1. Spirit Fanfics >
  2. Longinus >
  3. Divine Dividing

História Longinus - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Haha voltei.

Neste one-shot Issei possui a Divine Dividing.

Capítulo 4 - Divine Dividing


Fanfic / Fanfiction Longinus - Capítulo 4 - Divine Dividing

"Tudo bem, então Issei, estenda a mão esquerda e tente imaginar a imagem mais forte que puder em sua mente."

Assentindo Issei faz o que Rias manda, o jovem demônio estendendo a mão e fechando os olhos, concentrando-se, fechando os olhos e jogando a mão esquerda no ar, desenhando uma imagem dos seios de Ria em sua mente, Issei lembrando como eles olhou a primeira vez que os viu depois de acordar ao lado do diabo ruivo nu.

"ENGRENAGEM SAGRADA!" Issei grita, concentrando-se na imagem o mais forte que pode.

Algo dentro dele clica, como um interruptor girando dentro de sua mente. Issei sente algo nas costas, o objeto repousando sobre as omoplatas e o espaço entre eles, Issei se perguntando o que está acontecendo enquanto ele fica parado com a mão esquerda no ar. , sua mão se fechou em punho.

À sua volta, os membros do clube de Pesquisa Oculta observam, como Issei, cada um deles está curioso sobre a Sacred Gear branca de forma estranha que se formou em suas costas. Nenhum deles reconhece a forma estranha, o equipamento estranho parecendo quase uma armadura, mas sobressai das costas de Issei em ângulo, várias 'seções' nas asas brilhantes como penas. As asas são da mesma cor ciana, um brilho etéreo irradiando delas, como se as asas fossem feitas de luz em vez de carne e osso. A envergadura de Issei atravessa a sala, as asas se enroscam na parede, um sinal claro de que simplesmente não há espaço suficiente dentro da sala do clube para acomodá-las.

"Hã?" Issei pergunta, abrindo os olhos e olhando por cima dos ombros esquerdo e direito a coisa que está atualmente ligada a ele. "O que é isso?"

Olhando para Akeno Himejima, inclina a cabeça para o lado com curiosidade, o vice-presidente e a rainha de Rias curiosos sobre que tipo de equipamento sagrado é apenas um par de asas estranhas. Como Akeno, Yuuto Kiba e Koneko Toujou não têm idéia do que é a Sacred Gear de Issei; Kiba nunca viu nada assim e Koneko nem sequer tem uma Sacred Gear, embora ela saiba que eles podem vir de várias formas.

Apenas Rias Gremory, herdeira da Casa Nobre dos Demônios de Gremory e o único demônio cheio de sangue na sala, tem o menor indício de qual é o equipamento sagrado de Issei. Rias piscando olha para o peão, tudo sobre Issei de repente fazendo sentido. Quando o reviveu, Issei precisou de todos os oito peões, o que significava que Issei deveria ser um demônio poderoso. Quando ela reviveu, Akeno Rias teve que escolher a rainha ou os oito peões, o que significa que Issei deveria ter pelo menos o mesmo potencial que Akeno, se não mais.

Deve ser por isso que o Anjo Caído o atacou ... Se esse Equipamento Sagrado é o que eu acho que é, então ele é realmente especial e meus oito Peões foram bem gastos ...

"Buchou?" Issei pergunta, referindo-se a ela com seu título, e não pelo nome, Rias piscando de surpresa quando de repente se encontra no centro das atenções de toda a sala, com todos os olhos fixos nela.

"Eu preciso ler alguma coisa ..." Rias responde, andando por trás da mesa, pegando um livro na prateleira.

"Hum ..." Issei se arrasta, esticando a mão e coçando a nuca de vergonha, sentindo-se um pouco mais nervoso por Rias ter subitamente encontrado um livro.

Se minha Sacred Gear é tão horrível que ela nem sabe o que é chamado do topo de sua cabeça ... Issei pensa consigo mesmo, seus lábios se contorcendo em uma careta.

Colocando o livro na mesa, Rias abre o tomo, o livro uma enciclopédia demoníaca de Sacred Gears, incluindo as 13 Longinus Gears que dizem ter o poder de matar Deus. Seus dedos percorrendo as páginas que Rias encontra a seção dedicada às 13 Longinus Gears, Rias passando em 3 das 13 antes que Rias encontre o que está procurando.

