História London - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony, One Direction
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Harry Styles, Lauren Jauregui, Louis Tomlinson, Niall Horan
Tags Camilacabello, Camren, Laurenjauregui
Visualizações 162
Palavras 1.264
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Romance e Novela, Saga, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hallo friends!!! Parece que as coisas estão começando a mudar por aqui, huh?

Capítulo 23 - Next Week


 

 

Entrei no meu quarto e fui direto pro closet, peguei meu cobertor xadrez e saí de lá, voltando pra sala. O que eu vi quando entrei no cômodo provavelmente nunca mais vai sair da minha cabeça. Como ela fez isso em tão pouco tempo? Eu só fiquei no meu quarto uns dez minutos...

 

Camila estava só de calcinha e sutiã, usando uma das minhas capas de Hogwarts que deixo penduradas no cabideiro e meu boné da Ravenclaw. Quando me viu ela riu, deu uma voltinha, deitou no chão com a bunda pra cima e começou a mexer no celular. Respirei fundo, ainda parada no corredor. 

 

 

 — Você está usando minhas vestes. — falei. 

 

 

 — Estou! Achei lindo. Quero uma. 

 

 

 — Vende um monte na Disney. 

 

 

 — Me leva lá qualquer dia? 

 

 

 — Huh, infelizmente, não vai dar. 

 

 

 — Por que não? Sua namorada não deixa? 

 

 

 — Olha, nós não namoramos. 

 

 

 — Sério, Lauren? Eu vejo o jeito que vocês se tratam. — ela largou o celular e olhou pra mim. 

 

 

 — A gente se gosta, Camila, mas não namoramos. Não ainda. 

 

 

 — Não ainda? Você pretende namorar com ela então? Uau. Felicidades. 

 

 

 — Eu não pretendo nada. Mas se ela conseguir uma bolsa em Londres, e estivermos afim de namorar...

 

 

Quando falei de Londres ela arregalou os olhos. Será que ela se esqueceu que eu vou pra Londres daqui duas semanas? Ela se levantou tão rápido que eu diria que encorporou o Quicksilver. Camila me olhou, a cabeça levemente inclinada, semicerrou os olhos e começou a balançar a cabeça várias vezes. "Não, não, não, não...", ela dizia. 

 

Suspirei fundo e me aproximei, largando o cobertor no sofá. Ela olhou pra mim de novo, os olhos cheios de lágrimas. 

 

 

 — Não, Lauren, não! — gritou. 

 

 

 — Shiu, você vai acordar o Louis. 

 

 

 — Eu não me importo! Você não pode ir! — gritou de novo — Lauren...

 

 

 — Eu preciso ir, Camila. Me desculpa? — me aproximei mais, ficando tão próxima que sentia sua respiração em mim — De verdade.

 

 

 — Não, eu não vou desculpar se você for. — falou tão baixinho que mal escutei — Não vou conseguir.

 

 

 — Mas eu vou, Camila. — falei no mesmo tom.

 

 

 — Por que você vai? — perguntou, as lágrimas começando a cair — Você não tem motivos pra ir! — a voz aumentando, as lágrimas sem controle — Não tem!

 

 

 — Eu não tenho nada de bom aqui. — dei de ombros abaixando o rosto — Nada me prende aqui.

 

 

 — Eu sou nada? Ou sei lá... A Diane? — perguntou.

 

 

Neguei levemente com a cabeça e me aproximei mais, a envolvendo em meus braços. Camila desabou. Afaguei suas costas enquanto ela molhava meu ombro. Fui sentindo seu corpo ficando fraco e recuei a apoiando em mim até chegar perto do sofá pra senta-lá. Ela ficou pouco imóvel, me olhando de rabo de olho. Me ajoelhei na sua frente, me apoiando em suas pernas.

 

 

 — Você está bem? — perguntei.

 

 

 — Todo mundo está me abandonando. 

 

 

 — Nós não vamos te abandonar, Camila. 

 

 

 — Eu confiava no Dylan, e ele fez isso... 

 

 

 — Eu não queria dizer isso, mas... Eu avisei. 

 

 

 — Eu sei que avisou, Lauren! E eu não quis ouvir! — ela gritou — E agora você vai embora. 

 

 

 — Eu...

 

 

 — Não tente fugir! 

 

 

 — Eu não estou tentando. 

 

 

 — Dylan me deixou. Você vai me deixar e Louis também. 

 

 

 — Me promete uma coisa, Camila? Eu preciso disso. 

 

 

 — O que? 

 

 

 — Você nunca mais vai chegar perto dele. 

 

 

 — Do Dylan? 

 

 

 — Sim, de quem mais seria? 

 

 

 — Eu não sei se posso prometer isso... — disse abaixando a cabeça — Eu o amo, Lauren. Não é fácil. — me encarou nos olhos — Você já amou alguém que mesmo que te fizesse mal, você só queria estar com ele? — perguntou, e então fez uma careta. 

 

 

 — Espero que essa careta seja porque você sabe a resposta. 

 

 

Ela fez que sim com a cabeça e encolheu os ombros. Levantei seu rosto com as pontas dos dedos e enxuguei suas lágrimas. 

