História Linguagem das Flores - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Fluffy, Hopega, Sobi, Sope, Yoonseok
Visualizações 96
Palavras 2.891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi!! vou deixar pra me explicar melhor pra quem tinha dado fav no primeiro capítulo achando que ia ser oneshot e tal nas notas finais ok?

antes de ir para a fanfic, queria falar que os capítulos agora vão ter nomes de flores e cada uma tem um significado que combina com o capítulo ou com a personalidade dos personagens: no primeiro capítulo eu decidi colocar "Lilás" porque essa flor significa "primeiras emoções de amor", já nesse decidi por tulipas amarelas porque elas literalmente significam "o sol brilha em seu sorriso" e pra mim eh totalmente o hoseok - e ele é o foco desse capítulo.

enfim, boa leitura, espero que gostem e perdoem qualquer erro!!

Capítulo 2 - Tulipas Amarelas


Hoseok ainda não havia processado tudo que tinha acontecido naquela tarde de trabalho, sem dúvida não esperava servir de namorado falso para um desconhecido qualquer quando saiu da cama pela manhã. Abriu a porta do pequeno apartamento em que morava de forma automática, jogando o casaco na mesa de centro e se jogando no sofá.

Depois que o tal Taehyung havia ido embora, o desconhecido — Yoongi, aprendera. Ele não era mais tão desconhecido assim. — pediu mil desculpas pelo inconveniente e explicou que Taehyung era namorado de seu melhor amigo e que um amigo em comum dos dois havia contado para Taehyung que Yoongi gostava dele. Era confuso, Hoseok sabia disso, mas depois de mais uma enxurrada de desculpas feitas por Yoongi, Hoseok até riu da situação.

— Olha, juro que nunca mais vou te incomodar na minha vida, ok? — disse Yoongi antes de sair da loja com mais vasos do que precisava pois, de acordo a ele, queria recompensar Hoseok de alguma forma pelo mal entendido.

— Tudo bem, hyung. — Yoongi era um ano mais velho que Hoseok e o havia permitido chamá-lo assim, mesmo que se conhecessem há apenas pouco mais que uma hora. — Se precisar de alguma coisa sabe onde me encontrar!

Agora, sozinho em casa, Hoseok mais uma vez ria do ocorrido. Não podia julgar Yoongi, se estivesse na mesma situação que ele, provavelmente teria entrado em desespero e feito alguma coisa impensada parecida com a que ele fez. Suspirando, Hoseok levantou de onde estava e resolveu ir até a cozinha preparar alguma coisa para comer.

***

— Me desculpa de novo! — exclamou uma voz vinda da entrada da floricultura pouco depois da hora do almoço.
Hoseok — que estava de costas para a porta, arrumando os novos buquês que haviam acabado de chegar — se virou curioso, dando de cara com um Yoongi que parecia sem fôlego. O cabelo verde do mais velho caia nos seus olhos e ele usava um moletom grande demais para seu tamanho.

— Yoongi hyung? O que houve? — perguntou, levantando de onde estava e indo na direção de Yoongi. Seu turno tinha começado há menos de uma hora, Yoongi fora sortudo em tê-lo encontrado na loja.

— Você disse ontem que se eu precisasse de alguma coisa sabia onde te encontrar, não foi? — Hoseok concordou com a cabeça. — Então, talvez eu precise de você. Hoje.

O mais novo levantou uma sobrancelha.

— Precisar de mim? Com o que?

Yoongi estava nervoso: evitava contato visual com Hoseok a todo custo, mexendo nas plantas enquanto falava com ele. A verdade é que Yoongi não queria incomodar Hoseok — um estranho que tinha a própria vida — com as loucuras que ele mesmo havia colocado na sua.

— Bom... — ele começou, finalmente virando para encará-lo. — OTaehyungcontouparaosnossosamigosqueeuestounamorandoalguémeagoraelesqueremteconhecer.

Yoongi falou de uma vez só, sem pausas nem para respirar. Hoseok franziu a testa.

