História Livrai-nos do mal, amém! - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Personagens Originais
Tags Madara, Naruhina, Naruto, Nejihina, Ninjas, Sasuhina
Visualizações 135
Palavras 2.546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Famí­lia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Capitulo IV.


“Chegara em casa após uma longa reunião com a Hokage, se sentia exausto após o longo falatório sobre a segurança da vila, e sobre o novo treinamento do esquadrão da ANBU. Sasuke atravessou a porta de entrada ouvindo risos vindos do banheiro, teria sido invadido? Não lembrava de ninguém que poderia estar residindo em sua casa. Ativou o sharingan indo em direção ao som, parado na frente da porta do banheiro, o moreno viu a cabeleira azulada de Hinata que escovava os dentes ao lado de duas crianças que de pé acima de um banco ainda estavam nas pontas dos dedos para poderem se ver no espelho.

- Oh, crianças o papai chegou. – Sorriu ao ver o moreno, limpou a boca em seguida dando um beijo em sua bochecha. – Parece que a reunião foi cansativa.

- Hinata? – Indagou fraco diante a cena.

- Espero que não se importe, minha irmã pediu para buscar os meninos para uma festa de aniversário do o filho da Ino vai ser do pijama e ela também vai buscar a filha do Choji.

- Não está tudo bem. – Tentou assimilar a cena a sua frente. Os pares de braços das crianças lhe rondaram as pernas fazendo com que Sasuke se abaixasse de joelhos para receber os abraços.

- Sehun e Hinami vão calçar seus sapatos, a tia chegou. – Disse Hinata ao ouvir a campainha.

As crianças se despediram do pai com alguns beijos saindo em velocidade até a porta da casa. O Uchiha deu um breve aceno para Hanabi que acenava feliz se despedindo do casal, ao sair com as crianças pela porta. A Hyuuga trancou a porta indo em direção a cozinha, sendo acompanhada por seu marido que se sentava na bancada com uma feição surpresa.

 - O que aconteceu? Parece que viu um fantasma. – Comentou ao retirar uma garrafa de vinho da geladeira servindo duas taças.

- Está tudo bem, eu acho. A quanto tempo estamos casados? – Perguntou aceitando a taça enquanto olhava a aliança em seu dedo.

-  Quase oito anos, ainda não decorou a data? – Parou em frente ao homem.

- Eu não me lembro... – sussurrou.

- Está tudo bem mesmo? – Se aproximou entrando entre as pernas entreabertas do homem. – Está exausto, não? Vou falar com Tsunade para lhe dar alguns dias de folga, você precisa descansar. – Selou seus lábios com os do moreno em um beijo calmo e duradouro.

O homem correspondeu ao ato travando a batalha entre suas línguas. Repousou a taça de vinho na bancada levando em seguida suas mãos ao quadril da azulada os apertando com força. Podia sentir o desejo em tê-la para si, a sensualidade quase palpável, a tensão no ar. Hinata se aproximou mais colando seus corpos em um ato tentador para o homem que a empurrou para trás contra a geladeira. A taça caiu da mão da garota se espatifando no chão. Sasuke mantinha o aperto nos pulsos da mulher a virando de costas para si. Uniu as mãos da mulher, liberando a sua para retirar os curtos cabelos de seu pescoço, o qual ele passou a beijar com voracidade.

Ambos arfavam meio aos toques, a pele branca da Hyuuga se arrepiou ao sentir os dedos do homem contra o zíper de seu vestido o abrindo. Sasuke sabia como entretê-la, leva-la a loucura com simples gestos, em um rápido movimento ela se virou o empurrando contra a bancada. Sasuke sentiu o frio mármore contra suas costas, observou sua esposa retirar por completo sua única peça de roupa antes de andar em sua direção, subindo por cima de si no balcão. As penas mãos passaram pelos botões da camisa do homem os desabotoando devagar. O Uchiha gemeu fraco ao sentir o toque quente dos lábios de Hinata contra seu peito, descendo em direção ao seu abdômen".

