1. Spirit Fanfics >
  2. Liliane >
  3. Sou madrinha com amor de mãe

História Liliane - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii gente bonitaa
Mais um capítulo aí
Espero que gostem

Capítulo 4 - Sou madrinha com amor de mãe


Saori P.O.V

Assim que apresentei Lili aos meu Cavaleiros de Ouro, me dirigi ao quarto onde uma serva já havia arrumado minhas malas e estava a minha espera para que eu pudesse descer e pegar a limosine que me levaria direto ao aeroporto.

Chego exatamente na hora do embarque pois o trânsito de Atenas estava um caos aquele dia. Entro no avião e ele decola logo em seguida. Já no céu, minha mente viaja à treze anos atrás...


Flashback on


Estou deitada em minha cama. Deve ser mais ou menos duas e meia da manhã. Parace que hoje será mais uma noite que passarei em claro, mas desta vez o motivo é maior: faz exatamente um ano que minhas irmãs foram teletransportadas desta dimensão e a dor e a saudade só aumentam a cada segundo. Sinto como se esses sentimentos para com elas fossem me engolir. Será que estão bem? A preocupação que sinto faz parte da minha vida desde que partiram. Queria tanto poder vê-las, mas infelizmente não tem como... Ou será que tem?!!

Saio apressadamente e entro na biblioteca. Depois de duas horas fuçando as prateleiras encontro o que procurava: um livro que a minha reencarnação, à seiscentos anos atrás, ou seja, a época em que o ex Grande Mestre Sage ainda era o Cavaleiro de Câncer, escreveu. Ô abro em cima da escrivaninha onde o atual Grande Mestre, Shion, costuma trabalhar e começo a folhea-lo. Depois de mais uma hora e meia procurando consigo achar um texto que pode me ajudar com o que preciso e, assim que me sento na cadeira de Shion, o mesmo entra:

- O que faz acordada em uma hora dessas minha Deusa?

- Shion! Eu achei! Eu consegui!

- Mas.. achou o que Atena?? - Perguntou o Grande Mestre confuso com o fato de que eu ali naquele horário e com uma empolgação e ansiedade fora do comum.

- Eu achei o livro que pode me ajudar a viajar pelas dimensões. Eu finalmente poderei ver minhas afilhadas Shion!! A única coisa que vou precisar é aprender e combinar a Extinção Estelar do Mu, a Explosão Galáctica e a Outra Dimensão do Saga e do Kanon, e depois que eu fizer isso um portal será aberto dando direto na dimensão onde minhas meninas estão!

- Mas esse é um plano muito arriscado senhorita! Pode causar uma catástrofe!

- Mas esse é o único jeito Shion... Eu só quero ver minhas afilhadas novamente... Por favor... Me ajuda...- disse quase num sussurro e começo, logo em seguida, a chorar compulsivamente. Toda a dor que apertava meu peito e me sufocava sai aos poucos. O Grande Mestre, vendo o estado em que eu me encontrava, instintivamente me abraça e diz que irá me ajudar.

Assim que finalmente consigo me controlar e me recompor, ele me solta e caminha em direção as prateleiras que ficavam mais ao fundo da biblioteca. Quando retorna traz consigo dois livros, um em cada mão.

- Esses, minha Deusa, são os Diários dos Cavaleiros de Ouro. Todos os Santos Dourados devem fazer um antes de deixar posto de Cavaleiro de Atena. Este aqui é o meu, e este outro é o de Aspros e Defteros de Gêmeos que lutaram ao meu lado na Guerra Santa passada. Neles contém os golpes e as defesas dos Cavaleiros. A senhorita irá ler o que precisa e depois eu irei ajudá-la com a pratica.

- Muito obrigada Shion!! - Dou gritinhos e pulinhos de alegria, então ô abraço com muita ternura, e o mesmo retribui meu gesto de carinho mesmo estando vermelho igual um pimentão.