Ali ... Divine Dividing ... a Sacred Gear que contém o Vanishing Dragon, Albion ...

Olhando para a entrada dedicada ao Longinus Rias, leia a descrição da Sacred Gear, a entrada falando sobre como a Gear pode permitir que o usuário voe, juntamente com a capacidade de 'dividir' a força de outra criatura ao meio depois que o usuário a tocar, a divisão ocorre a cada dez segundos.

"Divina Dividindo ..." Rias murmura; os olhos dela travaram na página à sua frente.

"Divino Dividindo?" Issei pergunta curiosamente, e Rias pisca, sua cabeça levantando.

Olhando em volta para todos os rostos na sala com ela, Rias vê a curiosidade de Issei refletida nos rostos dos outros membros de seus pares.

"É uma das treze Longinus Gears." Rias explica. "Ele tem o poder de dividir o poder de um oponente ao meio e absorver a energia perdida como se fosse uma vez a cada dez segundos."

Os olhos de Issei piscando se arregalam de surpresa.

"Então ... eu posso tirar a força de qualquer oponente deles?" Issei pergunta, uma parte dele se sentindo incrivelmente sortuda por ter recebido a Sacred Gear que possui. Outra parte dele, no entanto, entende que o que Rias disse é bom demais para ser verdade, e ela tinha que ter esquecido alguma coisa.

"Você precisa tocá-los primeiro ..." Rias explica, balançando a cabeça em negação. "Ele também funciona apenas na última criatura que você toca, ou seja, se você tocar acidentalmente em um aliado após tocar em seu inimigo, se você usar o poder de divisão, seu aliado será afetado. O mesmo acontece se o seu oponente sofrer uma de suas divisões e então envia seus subordinados ou aliados atrás de você. Se você tocar em outra criatura, essa será a que você dividirá, não necessariamente o oponente que você deseja afetar. "

"Então ... eu tenho que ter cuidado ..." Issei explica, e Rias assente.

"Especialmente se você está lutando contra um oponente que é mais do que o dobro da sua força." Rias explica para ele. "Se eles são tão poderosos, mesmo depois de serem divididos, ainda serão mais fortes que você e, depois de sofrer uma divisão, provavelmente saberão o que você pode fazer e usarão os dez segundos seguintes para tentar vencê-lo antes. isso acontece novamente. "

Ela tem que explicar tudo para ele. Ela não quer que Issei fique confiante demais devido à capacidade de sua Sacred Gear, que embora poderosa, tem suas limitações. Essas limitações se tornam óbvias, especialmente quando se luta contra vários oponentes, como durante um jogo de classificação, ou quando se luta contra um anjo caído e seus subordinados. Em combate único, a Sacred Gear de Issei é bastante poderosa, embora uma vez que seu oponente "tenha caído", Issei venceu a batalha essencialmente, desde que seu oponente seja incapaz de matá-lo antes de mais dez segundos se passarem.

Ou seu oponente é duas vezes mais forte que ele ... Rias escolhe não dar voz ao pensamento. A última coisa que ela quer fazer é deixar seu servo mais novo apreensivo.

"Eu ... acho que entendo ..." Issei diz, seus olhos caindo no chão.

"Não que você tenha algo para estar deprimido." Rias diz, sorrindo seguramente para seu último servo, fechando o livro em sua mesa. "Faz sentido o motivo pelo qual o Anjo Caído tentaria matá-lo agora. Com sua Sacred Gear, você poderia facilmente matar um deles e é uma enorme ameaça para eles."

"Oh ..." Issei arrasta, suas mãos fechando em punhos.

A lembrança de 'Yuuma' assassiná-lo depois que ele a levou para um encontro ainda está fresca com ele. Ele ainda consegue se lembrar claramente dela sorrindo e falando com ele, dizendo que se ele estivesse chateado, deveria amaldiçoar Deus por dar a ele a Sacred Gear em primeiro lugar.

Agora, porém ... Issei pensa consigo mesmo. Com esta Divina Divisão, eu poderia vencê-la ...

