1. Spirit Fanfics >
  2. Little Space - TaeYoonSeok >
  3. •10• Ten

História Little Space - TaeYoonSeok - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - •10• Ten


Yoongi on

Eu nunca me senti tão acolhido e protegido depois de ter contado minha história para Tae e Hoseok. Eles realmente ficaram tão mais comigo depois daquilo, que eu me sinto tão protegido. Um peso foi tirado das minhas costas, pois sabia que não estava sozinho com aquilo.


Eu ter contado a minha história, parece que nos deixou bem mais próximos e íntimos, que estávamos boa parte do tempo juntos. Algo estava nascendo ali, não sabia bem ao certo o que era, mas sentia que era uma coisa boa. Eu estava mais feliz e era nítido isso.


Toda vez que algo do meu passado passava pela minha cabeça, eu escorregava para o Little Space e outras coisas me distraiam. Hoseok e Taehyung sabiam disso e sabiam o porque estava entrando mais no Little Space. 


Estava indo tudo tão bem, tão calmo, até eu receber uma notificação em meu celular de uma pessoa que eu não estava esperando. Quando eu li essa mensagem dessa pessoa, eu automaticamente entrei em Little Space e comecei a ter um ataque de pânico. Eu estava desesperado, sem saber o que fazer, sem saber como reagir além de medo. 


Estava sozinho em meu quarto quando tudo isso começou e eu não conseguia chamar ninguém. Se passaram alguns minutos e os membros devem ter percebido o quão quieto estava sozinho no quarto, e logo subiram para ver se estava realmente tudo bem.


Eu ouvi as batidas na porta, mas parecia que esse barulho estava tão distante. Eu não conseguia me mover ou responder, eu estava apavorado, tremendo e com os pensamentos confusos. Vejo os membros entrando e vendo aquela situação, e eu realmente nunca vi Taehyung e Hoseok tão preocupados e apavorados.


Tudo que eu mais queria, era se livrar do meu passado e parar de sofrer, mas aquele homem que dizia ser meu pai não parava de vir atrás de mim e me incomodar. Como faço para parar de sofrer? Para parar de me incomodar com esse homem que destruiu a minha vida? Eram perguntas que rodeavam a minha cabeça e eu não estava prestando atenção em mais nada, além dos meus pensamentos e da dor que comecei a ter.


Eu precisava estar pronto para ir a um fanmeeting, mas eu estava apenas paralisado e eu nunca quis tanto ficar em casa em vez de ir em um fanmeeting. Como aquele homem sabe meu número? Por que ele continua a me atormentar depois de anos? Por que eu continuava ligando pra isso? Eram perguntas que não saiam da minha cabeça e eu estava mais desesperado.


Depois de longos minutos agonizantes, eu falo num fio de voz:


-Yoongi não quer ir no fanmeeting.


Os meninos estranharam a minha frase, ainda mais eu, que adorava fanmeetings. Namjoon foi o primeiro a perguntar o por que, e eu apenas respondi apavorado:


-Papai estará lá.


Inicialmente, os meninos não entenderam muito, mas Hoseok e Taehyung já começaram a assimilar as coisas e estavam tentando me acalmar:


-Não fica assim, a gente vai estar junto com você okay? 


Eles notaram a frase dita em 3ª pessoa e eles estavam com medo de ser muito óbvio para as fãs. Mas estavam mais preocupados de como o meu psicológico estava com a presença de meu pai, pois mesmo eles não sabendo da história, eles sabiam que não era algo tão bom assim. Taehyung e Hoseok estavam tentando me acalmar e eu só passava cenas horríveis em minha cabeça. Taehyung, vendo que não iria falar mais alguma coisa, disse:


-Quer ficar em casa?


Respirei fundo, pensando em ficar, mas não poderia abandonar tantas fãs por causa de uma pessoa. Suspirei e balancei a cabeça negativamente, eu iria do mesmo jeito, mas só tinha um pequeno problema. Estava Little. Tudo iria dar certo né? Era o que eu esperava.


Saímos de casa e fomos em direção ao lugar que seria o fanmeeting e eu apenas fiquei quieto, apavorado e gritando internamente por ajuda. Notei que Jimin sussurrou alguma coisa para Taehyung e Hoseok, mas ainda estava preso em meus pensamentos e meu pânico.


Quando chegamos, senti meu coração gelar e o nervosismo foi tomando conta do meu corpo. Sai segurando as mãos de Hoseok e Taehyung, apertando de nervosismo e medo. E se eu tivesse uma crise ali? E se tudo desse errado? E se eu entrasse mais fundo em Little Space?


Nos posicionamos e eu agradeço aos deuses por ter ficado ao lado de Taehyung e Hoseok, pois eles me passariam alguma segurança ali. Foi tudo correndo bem, estava tentando não demonstrar meu lado Little, até que eu vi aquele homem em frente de Jin, o primeiro da fila, e meu coração parou.


Eu nunca desejei tanto pra ir embora e talvez nunca tinha apertado tão forte a mão de alguém, vulgo Kim Taehyung e Jung Hoseok. Estava em pânico total, só queria ir embora e ficar em meu quarto o dia inteiro com as minhas pelúcias. Eu estava dando atenção para as fãs, mas minha cabeça estava em outro lugar.


Quando ele parou em minha frente, eu fiquei sem reação. Ele deu um sorriso mínimo, porém falso e cheio de más intenções. Eu queria fugir, ir pra casa, mas eu teria que aguentar ali até o final. Mesmo estando Little, eu sabia o perigo da situação e tentei conversar o menos possível, ele reconheceria a minha voz Little. Eu tentei dar atenção, como se fosse um fã qualquer, sem deixar suspeitas, mas era difícil.


Faltava poucos fãs para terminar e eu estava tentando me concentrar e dar toda atenção possível. Depois que nos despedimos e fomos até o camarim, eu simplesmente desabei em lágrimas e soluços. Não conseguia guardar mais aquilo dentro de mim e tive que chorar, ali mesmo. Como um simples sorriso falso me fez lembrar do meu passado inteiro? Por que aquele homem me fazia tão mal?


Eu estava chorando, com medo e tudo que eu mais queria era sair daquele lugar, ir para casa o mais rápido possível. Toda essa situação me afundou mais no Little Space e eu apenas queria minha casa e abraços de todo mundo. Estava num canto, meio isolado, mas os membros notaram o quão tremendo e chorando eu estava, fazendo com que Hoseok me abraçasse por trás.


Ele encostou a cabeça em meu ombro e ficou comigo até que me acalmasse. Foram os minutos mais torturantes da minha vida, com uma sensação horrível passando pelo meu corpo inteiro. Entre alguns soluços, disse quase implorando:


-Eu quero ir pra casa.


Os membros assentiram e logo saímos dali, indo em direção ao dormitório. Eu só queria me acalmar e o único jeito era  em casa, um lugar confortável que eu podia ser eu mesmo. Como eu poderia me livrar desse homem que dizia ser meu pai?





Notas Finais


Capítulo meio tenso sim, mas Yoongi vai ficar bem, prometo, vai receber todo amor e carinho, principalmente de vocês, leitores. Não se esqueçam de votar, vou ficar muito agradecida.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...