1. Spirit Fanfics >
  2. Lobinho atrevido - Imagine Katsuki Bakugou >
  3. O lobo pervertido

História Lobinho atrevido - Imagine Katsuki Bakugou - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Ok, você deve estar pensando:" Pera? Como assim? Porque essa fanfic está começando tudo de novo?" Ou "Será que estão plagiando a katsukaccy??"

E não, não estão me plagiando, acalma o coração. E sim, a fanfic está sendo reescrita tudo de novo por um simples motivo, chega até doer em dizer isso mas a minha mãe conseguiu excluir a minha conta principal que é "katsukaccy".

Basicamente ela via o spirit como um aplicativo desnecessário e inútil que tomava bastante o meu tempo, sem contar das vezes que brigava comigo por ficar acordada até tarde. Para quem é um dos meus leitores, que acompanhou todas as fanfics e me conhece, sabe que eu sempre digo que consigo escrevo e postar - a maioria das vezes - capítulos durante às madrugada pois a insónia não me deixa dormir nessa desgraça. E é simplesmente uma das coisas que minha mãe não entende, mesmo se tirar o celular de mim vou continuar acordada olhando para a parede ou o teto feito trouxa esperando milagrosamente o sono vim. Sério eu realmente fiquei muito triste em ver que minha conta, minhas OBRAS! Foram deletada por ela, e tipo escrever é algo que me ajuda muito, me tira da deplorável realidade em que vivemos nos dias de hoje, só queria sentar no chão e chorar, ainda auto me culpo por isso acontecer mesmo sem ter nenhuma culpa.

Dei bastante esforço e dedicação a todas fanfics que escrevi, pra simplesmente ser apagada como se não fosse nada. Não era só """""""""uma historinha boba""""""""""" aquilo era minha vida, meu trabalho e meu orgulho, e a única coisa útil que sabia fazer. Posso até parecer dramática mas amava demais aquela conta assim como as fic's.

Vou começar a reescrever todas elas, pode demorar? Claro! Mas não é isso que iria me derrubar, vou volta e com tudo!

Ps: Fiz algumas modificações na história caso notem e tive que reposta-la agora pois a ansiedade está me matando.

|• Ignore os erros por favor• |

Boa leitura amores ♥️

Capítulo 1 - O lobo pervertido


Fanfic / Fanfiction Lobinho atrevido - Imagine Katsuki Bakugou - Capítulo 1 - O lobo pervertido

ABO. O nome dado ao mundo em que vivemos, é um universo pós apocalíptico, onde há sobreviventes de duas espécies, humanos e híbridos. Afim de preservarem ambas espécies para não ter nenhuma extinção, acasalaram e deram início á alfas, betas e õmegas. Alguns humanos - sobreviventes - julgam bastante a nova "sociedade" por serem tão horrendos aos seus olhos, tentando de vários modos diferentes para destruir os híbridos e voltarem ao seu ciclo normal. Já outros não concordam e defendem a nova genética de vida que foi formada, e tentam derrubar organizações secretas com o intuito de aniquilar todo população "abo".

[......]

A raiva começou a toma conta do meu semblante ao ver o conjunto novinho de sofá, sendo rasgado pelas terríveis garras afiadas de um certo indivíduo.

― Não é possível. ― Analiso com irritação cada detalhe tétrico feito pelo alfa, era inacreditável nem tinha acabado de pagar às prestações. ― Acha isso bonito, mocinho!?

Pergunto em fúria pegando uma almofada toda rasgada do chão, não há esperança de que ainda poderá ser utilizada.

― Tsc, cala a boca sua inútil! Já disse que faço o que eu quiser, não irei obedecer suas regras. ― Responde de forma rude, lançando um olhar mortal para minha pessoa.

O alfa tinha uma altura média, músculos definidos e uma bela barriga chapada, possuindo cabelos loiros e bagunçados que o deixavam concupiscente. Um tom rouco, sexy e atraente em sua voz, podendo fazer qualquer uma cair de joelhos diante do ser pernicioso e astuto que katsuki bakugou é.

