1. Spirit Fanfics >
  2. L'ombre d'un passé >
  3. 05 - Douleurs passées

História L'ombre d'un passé - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Eu amo essa fanfic tanto!

Capítulo 5 - 05 - Douleurs passées


Kim, ou Min, Yoongi saiu em disparada pelo prédio da empresa ao qual a família Kim comandava. Sua cabeça estava enevoada, perdida, desnorteada, sem saber como agir. As lágrimas afoitas desciam incessantes pelo rosto bonito e que esbanjava uma expressão agoniada. Sua mente traidora lhe enviava a mesma imagem; Jungkook em cima de Taehyung, este que não tinha feito nada para o afastá-lo. No momento Yoongi só tinha uma única certeza: ele não voltaria por nada ali dentro, não agora, não para ouvir o, agora, ex-marido. Sua mente estava um turbilhão de emoções, tão confuso e desolado, ele só queria abraçar Kyungsoo e chorar até que tudo se resolvesse, afinal, os anos de casado lhe deram uma visão privilegiada da bagunça que era Kim Taehyung. Não voltaria a sua casa, não tinha a menor estrutura para pisar naquele lugar que guardava tantas lembranças do seu casamento com Taehyung…


O Min tentava não se questionar o que de exato Jeongguk tinha que ele não tinha, mas a questão havia se tornado inevitável para si. Sua cabeça girava, seus olhos ardiam, mas foi quando tudo se apagou que Yoongi entendeu que estava tão ferrado. 


×××


Taehyung. Ah, Kim Taehyung estava possesso, e se não fosse por Hoseok lhe segurando ele teria ido atrás do Min. Taehyung não queria, nem em mil anos, se separar de Yoongi. Pelo amor de Deus, Yoongi esteve do seu lado em todos os momentos ruins que tinham vivido desde que se conheceram, havia aguentado os seus abusos, e sempre estava disposto a cuidar do Kim quando este chegava exausto da empresa. Era forte, atencioso, cuidadoso, alegre, calmo e lindo. Céus, como Yoongi é lindo na visão de Taehyung. Estava frustrado. Se fechasse seus olhos, Taehyung ainda era capaz de ver o rosto amargurado olhando para si. Ele sentia o peso das palavras do Kim como um tapa na sua cara. Pelos céus, Taehyung só queria pedir ao platinado para ficar, para que lhe ouvisse.


O Kim correu seus dedos pelo cabelo, Hoseok se encostou na mesa e Jungkook continuava sentado na cadeira, tinha uma expressão entediada. Jungkook odiava a forma como Taehyung agia ao redor do marido e não sabia como o Kim, tão elegante quanto era, havia casado com Min Yoongi, tão simplório e pequeno.


Taehyung olhou para os lados. Tentava encontrar uma saída para o problema que agora tinha em mãos, não sabia se corria atrás do platinado, e se o fizesse sabia que não seria ouvido em hipótese alguma. Tudo tinha caído. 


×××


Um pouco mais longe dali Yoongi ligava para Kyungsoo e contara tudo o que ocorreu, o menor o respondeu com uma sequência de xingamentos e ameaças a respeito de seu cunhado. Yoongi não estava ouvindo nada do que o menor dizia, e acabou por encerrar a ligação dizendo um rápido: "estou voltando pra casa". O platinado olhou para seu dedo anelar, onde deveria estar a sua aliança de casamento, seus olhos se encheram de lágrimas novamente lembrando do quanto ele e Tae estavam felizes escolhendo aquele par de aliança. Em um casal jovem e feliz, muito promissor e que mantinham um olhar apaixonado, devoto um ao outro. Quando isso tinha acabado? Quando o amor tinha morrido? Ele realmente foi amado um dia?


×××


Duas semanas se passaram desde que Yoongi e Taehyung se separaram fisicamente. Nada tinha sido resolvido, eles não tinham se visto, se sentiam bagunçados, nenhuma lógica se enquadrava na situação atual que viviam em suas vidas. 


Yoongi se encontrava morando em seu apartamento de solteiro. Era pequeno e sem luxos, muito diferente da grande cobertura que dividia com Taehyung. Entretanto, era dele, e isso já o confortava. Ao contrário do que Kim Taehyung achava, Yoongi não era alguém que prezava luxo em primeiro lugar, essa era a definição de Jungkook, o Min priorizava os momentos únicos e pequenos que vive com as pessoas que ama.