Acordou de seu sonho com o suave toque de dedos sobre sua bochecha. Se espantou ao ver Sakura ajoelhada o seu lado no chão. Moveu seus olhos pelo quarto constatando estarem sozinhos. Se afastou da mulher  para o outro lado da cama, entretanto sentiu o olhar corado da mesma sobre si, notando estar apenas de cueca, o mesmo esticou seu braço puxando o cobertor por cima de seu corpo novamente

- O que faz aqui? Por que está na minha casa? – Seu tom de voz grosso e rude espantou a mulher que desviou o olhar se levantando envergonhada.

- Hinata me pediu para acorda-lo. – Soou baixo.

X X X X X

Mais cedo naquele dia....

Hinata acordou ao lado de Sasuke na cama, o moreno estava descoberto e trajava apenas uma cueca azul marinho. A Hyuuga sentiu suas bochechas corarem com o feixe de luz que atravessava a janela indo de encontro ao corpo do homem. Não podia negar, ele tinha um físico atraente, sua pele clara contrastava com seus cabelos pretos e as fracas olheiras lhe deixavam com o rosto magro mais belo.

Sacudiu a cabeça ignorando seus pensamentos, puxou a coberta cobrindo o corpo ao seu lado. Pegou uma muda de roupas na gaveta saindo em direção ao banheiro e se trocando. Olhou as horas no relógio da cômoda, constatando que ainda estava cedo. Havia se acostumado a acordar as antes das seis todos os dias durante o treinamento com Madara algo pela qual ela agradecia, já que sempre teria boa parte do dia para fazer o que quisesse.

Optou por preparar um café da manhã para ambos. Acomodou a cabeça do moreno em um travesseiro, assegurando-se de que ele estivesse confortável. Fechou o resto das cortinas, e encostou a porta ao sair. Sentiu suas bochechas corarem novamente ao ver os cacos de vidro no chão, a noite anterior passara como um flash em sua cabeça. Ignorando a visão do homem nu em sua mente, Hinata agradecia por não ter visto suas partes intimas antes de desmaiar evitando que sua relação com o mesmo se tornasse desconfortável. Correu para cozinha pegando alguns utensílios, voltando para o corredor superior o limpando.

De volta a cozinha a mesma pegava alguns mantimentos na geladeira preparando alguns bolinhos de arroz e uma sopa. Aproveitou o tempo de cozimento dos ingredientes para arrumar uma parte da casa, o andar principal era pequeno, continha apenas um banheiro, sala, cozinha e uma ante sala, sendo assim possível para a mesma limpar tudo.

A terminou de por a mesa ao ouvir o fraco soar da campainha. Limpou a mão no avental indo em direção a porta na qual do outro lado uma garota sorridente de cabelos rosas lhe saudava amigavelmente. Sorriu ao ver novamente a amiga após tantos meses, correspondeu seu abraço caloroso de maneira tímida, a convidando para entrar. Acenou para o homem que se aproximava junto a elas em direção a casa. Itachi era mais velho e consequentemente mais alto do que Sasuke. Hinata o considerava o mais bonito dos Uchiha que conhecera devido a suas marcas características em suas bochechas. Sorriu ao ter seus cabelos bagunçados pelo homem que fora convidado para entrar junto de Sakura.

- Será bom ter ambos para o café da manhã. – Hinata sorriu. – Acho que pressenti que teríamos visitas, acabei errando na proporção da comida.

- Onde está Sasuke?- Sakura forçou uma voz amigável para a Hyuuga que não percebeu qualquer problema.

- Está dormindo, será que devo acorda-lo? Vocês devem estar com fome, não? – Sentou na cadeira ao lado de Itachi na mesa.

- Acho melhor que eu vá.. – A fala de Itachi fora cortada por Sakura que já se levantava de sua cadeira.

- Pode deixar comigo, eu sei qual é o quarto dele. – Saiu da cozinha sorridente.

- Ele esta no de hóspedes, aparentemente ele cuidou de mim está noite. – Disse a Hyuuga inocente.

