História Little Bunny - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bottom!jk, Bts, Hybrid, Namjin, Taekook, Top!tae, Vkook, Yoonmin
Visualizações 279
Palavras 1.916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOIIIII

(capítulo não revisado, a ansiedade para postar não deixou <3)

Capítulo 20 - Dezenove


Hoje Jungkook passaria o dia na minha casa depois da escola, hoje também era o último dia de aula para termos o nosso tão esperado recesso, que tinha sempre no mês de julho. Eu estava muito animado, não esperava a hora de poder dormir até tarde, não me preocupar com trabalhos ou tarefas de casa.

Vesti meu uniforme rapidamente, peguei a mochila e, antes de sair de casa, catei duas bananas para ir comendo no caminho da escola, sendo que minha mãe saiu para trabalhar bem cedo e não teve tempo de fazer o café da manhã.

Quando cheguei na escola logo encontrei Jungkook me esperando sentadinho em um dos bancos perto do portão principal, balançava os pés no ar, o deixando com uma aura mais infantil ainda, o que me fez ter vontade de sair correndo para apertar as bochechas cheinhas dele.

Assim que o Jeon me avistou, levantou-se correndo e agarrou a minha cintura com força, deixando a cabeça pousando no meu peito. Eu sorri e devolvi o abraço na mesma medida de força.

— Hyung!

— Oi, Kook.

— Hyung, no lanche eu quero te pedir algo. — Ele sorriu sapeca, fazendo as bochechas gordinhas apertarem seus olhinhos grandes.

— Mmm… E por que só no lanche? — Perguntei, passando as mãos nos cabelos macios.

— Porque sim!

E saiu me puxando para dentro do prédio que se localizava nossas salas. Jungkook parecia mais animado que o normal nesta manhã, talvez fosse pelo fato de hoje ser o nosso último dia de aula, não sei. No caminho até a sala do outro, entrelacei nossos dedos e senti a mãozinha menor que a minha gelar um pouco, mas também um sorriso aparecer nos lábios rosados do Jeon.

Ao entregá-lo para sua sala, eu me dirigi para a minha, sendo recebido por um Jimin também animado demais (isso ele já era por vida) pulando em cima de mim.

                          —X—

Digamos que eu fiquei um pouco - muito - ansioso para o intervalo, e assim que o sinal bateu eu fui o primeiro a me levantar e me mandar da sala. Peguei o meu lanche e rapidamente caminhei para a pracinha que sempre me encontrava com Jungkook.

Ao chegar perto do local, já podia ver a cabeça coberta pelo moletom azul marinho que o mesmo usava. Fui me aproximando devagar e depositei um beijo na bochecha cheia de um bolo que parecia ser de cenoura antes de me sentar ao seu lado.

Eu quis muito mordê-lo inteiro quando o Jeon sorriu fechado com as bochechas cheias. Jungkook era inteiramente fofo.

— Oi. — Eu disse, me aproximando mais para deixar outro beijo, mas agora no pescoço branquinho e com um cheirinho doce muito gostoso.

— Oi, hyung. — Respondeu com a mão na frente da boca, ainda mastigando.

Eu sorri e apertei a bochecha do coelhinho.

— Hyung, olha o que uma menina da minha salinha me deu! — Jungkook me mostrou um envelope, que na frente, escrito com caneta de tinta dourada, tinha a seguinte frase:

“De alguém que te gosta muito.”

Foi inevitável não sentir uma pontadinha no peito, não que eu estivesse com ciúmes, na verdade eu nem deveria, mas eu não consegui controlar nem mesmo a cara feia que se formou no meu rosto. Entretanto sorri forçado para mostrar que eu fiquei feliz pela cartinha.

— Uh, que legal, Kook.

— É…

Um silêncio se instalou entre nós dois, Jungkook terminava de comer o seu bolo e eu o meu pastel, mas assim que terminamos, o Jeon se levantou e começou a procurar algo pelos cantos da pracinha, voltando rapidamente com uma flor na mão.

O híbrido sentou-se em uma das minhas pernas, e fitou-me intensamente, mas logo desviou o olhar para baixo e sorriu tímido, eu imitei seu ato, passando minhas mãos pela cintura fina e bem delineada.

