História Livro 1 : espada negra - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Primeira missão


Fanfic / Fanfiction Livro 1 : espada negra - Capítulo 4 - Primeira missão

Ok, olha eu vou dar uma pulada no tempo de 2 semanas, por que vocês não vão querer ver o meu sofrimento

Depois que eu aceitei o trabalho tudo ficou mais complicado, os treinos duravam horas ( se você pensa que é só balançar a espada, e pronto....meu amigo tu tá muito enganado) eu tinha que saber a posição que eu usaria a espada, tinha que decorar o time, e o mais difícil, acertar alguém

Meus pais não ligaram muito, por eu ter arrumado um emprego, na verdade acho que meu pai até chorou de emoção, por eu ter arrumado um emprego, minha mãe ficou orgulhosa, e eu me senti culpado por mentir pra eles

....

Acordo às 9:00 da manhã para ir a cafeteira, ponho minha roupa padrão, mas Isabel intervem

"Nananinao! Você não vai se vestir que nem um mendigo"

* Eu vou sim*

" Não vou deixar você passar vergonha na frente de um Deus!!! Ó grande Roberto"

-quem roupa eu uso então? - perguntei, pois não resisti, já que ela começou a flutuar como se estivesse sendo levada para o além

"Hehehe feche os olhos....não vale espiar"

Ela passou uns 20 procurando alguma roupa pra mim, e eu ainda com os olhos fechados, o medo começou a tomar conta de mim, pois eu não sentia mais nada, até que ela fala

"Abra os olhos"

E quando eu abri, percebi que ela tinha me possuído, e colocou uma roupa bem...bem diferente, uma camisa vermelha, com uma calça jeans (que eu nem sabia que eu tinha) e um tênis ALL star

"Como eu estou?" Ela perguntou ainda no meu corpo, o que saiu estranho já que ela tinha a minha voz, quando estava no meu corpo

*Eu tô lindo....pareço o Roberto agora*

"Nunca!! Você está aceitável, Roberto é um ser divino"

E fui para a cafeteira

.....

Chegando lá, vejo a placa  "Boss do café"  com uma portinha de vidro escrito "aberto, pessoas entravam e saiam de lá, a cafeteira era bem famosa por aquele local.

Já lá dentro Lily apareceu apressada, levando um pedaço de bolo, Roberto cuidava das bebidas (e só tinha garotas na bancada falando com ele)

"Saiam de perto dele!!!!" Gritou Isabel em minha mente

Edward ( o veio mai brabo) fica sempre na sala dele, já que tipo ele é o chefe, só não tinha duas pessoas no local a Alice e Amanda

"Pena que sua crush não está aqui" Isabel começou a zuar com a minha cara

*Pena que o Roberto, tá com outra* e comecei a ouvir ela me xingando

- aí Max!!! O chefe tá chamando - gritou Roberto, se limpando já que as garotas derrubaram vinho nele, e ficavam o olhando se limpar, e pude ver a Isabel corar ao ver aquela cena

Fui para a sala do Edward, que não era muito impressionante, só tinha uma escrivaninha, com um computador e um monte de papéis jogados, uma cadeira ( que comecei a chamar da cadeira da demissão)

- Max!! Como você está? - Edward sorria para mim só que Isabel não estava feliz

"Eu tava num momento com o Roberto!! Podia ter limpado ele!"

*Não!! Sem chance*

- por que me chamou aqui? - perguntei confuso e com medo de ele me demitir

- você já está duas semanas treinando conosco, já está na hora de sua primeira missão - quando ele disse isso, meus olhos brilharam, até Isabel parou de xingar ele

- sério!! - quase gritei de alegria

"Sério!!"

- sim! A melhor forma de aprender é praticando

*Vó chora*

"Eu também"

- tá chorando? - Edward perguntou

- n.. não!..tô não- meus olhos estavam quase explodindo

-ok... soubemos que acharam um corpo morto perto da rua 2 de abril, mas as feridas não são de pessoas, achamos que possa ser um mutante - ele falou sombriamente

- o que é um mutante? - eu não sabia se Isabel tinha perguntado ou eu

- são pessoas que nascem, meio animais, nesse caso acreditamos que possa ser meio lobo

- um lobisomem? - eu falei, e ele só concordou

- te fizemos uma espada, para conseguir mata-lo, você só tem que chama-la - então ele pegou um faca e fez um corte em minha mão, e colocou no cabo de minha espada que foi mostrando a sua aparência

Devia ter uns 90 centímetros, tinha um tom azulado, e seu cabo havia meu nome escrito, eu a segurei e fiquei mó feliz

"Nois vai matar monstro!!!"

....

Passei o dia inteiro na rua onde o lobisomem ia atacar, já estava quase anoitecendo, e comecei a ficar tenso, só tinha eu naquele lugar

- Isabel, você pode morrer? - perguntei

- bom se o amuleto for destruído, então irei para o vazio, onde passarei toda a enternidade sozinha

- que sombrio - respondi perplexo, lembrei de quando eu fui atacado por trolls e ela gritou para eu não deixar que quebrassem o amuleto, agora tudo fez mais sentido

E ficou de noite...estava um breu, só tinha a luz do poste, mas não era muita coisa, logo algo grande passou voando por cima de mim, era algo que tinha garras afiadas, era bem magrelo e rápido, seu rosto deformado, e também percebi outra coisa o monstro não tinha pelos

"Max....isso não parece um lobisomem"

-quem merda



Notas Finais


Espero que tenham gostado e até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...