1. Spirit Fanfics >
  2. Little Shoes (Imagine Mark Lee) >
  3. Capítulo 8

História Little Shoes (Imagine Mark Lee) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Quanto tempooo!

Vcs ainda lembram de mim? Kkkmkk


Aí gente eu sei que eu demorei! Me arrependo disso.


Porém se chama escola ;-;-;-;

Estudar quase integral e ainda ter que dar aula é muito cansativo.


É de segunda a sábado o dia inteiro e domingo que era pra descansar eu faço tarefa, então estava sem tempo real!


Espero que entendam ;-;-;


Finalmente trouxe o penúltimo capítulo aqui pra vocês :)))


Me perdoem pfvvvv


Aproveitem

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Little Shoes (Imagine Mark Lee) - Capítulo 8 - Capítulo 8

Taeyong: Por favor! Eu imploro! - se ajoelha no tapete ciano enquanto suplicava.

reviro os olhos.

- Já falei que não vou dormir aqui!

Taeyong: então vai de escolha sua... se você quiser pular todos os 8 metros de novo... - Desvia o olhar se sentando em sua escrivaninha.

-Talvez eu nem venha! - o desafio.

Taeyong: então os ajustes ficam por minha conta! - fica bravo.

- Ótimo!

Saio do quarto de Taeyong mancando pela recente dor no tornozelo e desço as escadas com um pé só.

Taeyong: Eu só tô dizendo que se você não colocar alguns detalhes com a sua cara, ninguém irá reconhecê-lo!

- Melhor p'ra mim!

Com dificuldades, saio da casa dele. Embora escutasse Taeyong me chamar, dei de ombros continuando com meu destino.

Ao chegar à frente de casa, penso em como conseguiria entrar sem que me vissem.

Acho que terei de me arriscar mais um pouco...

Vou pro canto menos visível do não tão grande portão e me impulciono para cima, sentando na parte superior do muro.

- Droga! - resmungo, sentindo as dores do joelho.

Me viro para o outro lado e jogo a grande bolsa que trouxe comigo, logo pulo no gramado. Sem parar para pensar na dor que resultou aquilo, apanho a bolsa e saio correndo para os fundos, onde encontrei a ala da piscina. Suspirei vencido pelo cansaço e entro na porta da cozinha, à minha diagonal.

Junmyeon: Parece que espancaram você - ri após se pronunciar.

Dou de ombros e subo pro meu quarto, jogando a sacola no chão e indo tomar banho.

---

- Aí! -resmungava enquanto colocava gelo nos machucados - nunca mais ouço Taeyong!


Eu estava cansado. Iria faltar aula para dormir.


Será que devia ter escutado Taeyong e ficado lá? Droga! Estou ficando louco.



---


Estava saindo do banho quando ouço um barulho que vinha da fechadura da porta. Alguém havia me trancado.


Junmyeon: Aproveite o baile, Mark. Espero que seja divertido! -fala do lado de fora.


Esse garoto me paga!


Resolvo mandar mensagem para Taeyong.


Cara >> [lida]

Me trancaram em meu quarto >> [Lida]



<< O que quer dizer com isso?

<< Estão te impedindo de ir ao baile?


Aparentemente sim >> [Lida]


>> Prepare-se, querido Mark 😊


O que quer dizer com isso, Taeyong? >> [Lida]


<< Eu avisei sobre os 8 metros :)

<< pule-os novamente

<< te vejo aqui em casa, irmão


Taeyong???? >> [Recebida]


Taeyong você quer me matar??? [Recebida]


- Desgraçado!


Bloqueio o meu celular e vou vestir uma roupa rapidamente. Não acredito que estou fazendo isso...


---


- E lá vamos nós - respiro fundo - 1... 2... 3!


---


Taeyong: quer que eu traga mais ervilhas congeladas? - fala rindo escandalosamente.

- Taeyong, por favor! Quantas quiser.


Eu até faria o favor de descer esse cara no soco, porém estava muito dolorido para fazer algo.


Taeyong desceu atrás de mais ervilhas e eu fiquei me perguntando se isso realmente iria valer à pena.


Taeyong: tenho uma notícia boa e uma ruim. Qual você quer primeiro? - pergunta voltando com dois sacos nas suas mãos.


