1. Spirit Fanfics >
  2. Livro 1 : espada negra >
  3. A pior primeira missão

História Livro 1 : espada negra - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Sla ;-;

Capítulo 5 - A pior primeira missão


Fanfic / Fanfiction Livro 1 : espada negra - Capítulo 5 - A pior primeira missão

Pensei no como eu era idiota, tipo eu nunca fazia esporte, aí eu treino por duas semanas, e penso que eu era um homem aranha, conseguia fazer tudo, aí começo a animação de fazer uma missão, pois achei que seria fácil, mas parece que cada coisa que eu faço é uma missão no dark souls

Bom...agora que eu te contei o como eu me ilude...vamos para como eu me ferrei

....

"Max! Vamos sair daqui!

Parte de mim queria escutar Isabel, e sair correndo dali,  mas também sabia que esse bixo era rápido, e provavelmente ele iria me matar assim que eu corresse. Também pensei em invocar a minha espada, mas o monstro iria me matar

"Aula com a Isabel"

Oiii eu sou a professora Isabel, e estou aqui para explicar como se invoca uma espada. Bom basicamente, as espadas  são feitas de um metal diferente, já que a pele dos monstros são resistentes

Ok, quando uma espada é feita, tem que colocar o seu sangue para ela se tornar sua, assim ela estará conectada e sempre aparecerá quando você estiver em risco de morte, ou quando você a chama-la ( se você já leu Percy Jackson vai saber do que eu tô falando)..... Essa foi a aula até a próxima!!

*Isabel!!Você consegue pegar aquela pedra?*

"Naum..."

*Possuir monstros?*

"Naum"

O monstro rosnou pra mim, e foi o suficiente pra eu sair correndo, já que aquilo fez eu cagar nas calças

- que bosta - gritei, e Isabel apareceu flutuando do meu lado

" O QUE VOCÊ TA FAZENDO!! ELE TA CORRENDO ATRAS DA GENTE"

- EU NAO SEI!! EU NAO QUERO MAIS! - dobrei a esquina

" MEU DEUSSSSSSSSSS!!!" 

Eu parei de correr e vi o que a Isabel estava olhando e só vi com decepção

" Olha esse deus grego!!! Olha esses músculos! Tô apaixonada" - vi que tinha um cara, no estilo Jonny bravo, com um topete loiro, óculos escuros, e uma jaqueta preta, um motoqueiro

- voce é Max? - ele perguntou aquilo,e cada parte de mim se arrepiou

- e Isabel - entrelacei minhas mãos, e fiquei me mechendo de um lado pro outro, quando percebi que a Isabel tinha me possuído

- seu nome é Isabel? - falou o motoqueiro

- não!! Isabel....é...a...minha namorada!! - falei rapidamente, e senti um soco no meu braco

"Idiota!! Agora como vou falar com o Roberto"

- tá mais porque tá me contando isso? - perguntou o motoqueiro ainda mais confuso que eu

- pra...você..saber....que eu tenho uma namorada? - minha resposta foi uma pergunta disfarçada, e sinto outro soco da Isabel

- bem...Amanda me mandou para ajuda-los a matar o lobisomem - ele falou orgulhoso, como se eu estivesse implorando por ajuda (mas eu tô)

- bem falando nisso....não é um lobisomem! - quando eu falo isso, o tal monstro sai dos arbustos e me arranhando nas costas, eu desabo no chão impossibilitado de me mover

O motoqueiro se desespera, e retira sua shotgun (não sei da onde) e começa tentar acertar o tal bicho, o monstro se desvia da maioria, mas acaba sendo acertado bem no rosto, o fazendo cair no chão

"Olha esse suor..." Vi a Isabel flutuando do lado dele

*Isabel me ajuda aqui!! Eu não consigo me mover* 

" Eu deveria? Só por que eu durmo com você! Não significa que namoramos" ela cruzou os braços e emburrou a cara

*Se você não tivesse me possuído nada disso teria acontecido!*

-como isso é possível? Esses monstros não aparecem a décadas..- o motoqueiro se aproximou, e o monstro retomou a consciência, pulando encima dele o atacando freneticamente

"Pensa em algo constrangedor!" Isabel falou 

*Hummm...... Já sei, quando eu me declarei para a menina que eu gosto no portão da escola, e ela recusou na frente de todo mundo*

Nesse momento meus pelos se levantaram, e e senti uma vibração elétrica percorrendo o meu corpo. Eu olhei para o monstro e um clarão o acertou, pulverizando ele na mesma hora.

- vamos - o motoqueiro se levantou cheio de ferimentos pelo corpo, ele chegou perto de mim me pegou no colo e me colocou na garupa da moto

- ele vai se regenerar logo! - ele ligou e foi em disparada a cafeteira

....

Chegando lá, ele entrou comigo paralisado, com tudo, desabou no chão e todos foram nos socorrer

- o que aconteceu? - perguntou Edward

- mutantes....classe 3 - falou o motoqueiro com dificuldade

- isso é impossível! - exclamou Roberto

" Tá difícil se mecher Max?"

*Isabel!!*

Todos discutiam, mas logo as luzes desligaram, e nos fundos alguém tentava arrombar a porta

- se preparem.. - falou Edward

- eles nos encontraram!




Notas Finais


Bom mais um capítulo espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...