História Liskook, Love and envy - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, WINNER
Personagens BamBam, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Namjoon (RM), Lisa, Mino, Personagens Originais
Tags Amor, Blackpink, Bts, Drama, Got7, Jennie Kim, Jungkook, Lalisa Manoban, Lisa, Liskook, Mio, Namjoon, Paixão, Winner
Visualizações 136
Palavras 2.743
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo saindo para vocês amores!
Só tenho o que agradecer ao meus eleitores, vocês são demais, me motivam a cada dia estar escrevendo o melhor, e me fazem muito bem!
Adoro vocês
Obrigada por continuarem a me acompanhar 🖤🖤🖤
Deus abençoe todos vocês!

Capítulo 48 - Souvenir


Fanfic / Fanfiction Liskook, Love and envy - Capítulo 48 - Souvenir

- Nam olha pra mim! Jennie disse segurando o rosto do namorado com as duas mãos.

- O que foi? Namjoon foi pego de surpresa, estava em mais um dos seus devaneios.

- O que está acontecendo? Ela perguntou olhando nos olhos deles, seu rosto era sereno, a não ser por uma ruga entre as suas sobrancelhas que sempre aparecia quando estava frustrada.

- Acontecendo o que? Respondeu simulando ingenuidade.

- Você vai fingir mesmo? Estamos aqui nesse lugar mágico! Disse apontando para o coliseu atrás de si. - E você está todo distraído, nem parece que está aproveitando a viagem!

- Ah isso? Disse desconsertado. - Eu estou aproveitando sim, mas é que eu... Naquela hora Namjoon quis contar a verdade, mas a coragem abandonou seu corpo, assim que decidiu abrir a boca.

- É que eu...? Jennie tentava o encorajar.

- É que eu não dormi bem essa noite, pra variar! Então estou sem energia, desculpa!

- Ah é isso? Por que não me acordou? Poderíamos ter pedido um chá pra você ou algum remédio! Disse sentida.

- Eu não quis te preocupar! Até pensei em tomar um calmante, mas não quero ficar abusando de remédios! Disse se sentindo um canalha por fazê-la se preocupar, quando tudo não passava de uma mentira.

- Se quiser podemos voltar para o hotel, mas acho que não é bom você dormir agora, vai acabar perdendo o sono a noite!

- É! Sabe o que eu vou fazer? Vou comprar um energético pra eu aguentar passar o dia! Assim podemos aproveitar nossa viagem o máximo possível! Deu um beijo na testa de Jennie.

Ela sorriu para ele, o considerava tão altruísta, o bem estar de todos, estava acima do dele.

...

Aproveitaram o dia todo conhecendo pontos turísticos, Jennie tirou milhares de fotos, comprou souvenir e lembrancinhas para todos os amigos.

- Você acha que a Lisa vai gostar? Jennie perguntou para Namjoon.

- Claro que vai! A Lisa ama tudo o que tem a ver com o bebê! Namjoon dava um segunda olhada, num pequeno enxoval que Jennie comprara para a amiga.

- Falando em bebê, porque será que eles ainda não escolheram o nome do filho?

- Ah o Jungkook disse que vão escolher assim que o bebê nascer, ele querem ver o rosto do bebê antes!

- Ah Bom! Se eu tiver filhos um dia, acho que seria igual a eles, deixaria pra escolher quando visse o rostinho dele ou dela.

- Você falando de bebê Jennie? Eu pensei que não queria ter filhos! Namjoon estava interessado no que ela tinha pra falar.

- Ah eu amo crianças, principalmente bebezinhos! São fofos, cheirosinhos! Disse totalmente terna.

Namjoon sorriu, ele queria mesmo ter filhos com ela, já imaginou toda a cena em sua mente.

- Você é fofa as vezes! Namjoon disse apertando as bochechas de Jennie.

Ela riu, e apertou as bochechas dele de volta.

Era uma noite muito agradável, tiveram um jantar romântico as margens do canal de Veneza.

Jennie estava muito feliz, tanto que seu rosto estava mais iluminado do que de costume.

- Eu amo esse lugar, adoro a Europa e com você tudo fica perfeito! Essa é a melhor viagem que já fiz na vida!

- Estou amando tudo também, sua companhia é a melhor do mundo!

- Devemos fazer mais viagens assim! Da próxima vez vamos a América do Sul, quem sabe? Estava toda animada.

Namjoon que estava animado com os planos de Jennie, logo murchou, sabia que essa viagem só aconteceria dois anos mais tarde, isso se ela ainda o quisesse.

- Claro linda, o que você quiser! Disse acariciando o rosto dela. - Pena que já está a acabando, como os dias passaram tão rápido?