"A partir de amanhã, você estará passando por treinamento diário comigo, Issei." Rias diz, e Issei pisca, sua raiva por Yuuma corou com a declaração de Rias.

"Treinamento diário?" Issei pergunta, e Rias assente.

"Todas as manhãs, a partir de amanhã, estarei em sua casa às 5 da manhã e começarei a treinar você." Rias explica para ele.

"Trem…?" Issei pergunta, sua Sacred Gear desaparecendo de suas costas.

"Está certo." Rias explica. "Sua engrenagem sagrada ficará mais forte quanto mais forte você for." Rias continua. "Se você absorver muita energia, o seu equipamento expelirá para impedir que a machuque, mas se você se fortalecer e treinar, sua capacidade básica não será apenas maior, mas você também poderá absorver mais energia".

"Oh ..." Issei segue, e Rias se senta na cadeira.

"Agora então ... nos negócios ..." Rias começa, seu tom repentinamente rápido e profissional.

Oh, aqui vou eu ... distribuir panfletos novamente ... Issei pensa consigo mesmo.

TimeSkip.

Enrolando sua bicicleta até o prédio de apartamentos Issei Hyoudou estaciona sua bicicleta antes de descer, o jovem diabo subindo os degraus em direção à porta do segundo andar que Rias lhe falou. Aparentemente, Koneko recebeu dois pedidos para esta noite e Rias pediu que ele cobrisse um deles. A primeira vez que ele recebeu um pedido, Issei encontrou um otaku que era obcecado por um anime no qual Issei também gostava, e ele acabou entrando em uma discussão acalorada sobre isso e depois assistiu a um monte antes de sair. casa.

Aproximando-se da porta, Issei empurra a porta, gritando como ele faz.

"Alô? Tem alguém em casa?" Issei chama, uma parte dele lembrando a si mesmo que é estranho que alguém simplesmente deixe a porta da frente aberta.

Pelo menos o otaku assustador manteve a porta trancada ...

Entrando na sala, Issei grita, uma sensação sinistra de pavor se abate sobre ele quando Issei fecha a porta atrás dele, Issei olhando para a esquerda e para a direita, procurando algum sinal da pessoa que o chamou.

"Olá ..." Issei chama novamente. "Eu sou o diabo que você chamou da Família Gremory ..."

Ninguém o chamando em resposta Issei entra cuidadosamente na casa, o jovem demônio esquecendo de tirar os sapatos, Issei enfiando a cabeça na sala do apartamento, e o que o jovem vê lá o faz parar e encarar.

Um cadáver jaz eviscerado no chão, sangue respingado em todos os lugares, como se uma piscina inteira tivesse sido jogada em todos os lugares. Olhando para todo o sangue, Issei parece que de repente entrou em um sonho. Ele nunca viu um cadáver antes, e agora parado no arco no apartamento de uma pessoa desconhecida, Issei está vendo seu primeiro cadáver, aparentemente cada gota de sangue no cadáver fatiado e baleado, tirado do corpo e depois respingado em torno dele.

"Bem ... bem ... bem ... como você está fazendo merda?" A voz de um homem choca Issei fora de seu delírio, seus olhos procurando a fonte da voz, Issei vendo um homem sentado no sofá perto do cadáver, completamente descontraído e relaxado, apesar do corpo a menos de um metro e meio de distância.

Com um casaco longo e vestido com roupas escuras, o homem tem um sorriso nos lábios, uma cruz no pescoço, significando que ele tem alguma lealdade para com a igreja. Empurrando o sofá, o homem se levanta, completamente à vontade com o corpo eviscerado na sala com ele.

"Quem é você e o que você está fazendo aqui?" Issei pergunta, dando um passo atrás. "Você fez isso?"

O sorriso cada vez mais frio percorre a espinha de Issei ao ver aquela expressão.

"Claro." O homem responde sem um momento de hesitação. "Ele estava fazendo um contrato com um diabo de merda e merecia morrer".

"Você o matou apenas por convocar um diabo?" Issei pergunta, sem entender como um padre poderia ser tão insensível ao cometer um assassinato.

"Obviamente." O homem responde. "Se você pensa em formar um contrato com um pedaço de merda, então você está subumanidade humana. Estou fazendo um favor a essas pessoas matando-as antes que elas possam fazer algo estúpido e se envolver com demônios."

