História Little Shy Girl - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Fem!au, Jikook, Kookmin, Sope, Yoonseok, Yuri
Visualizações 117
Palavras 1.869
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


(~°-°)~ Esta fanfic é dedicada à uma pessoa muito especial, colore cada dia meu, principalmente aqueles cinzentos e tristes… @SaryaTargaryen ~(°-°~)

*Pequeno dicionário básico da fanfic:

- Min Yoonji = Min Yoongi
- Jung Hosook = Jung Hoseok
- Park Chaemin = Park Jimin
- Jeon Jungsook = Jeon Jungkook
- Kim Taeyeon = Kim Taehyung

“MAS JÁ TAVA ÓBVIO OMMA!”

Eu sei ;-;
Boa leitura <3

Capítulo 1 - Tudo começa com uma bendita carta de amor.


E lá estava Min Yoonji. Mais uma vez segurando uma de suas inúmeras cartas de declarações amorosas entre os dedos.

 

A garota sempre tentava, e sempre acabava por desistir.

 

Ninguém podia culpá-la, era fechada e extremamente tímida, ou pelo menos com quem não conhecia ou não tinha costume de se relacionar. O que fazia com que as pessoas que não a conheciam, pensassem que a mesma era fria, cruel ou antipática.

 

Algo que Yoonji com certeza não era, a menina possuía uma personalidade forte, porém era doce e meiga, era isolada mas não tinha medo de defender alguém que gostasse caso fosse preciso. Ela apenas não… Ela apenas não sabia como socializar com outros seres humanos, ela não tinha ideia de como começar.

 

Deveria dizer: “Olá, meu nome é Yoonji, eu costumo passar o tempo ouvindo raps e apreciando a beleza da minha crush, e você?”?

 

Nah… Seu jeito introvertido a impedia de sair por aí conversando com pessoas que não fossem seus pais, ou sua melhor e única amiga, sua fiel escudeira, Park Chaemin.

 

Chae era… Bem, ela era uma das garotas mais desejadas. Simples assim. Desejada por praticamente todos os garotos do colégio interno masculino que se localizava não muito longe daquele feminino, e também por suas colegas, que se não estavam tendo fantasias lésbicas com a garota, estavam a invejar sua beleza e talento, além de sua simpatia que fazia com que todos a quisessem por perto, bem o contrário de Yoonji que ficava quieta em seu canto tentando se camuflar e não ser notada.

 

Era uma pena porque, Chaemin apenas queria a atenção de uma única garota naquela colégio, uma cuja era alta, possuía cabelos compridos e castanhos em um tom escuro, olhos negros e profundos, e uma franjinha cortada milimetricamente perfeita, algo que quase todas ali tinham - tanto que sua amiga Min, tinha também em seu corte de cabelo - mas não deixava de ser especial para a loira.

 

Sim, a maioria das garotas naquele colégio eram lésbicas, porque passavam um ano inteiro no colégio interno convivendo umas com as outras sem ter contato com pessoas do gênero oposto, então acabavam por saciar suas vontades e necessidades da adolescência, criando verdadeiras amizades coloridas.

 

E Yoonji não era diferente. Naquele momento como dito antes, estava a segurar uma carta de amor entre seus dedos finos e fofos, as mãos branquinhas assim como toda a sua pele pálida, brincando com o envelope simples que tinha algumas decorações por ele, feitas pela própria Yoonji, enquanto a livre alisava sua saia do uniforme.

 

Já era a terceira vez em que tentava só naquele mês, era sempre assim: a garota escrevia uma carta cheia de sentimentos, palavras bonitas, elogios e tudo o que sentia por sua paixão; já com os horários das aulas de sua crush decorados, a menina esperava na porta da sala para lhe dar a carta e então… Puff! Ela desistia, morrendo de medo da rejeição.

 

Ela era uma garota frágil lá no fundo, e sabia que se fosse rejeitada, que se recebesse um “não”, ela teria de aceitar, porém doeria. E como doeria, ela sabia que sairia machucada com um buraco, ou vários, em seu coração.

 

Seu pobre coração que seria pisoteado.

 

Pensando logo em dar trégua para si mesma, ela viu Jung Hosook passar pela porta da sala acompanhada de mais duas amigas que eram um casal já assumido ali no colégio, obviamente não ficavam se pegando em público pelas regras severas do colégio e pelo preconceito, porém nunca se desgrudavam, jamais.