- É porque a viagem está ótima, temos muitas lembranças maravilhosas!

- Temos sim! Aliás queria te dizer uma coisa! Seu corpo todo estava arrepiado, e sua garganta seca.

- O Que? Jennei retomou a atenção.

Namjoon segurou o rosto de Jennie ternamente e a olhou nos olhos.

- Eu te amo! Disse com intensidade. - Te amo demais, aqui nessa viagem pude perceber o quanto eu te amo!

Jennie ficou sem palavras, queria dizer o mesmo por ele, mas a frase "Te amo" era proibida pra ela, não tinha coragem de pronunciar o que ela tanto sentia por ele.

- Não precisa falar nada meu amor! Disse selando os lábios de Jennie.

- Eu te amo e isso é o suficiente! 


...

Era madrugada, quando o celular de Lisa tocou.

- Amor, acorda! Lisa disse tateando o lado oposto da cama. - Atende pra mim, tô com muito sono!

Jungkook acordou desorientado, os olhos mal estavam abertos.

- Alô? (...) É o noivo dela! (...) Isso, Lalisa Manoban (...) Quem? (...) Ahhh inferno! (...) Não tem como resolverem isso sem nos envolver?  (...) Ok, já já estou chegando aí!

- Inferno! Sempre atrapalhando a vida da irmã! Jungkook levantou e foi para a cozinha, bebeu água e depois voltou para o quarto.

- Amor? Disse sacudindo de leve os ombros da noiva. - Acorda!

- Hummm! Lisa resmungou. - Deixa eu dormir... sua voz era quase um sussurro.

- Acorda amor! Aconteceu uma coisa!

Lisa abriu os olhos devagar, estava muito sonolenta, pois seu sono era interrompido a cada hora, por vontade de ir ao banheiro.

- O que foi? Perguntou grogue.

- Sua irmã aprontou...

- O Que? Aconteceu alguma coisa com Ela? Lisa se desesperou.

- Hey! Calma amor! Verificou se Lisa estava mais calma e desperta, então continuou. - Acabaram de ligar da delegacia!

Lisa arregalou os olhos e colocou a mão no peito, já imaginava o pior.

- Sua irmã foi levada para lá, o delegado não me deu outras informações, mas disse que ela precisava do tutor ou de algum familiar !

- Vamos pra lá agora! Aí meu Deus! O que será que essa louca aprontou dessa vez!

Os dois se arrumaram rapidamente e saíram, Lisa estava uma pilha de nervos, já Jungkook se sentia aborrecido, não queria ter que perder seu tempo, resolvendo os problemas da cunhada problemática.

...

- A senhora é Lalisa Manoban? Perguntou um homem que parecia ter meia idade, sua aparência era de uma pessoa rígida.

- Sim senhor! O que aconteceu? Lisa perguntou afobada.

O homem a examinou com uma expressão de alguém que não tinha paciência nenhuma.

- Boa noite senhor, sou Jeon Jungkook, cunhado da Maila Manoban!

- Sou o delegado Kim! Sentem por favor!

Lisa e Jungkook se acomodaram, os dois lançavam olhares desconfiados um para o outro, as mãos de Lisa estavam suadas e geladas.

O delegado então começou a abordar o assunto:

- Senhora Lalisa Manoban, entramos em contato com a senhora, porque a sua irmã, foi denunciada por agressão!

- O QUE? Mas como? Quem ela agrediu ? Se enrolou toda de nervosismo.

- Calma querida! O bebê! Jungkook segurou a mão dela, em sinal de apoio. - Deixa que eu resolvo, Ok?

Lisa apenas acentiu com a cabeça.

- Doutor, o senhor poderia nos explicar melhor?

- Claro, obviamente que Sim! Maila Manoban foi denunciada pelo patrão, ele alega que ela foi o coagir na porta da casa dele, e que tentou agredir-lo duas vezes! Falou severamente.

-  A Maila enlouqueceu de vez! Lisa deixou escapar.

- Mas por que ela fez fez isso? Ela explicou os motivos? Jungkook perguntou sério.

- Bom, a única coisa que ela nos disse, é que foi despedida injustamente, e que a "voz" mandou ela fazer isso!

- A voz? Jungkook perguntou abismado.

- Sim! A voz! O que não faz sentido algum pra mim!

- Nem pra mim... Jungkook foi interrompido por Lisa que estava aflita do seu lado.

- Doutor, onde ela está? Posso ve-la?

- Ela está numa cela, aqui na delegacia mesmo! Vou pedir para que um dos policiais a acompanhe.
 