Olhar para o homem que Issei sente como se tivesse levado um tapa. Correndo para a Ásia e crescendo como um garoto japonês normal, a única experiência de Issei com o clero sempre foi positiva. Ele sempre soube que padres e freiras eram carinhosos e prestativos.

"Você não é padre." Issei nega, e o homem sorri, enfiando a mão na jaqueta.

"Como um diabo saberia o que faz um padre." Ele retruca cinicamente. "Chega de conversa de merda. Meu nome é Freed Sellzen e eu sou o padre que vai te matar!"

Puxando uma arma estranha e um punho de espada da jaqueta, Issei estreita o olhar, o jovem demônio prestes a perguntar o que Freed pretende fazer quando uma lâmina de luz dispara do punho da espada em sua mão direita. Vendo aquela lâmina, Issei se prepara, usando seu equipamento sagrado, ativando-o.

"Divine Dividing!" Issei grita, as asas aparecendo atrás dele, Freed piscando de surpresa ao ver as asas enroladas saindo das costas de Issei.

"Asas?" Freed pergunta, olhando para eles por um momento. "De que bom as asas vão fazer você dentro do seu diabo estúpido?"

Fechando as mãos em punhos, Issei sabe que ele precisa tocar Freed antes que ele possa usar seu poder contra ele. Se Freed pode imobilizá-lo e depois cortá-lo, Issei é tão bom quanto morto.

"Que tal agora?" Issei exige, pulando para frente, movendo-se o mais rápido que pode, puxando o punho para trás enquanto cruza a distância entre eles, enfiando o punho na mandíbula de Freed com toda a força que Issei pode ter.

"HA!" Issei chama, socando o homem.

Infelizmente para Issei, ele só recentemente se tornou um demônio, e fisicamente não é muito mais forte que um ser humano normal.

Vendo Freed tropeçar um pouco com seu golpe, Issei pula para trás, suas asas permitindo que ele deslize pelo ar, apesar de estarem enroladas atrás dele, Issei pousando em seus pés como se fosse uma segunda natureza.

"Que tudo que você pode fazer diabo de merda?" Sorrisos liberados, voltando a cabeça para Issei, os lábios se afastando dos dentes em um sorriso predatório. "Eu vou gostar de te matar!"

Freed erguendo a arma, Issei se prepara.

Vamos lá, faça ... Issei pensa consigo mesmo, sem saber como usar o poder de sua Divina Divisão para reduzir pela metade a força de seu oponente.

[Divida] Uma voz estranha vem das asas em suas costas, Freed piscando de surpresa, sua arma vacilando na mão estendida.

"O que ..." Freed murmura, sentindo como se tivesse acabado de se exercitar, o padre piscando de surpresa com a súbita e exausta sensação de atingi-lo.

Sentindo a força de Freed surgindo nele, Issei parece um milhão de dólares. Ele nunca se sentiu melhor em sua vida, como se estivesse com pressa, cada parte dele se sentindo viva e carregada, como se todas as partes de seu corpo estivessem cheias de poder.

"Por que você ..." Freed murmura, concentrando-se na mão da arma, firmando a mão enquanto mira em Issei.

Movendo-se instintivamente, Issei se vira para a esquerda, Freed puxando o gatilho quando a arma dispara, seu tiro apontado para o rosto de Issei, a bala é larga, o tiro faltando e atingindo a parede.

"Não está se sentindo tão forte?" Issei pergunta, e Freed rosna, mexendo a arma, apontando-a para Issei.

"Não fale comigo, seu diabo de merda!" Rosnados livres, apertando o gatilho.

Tentando desviar de outra bala, Freed não para com apenas uma, o padre dispara várias vezes, os tiros são bastante desorganizados, Issei incapaz de desviar de todos eles, uma das balas roçando seu braço esquerdo, um segundo tiro acertando-o na coxa direita.

Sentindo uma pontada de dor ardente, o rosto de Issei se contorce em agonia, seu sangue jorrando da ferida quando a bala rasga seu corpo e depois sai pelo outro lado, Issei grunhindo de dor, ambas as mãos agarrando a ferida enquanto dez segundos passam.