Ainda é difícil de responder do porque deixei esse folgado viver no mesmo ambiente que eu, a forma agir junto com esse temperamento explosivo acaba nos colocando em diversas situações de briga. Além de morar debaixo do meu teto, katsuki é um ser completamente mal educado, arrogante, grosseiro e ignorante, sem contar das vezes que me observava tomando banho, tarado!

É óbvio que já tentei expulsa-lo mas ele nunca foi de me dar ouvidos ou evitava o máximo meus sermões, algo que se torna trabalhoso é a socialização com outras pessoas, seja ômegas, betas, alfas ou até mesmo com humanos. O alfa não é o tipo de pessoa que gosta de se enturmar, para ele ter a companhia de si, é a melhor opção.

― Segure essa sua língua, seu malcriado!

Indaguei furiosa aceitando seu rosto com a almofada estragada recebendo um rosnado nada amigável vindo do loiro.

― Caralho, como você consegue ser tão chata, garota?

Furioso, ele imprensa as garras no sofá fazendo alguns furos enorme, fazendo um sorriso travesso surgir em seus lábios avermelhados.

― AH, MAS VOCÊ NÃO FEZ ISSO NÃO?! HEIN BAKUGOU KATSUKI! ― Grito colérica andando apressadamente em sua direção, o ato fez com que o loiro saísse correndo rapidamente. Direciono o olhar para os furos que se encontravam no meu belíssimo sofá destroçado, piso forte no chão xingando o alfa de vários nomes. ― Você é impossível, acha mesmo  que ganhar dinheiro é fácil? ― Suspiro tristemente pensando em como vou dar um jeito nisso.

[......]

Escutar o som da água era como um simples ameno, sentir todos os meus músculos relaxarem enquanto me banhavam na banheira é totalmente afável. Talvez se tivesse um dia bom, de paz, não andaria tão estressada. O objetivo era esse mas o obstáculo é o katsuki.

Termino o banho, pegando uma toalha e a enrolando sobre o meu corpo. Saio do comodo higiénico, deparo com o loiro deitado na minha cama assim que notou minha presença se levantou rápido.

― Bakugou? ― Indago surpresa em vê-lo. ― O que você quer? E como conseguiu entrar? Eu tranquei a porta! Ai, quer saber esquece, sai do meu quarto!

― E ainda diz que o ignorante sou eu. ― Ironizou. ― Quero saber onde está meu casaco, você disse que lavou semana passada e não me entregou.

― Está dentro do guarda roupa, pegue e vaza daqui!

Falo sem paciência, fechando os olhos por um segundo e em seguida abrindo-os, não notando a aproximação repentina do lobo, ruborizando completamente minhas bochechas.

― Enfiou em qual parte?

A voz grave e grossa do alfa fez minha respiração se desregular e as pernas enfraquecer, seguro fortemente a toalha pois a mesma ameaçava cair.

― Na segunda gaveta do lado direito. ― Falo baixo e rápido com envergonhamento no tom de voz.

― Tá. 

Respondeu seco se afastando aos poucos e indo para o guarda roupa pegar o casaco verde que tanto gostava. Solto um suspiro de aliviação pois aquela aproximação foi chocante e embaraçoso para mim.

― Só uma coisa. ― Começou a falar assim que vestiu a peça. ― O que é aquilo? ― Completa apontando para janela, curiosa, decido olhar.

― Aquilo o que,  bakugou? 

Observo atenciosamente cada detalhe da janela, vendo que não há nada fora do normal, percebo que algo gélido se choca com a pele de um dos meus seios, me fazendo se arrepiar inesperada.

― É....macio ― Murmurou lascivo enquanto apalpava o seio. ― O tamanho é perfeito, cabe certinho na minha boca. ― Sorriu provocativo.

Sua frase fez meu corpo todo esquentar de pura vergonha e ódio por ter caído no seu joguinho sujo de distração.

― C-chega! ― Dou um tapa na sua mão. ― Sai do MEU quarto, agora! ― Digo autoritária apontando diretamente para porta. Ele levantou às mãos em forma de redenção se retirando com um sorrisinho sacana no rosto. ― Grrr, esse lobo-porco-espinho pervertido de uma figa, me paga! ― Socava o ar imaginando que fosse sua cara.


Notas Finais


Obgda por lerem até aqui♥️
Até próxima lobinhas(os)♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...