História Living for Tom Riddle - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Abraxas Malfoy, Andromeda Tonks, Avery (Riddle-era), Lord Voldemort, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rúbeo Hagrid, Tom Riddle Jr.
Tags Harry Potter, Lovegoog, Tom Riddle, Voldemort
Visualizações 92
Palavras 1.072
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá pessoas! Prometi e cumpri aqui está outro capítulo e muito obrigada pelos comentários eu amo ler eles ❤ este capitulo ta menor e com menos qualidade por que eu tinha escrito ai eu odiei e escrevi tudo de novo e ta ai perdoem os erros de português por que eu não sou a melhor pessoa ná gramática kkk

Capítulo 6 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Living for Tom Riddle - Capítulo 6 - Capítulo 5

                     *Tom*

-Mi lorde? Acorde é urgente.

Avery contínuou a me chamar e mesmo que não fosse de minha vontade acordei, e sentei me na cama

-Oque há Avery, devem ser duas da manhã apenas.

-Violet mi lorde, ela foi achada desacordada na floresta em estado deplorável

-Aonde ela está?- falei já me levantando.

-Na enfermaria mi lorde e o diretor Dippet está lá e quer falar com o senhor.

Não houve tempo para mais nada, coloquei meus sapatos e um roupão da sonserina,  segui direto para a enfermaria, eu havia notada que Violet não estava presente no jantar, mas imaginei que estava triste com o ocorrido de mais tarde.

Cheguei na enfermaria e o Diretor Dippet estava na porta com mais alguns professores

-Senhor Dippet, o senhor pediu para falar comigo?

-Sim Riddle, venha preciso lhe mostrar uma coisa -Ele disse e me levou para dentro da enfermaria - Pode ser um pouco chocante oque vai ver, ainda mais por que sei que são muito amigos, mas é preciso

Ele disse e madame pumfrey tirou as "paredes" de tecido que estavam em volta da maca, e lá estava ela, completamente machucada, usando já a roupa branca da enfermaria, cortes eram visíveis por todo seu corpo seu rosto com arranhões e no canto de sua boca tinha uma mancha de sangue, com certeza foi uma imagem aterrorizante ela estava sem vida.

-Ela esta? - Dippet se apressou em responder a pergunta que já sabia qual era.

-Não Ridlle, mas poderia estar se não fosse por Hagrid acha-lá na floresta

Uma súbita raiva tomou conta de mim ele havia feito aquilo com ela? Como poderia

-E quem fez isso?- falei já mais alterado

-Não sabemos, a unica informação que temos é que foi usado a maldição cruciatos mas ela não foi bem sucedida, pois as feridas ficaram a mostra oque nós leva a pensar é claro que a pessoa não tem experiência. E so podemos saber a verdade quando ela acordar

-entendo senhor.

-irei deixá-lo um pouco com ela.

Ele e madame pumfrey  sairam e fui para perto dela passei a mão nos seus cabelos loiros como sempre um tanto bagunçados, ela estava suando frio e isso era preocupante, parecia que estava no leito de morte, seu rosto completamente cinza e sem cor suas mãos machucadas e em seu braço, a marca da minha mão, estava roxo no lugar que eu a haviasegurado por um instante aquilo me doeu, senti arrependimento, com certeza te lá naquele estado me doía, eu sabia que não poderia ficar lá por muito tempo então me despedi dela coloquei um beijo em seu rosto e a arrumei na cama colocando suas mãos sobre a cintura e segui para a porta

                             

(Salão comunal da sonserina/ presentes no local:avery ,Eillen , e tom )

-Avery ela está completamente destruída  temos que descobrir quem foi que fez mal a ela agora!- falei andando pela sala

-mi lorde com certeza darei meu melhor para descobrir quem fez tal coisa mas não acredito que Hagrid poderia ter feito algo dessa magnitude para Violet

-Se foi ele ou não precisa descobrir, quem fez mal a ela deve pagar com seu próprio sangue e dor- um silêncio tomou o lugar- e preciso que você Eillen fique com ela sempre que eu não puder, ela não pode ficar sozinha.

