1. Spirit Fanfics >
  2. Little Angel >
  3. Cap. XIII

História Little Angel - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Cap. XIII


Capítulo anterior : 

Hyukjae : E o que poderia mudar aquilo que eu sinto por ti?

________________________________________

 

 

Donghae : É melhor falarmos em casa (disse nervoso) Eu agora quero aproveitar o nosso encontro (abraçou-o de lado)

Hyukjae : Não há nada que me posso dizer que mudara os meus sentimentos por ti (aquerenciou a face) Te amo (beijou-o e o outro sorriu apaixonado) Amo o teu sorriso 

 

Donghae escondeu timidamente o rosto no peitoral do maior e começaram a andar abraçados, de vez em quando trocavam um carinho, típico casal que namorados no início da paixão correspondida.

Passearam mais um bocado, o menor ficava cada vez mais nervoso a cada passo que dava a caminha de casa. Será que era certo contar a verdade Hyukjae? Será que podia confiar neste que dizia ama-lo?

O seu coração dizia que sim, eles amavam se apesar do anjo ainda não ter dito as palavras mágicas mas primeiro ele tinha que saber se podia confiar no maior.

Chegaram a casa, ambos sentaram no sofá, Donghae estava visivelmente nervoso fazendo Hyukjae sussurrar um “calma” e selar a sua testa com um doce beijo.

Donghae : Isto é algo muito importante para mim, faz parte do meu ser. Talvez possa ser estranho para vocês terráqueos mas sim nós existimos e vais ver que talvez muitas das tuas perguntas acerca de mim vão ser respondidas…. (suspirou nervoso e levantou-se)

Hyukjae : Hei, hei (andou até este) Meu amor, estou aqui e nada vai mudar 

Donghae : Eu acho que vai 

Hyukjae : Confia em mim

 

Confiar ou não confiar? Eis a questão.

O pequeno anjo assentiu e despiu a blusa que usava, respirou fundo tentando ganhar coragem, olhou mais uma vez Hyukjae e antes que perdesse aquela força interior, libertou as suas asas brancas que tanto prendia.

Donghae : Então é isto (mexeu as suas asas e o outro nada disso) Hyukjae! (gritou assustado ao ver este cair desmaiado no chão)

 

O menor correu ate ao universitário desmaiado, de todas as reações que o mais velho podia ter aquela era que Donghae menos esperava.

o anjo bate levemente na cara do outro para ver-se acordava mas como este parecia ter entrado em coma, “guardou” as suas asas e fui buscar um copo com água e mandou algumas gotas para a face do desmaiado, o que acabou por dar resultado já que este começava a despertar.

Hyukjae : Aí! A minha cabeça (colocou a mão no local)

Donghae : Estás bem?

Hyukjae : Eu sonhei que tu tinhas-me dito que eras um anjo (riu) Não é que fosse impossível já que és tão puro e bonito quanto eles (calou-se ao perceber que Donghae não tinha dito nada) Não foi um sonho, pois não?

Donghae : Não (mostrou novamente as asas)

Hyukjae : O.M.G! (levantou-se e mirou o ser a sua frente perplexo fazendo este afastar-se rapidamente) Como é possível?! Acabei de cometer um bocado! Eu arruinei um ser puro!

Donghae : Hyuk….

Hyukjae : Perdoa me Hae, Eu não devia ter te levado para a tentação. Perdoa-me meu amor, quer dizer Donghae (falou atrapalhado e ainda perplexo) Lamento, Eu nunca deveria….

Donghae : Hyuk! (gritou e escondeu as suas asas, este parou sentando-se no sofá) Respira (e com cuidado foi-se aproximando)

Hyukjae : Principe não precisas de ter receio (percebeu como o amado estava receoso perto de si) 

Donghae : Não Estás com medo?

Hyukjae : Não (segurou-o) Não acredito que me apaixonei por um anjo! (sorriu sem acreditar) Eu posso expressar os meus sentimentos por ti? (o anjo assentiu)

Donghae : Hyuk (chamou-o dengoso) Te amo (sorriu e uniu os lábios)

Hyukjae : Também te amo (puxou-o para um abraço) Agora muitas coisas fazem sentido. Os hyungs sabem?

Donghae : Desde o início, foram eles que me encontraram

 

O novo casal estava abraçados no sofá, o moreno estava de lado com as pernas no colo de Hyukjae enquanto este ouvia atentamente o percurso do seu pequeno anjo desde que chegou à cidade e até um pouco dos seus costumes no céu.

Hyukjae : Realmente agora é tudo faz mais sentido, Principalmente quando começas a falar sobre a alma das pessoas

Donghae : Teuk hyung avisou me  que as pessoas estavam a ver como um lunático (riu agora com o namorado)

Hyukjae : Lê a minha alma

Donghae : Não é preciso, tu já dizes tudo por ela

Hyukjae : Aí é! (sorriu gomoso) E o que eu digo por ela?

Donghae : Que estás completamente apaixonado por mim

Hyukjae : Que convencido!

Donghae : Estou a dizer alguma mentira? Ela chama o meu nome

Hyukjae : Não, não estás (fez cócegas no outro que ria)

 

As mãos percorreram o corpo alheio na brincadeira, fazendo ambos saltarem gargalhadas altas e apaixonadas. Por um descuido, os dois acabaram por cair do sofá e Hyukjae caiu por cima de Donghae, olharam-se nos olhos, riram e aproximaram as bocas para poderem saboreá-las.

Estavam tão concentrados neles que uma das mãos do mais velho perigosamente lutava contra os seus desejos para não cometer o erro de enfiar-se por baixo da blusa que o menor usava, os beijos começaram a descer e o clima aquecia cada vez mais embrulhando-os na luxaria do momento.

XXX : A minha visão acabou de ser danificado (disse uma voz na porta e depois escutaram se gargalhadas)

Hyukjae : Hyung! (repreendeu envergonhado levantando-se e ajudado o anjo fazer o mesmo) Já chegaram?

Kangin : Pelo menos há uns 2 minutos mas você estava tão entretidos na boca um do outro que não perceberam 

Leeteuk : Troucemos convidados (entrou em casa e atrás dele Heechul e HanGeng)

Heechul : Nós não queríamos interromper nada (disse com um sorriso malicioso)

Donghae : Eu vou começar a fazer o jantar (dirigiu-se para cozinha tímido o que fez todos menos o universitário rir)

Kangin : Declaraste? (o cunhado assentiu feliz) Tomás te a decisão certa 

Hyukjae : Sim tomei. E Hae contou-me tudo (sussurrou a última parte)

Kangin : Tudo..?

Hyukjae : Ele mostrou me 

Kangin : Agora entendes tudo

Hyukjae : Sim, agora percebo (sorriu conjuntamente com o cunhado)

HanGeng : Estar apaixonado é uma coisa boa (comentou a sentar-se ao pé dos amigos) Principalmente quando é um ser totalmente diferente de nós (sorriu e olhou de relance para Hyukjae)

Kangin : Senti me assim quando conheci Leeteuk (encarou namorado que conversava com Heechul)

 

O jantar correu animado, apesar Hyukjae ter se remoído de ciúmes para dentro que sentia por Donghae e HanGeng terem prestado atenção só um no outro mas depois o estudante lembra-se que o mais velho era namorado de Heechul e este não se estava  importante não ter atenção do companheiro em si.

No meio da madrugada, o universitário achou por visitar o quarto do anjo e adormeceu junto as este após alguns mimos para compensar o sentimento que ainda habitava em si.

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...