Lisa se curvou em forma de agradecimento.

- Eu vou com você! Jungkook se levantou da cadeira pronto para acompanha-la.

- Não amor! Eu quero ir sozinha por favor! Lisa disse baixinho.

- Tem certeza? Você não acha melhor... Bom tudo bem! Vou ficar aqui te esperando! Ele não queria mesmo ter o desprazer de ouvir a voz da cunhada ou ate mesmo de olhar na cara dela.

Lisa acompanhou o policial até a cabine onde os presos recebiam suas visitas. Esperou até que Maila fosse conduzida ao lugar, onde conversaram, as duas estavam separadas por uma janela de vidro.

- Lali? Você veio! Disse com sorriso tímido nos lábios.

Lisa a observou por alguns segundos, percebeu o quanto a irmã estava magra, e mal tratada, era como se ela tivesse envelhecido anos. Sentiu pena da irmã,  mesmo depois de tudo, ela se sentiu triste.


- O que você fez Maila? O que aconteceu? Perguntou com lágrimas nos olhos.

- Eu sabia que você não ia me abandonar aqui! Já podemos ir para casa? Perguntou com expectativas.

- Hã? O que...claro que não! Primeiro você tem que me explicar o que aconteceu! Você acha que é fácil assim? Você apronta e acha que está tudo bem! Lisa explodiu.

"-EU TE AVISEI QUE ELA NÃO IA TE AJUDAR, VEIO AQUI SÓ PRA RIR DA SUA CARA!"

- Cala a boca! Cala essa maldita boca! Maila gritou tampando os ouvidos e batendo a cabeça no vidro da cabine.

- Maila para com isso e me responde! Lisa estava assustada com o comportamento da irmã.

 Maila começou a gritar.

- Aquele velho imbecil, me demitiu depois de anos de serviços prestados, me demitiu porque é um desgraçado! Isso mesmo, ele é um maldito desgraçado! Agora você acha que eu deixaria isso quieto?

- Do quê você está faland...

- Eu fui lá, na porta da casa dele, exigir que devolvesse o meu emprego! Maila estava furiosa. - E você sabe o que ele fez? Você sabe? Maila de repente deu uma gargalhada histérica.

Lisa se arrepiou dos pés a cabeça.

- Ele riu da minha cara, disse que eu era um fracasso de ser humano, e que iria arruinar minha carreira! O que eu ia fazer? Ia deixar por isso mesmo? Perguntou para Lisa, batendo as palmas das mãos no vidro.

Lisa estava chocada com o comportamento da irmã, a última vez que se viram, Maila estava totalmente descontrolada, mas agora era com se fosse outra pessoa estivesse falando na boca dela.

- É claro que eu não ia deixar por isso mesmo! Gritava pra quem quiser ouvir.


- Agarrei o pescoço dele, com todas as minhas forças, eu queria torcer aquele pescoço, como se torce uma roupa! Disse com os olhos arregalados, e demonstrando com as mãos o que acabara de relatar.

- Você está totalmente fora de si! Lisa disse sem emoção nenhuma. - Está usando drogas? Perguntou sem cerimônia.

- Drogas? Hahahaha! Maila riu com vontade. - Ela perguntou se eu uso eu uso drogas! Falou pra si mesma.

- Maninha, sua barriga está enorme, quando meu sobrinho amado vai nascer? - Maila mudou drasticamente o teor da conversa.

- Não te interessa! Você pensa que eu nao lembro, das pragas que você rogou para o meu filho? Lisa respondeu a primeira coisa que veio a sua cabeça.

- Vai me deixar ser a madrinha, do meu querido sobrinho? Vou cuidar dele, pode apostar! Vou cuidar dele melhor do que você, se quer saber! Disse rindo, com um olhar de pura maldade.

Lisa sentiu medo ao ouvir aquelas palavras, pois para ele soou como ameaças, levantou dali e correu de volta para o noivo.

- Vamos embora! Lisa pegou na mão de Jungkook e o arrastou em direção a porta de saída.

- Senhora Manoban, preciso que assine alguns documentos, e também saber se vão pagar a fiança dela!  Disse o delegado de mal humor.

Lisa estava branca igual papel sulfite, seu corpo todo tremia de medo.

- Você está bem amor? O que aconteceu lá dentro ? Vem aqui, senta! Jungkook sentou Lisa quase que a força, estava preocupado com a noiva.

- Ela não está normal! O comportamento dela não está normal amor! De repente desabou em lágrimas.

- Como assim? O que aconteceu lá dentro? Perguntou aflito.