Sakura sentiu seu sorriso se desfazer à medida que subia cada degrau das escadas a sua frente. Como ela se atreveria a dormir no mesmo quarto que seu amado? Sabia que Hinata não seria capaz de nada de cunho malicioso contra o Uchicha, entretanto seu sangue fervia ao imaginar ambos na mesma cama. Adentrou a porta do quarto o fechando atrás de si ao ver o mesmo deitado na cama.

Enquanto isso Itachi se servia de um prato de sopa apesar das reclamações de Hinata pedindo para que esperasse que seu irmão e Sakura chegassem a mesa. Embora tenha sido firme em tentar fazer o mesmo esperar, Hinata acabou sendo vencida pela insistência do homem que implorava por um bolinho de arroz.

- Ta bom, come lado dragão. – Serviu alguns pratos ao homem que devorava. – Tá’ passando fome?

- Senti falta da sua comida baixinha. – Sorriu com a bochechas cheias de comida. – Vou ver o que está acontecendo lá em cima, estão demorando.

- Claro, vou servir os pratos. – Sorriu voltando sua atenção para a mesa.

O Uchiha subiu as escadas notando as vozes agitadas dentre o cômodo próximo ao final dos degraus. Entrou sem bater observando uma mulher de cabelos rosas extremamente corada enquanto seu irmão a ordenava sair do quarto, entretanto a mesma se mantinha estática. Itachi tocou o ombro da garota a levando até a porta do quarto e fechando ela do lado de fora.

- O que eu acabei de presenciar? – Perguntou calmo.

- Por que a Hinata mandou essa mulher me acordar? Estão loucas? – Seu tom era bravo.

- Eu estava vindo te acordar, entretanto Sakura saiu em disparada na frente. Não culpe Hinata por você não ter dado fim em uma paixão platônica de sua fã. – Itachi disse sério em direção ao homem. – Coloque alguma roupa e venha tomar café. – Saiu do quarto de juntando as mulheres na cozinha.

Poucos minutos depois o mais novo Uchiha se sentava ao lado de Hinata na mesa. Começou a comer sem notar os olhares em sua direção. Tanto seu irmão quanto sua colega de time estavam parados olhando firme em seus movimentos. Aparentemente esperavam algumas respostas.

- Por que você estava seminu no quarto em que Hinata dormiu? – Itachi fora o primeiro a falar quebrando o gelo na mesa.

- Ontem eu e ele acabamos no esbarrando no corredor após ele sair do banho e eu desmaiei – a voz da azulada era calma e aconchegante.

-Ela estava suando em febre e delirando. E me pediu para não sair do quarto. – Completou. – Tinha algumas peças minhas que não havia tirado do quarto, então a vesti.

- Vocês passaram a noite juntos? – Sakura perguntou sem papas na língua.

- Tecnicamente sim. Ele cuidou de mim durante a febre, e acabou caindo no sono. – A voz doce ressoou novamente.

O resto do café correu silenciosamente, Sakura saíra mais cedo para trabalhar, e Itachi ajudou a limpar a mesa indo para casa depois. Sasuke ainda estava sentado enquanto observava a Hyuuga guardar o que sobrara em algumas vasilhas e armazenar na geladeira. Sentiu seu coração acelerar ao ver a mesma abrindo a geladeira pegando uma garrafa em seguida. Serviu dois copos de suco a guardando em seguida. Sasuke prestou atenção no zíper do vestido da mesma enquanto ela se virava fechando a porta da geladeira. Hinata se inclinou sobre o balcão oferecendo o copo para o moreno que suava frio com as lembranças de seu sonho.

- Eu fiz hoje de manhã para o café, mas acabei esquecendo, espero que eles não tenham se ofendido. – Disse a mulher.

- Ofendido? – Perguntou confuso. – Com o que?

- Eles podem pensar que fiz descaso com eles. – Comentou frustrada.

- É só um suco. – Olhou o relógio acima da pia. – Temos que ver a Hokage hoje.