[Divida] A voz diz novamente, e Freed novamente sente como se tivesse levado um chute no estômago, sua força restante cortada pela metade Freed parece que ele acabou de correr uma maratona, o homem exausto, quase incapaz de suportar.

"O que você tem…?" Murmúrios libertados, apunhalando a espada no chão, o padre apoiando-se na espada energética enquanto a própria lâmina pisca.

Sentindo energia fluindo para ele, Issei ainda pode sentir a dor vindo da sua coxa direita, a ferida ainda sangrando, mesmo quando Issei se agarra à ferida.

Deus que dói! Que tipo de bala machuca um diabo assim?

"Heh ... bala abençoada, seu diabo de merda ..." Freed explica como se pudesse ouvir os pensamentos de Issei. "Queima através de sua carne e osso como uma faca quente na manteiga ..."

Agarrando a ferida, Issei olha para o padre encostado em sua arma.

Abrindo a boca para dizer algo que Issei está prestes a condenar o padre e dizer a ele que ele perdeu a luta quando o grito de uma mulher o interrompe, Issei reconhece a voz da mulher de quando ele a encontrou há três dias.

"Issei-san?" A voz de Asia o chama, ambos Issei e Freed se virando para o som, Asia parada perto da porta, o rosto contorcido em confusão, a jovem freira loira sem saber o que está acontecendo enquanto o sangue escorre pela perna de Issei.

"Ásia ... rápido! Me ajude!" Freed chama por ela, apontando para Issei com a mão na mão enquanto ele continua. "Esse diabo de merda fez algo comigo e eu preciso da sua ajuda antes que ele me mate, assim como ele matou esse pobre homem!"

Seu rosto se contorcendo de indignação, Issei volta sua atenção para Freed.

"Você é o responsável por isso, não eu!" Issei nega.

"Calma, seu diabo de merda!" Freed grita de volta, voltando sua atenção para a Ásia. "Rápido, me cure antes que ele possa se recuperar de sua ferida!"

"Não dê ouvidos a ele, Asia-chan!" Issei a implora. "Ele matou esse humano e está tentando me matar! Fui enviado para cá porque fui convocado! Por que eu mataria a pessoa que me convocou sem que eles assinassem um contrato primeiro?"

"Eu ..." Asia hesita, a jovem não sabe ao certo como proceder.

Encontrar a Issei Asia não acha que ele é uma pessoa má. O fato de Issei ajudá-la quando ela não tinha ideia de onde estava significava muito para ela. Ele também a viu curar alguém e não a chamou de herege ou a ostracizou. Em vez disso, ele disse a ela que achava que era um poder útil e realmente a elogiou.

"Você é realmente um diabo Issei-san?" Asia pergunta em voz baixa, Issei engolindo a saliva em sua boca, sua dor temporariamente esquecida.

Balançando a cabeça lentamente, Issei pode sentir uma forma de vergonha no estômago.

"Eu sou um demônio Asia-chan ..." Issei admite. "Eu ... eu nunca quis esconder isso de você, e decidi que nunca mais te veria novamente ..."

"O que você está esperando, sua idiota loira estúpida!" Rosna libertada para ela. "Venha aqui e me cure antes-"

[Divida] A voz vem das asas de Issei novamente, a força de Freed mais uma vez saindo dele como água pelo ralo.

Sua lâmina desaparecendo Freed cai no chão, seus olhos se sentindo pesados, seu corpo inteiro parecendo um peso de chumbo.

"Freed-san ..." Asia murmura, tentando ajudá-lo quando um círculo vermelho mágico aparece no espaço atrás de Issei.

Um homem loiro salta do círculo, uma espada na mão que Yuuto Kiba pousa na frente de Issei, com a arma na frente dele.

"Oh meu ..." A voz de Akeno continua enquanto o vice-presidente do Clube de Pesquisa Oculta caminha pelo círculo, a rainha de Rias Gremory seguida de perto por Koneko e Rias.

"Todo mundo ..." Issei murmura, surpreso com o clube inteiro aparecer de repente.

"Havia uma barreira, então não tínhamos idéia de que algo estava errado até poucos minutos atrás ..." Rias explica, olhando ao redor da sala, vendo o corpo mutilado no chão.