 

– Você pensa demais unnie.

 

Ela se virou para a figura mais baixa que ela – algo que Yoonji não tinha era altura – e com seus fios loiros que muito se pareciam serem feitos de algo brilhante, algo sedoso e muito brilhante. Como ouro, ou prata. Era um belo loiro dourado, assim concluiu.

 

– E o que eu deveria fazer Chaemin? Ela parece ser inalcançável… – observou Hosook seguir com seus livros nos braços conversando com as amigas animadamente sobre uma festa que aconteceria durante o feriado onde as alunas sairiam do colégio para passar em seus lares, e uma dessas alunas iria dar uma festa aproveitando a falta de presença dos pais em casa, especificamente naquele tal feriado.

 

– Mas você nunca irá saber se ela é inalcançável ou não se você ao nem ao menos tentar. Pense um pouco unnie! O que Taeyeon…

 

– Não fale sobre Taeyeon. Apenas… É algo muito delicado e… Complicado. – colocou uma madeixa de seus fios negros atrás da orelha, expondo o brinquinho de coração cor de rosa perolado.

 

– Tudo bem, me desculpe mas… Você deve tentar, entende? Tipo as chances de ser rejeitada são poucas, você é muito bonita e apesar de ser um pouco chatinha às vezes, eu ainda te daria uns pegas! – ela riu descontraindo ambas do clima tenso de antes.

 

– Acho que… Ah! Deixa pra amanhã! – Yoonji andou na direção oposta da que Hosook havia ido e Chaemin logo correu atrás da amiga arrancando a carta de suas mãos.

 

– Eu já estou cansada desse seu mi mi mi para entregar um bendito papel! Ou você entrega, ou eu faço por você. – ameaçou andando para trás e Yoonji a olhou desacreditada avançando para perto da amiga que recuava se afastando.

 

– Chae… Me devolve. Não, isso é sério! Chae! – correu atrás da menor que começou a correr também segurando a saia para baixo enquanto a mais velha fazia o mesmo para que nenhuma garota pervertida visse suas calcinhas.

 

As duas percorreram o extenso e apinhado corredor, esbarrando em outras garotas enquanto Chaemin ria alto em uma clara forma de provocação e Yoonji apenas cerrava os dentes se concentrando em tentar alcançar a loira.

 

Em certo momento, de pura distração, Park acabou por cair no chão parando de rir para resmungar.

 

A garota deixou a carta cair em sua queda, todos no corredor ficaram quietos observando a menina encolhida de vergonha no chão gélido com sua saia levantada, algumas cochichando de forma maldosa e outras elogiando seu belo traseiro que encontrava-se empinado.

 

O problema não era nem aquele.

 

Um fato inegável era de que, quando Chaemin havia tropeçado e caído no meio da multidão de garotas, todas saíram do caminho deixando a loira jogada no chão enquanto Yoonji chegava ofegante observando a amiga ali com um sorrisinho sacana como se dissesse “bem feito”, silenciosamente para a garota espatifada sobre o piso lisinho.

 

Mas esse seu sorrisinho sumiu no mesmo instante em que viu que o envelope que antes estava nas mãos gordinhas da loira, havia caído e escorregado até parar aos pés de certa garota de cabelos laranjas.

 

Aqueles cabelos laranjas tingidos que ela bem conhecia e adorava observar durante algumas das pouquíssimas aulas em que tinha com a mais nova.

 

E então Yoonji não pôde fazer nada. Ela se desesperou colocando a melhor expressão de medo que era totalmente cômica em sua face enquanto observava Hosook se abaixar e pegar a carta, para logo levantar-se e franzir o cenho ao ler seu nome no envelope branco com alguns adesivos do Kumamon espalhados por ali de forma aleatória.

 

O seu desespero só aumentou ao ver Hosook guardar a carta em sua mochila com estampa de pugs e ajudar Chaemin a se levantar virando a direita do corredor em seguida, sumindo do campo de visão de Yoonji sendo acompanhada novamente do casal.

 

[...]

 

Durante o recreio, Yoonji acabou por optar se esconder na biblioteca, nos fundos do lugar atrás das várias estantes altas e recheadas de livros do mais diversos tipos.

 

– Eu vou morrer… Eu vou morrer, eu vou morrer… - repetia cantarolando, como um robô programado para fazer aquilo enquanto Park roía as unhas curtas pintadas de rosa clarinho.

