História Loki, You Stupid! - ThorKi - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Thor
Personagens Loki, Thor
Tags Continuação, Incesto, Loki, Loki You Idiot!, Loki You Stupid!, Parte 2, Romance, Thor, Thor X Loki, Thorki, Thunderfrost
Visualizações 375
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Crazy


Loki Pov's

Sinto seus lábios pressionarem contra os meus de forma inesperada.

Ele me beija calmamente. Sorrio durante o beijo, enquanto sinto calmamente sua língua invadir minha boca. Suas mãos seguravam meu rosto, e meus dedo seguravam seus braços, deixando minhas juntas esbranquiçadas. Logo ouço um estalo de seus lábios se afastando minimamente. Posso encarar seus olhos azuis. Tão belos quanto os mares.

– Eu senti sua falta... – Ele sussurrou e pude sentir seu hálito quente bater em minha pele gelada.

Respiro fundo. Eu também havia sentido. Mas não é como se eu quisesse dizer isso a ele.

– Não temos tempo. – Digo me afastando.

– O quê? – Ele questiona.

– Eu disse que nos veríamos apenas no Ragnarök... e, bom, ele já está chegando. – Digo e fecho os olhos para me concentrar.

– Como?!

– Eu posso ouvir. – Os passos de Hela saindo do submundo, eu podia ouví-los. – Não temos tempo. Temos que ir.

– Eu não vou abandonar meu reino. – Ele diz confiante.

– Odin pode cuidar do reino, vamos. – Digo é o chamo em direção a porta.

– Eu sou o rei, Loki. – Ele diz e isso me estremece.

– Thor, você teria de estar casado... – Digo. Ele levanta sua mão esquerda, pela primeira vez posso perceber a aliança dourada em seu dedo.

Sabe aquela sensação de como se o mundo tivesse parado? Como se você estivesse numa queda? Sabe quando você fica tão inacreditado que você quer negar até seu último instante de vida? Como eu me sinto.

– Me desculpe, Loki... – Ele diz se aproximando, mas eu me afasto.

– Você não me deve desculpas. Guarde-as para sua esposa. Ela tem que desculpá-lo por ter a traído me beijando. – Digo.

Eu sei que eu errei. Porra. Eu sei caralho. Eu sofri por cinco anos também. O remorso de como tudo seria se eu tivesse optado ficar ao invés de seguir lendas. Eu nunca fui de seguir ordens, onde eu estava com a cabeça de que seguiria uma professia?

Mas ele está casado. Eu demorei muito. E eu não posso fazer isso com quem quer que seja a rainha.

– Irmão, eu nunca a amei. Papai me obrigou a casar-me com ela, meu amado. – Ele diz. Como posso acreditar em palavras tão falsas como a dele? Como posso acreditar que ele sequer me amou mais do que a uma mulher? Como posso crer nisso?

Fiz bem em não ficar sofreria em suas mãos.

– Não cometa injúrias em suas próprias palavras. Como podes me chamar de amado, homem hipócrita, não vês que estás casado?

– Estou casado a força. Sabes que é o único que amo verdadeiramente, Loki.

– Isso resolveremos depois. Precisamos ir. Abandona teu reino, pegue tua esposa e partiremos ainda hoje para AlfHeim. Escondidos lá poderemos evitar o Ragnarök.

– Eu não posso deixar Asgard morrer. Eu preciso proteger com minha vida.

– Você morrerá, tolo!

– Eu sou um rei, devo dar minha vida ao reino de necessário.

– Você não pode morrer! Eu não permitirei isso!

– E o que fará? Irá me enfeitiçar? Irá me obrigar?

– Por favor, Thor. Eu voltei por você, seu indigno. Voltei na esperança que suas juras de amor aquela noite foram verdadeiras. Na esperança que estaria esperando por mim. Na esperança que teríamos um destino melhor. Ao menos um melhor que foi profetizado.

– E elas foram, meu amor. Eu apenas amei a você. Esse casamento era a única forma de que eu subisse ao trono, e eu esperava que depois disso pudéssemos dar um jeito e ficar juntos!

– O que esperava? O rei e seu amante? Me poupe, Thor!

