História Living for Tom Riddle - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Abraxas Malfoy, Andromeda Tonks, Avery (Riddle-era), Lord Voldemort, Personagens Originais, Poppy Pomfrey (Madame Pomfrey), Rúbeo Hagrid, Tom Riddle Jr.
Tags Harry Potter, Lovegoog, Tom Riddle, Voldemort
Visualizações 86
Palavras 706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Magia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Valenttine minha pessoa maravilhosa, Sorry, prometi capítulo grande e na madrugada de sexta pra sábado descompri os dois, mas não perca a fé querida em breve a lenha pega fogo, mas quer dizer que o motivo é, tive bloqueio de idéias e é bem dificil escrever algo com esses bloqueios e começei a escrever uma fanfic da magcon com uma amiga que mora aqui emtao tive que aproveitar e escrever com ela, mas cá estou eu mostrando a cara.

Capítulo 7 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction Living for Tom Riddle - Capítulo 7 - Capítulo 6

-Não posso acreditar que acordou meu amor!

 meu amor? Se ele me chamou de amor é provável que somos algo mais próximos.

-Você se lembra de mim não é?

Ele disse com tanta esperança que fiquei com medo de desepciona-lo

-Não- eu falei e seus olhos tomarm tristeza e seu rosto caiu - mas me lembro de seu nome e sua aparencia, é só disso que lembro

Logo que falei isso ele abriu um sorriso lindo, me pegou pela cintura e me abraçou

-Viu Eillen a minha menina lembra de mim-

 ele disse e a garota fez cara de confusa  mas depois apenas concordou. Eu não estava entendo nada que acontecia ali, eramos um casal?

-Somos um casal?- falei olhando em seus olhos que logo tomaram um ar compreensível para mim

-Sim somos

-E oque aconteçeu comigo?

Ele ignorou minha pergunta e se dirigiu a maddame pumfrey a senhora que cuidava do local

-Senhora, será que eu poderia levar Viollet para andar um pouco lá fora?

-Sinto muito Riddle, mas ela está fraca - tive que me meter eu ficaria louca se pasasse mais tempo alí

-Senhora, peço que me deixe sair Tom pode me dar algo para comer enquanto andamos lá fora, mas acredito que seu eu permanecer por maisalgum tempo aqui ficarei completamente desesperada

-Ok, podem ir mas cuidado não faça esforços, e esteje aqui depois do jantar

Ela disse, e sorri para Tom que me ajudou a sair de cima da maca, coloquei uma sapatilha branca que havia ali e Riddle me ofereceu um braço e aceitei assim saimos dalí e fomos a caminho do Jardim

-Viollet você sabe que lugar é esse?-Tom disse

-sim eu sei que isso é hogwarts sei que sou uma bruxa mas não sei quem são todas essas pessoas não me lembro da infância da familia sei de tudo menos das memórias -ele segura minha mão e nos sentamos perto de uma árvore na beira do lago

-Posso te contar um pouco da sua vida- eu sorri e ele retribuíu

-Primeiro me diz eu sempro uso essas roupas brancas de lençol? -falo e ele ri

-Não, você se veste bem - ele faz uma pausa- às vezes

Eu ri e me deitei em seu colo.

-Como é a minha família? - ele fez uma cara estranha

-Bem, vc n se dá muito bem com eles , eles são meio loucos e anormais, segundo você

-Nossa! que maldade a minha, e a sua família? - seu rosto ficou chateado-

-Nao acredito que seje algo agradável de se falar para alguem que está ganhando a memória novamente

-Hm, entendo.

-mas do que mais quer saber?

-Oque nós fazemos quando estamos sozinhos? -ele fez uma cara maliciosa e eu rio junto com ele -Tipo do que falamos e oque fazemos

-Nós fazemos planos para realizar no futuro e estamos no caminho para conquistarmos oque queremos- ele disse e olhou para o lago-

-E oque queremos?

Tom ficou um tempo me falando algumas coisas sobre esses "Planos" e a historia de como os sangue ruins são perigosos, pelo oque ele me disse eles podem expor nosso mundo e acabar com nossas vidas, era assustador.

-Bem é algo difícil não acredito que eu tenha coragem para matar um coelho quem dera uma pessoa!

-A Viollet, você sempre foi assim mas estava tentando mudar, quem sabe agora você tenha mais determinação para essas tarefas 


Fechei meus olhos e senti a brisa fria que batia entre as folhas das árvores e se voltava violentamente contra meu cabelo o deixando fortemente inozado 



                                  *Tom*
Era ótimo te-la nas minhas mãos, ela confiava somente em mim naquele momento, era perfeito para eu colocar tudo certinho em sua cabeça, ela permanecia com o mesmo jeito doçe mas depois da historia sobre os sangues ruins que contei a ela senti que ela estava com um certo medo e para Viollet com certeza o caminho para a raiva era o medo.

Não sentia qualquer remorso de colocar ela contra a sua família, ela é boa de mais para eles, e eles a influênciavam a ser daquele jeito meio maluco deles oque a deixava confusa para tomar decisão simples . Mas olhando para ela vejo, elá sera uma Lady perfeita, minha Lady


Notas Finais


Foi isso humanos capitulo bem curto né eu sei mas infelizmente foi isso que sai e só lembrando que ainda busco uma pessoa para escrever comigo caso estejam afim falem comigo nas mensagens

(Valenttine querida pessoa só queria dizer que vc ta sendo minha gasolina pra escrever é isso kkkk)

Beijos na bunda até segunda ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...