1. Spirit Fanfics >
  2. Limbo >
  3. Treinamento.

História Limbo - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Deixei bem grande, então falem como ficou.

Deixei as partes chatas de lado

Capítulo 5 - Treinamento.


Midorya, mirio e nejire, estavam perto de chegar em seus "funerais" nejire vai na frente enquanto midorya e mirio iam mais atrás, os dois supostos mortos se escondem e ficam vendo cada um falar suas palavras, tinha alguns heróis, parentes e amigos. O último que falou foi tamaki que falou.

- bom, conheço mirio desde pequeno, sempre quis ser como ele alguém que não demonstra medo ou preocupação, passei pouco tempo com Midorya mas sempre vi nele algo inexplicável, ele tinha uma grande motivação e tenho certeza que se os dois estivessem aqui eles iriam fazer todos nós rir, então vamos trocar essa cara de tristeza e por um sorriso no rosto.

Assim que tamaki termina de falar alguns param de chorar e começam a sorrir. Depois que tamaki desse do palco nejire liga o rádio e uma música começa, e midorya e mirio aparecem em cima do palco a falam juntos.

- estamos vivos !!!

Alguns desmaiam quando vejam midorya e mirio, e muitos começam a chorar de felicidade e alívio, tamaki se aproxima de mirio e midorya e fala.

- como ? Achei que...

Perguntava tamaki, depois de mirio explicar tudo tamaki se aproxima de midorya e fala.

- você salvou a vida do meu melhor amigo, serei sempre grato.

E dava um abraço em midorya, o jovem sem entender muito, apenas retribui o abraço. Depois de explicarem pra todos midorya se despede e vai pra sua casa, chegando lá vê a sua ame dormindo e vai pro seu quarto dormir...

No meio da madrugada midorya acorda com um grito, ele da um pulo da cama e vai ver oque aconteceu, ao ir pra sala da sua casa vê um homem encapuzado segurando sua mãe pelo pescoço.

- quem é você ??!!? O que quer com a minha mãe ?!?

Falava midorya enquanto tentava se aproximar, mas ano conseguia, era como uma barreiro o homem olha pra midorya e fala.

- nesse prédio tem mais 15 pessoas 5 crianças 3 idosos, 5 jovem mulheres e 2 homem adultos, agora escolhe a vida de sua mãe ou a de todos os outros.

Falava o homem enquanto fazia todo o prédio desmoronar, midorya ia salvar a sua mãe, mas escutou os gritos de algumas pessoas e então foi ajudar deixando sua mãe, tudo que ele pensava era.

"Droga, por que não consigo usar a minha individualidade ?!?!? Eu vou matar ele !!"

Pensava midorya, o jovem vê uma mulher protegendo 3 crianças, ele da um soco com toda a sua força na parede que já estava instável e a quebra assim jogando a mulher e as duas crianças pelo buraco que caim em cima de uns arbustos, midorya vê 3 idosos que já conseguiram escapar e começou a procurar mais pessoas, e acha todo escondidos no depósito do prédio, assim que midorya entra o teto desaba mas antes do teto encostar em qualquer um midorya segura tudo com as mãos e fala.

- fogem rápido, o chão não irá aguentar muito !!

E assim todos que estavam ali fogem, midorya começa a perder as suas forças e com todos fora do prédio o edifício cai em cima do midorya. Depois de alguns minutos midorya ferido percebe que já podia usar sua individualidade novamente, e assim midorya começa a atravesssar os escombros, assim que midorya sai ele vê alguns heróis, ele se aproxima e fala.

- todos estão bem ?

O herói olha pra midorya todo ferido e fala.

- entendo, entoa foi você que salvou eles, todos estão bem, só não estamos achando alguém chamado "inku midorya" você conhece ?

- é a m-m-minha m-mãe.

Falava midorya triste enquanto lágrimas saim dos seus olhos, um heroi apenas falou pra todos ouvirem.

- por favor vão pra casa de algum famíliar, ainda está tarde, felizmente muitos sobreviveram sem nenhum machucado.

