1. Spirit Fanfics >
  2. Linhagem Riddle >
  3. Capítulo 01: Harry

História Linhagem Riddle - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi oi.
Espero q gostem...
;)

Capítulo 1 - Capítulo 01: Harry


Fanfic / Fanfiction Linhagem Riddle - Capítulo 1 - Capítulo 01: Harry

Não é justo, nada é justo quando se trata da minha vida, mas isso até parece um castigo divino e não faço ideia do porquê. Tenho que viver sabendo que o homem que tirou minha vida de mim tem tudo que sempre desejei ter, ele tem uma filha, ele foi amado por alguém, tem tudo que eu deveria ter tido, sei que parece egoísta, mas saber que a pessoa que mais odeio no mundo não sofre de solidão como eu é uma tortura.

Senti uma mão em Meu ombro, olhei para meu lado, e era meu padrinho, ele estava vermelho de raiva gritava alguma coisa e parecia estar fazendo isso a um tempo mas até esse momento não estava prestando atenção, senti uma lágrima solitária correr por minha bochecha, não Harry, se componha, não vou derramar mais lágrimas por Voldemort, ele não merece, muito menos sua descendente, não derramarei lágrimas, minha tristeza se transformou em raiva tão rápido quanto uma torta de abobora some quando está em frente a Ron, sai de meu transe e olhei para Dumbledore, ele me encarava como se nada mais na sala fosse de seu interesse.

- Não é justo!!! - Me pronunciar pela primeira vez, minhas mãos estavam fechadas e eu apertava tanto que as dobras de meus dedos estavam brancas.

- Eu compreendo... - foi a resposta dele, mas ele não compreendia, como poderia. O cômodo já não estava mais barulhento, alguns sussurros aqui e ali, Sirius não gritava mais e Lupin já não o chamava de hipócrita - sei que é uma notícia problemática, mas peço que se recomponham. A filha de Voldemort é uma velha conhecida de vários de vocês... seu nome é Sally Riddle...

- Sally!! - Exclamou Snape. - Ela ainda está viva?!!! - Estava estupefato, Remus e Sirius tinham as bocas abertas e Sr e Sra. Weasley estavam com a mesma expressão.

- Já ouvi este nome... vocês a conheciam? - Perguntei, deviam ter uma rixa com a mulher já que obviamente foi da sonserina como Snape.

- Ela foi uma grande amiga, esteve na ordem durante a primeira guerra, mas desapareceu logo após a morte de Marlene, eram melhores amigas, passamos que tinha morrido tentando vinga-la... - explicou Lupin ainda em estado de choque.

- Não é possível que ela tenha o sangue daquele monstro!!! Como pode esconder isso de nós!!! Ela era uma lufana pelo amor de Merlin!!! - Exaltou-se Sirius que estava ainda mais vermelho.

- Não seria a primeira a quebrar a tradição da família de ser da sonserina, seria? - Falou Tonks se pronunciando pela primeira vez, calando Sirius no ato, tinha muito orgulho de sua casa e ficava extremamente zangada quando zombavam dela.

- Sally não sabia sobre sua linhagem até a morte de seus pais adotivos, ela confessou a mim que partiria pois tinha medo que Voldemort usasse isso contra ela. - Falou Dumbledore calmo - Se isolou completamente do mundo bruxo e não temos contato desde então, mas ela me escreveu uma carta magica que dirá seu endereço atual para caso algo acontecesse.

- Mas os pais de Sally morreram anos antes de ela sumir... - acrescento Snape.

- Algumas semanas depois de voltar do verão que passou nos Estados Unidos Sally descobriu estar gravida e partiu para proteger a criança. Com o retorno de Voldemort tenho medo que ela esteja em perigo e que ele tente recrutar seu filho.

- Filho?!! - Snape perguntou surpreso.

- Sim, filho. - A expressão de vários mudou para o que parecia compreensão, entenderam que ela não deixaria seu filho em perigo. Abandonou a guerra, se realmente estivesse do nosso lado ela teria ficado e lutado como meus pais fizeram, ela não passava de uma covarde, por isso foi para a lufa-lufa, era uma covarde que deixou o seu pai matar os meus, eu a odeio.

- Temos de trazer seu filho para Hogwarts. Onde podemos ensina-lo e torna-lo nosso aliado.

- Não podemos trazer uma criança para o meio da guerra! - Exclamou Molly, fiquei com mais raiva, eu estou nessa guerra, tive que enfrentar o inimaginável e estou fadado a combater o maior bruxo das trevas do mundo e ela está defendendo o garoto com sangue do inimigo, aposto que ele tem tudo o que quer, tem seguidores para lá e para cá, nunca teve que enfrentar um perigo na vida, nunca teve que enfrentar guardiões negligentes ou pessoas tirando conclusões precipitadas ao ouvir qual seu nome, eu não o conheço, mas já o odeio.

- Ele tem quase dezessete, já não é mais uma criança e este menino é mais poderoso do que imagina, pode mudar todo o curso da guerra, não podemos deixa-lo de lado devemos isso a Sally ou esqueceu tudo que ela fez por nós? - Todos se calaram, não devíamos nada a essa tal Sally, não sei porque todos agiam como se ela fosse uma santa - Daqui a uma hora viajaremos para Nova York onde eles moram, quero que Sirius, Remus e Snape me acompanhem, será bom ela ver rostos amigos.


Notas Finais


Tchau...
Volte sempre.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...