História Lírio - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga)
Tags Hanahaki, Romance, Taegi
Visualizações 20
Palavras 817
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ^^

Capítulo 1 - Único (ou não)


Yoongi não era um cara ambicioso, não mesmo. O baixinho sempre foi alguém que lutava para ter o que precisasse, sempre tentando ajudar em casa já que só sua mãe - que já tinha uma certa idade - não dava conta de manter a casa sozinha. Então, quando completou a maioridade, tratou logo de arranjar um emprego de meio período já que iria começar a tão sonhada faculdade de arquitetura.

Yoongi também não era alguém que pudesse chamar de extrovertido, na verdade, ele era bem tímido então tinha poucos amigos, mas era muito grato pelos que tinha. Yoongi nunca apreciou muito a quantidade mas sim a qualidade.

Mas, por mais que Yoongi não fosse um cara ambicioso, talvez tivesse algo que ele queria, e queria muito mesmo! Esse "algo" tinha nome, sobrenome e madeixas castanhas; Kim Taehyung era o motivo dos suspiros apaixonados de Yoongi, mas tinha um problema; Taehyung era seu melhor amigo. Yoongi não sabe dizer ao certo o fez com que acabasse se apaixonando pelo amigo, talvez fosse o seu jeito cavalheiro ou até mesmo as suas brincadeiras bestas (mas que Yoongi amava, claro), no final, ele só sabia afirmar que Taehyung era o homem com quem queria casar e, se o Kim quisesse, até mesmo adotar uma criança.

Mas tinha um problema, um problema que tinha nome, sobrenome e um sorriso contagiante; Jung Hoseok, o dono do coração de Taehyung.

E tinha outro problema também; Yoongi amava demais Taehyung para que pudesse tentar algo sabendo que Hoseok também tinha sentimentos pelo Kim.

(...)

O sinal de fim de aulas soou pelo campus da universidade, Yoongi suspirou guardando seus materiais dentro da mochila, estava com sono mas não podia se dar ao luxo de dormir agora, tinha que ir trabalhar.

- Não se esqueçam de fazer o exercício da página cinquenta e cinco! Está valendo um ponto extra para a avaliação! - O professor ditou para os alunos.

Yoongi fez uma nota mental de tentar terminar ao menos a metade do exercício no trabalho, quando estivesse vazio. Não era novidade pra ninguém que o Min era alguém dedicado à tudo o que fizesse, mas o mesmo levava aquilo como sua obrigação, afinal, ninguém mais iria fazer os seus deveres.

Jogou a mochila nas costas e desceu as escadas com um pouco de dificuldade já que todos pareciam afobados para chegar em casa, mas não havia novidade naquilo, e, para completar, era sexta feira.

Os corredores estavam movimentados, Yoongi pedia licença baixinho enquanto tentava atravessar a maré de gente para que pudesse chegar até o banheiro masculino e vestir o uniforme da cafeteria que trabalhava. Adentrou a última cabine e trancou a porta, deixando a mochila em cima da tampa no sanitário. Levou as mãos até a barra da camisa de banda velha que usava e puxou, deixando seu tronco pálido à mostra, retirou a camisa marrom com a logo branca de dentro da mochila e vestiu.

O barulho de porta abrindo soou pelo banheiro e Yoongi parou o que fazia, pelo som dos passos não era só uma pessoa que havia entrado.

- O que você quer comigo, Hoseok? - A voz foi rapidamente reconhecida.

- Calma, Taehyung.

Yoongi engoliu em seco e ficou parado no mesmo lugar, sem mexer um músculo.

- Tá. - Hoseok respirou fundo. - Eu... eu queria saber se você topa sair comigo. Sabe, já faz um tempo que eu tenho um interesse em você... - A voz do Jung era receosa.

Yoongi sentiu o coração apertar quando houve um momento de silêncio.

- Nossa... - Taehyung estava surpreso. - Eu... eu também venho notando você faz um tempo, um bom tempo. - O Kim riu envergonhado.

Yoongi sentia como se o chão fosse ceder à qualquer momento em baixo de si, ouvir tudo aquilo doía, doía como o inferno.

- Se for assim, eu não quero só uma saída.

- Eu também não.

Yoongi então chocou silenciosamente ao ouvir o estalo de beijos soar pelo banheiro, apertou o tecido escuro de sua camisa em mãos e sentiu como se algo lhe corresse por dentro, ele quis abrir a porta e sair correndo mas não fez, não era nenhum pouco conveniente.

O barulho baixo de risadas ecoou por seus ouvidos antes da porta ser aberta e fechada, Yoongi deixou escapar um soluço ao se ver sozinho. Seu corpo escorregou até o chão e ele sentou apoiando suas costas na porta do banheiro enquanto fechava os olhos e deixava as lágrimas rolaram desesperadamente, ele se sentia quebrado, ele se sentia sem chão nenhum, a pessoa que amava estava nos braços de outro, oficialmente.

Então um bolo se fez presente em sua garganta, ele tentou engolir mas não conseguiu, parecia que tinha algo entalado, empurrou a mochila e levantou a tampa do sanitário, começando à tossir fortemente até que algo saísse de sua boca.

Era uma pétala de lírio branco.


Notas Finais


Obrigada por ler até aqui, espero que tenha gostado.

Se houver um bom engajamento, irei continuar a história e não deixar somente como oneshot.
Até a próxima!

/bae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...