História Logo você - Capítulo 57


Escrita por:

Postado
Categorias Lucas "T3ddy" Olioti
Personagens Lucas Olioti
Visualizações 28
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - Felicidades.


Fanfic / Fanfiction Logo você - Capítulo 57 - Felicidades.

Gentchyyy agora eles estão no natal ok? Ok.

P.v.o Júlia.

Hoje é natal, eu e o Mauro vamos em uma festinha que o Chris preparou e lá vão ter alguns Youtubers e eu.

Meu relacionamento com o Mauro está bom. Nós não estamos namorando mas também não ficamos com outra pessoa, estão meio que em uma pegação séria. Já expliquei o máximo que consigo.

Tomei um banho fiz uma escova no cabelo e passei uma base, delineador, sombra e uma batom vermelho, vesti um vestido longo cinza (foto de capa) e um salto preto.

[...]

Quando chegamos na festa já tinham muitas pessoas lá inclusive o Lucas (que já sabe do meu rolo com o Mauro e até que respeita, apesar de as vezes ele joga umas indiretas e eu finjo não notar.) Assim que nos viu Lucas veio em nossa direção sorrindo.

Lucas: Oi. Vocês vieram pensei que não viriam. - ele abraçou o Mauro e logo me abraçou - Você tá linda. - ele disse no meu ouvido me fazendo arrepiar.

Fomos nós três é nos sentamos na mesa com o Chris.

Chris: Nossa Júlia cê já é linda mais hoje você se superou.

Ri fraco, na verdade forcei um sorriso.

Eu: Obrigada, você também tá lindo, na verdade todos vocês estão lindos.

Mauro imediatamente me olhou.

Mauro: Ela é tão fofa né?- ele virou prós meninos esperando eles responderem.

Lucas: Júlia pode ser tudo menos fofa.

Chris deu um tapa de leve no braço do Lucas que resmungou um "que foi? É a verdade"

Eu: Não se preocupe Chris já estou acostumada com as ofensas do Lucas- claro que ia fazer drama né? -ele só me maltrata.

Eles sorriram e eu também.

A noite foi rolando e fui pra varando pegar um pouco de vento. Todos os meus sorrisos eram falsos, mesmo parecendo reais não eram, eu não queria estar ali, não queria que nada disso tivesse acontecendo, o Mauro é legal, mas só tem um problema. Ele não é o Lucas, e mesmo que eu tente esconde essa verdade não consigo, ela vive comigo e sempre que eu beijo o Mauro ela tá ali pra me lembra que não é o Lucas, e que quem eu queria estar beijando não estava ali.

Me sinto culpada por usar Mauro pra tentar esconder isso.

Fiquei por um tempo sozinha sentindo a brisa até que sou tirada dos meus pensamentos quando escuto a doce voz de Lucas.

Lucas: Tá fazendo o que sozinha aqui bebê?

Eu: Você era meu herói Lucas, meu grande herói, meu amor, mas me decepcionou. Me decepcionou muito o que me deixou muito chatiada, fragilizada, você me fez confiar em você me abrir pra um relacionamento novo mesmo eu ainda estando insegura, e quando minha insegura acabou você simplesmente faz ela voltar com força total e sempre me lembrar do que você fez, do que o Pedro fez, do que todos fizeram e ter medo de um novo relacionamento.

Ele não perguntou sobre isso, mas eu não aguentava mais guardar isso pra mim, e se eu contasse pro Mauro ele não ia mas querer saber de mim. O Lucas é o causador disso ele tem que saber.

Lucas: Eu era seu herói?

O olhei seu rosto e sua expressão era triste e seus olhos marrejavam.

Eu: Sim, e heróis não costumam salvar as pessoas pra depois machuca-las novamente.

Virei as costas e ouvi ele susurrar baixinho.

Lucas: Desculpa. Te desejo felicidades, mas que também saiba, nunca vou desistir de você.

E eu saí, fui fraca por não voltar lá e dizer que ainda o amo. Ou talvez eu tenha consideração com o doce garoto que me acolheu sem me conhecer, e ajudou sem nem um motivo, e é fiel a mim por um único motivo.

Amor.

Uma palavra tão forte que envolve um sentimento tão delicado.

Se tem uma coisa que eu aprendi é nunca diga eu te amo sem amar. Afinal o coração é como um cristal frágil que a qualquer momento pode se despedaçar.


Notas Finais


Quem some e volta fingindo que nada aconteceu? Isso mesmo eu.
Mas tá aí outro capítulo espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...