História Loading - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Karin, Kizashi Haruno, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Briga, Casamento, Contrato, Drama, Filhos, Gravidez, Hot, Melhor Amigo, Naruto, Revelaçao, Romance, Sakura, Sasuke, Sasusaku
Visualizações 54
Palavras 1.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Capítulo 8


pov.sakura

Nente momento eu e ino estamos jogadas em cima do meu sofá pensando como iremos decorar meu quarto ela tinha trazido varias coisas 


– Vamos deixar o seu quarto com cara de menina! –  disse ino pulando do sofá

– partiu - falei me levantando sem animação 

– Que foi? – Ela perguntou

– Nada, ino– respondi

– Cadê o sasuke? –  perguntou ela que até o momento não tinha se dado conta que ele não estava em casa

– ele falou que tinha algumas coisas para resolver – lhe respondi

– E por que você tá com essa cara?

– Não faço ideia – falei me jogando no sofa de nova – Eu não consigo parar de pensar no sasuke

– ahhhhhhhhhhh – disse ino gritando – vc está apaixonada por ele, eu sabia que isso ia acontecer.

– calma ai sua doida ninguém falou que estou apaixonada, eu só estou surpresa com algumas coisas. 

– Aconteceu algo de especial? - perguntou ela

– Ah, a gente quase se baijou - falei já esperando seu grito 

– vcs o quê?! – ela arregalou

– Eu disse quase. mas sabe o que me deixou triste - falei lhe encarando 

–  o que ? –  perguntou ela 

– é que ele não falou comigo depois disso. –  falei me afundando mais ainda no sofá

– vc imagina o pq dele ter agido assim ? – perguntou ela novamente

– eu acho que ele não quer esse tipo de intimidade cmg – falei me ajeitando no sofa

– sakura acorda, Tá na cara que ele sente alguma coisa por você, e vc sente alguma coisa por ele? - peguntou ela e sentando no sofá do meu lado 

– Ah, ino , sei lá. Ele é legal, e me sinto protegida perto dele, ele foi um dos únicos que me ajudou – falei suspirando fundo 

– sakura, acho que você está encrencada – ela sorriu.

– não eu não estou apaixonada – falei cruzando meus braços

– está bem senhora não apaixonada vamos arumar seu quarto – disse ela se levantando e pegando as sacolas

– vamos - falei me levantando e ino junto dela em direção ao meu quarto.

[...]

Depois que eu e ino pintamos meu quarto ela foi embora então eu  decidi tomar um banho para me livrar do suor e das manchas de tinta lilás que coloriam meus braços. sasuke ainda não tinha voltado paracasa. Vestida com meu pijama de nuvenzinha e minhas pantufas, decidi ler alguma coisa na cama antes de dormir, mas o cheiro de tinta fresca começou a me dar dor de cabeça. fui para a sala e me aconcheguei nele,, acho que acabei dormindo, pois quando dei por mim a luz do sol estava batendo em minh cara, tomei coragem de abrir os olhos e dei de cara com sasuke espera eu estou no quarto dele.

– Bom dia - disse el enquanto arrumava o cabelo 

– Bom dia – murmurei

– Estamos atrasados - disse ele me encarando 

– Tudo bem. – falei me levantando ainda meio grogue 

Voei para o banheiro para tomar uma chuveirada. Eu já havia terminado o banho e escovado os dentes quando finalmente acordei. Corri para o quarto de sasuke.

– Como foi que eu acabei na sua cama? - lhe perguntei diretamente

– Eu te trouxe. Você parecia desconfortável no sofá – disse sasuke quando percebi que ele me encarava merda estou nua 

– Ah, droga sasuke! – Corri para meu quarto, com o rosto pegando fogo. – Desculpa! – gritei, encostada na porta.

[...]

Hoje por incrível que parece recebi uma meia folga depois do almoço fui liberada e como sasuke tinha que trabalhar ainda decidi vim sozinha de ônibus mesmo mas antes de ir para casa passei na floricultura e comprei rosas amarelas e fui em direção ao cemitério da cidade.entrei no cemitério e fui para onde meus pais tinham sido enterrados.Depositei as flores sobre ela e me sentei na grama bem aparada. Suspirei e abracei os joelhos.