Depois de duas semanas treinando tanto na teoria, quanto na prática, consigo executar o plano e abro então um portal que leva direto a casa onde minha querida Liliane mora. Chamo no portão e sou recepcionada por uma mulher grávida e uma menininha que, logo de cara, já sei que é minha pequena. Ela estava tão lindinha naquele vestidinho preto. Tinha em seus lábios um sorrisinho sapeca e inocente ao mesmo tempo. Senti tanta falta daquilo... Daquele jeitinho dela de ser... Tive uma imensa vontade de correr até ela e abraça-la. Vontade de levá-la comigo e cuidar da minha irmãzinha, mas me contive pois sabia que, naquele momento, aquilo seria impossível. Fico então conversando com as duas um pouco, enquanto Shion apenas nos observava de longe, e logo nos despedimos partindo em direção ao lugar onde Priscila morava.

Ao chegar na casa da Pri constatei que a mesma, diferente de Liliane, não morava com ninguém. Assim que me aproximo ela vem ao meu encontro e me abraça.

- Madrinha Atena! Pensei que nunca mais iria te ver!

- Querida! Você se lembra de mim!?!

- Claro que me lembro!

Fiquei super feliz com aquilo. Conversamos muito sobre o que acontecera nós últimos tempos, até que...

- Madrinha, quero ser uma Amazona de Ouro!

- Olha linda, de certa forma, você e suas irmãs serão. Depois que vocês se foram, eu e nosso pai Zeus resolvemos criar uma armadura de ouro para cada uma, mas vocês só poderão usá-las depois que completarem dezoito anos, até lá você pode treinar em alguma parte do mundo e...

- Eu quero ir para o Tibete!

- Nossa! Que rápida! Tudo bem então, arrume suas coisas que o Shion irá te teletransportar para lá.

Enquanto minha Pripri arrumava seus poucos pertences, eu a observava e me encantava cada vez mais com seu jeitinho de ser. Enquanto Lili tinha sua personalidade meiga, gentil, agitada e brincalhona, Pri era decidida, calma, sabia exatamente o que queria e tinha um ar imponente, mas uma coisa, além do bem coração e do senso de justiça, tinham em comum: sua força, que mesmo sendo apenas crianças, já demonstrava ser gigantesca. Lili à ultilizava para curar e Pro para derrotar. O Yin e o Yang. Eram perfeitas juntas, mas onde Yasmim se encaixava nisso tudo? Ou será que não se encaixa? Será que ela tinha...

- Madrinha! Já está na hora!

- Assim! Claro querida! Me dá aqui um abraço bem apertado. Se cuida tá? Te amo!

- Também te amo Madrinha! Tchau!

- Tchau linda!

- Já volto Atena.

- Tudo bem Grande Mestre.

Assim que Shion retornou, fomos para onde minha prima, Yasmim, tinha ficado mas, infelizmente, a minha intuição estava certa e a mesma havia morrido por causa da queda na hora de atravessarem o portal, já que ela era mais fraca que suas irmãs. Fiquei extremamente triste com a notícia, mas ti vê que me "conformar"...


Flashback off


Acabo de chegar no Tibete atrás de minha querida irmã/prima/afilhada Priscila. Fui diretamente a casa dela e , felizmente, a mesma ainda não havia ido trabalhar.

- Madrinha!..digo Atena. Que honra. - Disse e, assim que me viu chegar, vestiu sua armadura de ouro que tinha ganhado de mim e de nosso pai (igual Liliane) e conquistado depois de muito treinamento para conseguir controlar seu poderoso cosmo, e prostrou-se perante a mim.

- Não precisa disso minha linda. Pode se levantar. Senti muita saudades suas!

- O que a senhorita faz aqui tão distante do Santuário e ainda por cima sozinha? Não é seguro minha Deusa!

- Está na hora de assumir seu lugar entre os Deuses Pri. A sua irmã Lili já está no Santuário a sua espera. Vim pessoalmente buscá-la para levar até lá...


Notas Finais


E aí? O que vocês acharam?
Comentem aí
Beijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...