"Vadia estúpida ..." Freed murmura, lutando para se apoiar nas mãos e nos joelhos. "Agora temos um monte de demônios de merda para lidar e tudo porque você não conseguiu manter a barreira ..."

"Eu ..." Asia murmura, olhando entre Freed e Issei, a jovem claramente confusa com o que está acontecendo ao seu redor.

"Issei, você está machucado?" Rias pergunta, preocupa sua voz quando a Princesa Ruína de Ruiva se aproxima de seu peão, Issei momentaneamente voltando sua atenção para o diabo que salvou sua vida.

"Eu vou ficar bem, Buchou." Ele assegura Rias, dando ao seu mestre um sorriso momentâneo.

Seu olhar apontou para a crescente mancha vermelha na perna direita de Issei, que sorri, estendendo a mão e coçando a parte de trás da cabeça de vergonha.

Koneko piscando olha para o teto.

"Anjos caídos chegando." A torre de cabelos brancos oferece bruscamente, Rias piscando surpreso com a nova informação.

"Ha ..." Libertou murmura, apenas falando exigindo esforço. "Parece que as mesas mudaram agora, hein?"

"Koneko ... pegue Issei, vamos embora." Rias declara, Koneko balançando a cabeça enquanto Issei pisca de surpresa.

"O que?" Issei exige, surpresa em sua voz quando Koneko se move para ele, a garota de cabelos brancos o pegando como se ele fosse um saco de batatas, jogando-o por cima do ombro.

"Nós não podemos ficar aqui e lutar contra Issei." Contadores de Rias. "Fazer isso não serviria para nada e apenas colocaria todos nós em perigo mortal sem motivo. Akeno ..." Rias se dirige à rainha.

Assentindo a mulher de cabelos escuros, levanta as mãos, já bem ciente do que seu Mestre pretende que ela faça.

Um círculo mágico que aparece Issei balança a cabeça em negação.

"Não! Não podemos deixar a Asia-chan com eles!" Issei tenta argumentar e Rias balança a cabeça negando.

"Somente membros da família Gremory podem viajar com este círculo." Rias nega e Issei tenta se libertar.

"Então me deixe aqui! Deixe-me ir! Eu tenho que protegê-la deles!" Issei tenta argumentar, Ásia piscando de surpresa com sua declaração.

Ele está tentando ajudá-la, mantê-la segura, apesar de ser um demônio e vários Anjos Caídos estarem a caminho, sem dúvida para ajudá-la e Freed e matá-lo e seus compatriotas.

"Issei-san ..." Asia fala devagar, surpresa em sua voz com o desinteresse do jovem, com a vontade de arriscar sua vida por alguém que ele mal conhece.

"Ásia! Não!" Issei nega, estendendo a mão para tentar diminuir a distância entre eles, mesmo quando o círculo mágico sobe, transportando os demônios Gremory para longe da cena.

TimeSkip.

Sentada em uma cadeira, Issei nua pode sentir os seios de Rias pressionados contra suas costas, os braços dela envoltos em torno de seu corpo. Ele também pode sentir uma sensação de calor por todo o corpo, a sensação mais forte em seu braço, onde ele foi esfolado, e na perna, onde ele foi baleado.

Pensar ... ela já fez isso comigo antes ...

O pensamento de Rias pressionando seu corpo nu contra o dele envia todos os tipos de pensamentos pela mente de Issei, embora esses pensamentos sejam temperados por seu próprio constrangimento, ambas as mãos praticamente esmagando sua virilha, para que ele não permita que Rias veja seu ponto mais íntimo.

No entanto ... ela já dormia nua ao meu lado ...

"Aí ..." Rias começa silenciosamente. "Eu fiz o que posso."

Assentindo Issei se levanta, deixando o chuveiro e fechando a cortina atrás dele. Do lado de fora, os outros membros do Clube de Pesquisa Oculta esperam em silêncio, Koneko lendo um livro enquanto Yuuto se inclina casualmente contra uma janela, a cabeça virada para a janela, o garoto loiro olhando pela janela com uma expressão pensativa, o jovem parecendo transmitir o mensagem 'Sou sombria e misteriosa', que as meninas do ensino médio sempre parecem comer.