-sim mi lorde.


(1 semana se passou)

                               *Violet*

Tom....Tom

Sinto minha respiração aumentar

Olá eu sou Violet Lovegood e você é?

Meu dedos se movem e sinto a necessidade de acordar, eu estou dormindo?

Tom Marvolo Riddle

Senti como se tivesse puxado a alma de volta para meu corpo com uma grande respiração, meu corpo tomou força o suficiente para abrir meu olhos e era tudo muito claro aos poucos fui me acostumando mas era desmasiado ruim ver tudo aquilo nada parecia ter forma concreta duas pessoas a minha volta ela falavam coisas estranhas era inaudível tudo aquilo.

Estavam me colocando em seus braços quem eram aquelas pessoas? Eu estava nervosa com medo senti uma sensação estranha gotas escorriam dos meus olhos e faziam minha face ficar gelada, precisava de Tom, mas quem era ele?todos falavam algo e derrepente me assustei eram duas mulheres uma mais nova e outra mais velha

-Violet? Sou eu Eillen- a mais nova disse e tentou colocar a mão em meus ombros mas esquivei

-ei não tenha medo querida.- a mais velha falou com um sorriso no rosto que não entendi.-você quer algo?

Eu estava assustada de mais onde eu estava tinha tantas perguntas mas não tinha coragem para falar, novamente a água saiu de meus olhos sem pestanejar tentei prendelas mas falhei

-Não chere Violet se acalme - a mais nova falou

-Eu quero... o Tom

Sem mais delongas a mais nova abriu um sorriso que preencheu todo seu rosto e levantou-se rápido como um gato

-Vou busca-ló para você! - ela saiu porta a fora

Tenho poucas lembranças desse Tom Riddle mas quero o abraçar como eu fazia em minha mente.

                                 *Tom*

-Professor Dumbledore?posso falar com Tom?- Eillen entra na sala


-sim claro- ele responde e eu saio da sala


-Oque foi?- pergunto

-Violet mi lorde , ela acordou! - na mesma hora abri um sorriso, ela havia acordado.

-Vamos eu preciso ver ela- falei ja saindo mas Eillen me segurou.

-Antes de ir lá me escute, ao que se pareçe violet perdeu a memória e ela está chorando e lembra somente de você Tom

Tentei ligar os ponto e pensar sobre oque Eillen falou, mas minha única reaçao foi ir correndo até ela e é claro ser o mais amoroso possível, pois ela perdeu a memória então não deve lembrar de nada é claro, quer dizer que eu tenho uma violet novinha pronta para ser remoldada totalmente

Corri até a porta abri e ela estava sentada chorando fui até ela ainda correndo e ela me abraçou

                                  *violet*
Lá estava ele, era mais alto do que pensei que era, e era lindo seu porte grande braços forte cabelo bem arrumado ele era perfeito.

Ele correu na minha direção e me abraçou seus braços formaram um círculo em volta da minha cintura ele me apertava forte e me sentia protegida por estar com ele, deitei meu rosto em seu peito e ele colocou seu queixo sobre minha cabeça, e seu cheiro era maravilho era um abraço perfeito não queria sair dalí, ir para aquele lugar desconhecido com pessoas desconhecidas, é demais para mim.
                                     


Notas Finais


Foi isso, ficou mais ou menos né, massss acredito que agora tem pé e cabeça que é o propósito disso tudo né galera.
Comentem oque vcs acharam e oque querem ver mais no próximo capítulo ❤ acredito que sexta feira lá pelas madruga de sábado (ficou bem sem sentido essa frase espero que intendam) eu vou postar um capitulo bem grande por que eu vou viajar para visitar meu pai, e eu amoo escrever na viajem kkk mais enfim é isso ❤bjus bjuss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...