Falava um heroi enquanto todas as pessoas se aproximavam, assim que o herói termina de falar passa uma maca carregando alguém em um saco preto, midorya se aproxima e abre o saco e vê sua mãe, nesse momento midorya começa a chorar e cai no chão, um heroi se aproxima e fala.

- ligue pra alguém, parece que você teve uma noite difícil, tente ter uma boa noite de sono.

Falava um herói enquanto dava um pequeno celular pra midorya, o jovem disca um número que logo atende a ligação.

(Ligação)

- mirio ?

- midorya ?!? Você está bem vi no jornal oque conteceu.

- mirio, eu não tenho onde ficar, minha mãe morreu, perdi tudo.

- estou indo aí agora, e você não perdeu tudo, você tem a mim, nejire e tamaki, sempre estaremos com você.

- obrigada.

A cada palavra que midorya falava um Tom mais frio e sem emoção era escutado, assim que midorya desliga o celular ele se senta na calçada e fica esperando mirio, que não demorou pra vir com seu pai dirigindo o carro, midorya se levanta a ver mirio se aproximando, o loiro apenas fala.

- desculpa, desculpa, vai ficar tudo bem.

Falava mirio enquanto abraçava midorya, o jovem apenas começava a chorar, mirio não conseguiu segurar as lágrimas a ver midorya e tambem começa a chorar, mirio e midorya vão pro banco de trás e midorya fala.

- mirio, alguém matou a minha mãe, ele sabia tudo sobre mim, ele sabia quantas pessoas estava no prédio e me disse pra escolher entre a vida da minha mãe a as de outras 15 pessoas desconhecida, eu escolhi salvar pessoas que eu nunca vi ao invés da minha mãe.

Falava midorya enquanto chorava, mirio enchuga as lágrimas do jovem e fala.

- você fez oque achou certo e acertou, hoje você agiu como um herói.

Falava mirio enquanto olhava nós olhos de midorya, antes de todos perceber já haviam chegado na casa de mirio, o jovem loiro sai do carro e fala.

- descansa por essa noite, amanhã podemos conversar mais.

Falava mirio enquanto levava midorya até um quarto vago.

- quer eu te empreste algumas roupas ? As suas estão sujas e rasgadas.

Falava mirio enquanto ia ao quarto do lado e pegava algumas peças de roupas e entregava a midorya, o jovem esverdeado entrava no banheiro e tomava o seu banho calmamente, depois de sair entra no quarto que mirio o mostrou e rapidamente se deita e dorme...

Midorya acorda em Pânico por causa de um pesadelo, sai do quarto e vê mirio descendo as escadarias, assim que midorya desse as escadarias vê o pai de mirio sentado na mesa tomando café da manhã, assim que midorya aparece o homem fala.

- bom dia midorya, eu acho que não me apresentei, meu nome é takeshi togata.

Falava um homem de cabelos negros e olhos azuis, midorya apenas acenava com a cabeça e sentava na mesa, logo em seguida mirio chegava e falava.

- você parece muito melhor midorya.

- não faz sentido chorar, minha mãe iria querer que eu seguisse a minha vida, e eu me descidi.

Falava midorya com um tom de alegria mas a última frase foi tão baixo que ninguém escutou. Depois de Midorya, mirio e takeshi terminarem o café takeshi vai trabalhar e mirio vai pra escola, midorya vai até o computador e pesquisa quanto tempo falta pro exame da U.A.

- entendo, então falta 2 messes.

Midorya pega um papel e caneta e escreve um bilhete. ("Falta 2 messes pra U.A tentarei faltar antes do exame, se eu não voltar em menos de 1 ano quer dizer que não irei mais voltar, peço desculpas mas preciso ficar mais forte, mirio quero que você saiba que eu ficarei bom não importa o que aconteça, e sim eu estou indo treinar no limbo, não importa oque aconteça não entre lá.")

De: izuku midorya.

Midorya coloca o bilhete em cima da mesa e vai pro quarto que lhe foi dado, assim que entra midorya abre um portal negro e entra nele.

Agora midorya se vê num vácuo sem fim, midorya estava vagando até que simplesmente abandona tudo, seu poder, amor, família, ele desiste de tudo. E assim midorya começou a sentir dores incrívelmente fortes, depois de 10 horas morrendo e voltando a vida midorya apenas pensa.

