História Loja - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Bia, Castiel, Debrah, Dimitry, Iris, Jade, Leigh, Lynn, Lysandre, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Viktor Chavalier, Violette
Visualizações 1
Palavras 777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora,meus amores

A imagem do capitulo e um cosplay da Debrah..

Aproveitem a leitura...

Capítulo 8 - Loja de artesanato


Fanfic / Fanfiction Loja - Capítulo 8 - Loja de artesanato

capiter 8 - Loja de artesanatos.



  Rosalya ainda me chateava pelos acontecimentos no Halloween,já estava farto disso,depois que dei uma bronca em Xavier por causa do anel,que por alguma razão sumiu de meu dedo depois que voltei a realidade,ele disse que o anel estava na loja dele,ate me mostrou,qual o problema dele de vender essas coisas?  

 Formos para a aula,teria um professor novo,não sei por que mais a aula iria ser no ginásio,bem,ate que não era uma mã ideia.

-Bom dia,alunos.-Comprimentou o professor-Sou Patrick e sou o professeor de artes de vocês.

 Reviro os olhos,sou péssimo em arte,mais quem sabe tenha algo que eu saiba fazer?

-Bem,hoje vamos fazer artesanato.Vamos sortear as duplas.-Ele pegou uma caixinha,e colocou nossos nomes,depois do sorteio ficou assim.



   Mellody e Kentin

   Iris e Lynn

  Castiel e Violete

  Lysandre e Nathaniel

  Leigh e Debrah

  Rosalya e Ambre

  kim e bia

  charlote e li


  Muitos outros,logo Debrah se aproximou sentando do meu lado,ela sorriu,logo o professor explicou o que eu deveria fazer,esculpir um pedaço de madeira,parecia ser fácil,mais quando tentei,não conseguir fazer nada naquilo

-Você e burro..-Ela pega o pedaço de madeira de mim e começa a fazer a escultura

-Você e boa nisso....Me ensina como faz?-Pergunto,ela assenti logo segura minha mão, ela me guia me ajudando a esculpir a madeira.

-Não esta bom...-Ela me olha-Seria mais fácil se você se aproximasse mais.-Ela sorrio

-M-mais perto?

-Não fique com vergonha,venha...-Ela me puxa me fazendo sentar em seu colo,passa os braços em volta de mim,segurando minhas mãos,começamos a escultura-Viu? esta melhor agora!-Disse quando terminamos,logo ela solta minhas mãos,e leva as dela para minha cintura me apertando no local

-Pare com isso...-Digo,saio do colo dela,meio envergonhado,vi que Rosalya nos olhava com raiva,ela tava com ciume? ou sera que a Ambre estava chateando ela?

-Parei.-Chamamos o professor que nos deu paranbens pelo ótimo trabalho,

  Logo Depois,Debrah me deu um abraco demorado,saindo toda sorridente,Rosalya se aproximou me dando um tapa no ombro.

-Qual e seu problema?-Ela pergunta com raiva

-O que?

-Por que deixou que ela encostasse em você dequela forma?-Ela aponta para onde a Debrah saiu,logo segurando minha jaqueta

-Rosa....O que foi? Esta com ciume?

-Não estou com ciume...Só que aquela garota não e confiável...-Ela me solta

-Não e confiável?-Ajeito minha jaqueta-Rosa...Eu fui obrigado a fazer o trabalho...Eu não tive escolha.

-Você e Homem ou uma galinha?

-O que Isso tem haver?-A olho,logo ela da um longo suspiro

-Nada...-Ela desvia o olhar,Mordo meus lábios

-Desculpe...-Digo,não sei porque digo isso,mais acho que estava mesmo me sentindo culpado pelo stress de Rosalya.m

-Não e preciso....eu...-Ela se imterrompe-Vamos para casa?

-Vamos...-Seguro a mao dela,e vamos para casa,quando chegamos ela só sobe as escadas sem dizer nada e se tranca no quarto,fico ali pensando comigo mesmo o que tinha feito,fui tomar banho,tudo o que tinha acontecido não saia de minha cabeça.

  

  No Dia seguinte,fomos para a escola em preno silencio,quando chegamos fomos para mais uma aula de arte.O professor Patrick disse que faríamos costura,EBA,sou muito bom isso.Logo minha parceira seria o Lysandre,isso foi bom.

  Lysandre se furava com a agulha,mais rápido conseguimos fazer um belo vestido,ele queria logo que fizéssemos uma pintura de alguem da dupla usando o que tínhamos costurado

-E agora?-Pergunto o olhando,o vestido certamente não caberia no Lys e nem em mim

-Você veste...Sou bom em pintura...-Disse me eentregando a vestimenta-Alias,você iria ficar lindo...

-Hein? Por que....? Seu chato.-pego a peça de roupa,logo indo ao vestiário vesti-la,não tinha como discultir com o Lysandre,ele sempre arranjava um jeito de ir contra os outros,e sempre ganhava as discursões comigo.Vestir-Me logo saindo,recebir alguns olhares,imlressionados.

-Leigj,faça uma pose para eu começar!-Lysandre dizia me olhando,fiz algo bem simples,ele começou a desenhar,claro que estava muito incomodado com os olhares dos outros alunos sob mim.

  Quando Lysandre terminou,ele tinha feito um belo trabalho,Logo corrir para o vestiário para tirar o vestido,voltando para perto do meu irmão,ele tentava conter o riso,mas foi em vão.

  Logo assim,Ele me da um tapinha no ombro quando o professor dar-nos parabéns pelo trabalho,os alunos aplaudiram,sem intusiasmo,mas foi o suficiente para me fazer querer fugir daquele lugar.Engolir a seco

  Quando a aula terminou,sair do ginásio com Lysandre,Rosalya passou derrubando as coisas de Lysandre,ele tentou dizer algo,mas ela o olhou com desprezo,isso e por raiva,logo que saímos do colégio,Lysandre disse que ia ter que ir para a casa do Kentin,talvez fosse o que conhecir na ultima vez,engolir a seco,logo indo para ver Xavier em sua loja,chegando pude ve-lo em meio a baguncas de Papeis,eu tinha a chave da loja,então sempre pude visita-lo quando queria

-Oi?

 Quando ele me ouvir,veio para perto de mim,sorrindo

-Leigh!-ele aproxima seu rosto do meu,logo segurando minha mão e entrelaçando nossos dedos,os pondo na altura de meu peitoral-Que bom que veio.-Podia ver claramente seus olhos azuis,tao cheios de vida,ele me da um beijo na bochecha

-Por que esta feliz?

-Você veio me ver...-Dizia,sorrindo-Alias,o que devo sua visita?



Notas Finais


sera que a Rosa ta com ciume? Por que esta assim com o Leigh? O que vai acontecer no próximo capitulo?

Desculpa se tiver pequeno,estou tentando fazer o melhor,mas estou desmotivado...Então perdoe-me

Ate o próximo,e beijinhos de amora doce


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...