História Secret Love - Long Imagine BTS - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Imagine, Romance
Visualizações 39
Palavras 2.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu... kkkk(rindo de nervoso)




Leiam as notas finais, tem uma coisinha que gostaria de saber a opinião de vocês♡

Capítulo 14 - Feeling Uncomfortable


S/n acordou no dia seguinte, em sua cama e com a cabeça latejando. Não lembrava como tinha chegado ali, nem como tinha trocado de roupa.

Tinha um comprimido e água ao lado de sua cama, bebeu levantando-se e arrastando-se até a cozinha, onde encontrou Sunhee sentada, tomando café da manhã. Ela parecia ótima.

- Bom dia! - Sunhee cumprimentou, olhando para ela, logo abrindo um sorriso malicioso, S/n não entendeu isso, mas resolveu ignorar, era apenas a Sunhee sendo a Sunhee. - Como está se sentindo? - a perguntou, apoiando-se contra o encosto da cadeira em que estava sentada, ainda sorrindo.

S/n franziu as sobrancelhas, formando uma expressão de dor em seu rosto.

- Péssimo dia... - murmurou, sentando de frente para Sunhee. - Minha cabeça parece que vai explodir, meu corpo está todo dolorido.. - S/n explicou enquanto servia café em uma xícara para si mesma. Apenas bebeu isso. - Nunca mais vou beber tanto assim em minha vida! - exclamou olhando para seu café, fazendo uma careta, escutou a risada de Sunhee, levantou os olhos para o rosto dela.

- Não lembra do que aconteceu ontem? - Sunhee indagou sutilmente, após parar de rir, atenta as ações de S/n.

- Agora que você falou... - Começou, pensativa, toda vez que tentava lembrar sua cabeça parecia doer mais. - Não lembro de nada... tinha algo que eu deveria lembrar? - S/n a perguntou, olhando-a preocupada.

- Não, claro que não.. - Sunhee sorriu novamente, S/n notou uma pitada maliciosa no sorriso dela, isso a deixou desconfiada. - Acho melhor você comer. - Sugeriu para S/n, mudando ligeiramente de assunto.

- Sinto que se eu comer qualquer coisa agora, irei vomitar. - S/n revelou, fazendo outra careta. - Como chegamos em casa? - perguntou, queria saber como foi parar em sua cama e com as roupas trocadas.

- Assim você me magoa, S/n! - Sunhee exclamou, fingindo está chateada. - Nós tivemos uma noite tão maravilhosa e você simplesmente esqueceu de tudo? - Sunhee continuou seu teatro dramático, fazendo-a rir.

- Deixa de drama, fala logo. - S/n pediu, ainda rindo. Sunhee riu também.

- Tirando a pior parte que foi te trazer, - Sunhee começou. - Tivemos uma noite até tranquila para a sua primeira vez louca. - Falou referindo-se a S/n está completamente bêbada. - Te dei um banho e deixei você dormindo feito um bebê. - resumiu os fatos, bebendo seu café. - Esquecendo isso e sua ressaca, sonhou com algo? - Mudou novamente de assunto. S/n corou, olhando para a xícara de café em suas mãos, o sorriso de Sunhee aumentou. - O que você sonhou, S/n? - perguntou, mesmo que já soubesse do "sonho", ela não sabia dos detalhes.

- Está muito confuso, não lembro direito... - S/n murmurou, as imagens embaçadas apareciam em sua mente, voltou a olhar para a xícara em suas mãos, mas Sunhee tinha ouvido.

- Vamos, quero saber! - Sunhee a pressionou.

- Sonhei que estava beijando o Jungkook... - sussurrou em um fio de voz, seu rosto esquentava mais a cada vez que as imagens de seu "sonho" clareava em sua mente.

- E o quê mais? - Sunhee a instigou a continuar.

- E-E-E-Eu vou ao banheiro. - S/n disse, antes de levantar e sair. Sunhee riu.

