História Lil xan Moonlight - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Lil Peep, Lil Pump, Lil Xan, XXXTentacion
Tags Bexey, Lil Peep, Lil Pump, Lil Xan
Visualizações 184
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Hot


Fanfic / Fanfiction Lil xan Moonlight - Capítulo 5 - Hot

Diego comprou os lanches pelo Drive Thru e disse que iriamos comer no seu lugar favorito, se é verdade ou não eu me senti especial. Ele dirigiu até a praia e por sorte tinha parado de chover mas ainda estava frio, nos sentamos na calçada que ficava um metro de distancia da areia, balancei meus pés no ar como uma criança, apenas comiamos e aquilo estava me deixando envergonhada, decidi puxar assunto.

-O que faz da vida?-pergunto e ele ri- o que?

-Não me conhece? Tipo mora com cantores e não me conhece?-arqueou a sobrancelha

-Não escuto muito esse tipo de genero-falo e ele finge estar magoado

-Respondendo sua pergunta eu sou cantor e você?

-Eu terminei a escola e cai na crise existencial, não sabia qual faculdade e area iria fazer. Aí bateu a saudade do meu irmão e quis retribui tudo oque ele fez pela nossa família mesmo longe e agora estou aqui- ri e passei a mão no rosto vendo que ele me encarava em silêncio- aí eu falei demais né? Eu sempre faço isso quando me empolgo na conversa

Fico nervosa e acabo falando tão rapido que nem me dei conta doque acabara de falar, ele nega com a cabeça e sorri com a lingua entre os dentes.

-Nah eu gosto de conversar-sorri- que bom que esta gostando do passeio

(...)

Andamos pela areia, molhamos os pés na agua oque não foi uma boa ideia, na volta pro carro ele começou a tossir.

-Obrigada por hoje-digo abraçando e ele aprofunda mais um pouco, saio do carro entrando no apartamento e subo pelo elevador

Começo a cantarolar uma musica aleatoria e pego a chave do bolso abrindo a porta, vejo um circulo de gente na sala e sorrio para eles que me olharam atravessados até estranhei. Eric segurou Bexey que parecia que iria voar no meu pescoço e Ivory veio me abraçar.

-Onde você tava? Ficamos preocupados-disse ela e agora entendi tudo

-Eu estava com o Diego-falei e alguns deram uma risada de deboche mas não liguei

-Alana você não o conhece,não conhece a cidade e se você tivesse se perdido?-Bexey conseguiu falar um pouco mais calmo

-Mas eu estou conhecendo e eu não vou conhecer nada se eu ficar trancada aqui-cruzo os braços

-Não cria confusão ele ta agitado desde que chegou, sabe ficamos nervosos-Ivory sussurrou e assenti mas só por ela

-Eu vou para o quarto-digo fria e corro pela escada batendo pé, fecho a porta trancando e retiro minha roupa colocando um pijama e amarro o cabelo. Olho no celular e ainda não tinha nenhuma mensagem,me deito e pego no sono.

Acordo pela madrugada ja que dormi cedo e fui ate a cozinha pegar algo para comer, tiro um pacote de salgadinho levando pro quarto e fico mexendo no celular, assisto uns videos no youtube e recebo uma mensagem de Diego.

-Acordada essa hora?-2:07 pm

-Dormi a tarde- enviada,2:07 pm


-Sei como é, hoje foi divertido eu estava pensando em repetir novamente o passeio-2:08 pm

Fico desacreditada quando li, tive que ler novamente e é quase impossivel, Lil Xan gostou da minha companhia? Ou só quer me usar?

-Só marcar ;)-enviada,2:09 pm

-Otimo esteja pronta em meia hora-2:09


Disse e logo se desconectou, mandei varias mensagens perguntando se era verdade e que eu não podia, droga. Me sento na cama pensando no que fazer e vejo que o tempo estava passando, pego uma roupa levando ate o banheiro e tomo um banho rapido, visto uma meia calça preta, saia plissada preta e um cropped vermelho, calço um coturno curto de salto. Passo um batom nos labios e um lapis de olho, pego um casaco e vejo que ele me mandou uma mensagem que estava pronto me esperando. Paro na sala respirando fundo e olho por tudo pensando se eu estava fazendo a coisa certa. Começo a correr ate o elevador e chego ofegante ate o terreo, vejo ele escorado no carro com os braços cruzados e sinto meu coração palpitar tão rapido que parecia que iria explodir.

-Você ta linda-disse mordendo o labio inferior me olhando de baixo pra cima

-Obrigada você também-falo desajeitada e ele abre a porta do passageiro dando espaço para eu entrar e eu coloco o cinto-então, para onde vamos?