Lisa reproduziu do jeito que pôde, tudo o que acabara de conversar com Maila, no final, Jungkook e o delegado ficaram abismado.

- Senhor, é possível que ela possa receber a visita de um psicólogo ou ate mesmo um psiquiatra? Lisa perguntou envergonhada.

- Você acha que ela pode estar mentalmente confusa? Perguntou intrigado.

- Sim, eu acho! Minha irmã nunca foi daquele jeito, descompensada! Ela está totalmente fora de si! Tenho medo de que ela possa aprontar mais alguma, por isso não quero pagar a fiança!

- O que você  acha que ela pode fazer? Jungkook perguntou.

- Eu não sei, ela está estranha, falando em tom de ameaça! Tenho medo que ela possa ir atrás do ex patrão, ou ate mesmo de você amor! Lisa apertou as mãos de Jungkook, estava com muito medo do que podia acontecer.

- Porque ela iria atrás dele? O delegado perguntou curioso.

- Minha irmã o odeia demais, já tentou o agredir uma vez, ela não se conforma de ter sido rejeitada por ele.


- Hum compreendo! O delegado fazia anotações. - Você acha que ela pode estar surtada?

- Sim senhor! A verdade, é que desde aquele dia, ela apresentou um comportamento estranho! Além dela ter tentado agredi-lo, ela também fez ameaças ao meu filho que ainda nem nasceu, e destruiu o quarto dela inteiro num acesso de raiva! Por isso eu te peço, por favor! Se tiver algum jeito dela ser acompanhada por um psicólogo, eu agradeceria.

Lisa estava um caco, parecia que todo o cansaço do dia, a atingira naquele exato momento.

- Vamos fazer assim: Ela vai passar essa madrugada aqui, e amanhã eu tento conseguir um psicólogo pra ela! Tenho o seu contato, mas já aviso logo, se a fiança não for paga, ela não poderá sair! 

- Sim senhor! Obrigada pela atenção! Lisa o agradeceu levantando da cadeira e pegando sua bolsa.

- Obrigado Senhor! Qualquer coisa nos ligue! Jungkook o agradeceu.

- Ok, vou tentar de tudo pra resolver esse problema, afinal não queremos uma louca solta por aí! Disse rudemente.

Jungkook olhou para a cara de Lisa, mas ela fingia que não ouvia nada.

...

Jennie estava deitada admirando as luzes da cidade pela janela que ficava próxima a sua cama, ao seu lado, Namjoon dormia tranquilamente.

Ela deu um suspiro enquanto o observava, passou alguns minutos o admirando e lembrando da viagem que acabara muito rápido, no dia seguinte voltariam para a Coreia, ela ia sentir falta da liberdade e o do tempo ininterrupto que passaram juntos.

Sentiu sede, então levantou e foi buscar água na pequena cozinha, aproveitou pra fazer um lanche noturno, não tinha costume de comer de madrugada, mas estava ansiosa, era sempre assim antes de uma viagem, ela simplesmente odiava voos.

Depois de comer, escovou os dentes e voltou para o quarto, sentiu que seus lábios estava ressecados.

- Onde eu deixei meu lip balm? Falou sozinha.

Procurou no banheiro e não estava.

- Só pode estar na minha bolsa de mão!

Vasculhou cada centímetro da sua bolsa e não encontrou, foi até sua mala , passou alguns minutos procurando, mas também não estava lá!

- Que saco, onde eu deixei! Lembrou que desde que chegará na Itália, não tinha usado nenhuma vez.

Avistou a mala do Namjoon e pensou que poderia estar lá, afinal, ela mesmo que tinha arrumado a mala dele, poderia muito bem ter colocado lá por engano.

Deu passos silênciosos até o outro lado do quarto, abriu a mala do namorado, com cuidado para não fazer barulho e acorda-lo.

Se sentiu mal por estar mexendo na mala dele, em plena madrugada.

- Estou parecendo aquelas namoradas ciumenta,  procurando provas de uma possível traição! Jennie riu sozinha.

Procurou por todos os lados, mas também não encontrou, decidiu tirar todas as roupas pra ver se não estava no fundo da mala, no meio do processo, encontrou um envelope grosso.

- O que é isso? Perguntou pra si mesma, curiosa. - Ah deve ser as polaroides que tiramos! Pensou no quanto o namorado era organizado.

Jennie abriu o envelope e tirou todo o conteúdo de dentro.

- NÃO PODE SER! Disse com a voz embargada, suas mãos tremiam, parecia que o mundo estava caindo em sua volta.


 


Notas Finais


Por hoje é só! Me diz aí, gostaram do capítulo de hoje?
Beijinhos 💋💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...