História Loirinho tentação - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gowther, Hawk, Jericho, King, Liz, Meliodas, Merlin, Personagens Originais
Tags Ban×king, Elizabeth×liz, Meliart, Meliodas×arthur, Nanatsu No Taizai, Yaoi, Zeldris×estarossa
Visualizações 39
Palavras 635
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá capítulo de hoje ficou um pouco curtinho.

Espero que gostem 💜

Capítulo 13 - Juntos.


Fanfic / Fanfiction Loirinho tentação - Capítulo 13 - Juntos.

Meliodas ON 

Após conversar com Zeldris desci até a cozinha e liguei para uma lanchonete. Comprei um lanche para Estarossa, um para Zeldris e dois hambúrgueres para mim. Pois sou o mais velho, por isso NECESSITO de mais comida.

Não demorou muito e os lanches haviam chegado. Gritei chamando ambos para comer. Estarossa desceu as escadas pegando seu lanche e indo até a sala colocando em uma série que todos nós gostamos.

Pensei que Zeldris fosse preferir comer em seu quarto, mas para minha surpresa, ele desceu e parecia estar normal, como se nada tivesse acontecido. A casa estava completamente normal, com provocações, risadas e brigas sem motivo algum.

- Acho que o Meliodas não ter cozinhado hoje foi a melhor coisa que já aconteceu na vida - Disse Estarossa olhando para Zeldris.

- Pode acreditar que sim - Ele falou olhando Estarossa e rindo para si.

- Nossa Zeldris assim você me magoa - O que eu disse só fez eles rirem mais. 

Era raro termos esses momentos reconfortantes. Quem visse pensaria que somos os irmãos mais próximos do mundo. Mas sabia que Estarossa e Zeldris ainda tinham que se resolver. Por isso peguei meu celular e mandei mensagem para Arthur, perguntando se eu poderia dormir lá está noite.

- O papo está ótimo. Mas Arthur acabou de me mandar uma mensagem e disse que precisa de mim urgente. Tchau. Deixo a casa com vocês - Sai de casa, fechando a porta e os deixando sozinhos.

"Agora eu deixo o Zeldris em suas mãos Estarossa"

Estarossa ON 

Já tinha percebido o que Meliodas pretendia me deixando sozinho com o Zeldris. Mas Zeldris parace estranho, ele estava agindo naturalmente, como se nada entre nós tivesse acontecido.

Nós continuamos comendo e conversando normalmente. Até ele terminar de comer e dizer que iria subir para o quarto, pois estava cansado. Mas segurei seu pulso e o impedi de sair. Eu tenho que resolver isso hoje. Irei abrir o jogo com ele.

- Zeldris eu quero conversar com você.

- C-claro - Ele parecia nervoso. Se sentou na minha frente no sofá e nos encaramos por um tempo.

- E-eu queria pedir desculpas pelo o que eu disse hoje - Ele desviou o olhar e ficou olhando para baixo.

- O que você falou era verdade? - Ele falava baixo. Mas eu ainda conseguia o ouvir.

- Sim.

- Desde quando?

- Eu acho que foi no dia em que você quase morreu... - Me referia ao dia em que ele se cortou e teve que ser levado até o hospital - Quando eu pensava que poderia te perder eu me sentia mal e desejava de todas as formas que você ficasse bem - Ele me ouvia atentamente, enquanto eu evitava de olhar em seus olhos - No início eu não entendia meus sentimentos, mas eu sempre tive certeza que o amor que eu sinto por você vai além do fraternal.

- Estarossa e-eu...

- Eu sei que é complicado. Mas, por favor, se eu não puder ter o seu amor, então apenas finja que nada aconteceu e volte a ser meu irmãozinho.

Ele estava quieto e isso estava me deixando desconfortável. Suspirei, ia levantar e o deixar sozinho, mas fui surpreendido por ele que me segurou pelo rosto e me beijou. Eu estava muito surpreso mas não pude deixar de retribuir. Logo separamos o beijo com ambos ofegantes.

- Eu tenho medo. Não quero te perder, mas não posso fingir o que eu sinto por você. Estarossa eu te amo.

Se antes eu já estava surpreso, agora eu estou chocado. Palavras não precisavam ser ditas. Apenas queríamos aproveitar a presença um do outro. Ficamos na sala assistido filmes e no fim acabamos dormindo juntos no sofá, ele em cima de mim com sua cabeça em meu peito.

 

 


Notas Finais


Olá obrigado por lerem.

Espero que tenham gostado e desculpe qualquer erro 💜

Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...