"As balas que os exorcistas perdidos usaram foram especialmente feitas para matar demônios, então você precisará de tempo para se recuperar." Rias explica para ele quando o chuveiro liga, o som da água espirrando nos ouvidos de Issei.

Vestindo um par de boxers, Issei caminha para o assento de amor mais próximo do chuveiro, Akeno em pé perto do sofá de duas almofadas com um kit médico na mão.

"Exorcista perdido?" Issei pergunta, sua voz tingida de curiosidade.

Sentado no sofá, Akeno abre o kit médico, Yuuto se afastando da parede e caminhando para o outro sofá, falando enquanto ele faz, Koneko aparentemente enterrando o nariz em seu livro, para que ela nem vislumbrar Issei em seu roupa íntima.

"Um grupo deles foi expulso da Igreja por ser radical demais". Yuuto explica enquanto se senta do outro lado da mesa de Issei, Akeno começa a enrolar um curativo no braço enquanto Rias desliga a água para o banho. "Sem muitas outras opções, muitos deles escolheram se tornar servos dos Anjos Caídos".

"Então ... você está dizendo que a Ásia é como aquele desgraçado do Freed?"

O som da água parando Issei pode ouvir a cortina sendo puxada para trás, Rias respondendo à sua pergunta.

"Seja o que for que a freira seja, você é um demônio, e ela é serva de um Anjo Caído. É assim que é."

"Mas ..." Issei murmura, sem saber o que dizer, mesmo quando Rias se senta atrás de sua mesa, o diabo ruivo vestido apenas com uma toalha.

"Vou precisar de mais tempo com você para curar completamente essa ferida na sua perna." Rias explica para ele, seu tom casual apesar de sua extrema falta de roupas, Akeno amarra o curativo ao redor do braço antes de se levantar, movendo-se para o lado oposto para curar a perna.

"Está bem." Issei concorda baixinho, o jovem não sabe o que mais dizer em resposta a isso.

É por causa de sua própria fraqueza e estupidez que ele se machucou em primeiro lugar, não ajuda seu humor severo a saber que ele deixou a Ásia nas mãos de um bando de Anjos Caídos, o mesmo tipo de criatura que o matou. porque ele pode ter uma engrenagem sagrada dentro dele. A Ásia já tem poderes, ao contrário de Issei, ela foi capaz de manifestar sua capacidade sem antes reencarnar, o que os Anjos Caídos farão com ela?

"Buchou ... eu ..." Issei começa, apenas para Rias cortá-la.

"Se for sobre o treinamento da manhã, você pode esquecê-lo. Enquanto sua perna não estiver totalmente curada, não farei nada para exacerbar a lesão. Vamos esperar até que você esteja totalmente curado para começar a treinar."

Assentindo Issei engole a saliva em sua boca, tentando descobrir como expressar corretamente o que ele quer dizer, mesmo quando ele puxa as calças para cima, fechando o fecho e fechando a mosca.

"Buchou ... sobre Asia-chan ..." Issei começa, e Rias balança a cabeça negando.

"Você não precisa se preocupar com a freira Issei." Rias garante a ele.

"Mas ..." Issei continua teimosamente. "Ela está sendo usada por aqueles anjos caídos! Quem sabe o que eles planejam fazer com ela !?"

"Exatamente." Rias responde com naturalidade. "Enquanto os Anjos Caídos tiverem um uso para ela, eles não a matarão." Rias continua. "Preocupar-se com isso não vai conseguir nada. A paz que temos nesta cidade é frágil. Se eu atacasse os Anjos Caídos em sua casa, seria o mesmo que suicídio. Além disso, poderia começar uma guerra, o que custam inúmeras vidas, não apenas suas vidas, mas também quaisquer seres humanos que infelizmente são pegos no fogo cruzado ".

Sentir-se castigado Issei abaixa o olhar.

"Eu ..." Issei murmura, sem saber o que dizer.

"Eu tenho contatos nesta cidade, Issei." Rias explica para ele. "Eu vou ouvir, e se um deles me disser que os Anjos Caídos estão se preparando para algo, então considerarei mudar para resgatar a freira. Até então, a melhor coisa que você pode fazer é se concentrar na recuperação."