S/n praticamente correu para o banheiro, fechando a porta. Seu coração acelerava a medida que lembrava mais de seu 'sonho'. Apoiou-se contra a pia de seu banheiro, com a cabeça baixa, tentando controlar suas emoções. Olhou-se no espelho; Calma, S/n, não é como se fosse a primeira vez sonhando essas coisas com eles. Tentava tranquilizar a si mesma.

Arregalou os olhos, ao notar tardiamente as marcas quase roxas espalhadas por seu pescoço e colo. Tirou a blusa que usava, vendo a marca mais escuras que as outras sobre seu seio. O que aconteceu ontem? Perguntou-se ao analisar seu próprio corpo.

Achou marcas avermelhadas em sua cintura, coxas e bunda. O que ela tinha feito? Sua cabeça doía toda vez que tentava lembrar de algo.

Saiu do banheiro as pressas, atrás de Sunhee, acabou esquecendo de vestir a sua blusa.

- Eu briguei com alguém ontem? - perguntou rápido. Sunhee a olhou surpresa e divertida ao mesmo tempo.

- Eu sei que você é gostosa e tal, mas eu não curto essas coisas não. - Sunhee comentou divertida, referindo-se a nudez parcial de S/n.

- Estou falando sério. - S/n revirou os olhos.

- Eu sei, amor.. - Sunhee retrucou, ainda divertida. - Não sei o que aconteceu, quando te achei para levar para casa, você estava assim... - Sunhee disse, ela sabia da verdade, mas não iria contar, caso contrário, do jeito que era fresca, S/n provavelmente não apareceria na empresa por um longo tempo. - Acho que você deve ter caído e quando eu estava te ajudando a trocar de roupa, você tropeçou e esbarrou nos móveis. - Deu uma desculpa qualquer, apenas nesse momento, Sunhee agradeceu por S/n não acreditar ser capaz de atrair ninguém. - Por isso eu disse que não tinha sido uma noite fácil. - completou, com uma expressão séria. S/n estava pensativa. - Tipo assim, eu adoraria tomar meu café da manhã, sem ter que encarar peitos, dá para entender? - Sunhee mudou de assunto, arqueando uma sobrancelha. Ela estava de ótimo humor.

S/n pareceu 'despertar' de sabe se lá onde sua mente estava, corando e voltando para o banheiro, ela percebeu algo estranho na história que Sunhee contou, fora as marcas nas partes inferiores de seu corpo, que ela realmente acreditou, já que era um desastre de pessoa. Não acreditou sobre as marcas em seu pescoço e colo. Não era possível aquilo. Algo brilhou em sua mente, assim que terminou seu banho.

- Você mentiu para mim! - S/n a acusou assim que a viu em seu quarto, ela estava enrolada em uma toalha, dessa vez. Sunhee a encarou com dúvida em seus olhos.

- Tá falando sobre o quê, garota?! - a questionou, temendo internamente que S/n tenha se lembrado do que realmente aconteceu. Não que ela não quisesse que amiga se lembrasse, mas por S/n ser a S/n, isso a deixava preocupada com as reações extremistas da garota a sua frente.

- Você me beliscou para deixar essas marcas, quando eu estava dormindo, porque sabe que eu sonho com os meninos, daí eu ficaria surtada por achar que eu tinha feito alguma coisa com eles! - S/n explicou, como se fosse óbvio.

Sunhee sentiu um alívio ao mesmo tempo em que sentiu vontade de dar uns tapas nela. Colocou a mão sobre o rosto, era decepção mesmo, mas iria disfarçar.

- Você me pegou! - exclamou, fingindo está surpresa com o fato de que S/n a 'descobriu'. - Vem cá, agora me responde uma coisa, você por acaso é alguma criança? - a questionou. S/n franziu o cenho.

- Sou eu que fico marcando as amigas para deixarem elas surtadas no dia seguinte? - S/n retrucou ironicamente. Sunhee deu um tapa em sua testa.