– Eu mataria Sif para ter você ao meu lado! – Ele diz esbravejante. – Você é o único o qual quero ter ao meu lado no trono, ao meu lado na vida!

– Então se casou com sua namorada. Como pode ser tão podre ao ponto de dizer palavras amorosas a mim?

– Eu não a amo!  Não como eu te amo! Eu gosto dela como uma fiel amiga, mas nunca a amarei carnalmente como amo a você!

– Então prove que me ama! Abandone teu reino e fuja comigo!

– Loki...

– Eu disse. – Respiro fundo e vou em direção a porta. – Me desculpe pelo incomodo. Espero que você ao menos tenha o tempo de se preparar para o Ragnarök agora. Eu estou indo em direção à AlfHeim nesse momento. Não venha atrás de mim, isso se não for para ficar ao meu lado.

Abro a porta, mas antes de atravessar sinto Thor me puxando pelo braço.

– Eu te amo. – Ele diz olhando fixamente em meus olhos. Ele não mentia. – Eu te amo, como jamais amei ou amarei qualquer mulher ou homem, seu estupido!

Antes que eu protestasse, ele se aproximou de mim e me beijou novamente.

– Eu não deveria ficar do seu lado. Não depois de você deixar o meu. – Ele sussurrou quando nos separarmos.

– Eu era muito jovem, Thor. Não tinha ideia de consequências. Nesses cinco anos que se foram só pude pensar se deveria voltar ou não.

– Fico feliz que tenha decidido voltar.

– Não temos mais tempo a perder, venha comigo, por favor. Já te perdi uma vez. – Disse segurando seu braço com firmeza, enquanto encarava seus olhos azuis.

– Loki, não me faça optar pelas duas coisas que eu mais amo em todos os nove reinos.

– Thor, eu não posso mais aguardar, pegue seus pertences mais importantes e venha, ou eu realmente terei de ir sozinho.

Thor respirou fundo. Seus dentes mordiam seus lábios em dúvida, até que se pronunciou.

– Está bem. – Fiquei em choque. Ele realmente abandonaria o reino por mim. – Me espere aqui.

– Vá rápido! Cada segundo que se passa é um segundo a menos que temos. – Falei, ele apenas assentiu com a cabeça.

Os minutos mais pareciam horas, a cada barulho do relógio, sentia o coração de Hela se aproximando da saída de HellHeim.

– Vamos. – Finalmente ele apareceu na porta, carregava uma mochila. – Me siga.

Me levantei, e comecei a segui-lo, como ele havia pedido.

Paramos a frente de uma porta. A porta tinha detalhes em roxo.

– Não me lembro desse lugar. Por que estamos aqui? – Indago.

– Você vai ter que confiar em mim e não surtar, por favor.

Thor, você realmente está me pedindo para não surtar sendo que com suas palavras já estou louco.


Notas Finais


Eu disse que saia mais hoje
MUAHAHHAHHA

O que será que Thor está aprontando?

Que comecem as apostas nos comentários >:)

Nwkdhskdhskdjkdjs

Aliás, OLÁ PUDIN'S

Como vão?

Eu estou muito bem, obrigada por perguntar :3

Sim eu enrolei um pouco pra postar, mas é tudo estratégia de marketing, eu juro.

Sjlsjrkejdksndljsdljdls

O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO QUE AINDA NÃO FAVORITOU E NEM COMENTOU? >:×

Oras bolas meu

SE VOCÊ CHEGOU ATÉ AQUI E NÃO LEU A PRIMEIRA FANFIC, VAI LÁ LER AGORA

"Loki, You Idiot"
Entra lá no meu perfil (aproveita e me segue RSRS) e você acha rapidinho!

eu estou pensando seriamente se o próximo capítulo será o último ou terá mais algum.

Não sei, fica aí no ar.

×~×

Aproveitar aqui pra agradecer todos os favoritos ;3
Eu fico muito feliz com a repercussão dessa série de fanfics :-)

×~×

Não sei mais o que falar então...

Nos vemos nos comentários

Até lá...

Beijinhos no kokoro 😘❤️


~SL


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...