1. Spirit Fanfics >
  2. Linhagem Riddle >
  3. Capítulo 02

História Linhagem Riddle - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Hello!
Vim deixar um presentinho.
Tentar animar a quarentena de vocês...
Boa leitura!

Capítulo 2 - Capítulo 02


Fanfic / Fanfiction Linhagem Riddle - Capítulo 2 - Capítulo 02

A carta os levou até um prédio simples não muito longe do centro de Manhattan, não tinha muitos andares e parecia estar de pé a bastante tempo, mas era um lugar agradável e bom para uma família. Subiram as escadas até chegarem ao apartamento procurado, Dumbledore deu três toques na porta e esperaram para ver quem aparecia.

Os sentimentos de todos eram diferentes, Snape estava finalmente feliz depois de muito tempo, uma parte dele morreu ao perder Sally assim como quando perdeu Lily, ela era sua melhor amiga e confidente, provavelmente a única pessoa que realmente o conhecia, Sirius não estava tão animado, nunca fora próximo da mulher, sempre brigavam por causa do ranhoso pois ela o defendia mesmo que Black nunca tenha entendido o porquê, mas tinha um grande respeito por ela já que a mesma foi quem o uniu com o amor de sua vida, Marlene, infelizmente a felicidade não durou muito. Dumbledore e Remus não estavam muito diferentes, ansiavam pelo reencontro com uma querida amiga a muito não vista e isso os deixava mais que satisfeitos.

Em fim a porta foi aberta por um homem de óculos, estava na casa dos quarenta ou quase lá, tinha os cabelos castanhos como os olhos e se vestia como um professor trouxa, seu sorriso simpático tornou-se uma expressão séria e preocupada ao encarar os visitantes, não via bruxos a muito tempo e poderia continuar assim para sua preferência.

- Olá, como posso ajuda-los? - Falou sério

- Gostaríamos de falar com Sally Riddle se possível...

- Não ouço o nome Riddle a muito tempo... esperem um instante, vou chamar minha esposa. - O homem entrou no apartamento de novo e voltou alguns segundos depois com uma moça bonita, também estava perto dos quarenta, era magra, mas sua barriga estava um pouco grande. - Dumbledore está aqui... veio acompanhado de alguns bruxos, você os conhece amor?

- Alvo?!!! - Ficou surpresa, mas ao olhar para o lado se alegrou imediatamente, andou calmamente até o homem de cabelos ensebados e vestes negras e o abrasou sem nenhum aviso, o sorriso do homem ficou maior do que já estava e retribuiu o abraço instantaneamente.

- Sev! O que fazem aqui? Alguma coisa aconteceu?

- Sally querida, receio em informar que seu pai voltou... - isso deixou a mulher em choque, deu alguns passos para trás e teria caído se o marido não a tivesse segurado.

- Sally! Você precisa sentar! - Falou o homem de óculos - Entrem, Entrem. - Convidou os bruxos. Colocou Sally sentada no sofá e convidou os bruxos para se sentarem com eles, foi até a cozinha e voltou rápido com um copo d'água - Eu sou Paul Blofis. - Se apresentou finalmente - Não devem se lembrar de mim, mas me lembro de vocês, tive que tirar alguns pontos da grifinória por sua causa em minha época de monitor. - Falou paul olhando para Sirius e Remus que finalmente se lembraram do monitor da corvinal que sempre os pegava brincando com ranhoso. - Não precisão se preocupar, ela ficara bem rapidinho... sabem como é, a gravides suga as energias...

- Meus parabéns! Já escolheram um nome? - Perguntou Lupin para quebrar o gelo.

- Estella, em homenagem a mãe de Sally.

- Porque estão aqui?! - Perguntou Sally repentinamente.

- Voldemort voltou...

- Eu ouvi, foi por isso que fugi da primeira vez... qual o verdadeiro motivo de terem vindo? - Sally não perdera sua inteligência com o tempo, sabia bem que Dumbledore não a tiraria de seu isolamento se não tivesse um motivo muito bom.

- Suspeito que ele tenha descoberto sobre você e seu filho... - não se surpreendeu, fugiu quando Voldemort soube dela, e agora que voltou teria de fazer Percy um fugitivo também, mesmo que inconscientemente já fosse um.

- O que pretende fazer sobre isso?

- Gostaria de leva-lo para Hogwarts, onde podemos ensina-lo adequadamente e mantê-lo afastado do avô. - Sally não gostou da escolha de palavras do homem "mantê-lo afastado do avo" Dumbledore achava que seu filho se juntaria a você-sabe-quem.

- Querem que envie meu filho para a guerra? - Perguntou calma já sabendo da resposta.

- Não é assim ly... queremos protege-lo - argumentou Severus.

- E querem a ajuda dele de brinde... - falou cínica. Ouve um momento de silencio. Paul sabia o que sua mulher sentia, por ser nascido trouxa perdeu toda a família na guerra, decidiu se afastar da magia pois não lhe agregou em nada, na verdade avia custado tudo com que ele mais se importava, ficou surpreso quando reconheceu uma antiga colega de Hogwarts no outro lado do Atlântico, encontraram conforto um no outro por isso eram um casal tão belo.

- Percy já passou por muita coisa, não consigo imaginar um motivo bom o bastante para fazê-lo passar por isso. - Paul quebrou o silêncio, tinha um respeito tremendo por seu “filho”, mas ninguém tão jovem merece viver em sua pele, não queria ter que botá-lo em sua terceira guerra.

- Paul, vá chamar Percy... - falou Sally olhando para o chão triste. - Não podemos escolher por ele... - uma lagrima solitária caiu de seu olho, ela conhecia o filho melhor que qualquer um e sabia que ele não deixaria ninguém sofrer se tivesse a oportunidade de ajudar, era seu grande orgulho e seu maior pesar.


Notas Finais


Espero que tenham gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...