"Já chega, não aguento mais !!! Eu irei ficar forte, se a minha individualidade é essa dimensão isso significa que tudo aqui é meu !!"

E assim midorya cai finalmente em terra, midorya olha em volta e não vê nada além de um grande lago com um diamante com bilhões de cores diferentes, midorya se aproxima do lago e começa a beber a água do lago, e ele escuta uma voz.

" Se você quer poder toque no diamante"

Midorya para de beber a água do lago e encosta no cristal e nesse momento sai uma pequena esfera de luz e entra no olha de midorya, a água do lago começa a ser absorvida pelo seu corpo, e assim midorya começa a sentir poder entrando em suas veias, mas era tanto que o jovem não conseguia nem controlar, e pra aprender a controlar midorya passou 3 dias treinando pra controlar, depois de três dias midorya sai de sua dimensão e se vê no quarto onde mirio tinha o emprestado, midorya desce as escadas lentamente e vê mirio e takeshi conversando entre si, até que takeshi vê midorya, jovem faz um sinal pra takeshi fazer silêncio e assim ele fez, midorya para atrás de mirio e começa a escutar oque ele dizia.

- pai, o midorya ainda não voltou ele disse que voltaria pro exame da U.A mas o exame é hoje e ele não voltou.

Assim que mirio fala isso midorya dessesperado fala.

- que !!! Hoje é o exame ?!?!? Mirio eu estou indo vou voltar o mais rápido possível, ainda tem tempo né ?

Perguntava midorya enquanto subia as escadas mirio o seguia a falava.

- você voltou ?!? Mas isso é assunto pra depois pega umas roupas minhas, as suas estão sujas e rasgadas, vou pegar umas antigas minha elas devem servir perfeitamente em você.

Falava mirio enquanto tirava várias peças de roupas do armário, mirio então tira uma calça jeans clara, uma camiseta preta e uma jaqueta de couro.

- leva a jaqueta pode fazer frio.

Midorya rápidamente se vestiu, e falou.

- eu vou indo correndo vai ser mais rápido.

Mirio estranhou mas concordou, midorya se veste rápidamente e vai pra frente da casa de mirio, entrou em postura de corrida e começou a correr, mirio ficou de boca aberta pois midorya correu tão rápido que mirio não conseguiu acompanhar com a visão, midorya conseguiu chegar a tempo e foi direto se inscrever, assim que se inscreveu foi pra frente do local do exames que iria ser uma cidade de 50 km com centenas de robôs, assim que o sinal inicia os grandes portões se abrem, midorya dispara na frente de todos, midorya entra na cidade antes de qualquer um e já começou a destruir diversos robôs, depois de apenas 50 minutos midorya já havia destruído mais de 200 robôs de deferentes tipos, até que midorya vê um robo gigante e uma guria mancando tentando fugir dele, antes de midorya perceber ele tinha trocado de lugar com a guria, quando o robô pisa em midorya, o jovem atravessa o robô e começa a destrui-lo de dentro pra fora, não demorou muito e o robô para de pisotear tudo, e midorya logo sai de dentro dele, o jovem estava exausto mas não ousava perder a conciencia, depois do robô parar de andar outra sirene que indicava o fim era ouvida, midorya saia do local sem nenhum machucado até que bakugou o vê e tenta ataca-lo, mas os ataques de bakugou passavam direto por midorya, até que o jovem falava.

- bakugou, eu não tenho mais medo de você.

E assim midorya saia do local com o peito estufado e com a cabeça erguida, assim que sai vê mirio o esperando perto do carro e midorya fala.

- mirio ? Cadê o seu pai ?

- meu pai está trabalhando, agora eu posso dirigir tambem, então sobe.

Midorya apenas cena com a cabeça e entra no carro, e durante o caminho falava tudo que aconteceu no seu treinamento. Não demorou muito pra midorya chegar na casa de mirio e ir pro quarto, midorya exausto se deita na cama e dorme na mesma hora.


Notas Finais


Esse deu trabalho pra fazer, falem como está por favor.



Ah, Se alguém tiver uma fanart de midorya X nejire me mande


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...