História Little Spy Pequena Espiã Suga (Ou Outro) - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 232
Palavras 681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Modifiquei só algumas coisinhas...

Capítulo 1 - Sonhos


Fanfic / Fanfiction Little Spy Pequena Espiã Suga (Ou Outro) - Capítulo 1 - Sonhos

Eu acordo em um lugar estranho, eu estou usando um pijama rosa de corações, sou uma menina de no máximo 03 anos. Deve estar no meio da noite, não sei que horas são, coloco os pés no chão e olho pra frente, para uma parede cheia de janelas... é, está de noite.

Estou num quarto com uma parede azul água do lado da cama e com as outras brancas, estou de costas pra uma cama com a cabeceira cheia de bolinhas coloridas e com uma coberta rosa com bolinhas brancas, do meu lado tem um criado mudo da mesma cor que a parede azul e gavetas brancas, em cima tem um abajur de sorvete aceso, tem umas plateleiras em cima da mesma cor da parede azul... sinto que conheço esse lugar... sim, estou no meu antigo quarto.

Estou com muito medo do escuro, ou melhor, do que tem no escuro, sinto que tem algo lá fora... escuto barulhos no telhado, tem algo lá e não é um animal, não pode ser um animal... A porta do quarto começa a se abrir lentamente, me assusto e subo rapidamente na cama me escondendo embaixo das cobertas.


?? - Hey _ a desconhecida fala enquanto se aproxima, tem um homem ao lado dela _ do que tem medo?


reconheço essa voz... é da minha mãe, me descubro lentamente, e vejo que o homem à seu lado é meu pai, eles sentam do meu lado e me abraçam, meu pai à esquerda e minha mãe à direita.


Pai - se acalme _ eu retribuo o abraço e eles começam a fazer cafuné na minha cabeça.


Ficamos assim por um bom tempo até que os barulhos recomeçam e eu os abraço apertado.


Me - E-e-eu...


Mãe - Shiiiiiiiiii... está tudo bem querida mas fique quietinha tá? _ faço que sim com a cabeça _ muito bem.


Do nada algo grande se choca contra a janela, eu grito e meu pai abraça fortemente eu e minha mãe e se vira pra nós proteger dos cacos de vidro que voam na nossa direção. 


Mãe - Vai ficar tudo bem pequenina _ ela sussurra no meu ouvido me apertando e dando um beijo na minha testa.


Não dá nem tempo do meu pai se virar na direção do homem que já atira nas costas dele.


Pai - Eu amo vocês _ ele fala enquanto caí lentamente no chão.


Eu começo a chorar olhando meu pai morto no chão. O tiro foi certeiro, acertou o coração.

Minha mãe grita e se ajoelha no chão abraçando meu pai, ela está chorando desesperadamente


?? - Oi Melissa, quanto tempo, não? _ o estranho fala, como ele sabe o nome da minha mãe? _ essa é sua filha? Muito bonita, pena que o pai é um babaca.


Não estou entendendo nada, o estranho que matou meu pai está usando uma máscara preta que cobre  todo o seu rosto, não reconheço sua voz... nunca escutei ela antes... ou talvez já escutei e só não esteja conseguindo prestar atenção por causa do choro... não, nunca escutei.


Mãe - VAI EMBORA!! _ minha mãe se levanta do chão sem parar de chorar.


?? - Nossa é assim que você trata as visitas? Principalmente uma tão importante que te livrou de um encosto?


Me- M-mamãe? _ digo gaguejando por causa do choro.


Mãe - C-calma, vai ficar tudo bem _ minha mãe fala, mas nós duas sabemos que é mentira.


O homem ri, e faz sinal para minha mãe se aproximar, ela vai na sua direção lentamente.


?? - Mas que fofinha a sua filha. _ ele fala enquanto tira a máscara, minha visão está muito embaçada por causa do choro então não consigo ver seu rosto direito _ então... vamos para a nossa casa?


Mãe - Vamos? Eu não vou a lugar nenhum com você, nós não temos uma casa, e está aqui é a minha casa então vai embora daqui!


Minha visão está escurecendo, o homem está falando alguma coisa mas não estou conseguindo entender, minha mãe está gritando... não estou escutando muito bem.


?? - ... Ok _ ele aponta a arma para a cabeça da minha mãe e...


Desculpa pelos erros, essa é a minha primeira fanfic ♡




Notas Finais


Desculpa ae


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...