- Eu havia me esquecido. – Sentou em seu lugar ao lado do mesmo no pequeno sofá abaixo da janela, que servia de banco para a mesa. – Vamos descansar um pouco antes de ir.

Sasuke observava os ombros da morena de mexerem conforme a respiração soava. Desceu seus olhos pelo corpo pequeno até ver a parte desnuda de suas pernas abaixo dos joelhos. A pele alva de Hinata lhe trazia boas sensações, já a tocara diversas vezes durante o cruzamento de seus caminhos na guerra, entretanto seu coração pesava a cada dia que se lembrava do sofrimento que fora aprisionar as lembranças da morena em um de seus genjutsus e deixa-la correr em direção a Naruto.

Hinata olhou em sua direção admirando o rosto do moreno que estava quieto olhando para as pernas da menina. Levantou seus olhos encarando os orbes platinadas da azulada que ruborizava a cada centímetro de distância que parecia diminuir em meio a intensidade do olhar.  Sasuke aproximou seus rostos notando a menina engolir em seco. “Tão previsível”, pensou consigo. Embora a Hinata de seu sonho fosse desinibida e fogosa, esta a sua frente era tímida e retraída. Como pudera ter sonhado algo tão diferente da realidade?

- Acho melhor irmos. – Disse por fim, se levantou indo em direção a porta da sala com uma Hyuuga corada em seu encalço.

As ruas estavam desertas para sorte de ambos, queriam evitar os comentários recebidos na noite anterior, tendo sucesso. Não demoraram muito para enfim chegar a sala da Hokage que parecia atarefada.

- Perdoe-me pela bagunça. – Tsunade comentou arrumando os papéis. – Acabei de mandar alguns ninjas em uma missão, e não tive tempo de arrumar.

-Tsc. – Sasuke se limitou a dizer.

- Entendemos o imprevisto Hokage. -Hinata a cumprimentou feliz. – O quer gostaria de nos dizer?

- Bem, vamos direto ao ponto. – Tsunade iniciou. – Eu ouvi diversos comentários positivos a respeito da sua evolução em campo, vindos do sensei Kakashi.

- E?- Sasuke se intrometeu.

- Gostaria que você passasse essa semana em teste para se tornar uma ANBU. Caso aceite, ao sair daqui poderá pegar seu uniforme a já iniciar seu treinamento com Sasuke.

- E qual seria meu grupo? Ouvi dizer que trabalham em times de quatro. – Comentou um pouco desconfortável, o que atraiu a atenção do companheiro.

- Sasuke será o líder, e Neji  também estará no time. – Tsunade respirou fundo. – E devido alguns acontecimentos, o único livre para completar seu time seria Naruto, entretanto como sei que sua relação com o mesmo está complicada devido a eventos passados, eu esperava que pudesse considerar a ideia.

- Por mim tudo bem. – Respondeu Hinata após um longo período de hesitação. – Você não precisa se preocupar comigo. Não está certo você ter problemas por minha conduta pessoal.

- Obrigado pela maturidade Hinata. – Tsunade suspirou em gratidão. – Vocês terão uma semana para treinarem, e para que o Uchiha lhe explique os procedimentos da ANBU.

Hinata apenas fez uma reverencia saindo da sala em silêncio. Sasuke estranhou a atitude da moça que se manteve de cabeça baixa por todo trajeto até o prédio da ANBU. A menina ignorava seus pensamentos enquanto escolhia o tamanho de seu uniforme. Era fácil saber o que estava se passando na cabeça dela, ele sabia que a azulada não havia esquecido todo seu amor por Naruto, embora parecesse tentar ignorar seus sentimentos por ele. O Uchiha se limitava apenas a observar ela caminhar já com a roupa de treino em direção a saída do prédio.

X X X X X 

 

Não importa quanto eu pense a resposta continua sendo você
Mas escrevo a resposta errada em meu coração
Tento te empurrar para fora, mas você permanece no mesmo lugar
E agora você esta dentro dos meus sonhos

(Eu não quero te perder, ficar sem você
Nunca mais)


Notas Finais


Oi, não se esqueçam de comentar e favoritar!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...