1. Spirit Fanfics >
  2. Lilly e Luna >
  3. Lilly

História Lilly e Luna - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Lilly


Fanfic / Fanfiction Lilly e Luna - Capítulo 2 - Lilly

Normalmente eu acordava sempre as 6:30 para começar a arrumar a casa e poder ter mais tempo livre, mais naquele dia acabei acordando tarde de mais com minha mãe aos berros.

Joana: menina acorde e se arrume rápido já estamos atrasadas de mais.

Luna: atrasadas para o que
*Disse descendo as escadas enquanto coçava os olhos *

Joana: para o que! Será que já se esqueceu da festa de comemoração do noivado de Madeleine e Dylan? Vamos se apresse seu pai e seus irmãos foram à frente.

*Disse enquanto colocava seu casaco, pois, estávamos em uma época bastante fria*


Luna: coitado

*disse num sussurro*

Joana: o que Disse?

Luna: nada, nada.

Assim que me aprontei é coloquei o casaco nós saímos em direção a casa de Madeleine, não era tão longe dava mais ou menos uns 3 há 4 minutos até lá.
No caminho agente sempre passava pela Praça central da aldeia. A fonte que ficava bem no meio de tudo era muito linda, mais olhando logo mais a frente víamos a igreja católica e aquele horrível palanque onde o padre ficava.

Fomos o caminho inteiro em silêncio.
E assim que chegamos fomos recebidas por um homem alto e barrigudo dos cabelos avermelhados e um bigode maior que sua cara.

Joana: Bensoon! Que bom te ver, espero que tenha gostado de nosso presente para o noivado de sua filha.

Benson: a, mas é claro, Joana. Entrem, entrem. Sejam bem-vindas.

Assim que ele nos convidou a entrar em sua casa, entramos é logo de cara já dava para ver a roda de mulheres na sala principal tomando chá,.
Dava para ver que aquilo ia ser um saco.

Joana: olá garotas é oi Madeleine como você está linda, radiante imagino que esteja muito feliz com seu noivado.

Madeleine: ah! Estou tão ansiosa nem sabe o quanto, bem, sente-se.

Fiquei lá Por uns longos 10 minutos até decidir dar uma escapada daquele ninho de mulheres interessadas apenas em vestidos e prendedores de cabelo.

Luna: com licença preciso ir ao banheiro!

Madeleine: Ah! Claro fique a vontade.

Assim que fui ao banheiro abri a janela que lá tinha é sai pela floresta, nunca havia andado por aquela parte de lá,!
Andei um pouco mais para dentro da floresta e não fui tão longe até porque não poderia demorar muito.
Andando só mais um pouco acabo achando um lago em volta a muitas árvores e cheio de flores, aquele lugar era incrível como não tinha achado ele antes!. Cheguei na borda do lago e agachada encarei meu reflexo quando escuto uma voz repentina que fez com eu me assustasse.

Lilly: olha parece que alguém encontrou o meu esconderijo!

*Disse enquanto se escorava em uma árvore*

olhei para trás e lá estava uma garota de cabelo negro preso em uma trança, ela aparentava ser um pouco mais alta que eu e era muito bonita

Luna: aí nossa você me deu um susto
*Digo rindo *

Lilly: perdão

Luna: tudo bem, me chamo....

Lilly: Lunar é sei
*Disse rindo*

Luna: como sabe

Lilly: acabei dando uma passada na sala onde os homens estavam na casa de Madeleine e escutei eles falando sobre você.

Luna: sobre mim? E o que diziam?

Lilly: estavam falando sobre como você já esteva ficando velha e precisava arrumar logo um marido.


Luna: bom eu não pretendo arrumar um tão cedo então eles podem continuar falando.

Lilly: então pensamos igual, também não pretendo. Bom me chamo lilly.

Luna: a irmã mais nova do noivo de Madeleine

Lilly: isso mesmo

Luna: perdão por dizer isso Mais tenho pena do seu irmão.

Lilly: porquê Exatamente

Lunar: coitado ter que lidar com Madeleine é seus xiliques todo dia não deve ser legal.

Lilly: é realmente não deve ser nada bom
*Disse rindo*

Luna: ah! Meu Deus já estou aqui a mais de 30 minutos minha mãe vai me matar.
Perdão precisado ir, foi um prazer conhecer você lilly.

Lilly: o prazer foi meu, espero te ver novamente.

Luna: assim como eu também espero te ver.

Trocamos olhares por uma última vez e sai dali correndo, eu ia morrer hoje, é claro se minha mãe contasse para meu pai


Assim que cheguei na porta da casa de Madeleine encontro uma mulher furiosa batendo os pés no chão.
Joana: onde você estava? Disse que só iria ao banheiro!

Luna: desculpa mãe, só sai para tomar um ar fresco.

Joana: por quarenta minutos Luna

Luna: acabei perdendo a noção do tempo, desculpa.

Joana: você está com sorte por eu estar de bom humor hoje não irei contar para seu pai, mais a próxima vez que você fizer isso você sabe o que te espera

Luna: é claro mãe

Saímos de lá é fomos em direção a nossa casa e eu já mal esperava pelo próximo dia.


Notas Finais


E isso gente
E perdão por qualquer erro ortográfico ou de pontuação que houver no texto


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...