— O que você queria me pedir, Jungkookie? — Perguntei baixo, beijando sua testa carinhosamente.

Eu não fazia ideia do que o pequeno queria, tal fato me deixava ansioso e curioso demais, a ponto de não conseguir ficar quieto ou sem mexer as pernas e as mãos. A curiosidade estava me matando, mas ele nada fazia, pelo contrário, parecia querer lembrar de algo ou simplesmente tomar coragem, o que só aumentava a minha ansiedade.

— Hyung… — Ajeitou-se sobre as minhas pernas.

— Hm? — Murmurei, contornando o formato curvado da cintura do híbrido com o meu polegar, vendo ele se arrepiar um pouquinho.

— Você… V-você quer ser meu namoradinho? — Jungkook abaixou a cabeça e esticou a mão com a flor amarela que ele tinha pego em um dos arbustos que tinha por ali.

Eu arregalei meus olhos e as palavras não saiam da minha boca de jeito nenhum, eu só conseguia fitar o rostinho extremamente vermelho, mesmo que abaixando eu ainda podia ver bem pouco a coloração nas suas bochechas. A mão continuava oferecendo-me a pequena e linda flor, e quando ele percebeu que minha resposta ainda não tinha saído, colocou a mão vaga sobre o rosto, soltando um gritinho.

Só assim eu saí do meu choque e percebi que acabei não o respondendo. Coloquei meu dedo polegar e indicador sobre o queixo do Jeon e levantei a cabeça dele com delicadeza, retirando a mão que tapava seu rostinho angelical, e pude ver com mais clareza o vermelho do seu rosto.

Eu ri por ele ser tão adorável, e continuei fitando os olhinhos grandes que fitavam tudo, menos os meus olhos.

— Olhe pra mim, Kookie. — Pedi com a voz suave e assim ele o fez, mesmo sendo perceptível o quanto estava envergonhado, o que já era de se esperar por causa da personalidade tímida do híbrido. Por isso foi uma surpresa para mim receber aquele pedido.

— É claro que eu quero ser seu namorado. — Sorri e o enchi de beijos quando o Jeon abriu aquele sorriso maravilhoso que eu tanto amava.

Como de costume, beijei todo o seu rostinho - eu amava fazer tal ato - antes de chegar nos seus lábios rosados e o beijar com calma e doçura. Nossas bocas se moviam devagar, não tinha a presença da língua e era um beijo recheado de sentimentos bons.

As mãos trêmulas do coelhinho foram para os meus ombros, se apoiando para poder se encaixar melhor no meu colo, dessa vez passando a perna pela minha outra, sentando-se de frente para mim. O ósculo continuava, separando-nos minimamente apenas para buscar ar, mas quase que no mesmo segundo voltar a nos beijar novamente.

Meu dedos passavam pelas costas do Jeon, por debaixo da roupa, fazendo movimentos de cima para baixo, o que o fazia se arrepiar. Nossas bocas se encaixavam perfeitamente e eu adorava essa união, parecia que fomos feito justamente um para o outro, mesmo que fosse clichê.

— Huuuum, finalmente o casal resolveu oficializar! — Jin apareceu por trás do banco que estávamos sentados.

Acabamos por nos separar em um pulo, pelo susto que tomamos com a chegada repentina. Jimin tinha um sorriso enorme no rosto, abraçado com Yoongi, este outro que me olhava malicioso. Eu senti Jungkook afundar a cabeça no meu pescoço e nesse momento eu percebi que o híbrido estava um pouco desconfortável. Como forma de avisar para os meninos, eu apontei com os olhos para o moreninho, e logo eles entenderam.

— Jungkook, vai mesmo passar o dia na casa do Tae hoje? — Yoongi mudou o assunto.

O Jeon apenas balançou a cabeça, afirmando.

— E o que vocês vão fazer lá?

— Comer muita bagana! — O híbrido respondeu com um sorriso enorme no rosto, cujo qual ainda tinha uma coloração rosa que o deixava muito adorável.

Os meninos riram e o assunto se encerrou ao escutarmos o sinal bater para irmos cada um para a sua sala. Jungkook segurou minha mão de forma tímida quando me levantei do banco, eu apenas sorri passando-lhe confiança e entrelacei nossos dedos, escutando um coral de “awn” dos meninos.

