1. Spirit Fanfics >
  2. Little Space - TaeYoonSeok >
  3. •2• Two

História Little Space - TaeYoonSeok - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - •2• Two


 Suga on:

 Por que tudo que eu ia fazer, eu tinha que olhar para aquele maldito guarda roupa e imediatamente para a caixa?


 Era mais uma das perguntas que martelavam na minha mente. Eu queria usar aquilo, ser eu mesmo, mas estava tão acostumado com o tratamento da minha casa, que tenho medo do tratamento daqui. Sabe quando você quer de isolar de todo mundo para apenas não sentir um peso na consciência e não machucar ninguém? Era exatamente o que eu queria.


 E se eu contasse pra pelo menos um dos membros? Será que vai ser uma coisa estúpida a se fazer?

 De jeito nenhum eu posso contar pro Taehyung e pro Hobi. Eu sinto algo por eles e o pior seria os dois me odiassem. Eu sentia uma pressão imensa e estava cada vez com vontade de chorar por não aguentar segurar aquilo. Sinto lágrimas caírem pelo meu rosto e quando percebo, estava chorando litros. Ouço batidas na porta do quarto e pergunto alto:


 -Quem?


 Logo ouço a voz de Jimin:


 -Você quer conversar?


 Penso duas vezes antes de dar resposta, mas eu realmente precisava desabafar aquilo para alguém, eu estava perdido. Vou até a porta e abro a mesma deixando Jimin entrar. Reparo que os meninos estavam lá embaixo comemorando que deixei alguém entrar. Logo sento na cama e olho o chão para não chorar novamente:


 -O que você quer?


 -Como assim o que você quer? Yoon, a gente tem reparado no seu comportamento faz tempo. Você está mais quieto que o normal, mal sai do quarto e está tão distante nos pensamentos. O que está acontecendo? Conta pra mim, as vezes eu posso te ajudar.


 -Jimin, eu entendo a preocupação de vocês, mas eu não sei se vocês podem me ajudar com isso. Isso tá errado, é uma coisa comigo e isso em mim está errado.


 -Como assim algo em você está errado?


Narradora on:

 Depois da pergunta de Jimin, os olhos do Suga já começa a encher de lágrimas lembrando das falas de seus pais. Aquela frase era a que mais o machucava, mas como nunca recebeu amor de verdade dos pais, levava aquilo como verdade, que ele tinha nascido errado. Jimin percebe que Min começou a chorar e logo foi abraçar ele:


 -Ei, não fica assim não. Foi alguma coisa que eu falei? Se for, me desculpe, eu só quero tentar fazer você se sentir melhor.


 Suga o olha, limpando as lágrimas do seu rosto:

 -Minnie, você já ouviu falar em infantilismo e Little Space?


 Ao Jimin escutar aquela pergunta, muitas peças começaram a se encaixar na sua cabeça, ele sabia muito bem o que era aquilo e tudo estava fazendo sentido:


 -Eu sei sim, por que?


 -Porque, vamos dizer, eu posso ter isso.


 -E por que você nunca contou isso pra ninguém? A gente podia ter te ajudado antes.


 -Eu entendo a preocupação de vocês, mas é difícil você contar assim. Sabe o que é receber ódio e desprezo de todo mundo por isso? Eu nunca contei por medo que vocês fizessem a mesma coisa.


 -Yoon, eu entendo a sua preocupação, mas você acha mesmo que a gente ia te tratar com indiferença por causa disso? Você sabe muito bem o como nós prezamos o bem estar de todos e você se "escondendo" por medo. Você não se sentiria melhor sendo você mesmo?


 -É claro que eu me sentiria, mas o medo da reação de vocês era maior ainda. Mas por favor, não conta ainda para os outros membros, eu quero fazer isso. Principalmente, não conte pro Taehyung nem pro Hobi.


 -Você gosta deles né?


 -Está tão na cara assim?


 -Não sei, mas pelo menos eu percebi.


 -Você acha que eles perceberam?


