapo azul com faixas brancas enroladas no em seu corpo, mãos pretas com laranja, bochechas laranjas e balbucianco "Croa", a mulher estava olhando o moreno acompanhada de Chansey e Pikachu.

- Tá bom, já que todos pararam, podem ajudar nosso amigo e explicar o que está acontecendo com esse colégio? Começando, que tipo de merda de sapo é esse!- perguntou Red um pouco alterado já confuso com tudo.

- Esse sapo se chama Croagunk, e é meu pokémon, não se preocupe vamos ajudar seu amigo, agora explicar o que está acontecendo aqui. Creio que essa tarefa será de seus professores, voltem para a sala!- Brock instantaneamente se recuperou, explicou e expulsou os meninos da enfermaria, deixando apenas Joy, ele, Ash e os pokémon.

Assim, eles foram para sala, e lá encontraram três outras criaturas no centro da sala, eram: um que parecia ser uma tartaruga azul, esse havia o nome de Squirtle, de acordo com uma placa em cima; outro parecia ser um sapo verde com um bulbo mais escura, tinha nome de Bulbassauro; e por último, um lagarto vermelho de barriga alaranjada, tinha uma pequena chama no final de sua calda, seu nome era Charmander.

Voltaram aos seus lugares, e como todos, estavam maravilhados, aquilo tudo parecia incrível, a professora explicava sobre a estrutura dos pokémon. Os aluno ali se encontravam concentrados em tudo que era dito,claro por motivo de curiosidade, nunca viram algo parecido com esses bichos, no entanto uma pessoa se mantia preocupada:

- Serena, você tá bem?- perguntou Leaf, que sentava ao seu lado, baixo para amiga que aparentava incômodo.

- Na verdade não, Leaf, eu tô com pouco preocupada com aquele garoto!- respondeu a de cabelos de mel disfarçando o motivo da preocupação.

- Não fica assim, aquele ataque pode ter sido forte, mas o Ash já passou por muita coisa, fica tranquila- Blue a tranquilizava- Se você quiser, eu posso perguntar para um dos amigos dele- contínuou se oferecendo e recebendo um sim da mesma.



POV (Ponto de Vista) Leaf




" Eu não podia deixar ela agoniada desse jeito, não é?" Eu pensava tentando justificar o motivo de estar indo pergunta sobre o estado de Ash para o Red, poderia perguntar para o Hilbert ou o Carvalho, mas não tenho intimidade a esse ponto.

O olhei e ele estava em uma cadeira encostada na parede e se sentava de lado, ficando de frente para o resto da sala. Lá fui eu, me arrastando até chegar nele:

- red... red... Red!- quase tive que gritar para chamar aquela anta, como eu aguentei isso por 2 anos?

- Bluezinha, como vai? O que faz aí embaixo?- ele me perguntou olhando malicioso, dei uma mãozada como resposta.

- O Ash tá bem? Uma amiga minha tá perguntando- falei sussurando.

- Com certeza tá vivo, você sabe o modo de viver dele, o impressionante é a força daquele bicho- respondeu olhando para os outros que continuavam com a professora no centro da sala.

- Sim, ainda mais vivendo com você, não é?- falei sem pensando durante o tempo que voltei a encarar as criaturas, depois botei a mão na minha boca.

- O que você tá querendo dizer com isso?- ele me olhou desconfiado, é claro que ele sabe o que eu tô querendo dizer.

- Você sabe Red, por quê você acha que eu terminei?- retruquei.

- Falta de amor eu acho, já que na outra semana você estava saindo com o primo do Gary- ele falou um pouco alto, me fazendo dar uma batida no joelho dele.

- O Green? Por que tá se incomodando? Não era o senhor que foi para o cinema com a Yellow!- eu não deixar barato, antes que ele pudesse me responder, o alarme tocou.

Parecia ser o alarme do almoço, já que era primeiro dia, estava tudo funcionando diferente. Com a saída da professora, voltei para o meu canto, e disse do Ash para a Serena, assim que fomos liberados para fora da sala, ela foi a primeira a sair.



POV (Ponto de Vista) Serena




No corredor:

Sai as pressas da sala, eu não sabia bem o por quê, só sentia que era necessário, coloquei meus fones e celular para tocarem no aleatório nas músicas, a escolhida foi Classic- MKTO, não sei bem o por quê, mas senti a batida perfeita. (Ps: Não precisa escutar, só botei por gostar da batida e não ter opção melhor)

Na enfermaria:

POV (Ponto de Vista) Narrador




Ash acordava aos poucos, ao seu redor, estavam Brock, Joy, Chansey e Pikachu, todos preocupados com seu estado. Acordando completamente, ele iria abrir a boca para perguntar, várias perguntas vim em sua mente, mas ele foi interrompido:

- Eu sei que você deve tá desesperado e cheio de perguntas, mas não posso responder agora, nós encontre nesse local a esta hora- Brock ou cara estranho para Ash, falou e o ajudou a se levantar, enquanto o de cabelos espetados ficava cada vez mais confuso.

Ele segurou o papel e se preparou para sair pensando " Eu tô na porra de um filme de alien?". Antes de sair, Ash se despediu de Pikachu fazendo um carinho atrás da orelha e depois foi abrir a porta para sair do local...

No corredor:

POV (Ponto de Vista) Serena




Eu já estava perto do local sinalizado como enfermaria, minha mente se perguntava o por quê de está indo atrás do rapaz, ela nem o conhecia, mas seu corpo predominava na ação. O meu destino final chegava cada vez mais perto, vi a porta indicada e na hora que pretendia abrir, lá estava ele:

- Ash!- falei sem querer, meu corpo não obedecia minhas ações.

- Ah, Serena, né?- ele olhou para mim- Tudo bem? A gente se conheceu tão rápido naquele dia que nem deu tempo de conversar- terminou.

- É... eu queria saber se você tá bem, sabe foi um choque e tanto- não, eu não queria ter ido até lá.

- Tá tudo bem, já tô me sentindo novinho em folha- ele respondeu, não sei por que eu me senti no controle do meu corpo de novo depois da resposta.- Bem, agora eu preciso ir, meus amigos devem estar preocupadas, e pode me passar seu número?- terminou essa última frase me fazendo corar um pouco.

- C-claro- mostrei a ele, e na hora que íamos sair em direção opostas, nossos corpos se bateram, mas dessa vez foi diferente, uma imagem estranha veio a minha mente- V-você viu isso?


Notas Finais


Terminei!!!! Demorei muito para fazer e postar kkkk

Espero que tenham gostado, infelizmente não poderei postar amanhã, pois terei entrega de redação, que eu vou ter que fazer amanhã hehe, ou até, se consegui, faça a correção dos capítulos.

Poder hoje é só, amigos!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...