 

[...]

 

Meu pijama de unicórnio me protegia do frio que o chão emadeirado fazia. Minhas malas faziam pilhas na minha frente. Estava arrumando a última, com meus colecionáveis. Levei quarenta minutos pra pegar só meus brinquedos, seria uma mudança difícil, mas ninguém disse que seria fácil. 

 

 

 — Você tem mesmo que fazer isso bem quando estou aqui? 

 

 

 — Já é semana que vem, Camz. 

 

 

 — Ow, já disse pra não me chamar assim. 

 

 

 — Desculpe, eu gosto. 

 

 

 — É, e eu também, por isso não pode. 

 

 

 — Tá bem! Desculpe! 

 

 

 — Você fica muito fofa nesse pijama. — ela disse rindo. 

 

 

 — E você fica muito sexy com essa barriguinha de fora. Preciso ser sincera. — disse e ela riu mais. 

 

 

A porta do meu quarto se abriu com tudo, Louis entrou gritando com duas caixas nas mãos, as jogou do lado de Camila na minha cama e virou pra mim. 

 

 

 — Lauren, Dinah tá preparando uma festa de despedida! 

 

 

 — Sério? Que legal. 

 

 

 — Sim! E adivinha? É à fantasia! — ele tava muito feliz. 

 

 

 — Oh, que legal. O que tem nas caixas? 

 

 

 — Fantasias! Ela nos mandou. Uma pra mim e outra pra você. 

 

 

 — E qual é a minha? Ela nem sabe o que gosto, como pode fazer isso? 

 

 

 — Ela é Dinah Jane, Lauren! E a sua é dançarina de cabarét antigo. 

 

 

Arregalei os olhos, mas o que?! Dei um pulo e corri pra caixa enquanto Camila gargalhava sem parar. Abri o embrulho e lá estava, um vestidinho super curto prata cheio de pedrinhas brilhantes e um chapéu preto. 

 

 

 — Vai ficar tão linda. Mal vejo a hora de ver você usando. 

 

 

 — Vai ficar muito sexy. — Camila disse, agora parando de rir.

 

 

 — Eu não vou usar isso. 

 

 

 — Ah, você vai, Lauren. Está no convite que não entra se não for com essas fantasias. 

 

 

 — Então eu não vou, simples assim. — larguei o vestido. 

 

 

 — Você vai sim! A festa é pra gente. 

 

 

 — Mas Louis...

 

 

 — Sem mas! A festa é daqui dois dias. — pegou sua caixa e sorriu. 

 

 

 — E qual a sua fantasia? 

 

 

 — Se eu te falar você não acredita. 

 

 

 — Fala logo!

 

 

 — Padre de época. — ele disse e Camila gritou, rolava na cama de rir. 

 

 

 — Que! — eu acompanhei a cubana. 

 

 

Ele riu também mas fez cara feia fingindo estar indignado e saiu do quarto. Olhei pra Camila, que ainda ria, e neguei com a cabeça, tornando a me sentar no chão e organizar meus colecionáveis. Me perguntei se Camila também tinha sido convidada, quero dizer, ela não tinha muita intimidade com Dinah, que eu saiba. E Diane? Elas só se falam quando eu saio com o pessoal e levo ela comigo. Problemas. Se Diane não foi convidada, eu poderia leva-lá como minha acompanhante, mas e Camila? Eu não posso ter duas acompanhantes, ou posso? Não sei, mas vou ter que resolver isso depois.

 

[...]

 

Quase uma hora depois, finalmente, fechei a mala e a empurrei pras outras. 

 

 

 — Finalmente, pensei que você não ia terminar nunca. 

 

 

 — Minha coleção é enorme. 

 

 

 — Eu percebi. 

 

 

 — São minhas preciosidades. 

 

 

 — Ain que nerdzinha fofa. — ela se aproximou e apertou minhas bochechas. 

 

 

 — Idiota! — gritei com ela. 

 

 

 — Xinga mais que eu gosto. 

 

 

 — Camila! — arregalei os olhos. 

 

 

 — Fica fria, Lauren. 

 

 

 — Estou tentando, Camila. — disse tirando meu pijama. 

 

 

 — Ow, o que você está fazendo?

 

 

 — Tirando o pijama. 

 

 

 — Você vai ficar nua?! — perguntou recuando dois passos. 

 

 

Camila POV 

 

Lauren não respondeu, só deu uma risadinha e puxou o zíper de seu pijama, que alguns segundos depois caiu no chão revelando seu corpo numa cueca boxer preta e uma camiseta branca colada no seu corpo, em seus seios, e ela não estava usando sutiã... Engoli em seco. 

 

 

 — Pode me esperar na sala com Louis? Vou tomar banho. 

 

 

 — Huh... Claro. Claro...

 

 

Saí do quarto dela com aquela imagem em mente. Seu corpo era tão lindo, tão bem desenhado e em forma, como ela conseguia? E caramba, seus... Não, Camila, pare! Esqueça isso! Eu preciso esquecer o belo corpo de Lauren Jauregui. 

 

Notas Finais


Entenderam? hahaha

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...