 

– Não, você não vai.

 

Ela falou tirando o dedo da boca e corando violentamente ao ver certos olhos negros a comendo de longe, do outro lado da biblioteca, Jeon a fitava com seu sorriso adorável de dois dentinhos similares aos de um coelho, a morena tinha vontade de se levantar de onde estava e agarrar aquela loira baixinha, ali mesmo.

 

– É-É, então, você não vai morrer, sabe porquê? - ela se concentrou novamente na melhor amiga que estava quase tendo um surto, Yoonji negou nervosa. – Porque, a Hosook com certeza vai querer você depois de ler a cartinha.

 

Min a fitou por alguns segundos pensando em pular no pescoço da mais nova, dizer que tinha estragado tudo, mas não faria isso. Chaemin era muito sensível, e Yoonji também de qualquer forma.

 

– Ela não vai me querer. Por que ela iria me querer? Eu sou um gnomo de cabelos pretos praticamente, não que ela seja muito alta mas… Ainda assim tem gente muito mais bonita por aí! – disparou atropelando à si mesma nas palavras, um tanto embolada.

 

Aquilo não podia estar acontecendo, não com ela.

 

– Não fale assim de si mesma, eu já te disse, você é uma pessoa maravilhosa, com ótimas qualidades. Eu sei que vai dar tudo certo, confie em mim.

 

– Depois do que aconteceu hoje, prefiro ir para casa e me esconder até ela esquecer da minha existência de novo.

 

– Tudo bem, você quem sabe, mas depois quero ganhar alguma coisa quando você vir me contar que Jung Hosook é ótima de cama.

 

Falou sem prestar atenção na garota alta que estava ali, ao lado das duas fitando ambas e ouvindo a conversa.

 

Essa que soltou um riso divertido.

 

Chaemin se assustou assim como Yoonji, ambas encarando Jeon Jungsook que sorria fazendo o coração da loira se agitar em sua caixa torácica.

 

– Você é engraçada, e muito fofa. – falou olhando para Chaemin que tinha os lábios entre abertos apontando para si mesma surpresa. - Sim, você. - riu mais uma vez.

 

– Vo-Você m-me a-acha fo-fofa? –gaguejou se dando um tapa na própria testa.

 

– Muito, fofa e adorável.

 

Ela se agachou na frente da loira que estava sentada em um puff toda esparramada enquanto Yoonji evitava se mostrar como a amiga estava fazendo - não propositalmente mas pela saia do uniforme curto, todos podiam olhar à vontade as coxas roliças e grossas da garota baixinha, inclusive Jungsook, que se controlava para não apertar ou até mesmo dar tapas ali, apenas para ver as marcas de seus dedos longos na pele branquinha e lisa -, estendendo sua mão para que a menor apertasse.

 

– Jeon Jungsook. Prazer em conhecê-la…?

 

– Park Chaemin! - praticamente gritou agarrando a mão da outra que riu ao ver a loira se encolher pela bronca que tomou da bibliotecária.

 

– Então Chaemin, estou atrapalhando vocês? Quer dar uma volta comigo?

 

– Na verdade você está. Ai! – Yoonji reclamou ao receber um tapa da garota um centímetro mais baixa que ela.

 

– Não, nunca, não atrapalha não! – olhou para a pálida de cabelo preto que apenas assentiu ao ver a carinha pidona da melhor amiga que agarrava o braço de Jeon com medo da mais nova fugir.

Como ela sabia que Jeon Jungsook era mais nova que ela? Ah, ela sabia de muito mais, nem queira entender como.

 

– Obrigado unnie, vamos! – beijou a bochecha da amiga e se levantou toda alegre e contente caminhando com Jeon para fora do lugar grande e repleto de livros.

 

Yoonji apenas suspirou ao ver as duas, desejando ser ela e Jung Hosook juntinhas daquela forma.


Notas Finais


ERA PRA SER ONESHOT DESDE OS CINCO OU SEIS MESES ATRÁS EM QUE COMECEI A ESCREVER ISSO MAS DECIDI FAZER SHORT POIS NÃO TERMINEI DE ESCREVER AINDA E TAVA ANSIOSA PRA POSTAR

Então vou ir postando nessas semanas o que já estiver pronto.

Só ;-;

Bye, Omma~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...