 -O Taeh é bem provável que não, porque aquela lá demora pra pegar algo, agora o Hobi eu não sei. Mas escuta, eu vou te ajudar e te apoiar em tudo, você sabe muito bem disso. Eu sempre to aqui se você precisar de algo e eu quero muito que você seja feliz. Por favor, faça o que te deixa bem.


Suga on:

 Eu nunca senti um alívio tão grande em uma frase "por favor, faça o que te deixa bem." Era uma das primeiras vezes que eu estava me sentindo amado por completo. Talvez não tivesse sido uma péssima ideia contar pro Jimin. Ele realmente me ajudou muito.


 Depois de longos minutos de conversa, sou convencido a sair do quarto com ele e desço até a cozinha com os outros. Sou recebido com olhares estranhando o fato de eu ter saído do quarto, pois já estava lá fazia tempo, mas mesmo com eles, eu continuava quieto. Namjoon quebra o silêncio perguntando:


 -Está tudo bem?


 -Ta tudo sim.


 Eles imediatamente olham para o Jimin que foi quem conseguiu conversar comigo, mas ele não faz nada. Minha cabeça estava tão distante, ainda não sabia como eu tinha conseguido contar para o Jimin. Minha cabeça estava explodindo, não conseguindo pensar em mais nada, com isso, apenas pego minhas chaves e digo que vou dar uma saída.


 Durante essa saída, passo por varias lojas relacionadas a crianças e aquela luta interna começa novamente. Por que eu tinha que ser assim? Por que eu tenho tanto medo de rejeição? 


 Eu simplesmente não deveria ter ficado tanto tempo olhando aquelas lojas, pois eu tinha automaticamente entrado no Little Space. Depois de tantos anos lutando para não entrar nisso, minha cabeça estava atolada de coisas e acabo entrando. Eu era literalmente uma criança perdida no meio da rua.


 Sento no meio-fio, pego meu celular e fico olhando aquilo sem saber o que fazer no desespero. Simplesmente, o destino me ajudou e conseguiu ligar para o Jimin:


 (POV Autora: sei que vocês vão pensar: como que ele ligou pro Jimin de cara? A fanfic é minha e acontece o que eu quiser.)


  -Jimin-: Yoon? O que foi?


 -Yoon-: Jiminie? Yoon ta perdido.


 Automaticamente, Jimin percebeu que Suga estava falando em terceira pessoa e que tinha entrando no Little Space:


 -Jimin-: Yoongi, fala como é o lugar que você está.


 -Yoongi-: É grande, tem uns carros entrando e colocando um cano dentro deles. Ah, e o lugar é vermelho.


 Jimin percebeu que era um posto de gasolina e lembrou o único posto que tinha a faxada vermelha, ele desesperado completa:


 -Não sai daí que eu to indo te buscar Okay?


 Jimin desligou e saiu às pressas em direção ao posto de gasolina. Ao chegar lá, viu Suga olhando para os lados totalmente perdido. Jimin sai do carro e vai correndo atrás do mais velho e quando Suga notou a presença do mais novo, soltou um sorriso gengival:


 -Jimminie!


 -Yoonie, o que você está fazendo aqui sozinho?


 -Eu não sei, eu só sai!


 -Vamos pra casa okay?


 Yoongi concorda e entra no carro junto com Jimin. O caminho inteiro foi um silêncio até o mais novo dizer preocupado:


 -Nessas condições, você sabe o que poderia ter acontecido com você? Você poderia ter se perdido num lugar mais longe ou sabe Deus algo pior. Eu vou ter que contar pros membros em questão de segurança.


 -Não conta não!! Por favor Minnie.


 -Yoongi, olha o perigo que você correu agora. Nós precisamos apenas saber pra te ajudar. Confia em mim, ninguém vai te julgar.


 -Mas Jiminnie, ninguém da família do Yoongi gostava dele, só o irmãozinho dele e vai que acontece a mesma coisa?


 Aquela fala chocou o loiro que no momento, só queria abraçá-lo e dizer que todos o amam. Sabia que nenhum dos membros iria rejeita-lo, e sim, ajudá-lo.


 Chegaram em casa, estacionaram o carro e desceram, indo até o dormitório. Jimin estava preocupado com o que poderia vir. Ele precisava contar imediatamente para os membros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...