— O quê? Não entendi nada do que você disse. — falou, olhando Yoongi de forma curiosa e sorrindo com a situação. Yoongi mordeu o lábio inferior um pouco receoso mas resolveu falar de novo.

— O Taehyung contou para os nossos amigos que eu estou namorando alguém e agora eles querem te conhecer. — disse, voltando a tagarelar antes que Hoseok pudesse absorver a informação. — Na verdade, além dele só o Namjoon acreditou nisso porque o Jimin sabe que eu não namoro ninguém. Eu vim te perguntar se você aceitaria ir em um jantar na casa do Namjoon, ele disse que era um jantar especial para conhecermos o meu namorado e eu não sabia o que fazer então aceitei, mas isso não quer dizer que você tenha que aceitar ok? Vou entender totalmente se você não quiser ir, você nem me conhece afinal e...

— Hyung. — Hoseok o interrompeu, tentando não rir de Yoongi. Ele estava tão nervoso que não parava de falar e até o mais novo, que mal o conhecia, havia percebido isso. — Está tudo bem. Eu topo ir jantar com vocês.

Yoongi piscou por um momento, os lábios abertos em um perfeito "o".

— Oi?

— Disse que topo ir jantar com vocês. Você e seus amigos.

— Mas... você sabe que teria que fingir ser meu namorado, né? — perguntou Yoongi, puxando as mangas do moletom que usava um pouco apreensivo.

— Sei sim. — disse Hoseok, saindo de onde estava e indo para atrás do balcão. Yoongi o seguia de perto. — Por mim não tem problema, se estiver tudo bem para você. Não tenho nada melhor para fazer mesmo.

Hoseok deu os ombros e apoiou os cotovelos no balcão, se inclinando para encarar um Yoongi — que ainda parecia surpreso.

— Oh... wow. — Yoongi murmurou. — Não achei que seria fácil assim... achei que você não fosse aceitar.

— Relaxa, hyung. — falou rindo. Yoongi era muito fofo, ele tinha que admitir. — Que horas eles marcaram?

— Marcaram sete horas, mas a gente teria que se encontrar antes. — começou Yoongi. — Para organizar o que falar, claro. Ontem o Taehyung perguntou quando a gente se conheceu e nenhum dos dois sabia o que responder, não podemos fazer isso de novo.

Ele falou a segunda parte rindo e Hoseok não pode deixar de sorrir também quando viu que as gengivas do mais velho apareciam e os olhinhos fechavam. O mais novo se virou e pegou um papel e uma caneta que estavam fácil, começando a anotar seu telefone.

— Aqui, esse é o meu número. — disse, entregando o papel para Yoongi. — Meu turno é até as seis horas mas posso pedir ao meu chefe para me liberar mais cedo, nós não temos muito movimento durante as terça-feiras de qualquer forma. A gente pode se encontrar em um café antes de ir para lá ou algo do tipo para acertar os detalhes.

Yoongi concordou com a cabeça, pegando o próprio celular para gravar o número de Hoseok. Ele sorriu de novo quando levantou a cabeça.

— Você não tem noção do quanto sou grato por você estar me ajudando sem nem mesmo me conhecer. — Yoongi colocava o celular de volta no bolso sem para de olhar para Hoseok. Havia dado muita sorte de ter escolhido alguém legal assim para ser seu namorado falso, qualquer outra pessoa provavelmente já teria o xingado nessa altura. — Mais tarde eu te ligo então para acertamos direitinho, tudo bem?

— Ok. — Hoseok concordou.

Antes de ir, Yoongi deixou seu número com Hoseok para que o mais novo o pudesse ligar também caso precisasse e decidiu levar uma das flores que estava em exposição na loja — um girassol, nem muito grande nem muito pequeno — para "compensar por todo o transtorno", disse enquanto pagava.

Hoseok ainda sorria para si mesmo quando a porta da floricultura fechou, o deixando sozinho mais uma vez com as plantas e sementes.