Assentindo Issei rapidamente balança a cabeça em concordância.

"Obrigado, Buchou ..." Issei responde, feliz por pelo menos Rias não estar negando completamente seu pedido.

Sem o conhecimento de Issei Rias, entende perfeitamente o quanto ele quer resgatar a Ásia. Issei afirmou repetidamente que os dois são amigos, e se um dos amigos de Rias estivesse agarrado a um monte de Anjos Caídos, nem mesmo seu irmão seria capaz de impedi-la de montar algum tipo de resgate. Como agora está Issei ferida, e não há necessidade imediata de resgatar a garota, já que ela não corre perigo aparente.

Isso não significa que vou deixá-la sofrer nas mãos daqueles Anjos Caídos ... Rias pensa consigo mesma, já formando o começo do plano para quando, e não se, eles montarem um resgate.

TimeSkip.

Sentado no parque, Issei suspira, sentindo-se exausto, apesar de ter dormido como uma pedra na noite anterior. Sentado no banco, a perna de Issei ainda dói, e o jovem não consegue parar de pensar em voltar para a loira que ele deixou nas garras dos Anjos Caídos.

Eu me pergunto se ela conhece Yuuma ... Se ela conhece, eu não passaria por aquela mulher monstro para fazer todo tipo de coisas indizíveis a inocentes Asia-chan ...

Só de pensar nisso, Issei pode imaginar Yuuma claramente em sua forma de Anjo Caído em pé sobre a Ásia, a mulher loira amarrada enquanto Yuuma segura um chicote, Ásia clamando por misericórdia, enquanto Yuuma continua a chicotá-la cruel e impiedosamente, Yuuma sorrindo o tempo todo, o Anjo Caído, revelando a miséria da Ásia ...

Piscando Issei balança a cabeça para frente e para trás, empurrando a imagem fora de sua mente.

Não! Eu não consigo pensar assim! Se vou pensar assim, preciso pensar em como resgatá-la ou em como ficar mais forte ...

"Issei-san?" Uma voz familiar surge em seus ouvidos, Issei piscando de surpresa com o som da voz da mulher.

A mudança na Ásia está ali, vestindo seu hábito de freira e olhando para ele com curiosidade estampada em suas feições.

"…Ásia…?"

Mudança de Cena.

Sentada em uma cabine, um restaurante de fast food Asia olha para seu hambúrguer, seu rosto traindo o rosto de que ela nunca havia comido um hambúrguer antes. Vendo o olhar em seu rosto, Issei sorri, estendendo a mão e pegando seu próprio sanduíche.

"Hum ... Asia-chan?" Issei pergunta, Asia piscando de surpresa.

"... Sim ..." Asia pergunta, erguendo os olhos da comida.

"Você come assim Hime-san." Issei explica, abrindo a boca e dando uma grande mordida no seu cheeseburger.

"Eu ... eu nunca soube que as pessoas podiam comer assim ..." Asia segue, espanto colorindo seu tom.

Pegando seu hambúrguer, Asia dá uma pequena mordida, mastigando a comida por um momento.

"É bom!" A Ásia apoia a comida, Issei ri alegremente.

"Então ... como você acabou no parque Asia-chan?" Issei pergunta casualmente, a loira piscando antes de se virar momentaneamente, os olhos momentaneamente nublados de tristeza antes que a emoção desapareça de seu olhar, Asia olhando para ele feliz.

"Eu ... eu tive um tempo de folga, então eu decidi dar um passeio pela cidade. Então eu vi você Issei-san, e, bem ..."

"Bem ... desde que você tem o dia de folga, por que não saímos?" Issei pergunta, e Asia sorri para ele.

"OK."

Ele faria qualquer coisa por Asia.

Para a manter protegida ele derrotaria os Deuses.

E com esse pensamento ele se tornará o Hakuryuukou mais forte do passado, presente e futuro.


Notas Finais


Neste capitulo Issei possuia o poder de Albion. O contrario de Ddraig.

Irei trazer mais para frente um capitulo onde Issei possui Albion e Vali possui Ddraig.

Alguma sugestão de Longinus para o proximo capitulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...