- A boa!


Taeyong: a boa é que você vai arrasar no baile.


- E a ruim? - pego os sacos de sua mão pondo um nos joelhos e o outro em meu rosto.


Taeyong: a ruim é que o Lucas teve que fazer umas mudanças significativas no terno.


- Isso é ruim?


Taeyong: ele falou que por algum motivo, a cor que você escolheu era feia. - fala ligando o vídeo-game.


- A cor que você escolheu. - dou ênfase em 'você'


Taeyong dá de ombros.


---

Passei o dia com Taeyong, é o mesmo me convenceu a passar a noite.


Logo pela tarde recebemos uma mensagem de Lucas avisando que o terno talvez demorasse um pouco mais para ser feito.


---


Taeyong: você quer mais um travesseiro? - estende um para mim.
Pego da mão dele e coloco entre meus joelhos.


A noite fora longa. Mal consegui dormir pensando em como iria participar dessa idéia maluca sem que minha madastra percebesse minha presença no local.


Acabei dormindo pelas 4 da manhã.


---

Taeyong: se você ficasse quieto, talvez saísse melhor! - Reclama passando base em meu rosto.


- Taeyong!


Taeyong: o quê?


- Me deixe irreconhecível!


Taeyong: eu sei maquiar, não fazer milagres!


Jogo uma almofada em sua cara.


Taeyong: isso é apenas um teste! Mas eu tenho uma idéia! Vamos pintar seu cabelo, baby!


- Meu precioso cabelo! - reclamo.


Taeyong: um corte legal também! Fica por minha conta, okay?


Reviro os olhos.


--


- Isso tá ardendo! Você vai fazer meu cabelo cair! Taeyong!


Taeyong: isso é apenas um descolorante, criatura!


--


- até que não ficou tão ruim! - me analiso no espelho.


Taeyong: seja lá quem ___ for escolher para ser seu noivo, se não for você, eu cobro dela todo o trabalho que eu tô tendo com você!


Taeyong estava agora com o cabelo tingido de vermelho. Ele esbanjava um corte em suas sobrancelhas. Qualquer garota cairia aos pés do rapaz.


- Não exagere. Não estou indo por isso. - minha resposta acaba saindo um pouco cabisbaixa.


Taeyong: Qual é! Ela não seria boba de deixar passar batido toda essa sua beleza! Créditos a mim, por favor!


Acabo rindo.


--


Já eram 18:56 e estávamos à espera de Lucas. Taeyong já estava totalmente arrumado.


- Acha que isso não é um sinal de que eu não deva ir?


Taeyong: Não! - checa a hora em seu relógio de pulso - vá passar um perfume. Iremos à casa de Lucas.


Subo ao banheiro de Taeyong e passo algum perfume não tão forte e confiro minha aparência no espelho.


- Ou eu não me cuidava, ou eu não me conhecia. Nossa...! - me admiro.


---


Yukhei: Desculpem a demora! Eu realmente não quis atrasar tanto. - se desculpa entrando na sala com uma roupa encapada em mãos.


Taeyong: já estávamos indo atrás de você! - fala rapidamente. - por que demorou?


Yukhei: dei uma mãozinha a mais. Fica por minha conta. - sorri.


Yukhei: espero que goste, Mark. Fiz algumas alterações significativas e adicionei algumas coisas. - estende a grande capa em minha direção.


Pego-a e retiro de dentro um esplêndido terno anil com alguns detalhes em preto.


- Está perfeito. - elogio seu trabalho.


Taeyong: Se vista! Vamos!


Me visto ali na sala mesmo. Tendo pressa, porém cuidado.


Yukhei: Ten irá levar vocês. Ele participará também, porém terá que voltar exatamente 00h.


Taeyong: Muito obrigado! - agradece surpreso.


Yukhei: aproveitem por mim. - sorri - Agora eu tenho que ir. Tenho algumas roupas para entregar em um evento que acontecerá daqui à duas horas! Tchau!


Yukhei havia ido embora e eu estava pronto.


Taeyong: vamos?


- Vamos!




Notas Finais


Aaaaaaaaaaaaa


Tô triste ;-;-;-;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...