Seguimos para nossas salas, Jimin vinha atrás de mim e do Kook, com os braços em volta dos nossos pescoços enquanto tagarelava sobre como seríamos um casal fofo e meloso. O Jeon nos surpreendeu concordando com tudo que o alaranjado falava.

                          —X—

Era por volta das três da tarde, Jungkook e eu estávamos no shopping, apenas passeando, vez ou outra o menor se interessava por algo pequeno, mas ele não tinha trago dinheiro, e eu muito menos. Mas não deixou de ser divertido, o híbrido gargalhava feliz ao meu lado, e isso era o que importava para mim.

— Você quer um sorvete? — Perguntei. Infelizmente aquela era a única coisa que eu podia comprar no momento.

— Quero sim, hyung! — Jungkook respondeu feliz, puxando minha mão para irmos até o camelô que vendia o sorvete.

O Jeon escolheu o sabor que queria e pegou o doce gelado assim que a moça terminou de fazer, em seguida eu paguei e saímos andando novamente pelo shopping, apenas aproveitando a presença um do outro e olhando as vitrines das lojas.

— Tá muito gostoso, hyung, quer provar? — O híbrido perguntou, colocando o sorvete na minha frente. Misto era o meu sabor preferido daqueles sorvetes, mas eu não queria acabar com ele inteiro.

— Não, pode ficar. — Sorri e segurei a mão do menor, vendo ele abrir um sorriso com o ato.

— Yaa, eu vou colocar na sua boca à força, eu sei que você quer provar! — Jungkook sorriu maléfico e começou a esfregar a ponta do sorvete nos meus lábios, melecando tudo.

— Tá bom! — Fiz o que ele queria, logo vendo o outro levar o sorvete até sua boca novamente, satisfeito.

Nós ficamos dividindo o doce até acabar e resolvemos voltar para casa, Jungkook e eu já sentíamos fome, também já estávamos cansados de ficar andando.

No caminho para casa, o Jeon pediu para pararmos um pouco, alegando que estava cansado demais.

— Sobe aqui, babe. — Virei as costas para o menor, vendo ele abrir um sorriso largo e pular nas minhas costas. Eu acabei rindo com a animação repentina e logo saí caminhando para casa.

Não estava tão longe, então chegamos logo, eu morto de cansado e Jungkook todo feliz.

— Finalmente os namorados chegaram. — Minha mãe apareceu na escada, penteando os cabelos.

— Até quando vai nos chamar assim? — Eu perguntei rindo.

— Até vocês resolverem terminar.

— Então você vai chamar a gente assim para sempre! — Jungkook disse e beijou a minha bochecha. Acabei deixando um sorriso bobo escapar, puxando-o para um beijo rápido.

— Vocês são uns fofos, mas vão tomar banho, eu fiz bolo de cenoura com calda de chocolate.

— Eu amo bolo de cenoura! — O Jeon falou animado.

— É? Mas só vai comer quando tomar banho. — E foi questão de segundos para o coelhinho correr escada acima.

Eu continuei no sofá, esparramado e pensando nele, certo, eu era um bobo muito apaixonado, mas não tinha culpa se o meu namorado é a coisa mais fofa e preciosa desse mundo. O Jeon consegue melhorar o meu dia só com um sorriso ou uma pergunta das mais bestas, que ele era acostumado a fazer.

Eu acho que nunca encontrei alguém na qual me deixou tão apaixonado assim, em tão pouco tempo. Talvez tenha sido rápido esse namoro - ou não, para mim já estava passando da hora, e eu me sinto um idiota por não tê-lo pedido em namoro antes, mesmo tendo certeza absoluta do que sentia pelo mais novo -, mas estamos felizes e isso o que importa.

— Filho?

— Hm…?

— Você tá muito apaixonado, meu Deus! — E saiu gargalhando.

Eu só sorri mesmo, pois sabia que era a mais pura verdade, e que não tinha como negar de jeito nenhum, mesmo que eu quisesse, mas esse não era o caso.



Notas Finais


AAAAA MEUS FILHOS TAO NAMORANDO EU FIQUEI MUITO FELIZ VCS NAO TEM NOÇÃO 💖💖💖💖💖

ja ja é o lemon, calminha wjdkskf vocês são safadxs hein!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...