- Ou é inocência demais ou é muito tapada. - pensou alto. - Esquece, vamos logo, quem recebeu folga foi os meninos, nós ainda somos escravas. - falou, mudando de assunto.

S/n concordou, sentia-se mais calma depois que 'esclareceu' a origem daquelas marcas.

Vestiu uma blusa com gola alta, por causa dos belos "hematomas" em seu pescoço, um casaco, uma calça preta e um tênis. Estava pronta.

Sunhee também usava uma calça preta, com uma blusa com mangas longas de crochê cinza e tênis.

- Vamos? - perguntou a S/n, que confirmou saindo logo depois.

O dia foi tranquilo, era mais a limpeza da festinha, entre outros detalhes. No horário do almoço, elas estavam em uma das salas, Sunhee lia a agenda de eventos dos meninos.

- Eles vão ficar dois dias com os pais, depois voltam faltando uns três dias para o ano novo, daí eles vão para um evento, onde eles podem levar até três pessoas da staff. - Sunhee falava para S/n, enquanto lia. - Olha, tem até os nomes de quem vai! - Sunhee comentou divertida, enquanto comia. - Nós vamos! - exclamou, mostrando a agenda para S/n, onde tinha o nome das duas.

- Não vou. - S/n disse, o que fez Sunhee a encarar séria. - Sunie, eu não tenho disposição para ir em outra festa, sendo que tivemos uma ontem. - S/n explicou, parando de comer.

- Eu que não tenho disposição para ficar aturando suas frescuras, se eles escolheram a gente, você, no mínimo, vai aceitar calada e sem reclamar! - Sunhee falou, cruzando os braços a encarando. S/n revirou os olhos e bufou.

- Não... - Foi cortada por Sunhee.

- Você vai e acabou! - afirmou, ainda encarando-a. - Eu não vou deixar você passar o Ano Novo em casa, trancada e assistindo. - Sunhee falou, agora mais suavemente. S/n suspirou, se ela falasse qualquer coisa Sunhee iria comer seu juízo até ela aceitar.

- Tudo bem... - concordou. - Mas não vou ficar por muito tempo! - S/n avisou, antes que Sunhee falasse algo.

- Você é chata! - Sunhee exclamou, antes de pegar uma das almofadas ao seu lado e arremessá-la contra S/n.

- E você me ama! - S/n retrucou, pegando a almofada. Sunhee deu língua para ela, não estava satisfeita, mas era o melhor que iria conseguir de S/n.

Depois de Sunhee terminar de ler a agenda dos meninos até o final de Janeiro, elas terminaram de almoçar, voltando as atividades, que foram muito mais tranquilas que o normal, já que ninguém as "interrompia".

A empresa não abriria no dia seguinte, então estavam de "folga", o feriado de Natal também foi tranquilo, as duas passaram o dia na casa dos pais, voltando a noite para o apartamento de S/n, Sunhee iria passar essa semana lá, depois disse que a deixaria "em paz".

Na manha seguinte estavam de volta ao trabalho, foi como sempre, Sunhee desaparecia dentro da empresa e S/n iria fazer o trabalho quando não estava com os meninos, organizar os presentes e cartas de cada um, arrumar figurino, entre outros.

Andava distraída, como sempre, pelos corredores da empresa, ela estava concentrada nos papéis em suas mãos. Esbarrou em alguém, quando virou, derrubando as folhas. Estava pronta para xingar o ser, mas esqueceu o que iria falar ao ver que era Jungkook.

Jungkook já sabia que era S/n quando trombaram-se, pois era a única que andava distraída pelos corredores, além do cabelo sempre preso em um coque bagunçado. Ficou totalmente tenso perto dela, lembrava perfeitamente o que tinha acontecido entre os dois.

S/n estava tímida, mas em sua cabeça era apenas um sonho, então iria ignorar isso. Voltou sua atenção aos papéis espalhados no chão.