***

O relógio que ficava na parede marcava cinco horas da tarde em ponto e Hoseok estava se arrumando para ir embora da floricultura enquanto falava no celular com os amigos. Seu chefe o havia liberado uma hora mais cedo e ele tinha recebido uma mensagem de Yoongi, pedindo para encontrá-lo  às seis horas em um café perto da casa de Namjoon, então Hoseok precisava correr para chegar em casa e se arrumar.

— Espera aí, como é? Acho que não entendi direito. — a voz de Seokjin falou do outro lado da linha. Ao mesmo tempo era possível ouvir a voz animada de Jungkook perguntando se o tal "Yoongi-hyung" era bonito. — Você tem um jantar com o seu namorado que não é namorado e os amigos dele e precisa da minha ajuda para escolher uma roupa?

— Exatamente. Estou saindo da floricultura agora, você já pode ir para o meu apartamento se quiser. — disse, seguindo em direção a porta da frente da loja. — Pode levar o Jungkook também, vai ser muito mais fácil explicar para os dois de vez do que ter que explicar a situação para um e depois para o outro.

Seokjin suspirou do outro lado da linha. Apesar de não poder vê-lo, Hoseok podia apostar que seu hyung havia revirado os olhos e sorriu. 

— Chego lá em quinze minutos. Talvez dez se o Jungkook parar de tentar pegar o celular da minha mão e sair de cima de mim. — Hoseok pôde ouvir protestos indignados do mais novo e riu novamente, se despedindo de Seokjin enquanto trancava a porta da frente e se virava para ir em direção ao seu apartamento.

Ele morava relativamente perto de onde trabalhava e da faculdade que frequentava — o apartamento velho de um quarto que alugava ficava a pouco mais de 5 minutos de caminhada saindo da floricultura —, então não precisaria se apressar. Enquanto passava pelas lojas e pelas pessoas andando apressadamente, se perguntou se não estava sendo um pouco inconsequente em aceitar ir na casa de um total desconhecido e, após ponderar um pouco, decidiu que não — pois confiava em Yoongi.

O motivo pelo qual confiava em Yoongi era algo que até agora ele não tinha entendido. Não julgava Seokjin por achar a história estranha, quer dizer, quantas pessoas no mundo aceitam simplesmente fingir que namoram alguém que elas nunca viram na vida e topam ir em jantares dos amigos dessas pessoas? Hoseok deveria estar louco mesmo.

Foi com isso em mente que ele subiu as escadas do local onde morava, abrindo um sorriso enorme o encontrar seus dois amigos já o esperando na porta: Jungkook, com seu — também enorme — sorriso de coelhinho e Seokjin, com cara de poucos amigos.

— Oi hyung! — cumprimentou Jungkook quando Hoseok chegou mais perto. Para Jungkook, Hoseok era como um irmão mais velho e um modelo a ser seguido: Hoseok era bonito, carismático, simplesmente a melhor pessoa do mundo e ainda por cima era um dançarino muito talentoso — ao ponto de receber uma bolsa na faculdade federal para o curso de artes que fazia. Jungkook queria ser igualzinho a ele.

— Oi Jungkookie. — Hoseok falou, o abraçando enquanto tirava a chave do apartamento do bolso. — Oi, Seokjin hyung.
Seokjin revirou os olhos enquanto eles entravam no apartamento de Hoseok. Jungkook não perdeu tempo antes de ir até a cozinha, na certa procurando por algum dos chocolates que Hoseok sempre deixava guardado.

— Hoseok, sinceramente, né? — falou, sentando no sofá. — Como que eu deixo de falar com você sozinho por literalmente dois dias e você me aparece falando que vai para a casa de alguém que não conhece com um namorado falso?

Jungkook riu da cozinha e Hoseok seguiu para sentar na mesinha de centro em frente a Seokjin, um sorriso também brincando em seus lábios.