Taehyung, por outro lado, vivia no trabalho. Literalmente. Ele saía cedo de casa, passava o dia inteiro dentro da Kim Enterprise e voltava muito tarde a sua cobertura. Não gostava de como sua casa parecia diferente, mais fria, sem a presença do pálido. 


Jungkook até tentou se mudar para lá, mas foi expulso. Se eles fossem mesmo voltar então teriam que conversar antes de fazer qualquer coisa. A vida estava seguindo. 


×××


Um mês se passou desde a separação do estimado casal Kim. Min Yoongi acordou com seu habitual enjoo. Sentia-o desde duas semanas atrás quando se instalou definitivamente em sua casa. A questão é que o pálido não aguentava mais vomitar tudo que tinha em seu estômago, e até o que não tinha. Sentia sono extremo, muita vontade de ir ao banheiro, comia feito um condenado e seu humor se alterava hora e outra.


Estava irritado!


Mas acima de tudo, sentia medo.


O pálido não era idiota a ponto de não saber o que as mudanças significavam. Ele sabia, e por esse motivo sentia medo. Se estivesse mesmo grávido, então não teria como adiar a conversa que evitava ter com o ex-marido. Pelos céus! Ele não queria isso!


Entretanto, ainda era um homem curioso, sempre tinha sido. Por este motivo que ele tinha pedido a Kyungsoo, um dia antes, para comprar exames de gravidez para si. O momento de encarar a realidade tinha chegado, se estivesse esperando um filho sua conduta teria que mudar, precisaria cuidar mais de si mesmo, prezar a alimentação, os remédios e as consultas e quanto antes iniciasse isso melhor.


Ainda assim, ele sentiu medo.


Lágrimas de agonia inundaram o rosto pálido no fim. O que ele faria agora? Sozinho? E com uma criança? E pela primeira vez em muito tempo, Yoongi se sentiu abandonado. 


×××


Jungkook entrou no escritório do ex-noivo em disparada. Não esperou nem mesmo ser anunciado pela secretaria. Tae tinha lhe chamado para a tão sonhada conversa e ele não poderia perder a oportunidade. O Kim tinha se separado, estava livre e nada poderia lhe impedir de alcançar o que tanto queria. 


Sorriu fofinho para o Kim, este que digitava algo, e depois se sentou em frente a mesa de madeira. 


⸺ Eu vim assim que chamou. ⸺ murmurou o mais novo. ⸺ Estou curioso!


⸺ Hum. Jeongguk? ⸺ chamou sério. ⸺ O que você pretende com essa volta inesperada?


⸺ Eu já te disse, Tae. Quero voltar com o que tínhamos antes. ⸺ suspirou. ⸺ Eu sinto saudade de absolutamente tudo. De como você é animado, carinhoso, atencioso, fofo e tão bom me fodendo. Você não era feliz?


⸺ Sim, eu era. Mas eu não quero sofrer aquele inferno de novo. Eu não vou sofrer aquele inferno de novo! ⸺ balbuciou, sério. ⸺ Então se você está tentando me enganar de novo, eu sugiro que vá embora! 


⸺ Não estou! Eu juro! Me perdoa…


Jungkook exibia um biquinho nos lábios macios e uma expressão dada como triste.


⸺ Eu acabei de sair de uma relação. Eu nem sei…


Taehyung nem conseguia terminar a frase. Lembrar de Yoongi ainda doía em si como o inferno, mas se o Min tinha lhe deixado, ido embora sem dar-lhe uma única chance de explicação então Taehyung também poderia seguir a sua vida, certo?


⸺ Eu vou cuidar de você! Eu vou sim! 


Tae olhou para o Jeon e sorriu cansado, após isso ele balançou a cabeça sutilmente concordando. Jeongguk não perdeu tempo, se levantou às pressas e foi para o colo do Kim beijá-lo. 


O dia se passou e a noite caiu. Em um apartamento em uma cobertura luxuosa um "casal apaixonado" fazia amor como nunca antes. No canto mais distante da cidade um jovem solteiro chorava e soluçava de desespero enquanto passava as mãos sobre a barriguinha lisa. Seul nunca esteve tão dividida.


Destinos traçados, escolhas feitas. As sombras de um passado dado como distante tinham retornado de vez.


Notas Finais


Então, quem quer quebrar uns personagens na porrada?
Espero que tenham gostado do capítulo!
ENTREM NO GRUPO! O LINK: https://chat.whatsapp.com/FIs7bHgRXZm9xz48pXZpJW
Beijos e até o próximo!

FIQUEM EM CASA!

Amo vocês!💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...