-Ja que nos conhecemos em uma festa, é para la que nos vamos-sorriu e me senti mal, pensei que seria só nós. Fechei o rosto virando a cabeça para a janela apoiando a mesma ali,ele dirigia calmamente mas parecia que algo estava o encomodando.

-Você ta diferente-disse quebrando o silêncio

-Hãn?-eu não tinha entendido a pergunta

-Não parece a garota da praia, sorridente-disse parecendo se lembrar

-Ah isso-soltei uma risada anasalada-talvez porque não estava esperando por isso

-Desculpa não ser um cara clichê que não leva para jantar-dei um soquinho de leve no seu ombro

-Bobo, eu não ligo pra essas coisas. Só é pelo horario-omito

-Seu irmão não gosta de mim-disse cabisbaixo

-Não é isso-falo alto balançando as mãos-ele só é protetor..

E la estava eu sendo desonesta, tava na cara que eles odiavam Diego por causa de uma garota e isso é ridiculo. Ele estacionou o carro e me olhou nos olhos como se estivessemos conversando, abri a porta sinalizando que eu estava pronta e ele sorriu vitorioso saindo também e foi ao meu encontro entrelaçando nossos braços, ele passou pelo segurança que nem fez questão de revista-lo enquanto as pessoas que estavam na fila se jogavam pra cima dele.
      Era uma boate pequena parecia uma festa privada, Pump sorriu de longe e pude ver seu grill dourado brilhar na escuridão. Ele nos comprimentou e nos deu um copo de lean.

-Agora você escolhe oque quer fazer-Diego sussurrou no meu ouvido

-Vamos beber mais-disse sem jeito, queria me soltar para fazer coisas que não irei me lembrar no outro dia. Ele puxou minha mão até o bar e o garçom nos serviu em copinhos de shot, demos varias goladas.

-Duvido virar metade da garrafa-falei rindo e ele olhou assustado

-E o que eu ganho?-perguntou malicioso

-Minha companhia não é suficiente?-finjo estar triste e ele nega e tenta tomar mas sem sucesso fazendo careta-ah eu amo essa musica

Digo ouvindo go fuck yourself, tudo estava girando e com luzes coloridas. Eu me sentia em um clipe de algum artista famoso, danço passando a mão no cabelo bagunçando pois na minha mente eu estava sexy. Diego chegou por tras me abraçando, sinto os pelos do meu braço se arrepiarem, ele beija meu pescoço com seus labios umidos molhando minha pele. Sinto um frio passar por todo meu corpo enquanto sinto um calor no meio das pernas.

-Dança mais, só pra mim-pediu e assenti, ele pegou minha mão me levando ate o carro e ele dirigiu ate um lugar deserto, eu sentia uma onda de adrenalina e medo tomar conta da minha mente até sentir ele passar a mão por baixo do meu cropped tocando meu sutiã, ele queria que eu desse permissão e eu assenti. Tomei coragem e sentei em seu colo no banco com as pernas de cada lado, ele deitou e quase cai de fraquesa. Mexo o quadril em movimento circular, ele estava com uma mão em meu peito desnudo e a outra na cintura apertando forte, fecho os olhos mordendo o labio inferior apenas sentindo o momento e seu membro duro na minha intimidade.

Com cuidado tiro minha calcinha jogando do outro lado e ele sorri tirando minha blusa dando um chupão em meu seio direito enquanto ele dedilhava minha vagina molhada.

-Você é tão gostosa-disse com a voz rouca e baixou o ziper da calça revelando seu membro duro, passo a mão o masturbando e coloco na minha entrada sentando com calma

-Ãh Diego-falo chegando até o fim, ele começou a se mexer me deixando mais excitada-ah vai..

-Sem pressa baby-falou batendo na minha bunda-se não vou ter que te castigar

(...)

-Que horas são?-pergunto ainda de olhos fechados, estavamos nus dentro do carro e eu com a cabeça apoiada em seu peito

-Não me mata-disse e o olhei assustada-5:20

-Temos que ir logo se não eles me matam-digo vestindo a roupa rapidamente e ele faz o mesmo

Colocamos o cinto e ele deu partida praticamente voando, em pouco tempo chegamos na frente do apartamento e nos despedimos com um beijo quente e demorado, sua lingua explorava cada centimetro da minha boca, tentei hesitar mas não deu e subi para o apartamento e por sorte eles ainda estavam dormindo. Deitei na cama deixando escapar um longo suspiro tentando acreditar no que acabara de acontecer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...