- Eu queria que vcs estivessem aqui – falei, olhando para o nome na lápide. – vcs me deixaram um problemão.

eu não queria ter envolvido o sasuke nestes problemas se o kakashi solber que este casamento e uma farsa eu estou ferrada, Só queria que minha vida voltasse ao normal – ter um lar outra vez, talvez comprar um carro.

- Sinto fata de vcs – murmurei, secando o rosto e me colocando de pé.

Decidir ir embora apé para ficar pensando antes de eu pegar a folga depois do almoço eu tive uma conversa com kakashi eu decobrir tudo aquilo caso o casamento fosse uma farsa e que se fosse o sasuke tmb estario encrecado especialmente na empresa e eu perderia minha erança o dinheiro da minha faculdade.Demorou um pouco para eu chegar em casa já era anoite 

Logo que entrei em casa, sasuke estava na cozinha aposto  que estava cozinhando. 

– sakura! – ele suspirou. – vc sumiu nem atendeu o celular 

– vc está cozinhando o cheiro está ótimo - falei desviando da conversa

– Estou. Temos visitas – ele disse

– Visitas...? – perguntei surpresa

– Meus pais e meu irmão estão aqui – ele sussurrou, me puxando em direção a sala

– Mas eu preciso...

Não pude dizer mais nada, porque sasuke me arrastou até a sala, e de repente me deparei com três rostos sorridentes ele são lindos já até sei da onde vem a genetica de sasuke

– sakura estes são meus pais e meu irmão itachi - disse ele me apresentando – Essa é a minha sakura.

A mãe dele sorriu, o pai me estendeu a mão e o irmão assobiou.sasuke pegou e deu um beliscão no itachi 

– Ai! – gemeu itachi . – Ela é gata! O que você quer que eu diga?

– Quero que fique calado. – disse sasuke

– Sou fugaku  – o pai de sasuke se apresentou formalmente. – É um prazer te conhecer.

– sakura  – respondi um pouco acanhada. – Muito prazer, seu fugaku.

– O sasuke disse que você era bonita – resmungou itachi –, mas não imaginei que fosse tanto!

– itachi! – sua mãe lhe lançou um olhar fulminante.

– Só to dizendo... – ele deu de ombros.

–  É um prazer finalmente te conhecer – ela me abraçou com ternura.

– o prazer e meu –  falei retribuindo o abraço 

[...]

Depois do jantar fomos todos dormir e terei que dividir a cama com o sasuke.

- Você sumiu a tarde toda. Onde esteve? – Ele perguntou, jogando o meu travesseiro do lado esquerdo da cama fiquei cala e disse a ele que iria me trocar fui para o banheiro que fica no corredor sem ninguém me perceber. depois que me troquei voltei pro quarto e sasuke tmb já estava trocado.

- Você não vai mesmo me contar onde esteve? – Ele inquiriu mais uma vez. se jogando na cama enquanto eu  me sentava calmamente 

- Você está parecendo um marido de verdade – ri nervosa, tentando botar os pensamentos em ordem. sasuke sorriu sem graça.

- Desculpa, não foi minha intenção. Mas você sumiu, não atendeu o telefone e voltou com essa cara triste. Só fiquei preocupado – deu de ombros.- Eu posso ajudar em alguma coisa, sakura?, Você esta com problemas? Pode confiar em mim para o que precisar.

quando eu ouvi essas palavras eu comecei a chorar e lembrar das palavras de kakashi eu não queroestragar a vida de sasuke por causa da minha ambição de terminar a faculdade. 

- Ei! Não chora – Pediu

- Desculpa – eu disse sinceramente.

- Me conta o que está acontecendo, por favor. Me deixa te ajudar – ele pediu eu fiquei o encarando quando eu ia contar a vdd a vontade me sumiu 

- Eu fui... Visitar meus pais - falei respirando fundo eu até que não menti apenas não falei o que kakashi me falou 

- Você podia ter me pedido para te acompanhar - disse ele me aboçando de lado 

- Eu precisava ir sozinha - falei me dentando, ele se moveu, jogando os braços ao redor da minha cintura. Ele apertou seu corpo de encontro ao meu, os músculos fortes e quentes me envolvendo, se encaixando perfeitamente em mim.

Adormeci sorrindo, pela primeira vez nos braços do meu marido.

 


Notas Finais


espeo que tenham gostado 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...