— Boa noite para você também, hyung. — falou, se inclinando para mexer as bochechas de Seokjin para cima. — Ah, hyung, dê um sorriso!

Seokjin afastou as mãos dele e Hoseok gargalhou.

— Me explica direito essa história. — disse, chegando para o lado para Jungkook poder sentar.

— Pois é, Hobi. Também quero saber. — Jungkook abria uma embalagem de M&Ms sem nem se preocupar em pedir permissão. Hoseok já estava acostumado.

— É basicamente aquilo que eu falei no telefone. — começou Hoseok, se espreguiçando. Já já ele teria que ir tomar banho e se arrumar. — O Yoongi hyung que eu mencionei entrou na floricultura ontem procurando um vaso, mas ai um conhecido dele entrou depois e falou sobre ter descoberto que o Yoongi hyung gostar dele, só que esse desconhecido namora um dos melhores amigos do Yoongi hyung, então o Yoongi falou que tinha um namorado e quando o desconhecido perguntou que namorado ele entrou em pânico e disse que era eu. Ai hoje o desconhecido, que se chama Taehyung, contou para o namorado e para o outro amigo deles sobre a relação que o Yoongi estava tendo sem que eles soubessem, ai o namorado do Taehyung convidou o Yoongi e o namorado dele, que sou eu, para um jantar hoje à noite em sua casa e é isto. Querem água?

Seokjin e Jungkook encaravam o amigo boquiabertos. Hoseok havia falado tudo tão rápido que eles precisavam de um tempo para absorver.

— Muita informação. — concluiu Seokjin.

— Nossa. — começou Jungkook. — Esse Yoongi hyung está ferrado. 

Hoseok riu do comentário de Jungkook e se levantou para pegar água para si próprio.

— Eu ia perguntar se já tinha passado pela sua cabeça de que essas pessoas na verdade são assassinos tentando te enganar para te matar. — Seokjin falou antes de levantar também. — Mas acho que daria mais trabalho do que o necessário atrair alguma vítima inventando uma história tão doida quanto essa. Vou ver as coisas que você tem aqui.

Ao ouvir a última parte Hoseok encarou seu hyung surpreso.

— Ué? Rápido assim?

— Como assim? — Seokjin franziu as sobrancelhas.

— Eu achei que você fosse falar um monólogo sobre confiar em estranhos antes de concordar em me ajudar com o que quer que fosse ou algo do tipo...

— Me poupe, Hoseok. Você já é grandinho demais para isso. — falou, desaparecendo pelo quarto. — Sem contar que se eu fosse esse tal de Yoongi provavelmente faria a mesma coisa que ele, então não acho que ele esteja te levando para uma enrascada perigosa nem nada do tipo. Onde você deixa as camisas de botão?

Hoseok e Jungkook trocaram olhares, Hoseok ainda meio em choque pela reação super tranquila do seu hyung, e então seguiram para o quarto também.

— Na terceira gaveta. — falou quando entrou, mas foi só ele sentar na cama que Seokjin o olhou de cara feia.

— O que você está fazendo aqui ainda, garoto? Vai tomar banho, já são quase cinco e meia! — ao ouvir isso, Hoseok arregalou os olhos e deu um pulo. Cinco e meia! Ele tinha que se encontrar com o Yoongi às seis horas e não queria se atrasar, então foi correndo para o banheiro.

***

Enquanto tomava banho pôde ouvir Seokjin e Jungkook discutindo sobre as roupas. Os dois tinham estilos bem diferentes e sempre que eles saiam era comum ver um dando opinião na roupa do outro, eles só entravam em consenso quando o assunto era falar mal das roupas que Hoseok usava. Ele não pode deixar de sorrir ao ouvir Jungkook exclamando que não iria deixar o hyung dele sair com essa combinação e chegou a conclusão de que essa era uma ótima hora para entrar e separar a briga dos dois.

— Qual o problema da vez? — perguntou Hoseok enquanto secava o cabelo com uma toalha e andava na direção deles só de cueca.