Jungkook a ajudou, ainda calado, quando terminaram de juntar tudo, ele entregou a ela, levantando-se e a ajudando também.

- Obrigada... - S/n agradeceu, olhando-o rapidamente, antes de deixá-lo ir, notou as manchas avermelhadas pelo pescoço dele, franziu o cenho. Segurou o braço dele, o que o deixou nervoso.- Jungkook, o que são essas marcas em seu pescoço? - S/n perguntou preocupada. Sentiu ele a olhar de forma estranha.

- Foi uma brincadeira, acabou ficando marcado. - Jungkook respondeu vagamente, era um claro sinal de que ele não queria falar sobre aquilo.

- Toma mais cuidado, como Idol, não seria muito indicado você aparecer com marcas em um local tão exposto assim. - S/n disse, saindo logo depois.

- Foi você quem fez... - Jungkook sussurrou, assim que a viu virar em outro corredor, mordendo o próprio lábio inferior.

Pelo resto do dia, ele a evitou, toda vez que a olhava lembrava dos dois e isso não era muito "saudável" para a sua mente, principalmente seu corpo.

- Sabe dizer se tem algo errado com o Jungkook? - S/n perguntou a Namjoon assim que o encontrou em uma das salas de música, ele estava lendo alguma coisa.

- Por que está me perguntando isso? - Nam a respondeu com outra pergunta, olhando-a.

- Você convive com ele, não? - S/n o perguntou novamente. Os dois riram.

- Sim, convivo. - Nam a respondeu, parando de rir. - Mas não sei o motivo do comportamento dele. Pode tentar perguntar ao Jin, ou ao Jimin, ou o Tae, que passam mais tempo com ele. - Sugeriu, vendo-a ficar pensativa.

- Obrigada, desculpa te atrapalhar. - S/n agradeceu, sorrindo para o mesmo.

- Por nada, docinho. - Namjoon retribuiu o sorriso, usando o apelido pelo qual o amigo dela a chamava.

- Por favor, é extremamente constrangedor te escutar me chamando assim... - S/n sentia seu rosto arder. Namjoon riu.

- Eu sei. - respondeu, sorrindo. - Por isso mesmo é divertido chamá-la assim. - explicou, rindo da expressão de S/n.

- Desisto de você... - S/n falou, balançando a cabeça de um lado para o outro. Puxou uma almofada do sofá, jogando-a contra Nam, correu saindo da sala.

Resolveu ir atrás dos três, estava com medo de que ela tenha feito algo ao Jungkook que ele não tenha gostado.

Escutou seu nome ser mencionado na sala em que iria entrar, ficou parada escutando.

- Será que a S/n vai gostar do nosso... – era a voz do Tae, parecia que foi interrompido por alguém.

- Ou, Anta! – era o Yoongi, depois um som de tapa. – Não é para falar sobre isso aqui! – ele estava repreendendo o mais novo.

- Isso mesmo, Tae. – escutou Jin concordar. – Temos que manter isso em segredo, sem contar que ela pode aparecer por aqui a qualquer momento. – ele falou, parecia um pouco vago sobre o assunto.

S/n estava intrigada, era a segunda vez que escutava os meninos falarem sobre si mesma.

- Sabia que é errado escutar atrás da porta? – aquela voz suave próxima ao seu ouvido a assustou, S/n sabia perfeitamente quem era, sentiu o arrepio involuntário subir por suas costas.


Notas Finais


Eita, sempre terminando na melhor parte... kkk

Então, my baby's, eu tenho um projeto pendente com vocês, porém, não irei postá-lo agora, apenas quando esse imagine estiver perto de acabar.
Outra coisa também, estarei "preparando" um especial para a nossa florzinha, que estará fazendo mais um aninho no domingo... porém, dependerá se vocês irão querer ou não...;)
Até a próxima♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...