— O problema é que Seokjin hyung simplesmente acha que você está indo para uma entrevista de emprego e não para um jantar na casa de alguém que provavelmente tem a nossa idade. — falou Jungkook franzindo a testa para a blusa de botão e os sapatos sociais que Seokjin havia separado. Seokjin, por sua vez, piscou os olhos indignado.

— Com licença? A culpa não é minha se você não sabe se vestir com classe. — disparou, mostrando a língua para Jungkook e desviando o olhar quando o mais novo revirou os olhos.

Hoseok riu de novo, se aproximando da cama. De vez em quando, seu hyung parecia que era o mais novo dos três.

— Bom, eu poderia usar as duas coisas que vocês separaram? — disse ele meio incerto enquanto encarava as duas opções. Jungkook havia escolhido uma roupa super casual enquanto a de Seokjin era — como ele mesmo havia dito — com mais classe. — Não acho que deva ir muito arrumado, mas também não muito casual então posso simplesmente usar a blusa de botão que o Seokjin separou e a calça junto com o tênis que você separou, Jungkook.

Seokjin e Jungkook encararam as roupas e depois se encararam, como se ponderassem. Jungkook concordou com a cabeça e Seokjin mandou ele ir vestir, para que eles vissem se ficaria bom mesmo ou não.

— É, até que não ficou muito ruim. — falou Seokjin, enquanto ajudava Hoseok com os botões da camisa azul clara. — Onde vocês vão se encontrar?

— Em um café perto da casa do tal Namjoon.

— Quero ver uma foto desse tal Yoongi. — Jungkook disse, levantando da cama para ir para perto de onde os hyungs estavam. — Você tem o número dele, não tem? Deixa eu ver a foto de contato!

Hoseok revirou os olhos mas foi até a mesa de cabeceira — onde havia deixado seu celular — e o pegou. Ele simplesmente não conseguia dizer não para Jungkook.

— Olha, ele parece ser um badboy por causa do cabelo mas eu juro... — Hoseok se interrompeu no meio da frase quando notou as notificações na tela do telefone. Havia recebido duas mensagens de Yoongi: uma com o endereço do café e outra perguntando se ele já estava vindo. — Merda, estou atrasado!

Só haviam se passado dez minutos desde a hora que os dois haviam combinado de se encontrar, mas mesmo assim Hoseok estava se sentindo muito mal por ter demorado tanto com um simples banho e uma escolha de roupas.

— Está esperando o que então? — exclamou Seokjin, o despertando de seu transe. — Vai logo! O ponto de ônibus é aqui do lado.
Hoseok demorou um segundo para absorver a situação e então concordou com a cabeça, saindo correndo do quarto. Não se importava em deixar Jungkook e Seokjin sozinhos em seu apartamento, eles já haviam ficado lá sem que ele estivesse presente muitas vezes antes.

— Hyung, espera! — Jungkook gritou, correndo do quarto até onde Hoseok estava parado na porta, abrindo-a. Ele estava segurando um frasco de perfume e borrifando em Hoseok. — Não esquece de ficar cheiroso.

Hoseok sorriu e falou um "obrigado" alto o suficiente para ser ouvido não só pelo mais novo, mas também por Seokjin e então saiu pela porta correndo enquanto digitava uma resposta rápida para Yoongi.


Notas Finais


então!! deixa eu explicar, eu não planejava continuar mesmo rs só que pensei "quer saber de uma, por que não?" e aqui estou. como deixei editado no primeiro capitulo, quero deixar claro aqui que as atualizações não vão ser tão rápidas por causa da minha rotina puxada com o colégio etc e pq não é sempre que eu to com a cabeça boa pra escrever, mas se vcs estiverem dispostos a esperar um pouco por mim e por essa fanfic, juro que vou terminá-la.

enfim, eh isso. obrigado por lerem até aqui e até a próxima!! se quiserem falar comigo no twitter só ir la: @sopeilysm


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...