1. Spirit Fanfics >
  2. Look at the falling snow >
  3. Capítulo único

História Look at the falling snow - Capítulo 1


Escrita por: bIueyamaguchi

Notas do Autor


todos os personagens tem +18

Shiro trabalha na Garrison e Adam é formado em matemática e informática

Pidge é estagiária na Garrison, Lance e Romelle são pilotos e o Hunk trabalha na área de engenharia mecânica lá

Allura está no último ano da faculdade de jornalismo

Capítulo 1 - Capítulo único


Lance ainda estava um pouco surpreso por Keith Kogane ter aceito passar a véspera de Natal com ele e sues amigues. Sinceramente o cubano achava que Kogane iria inventar uma desculpa para não precisar ficar perto des amigues de Lance.

Não que Keith odiasse ês amigues de Lance, a realidade é que o coreano era extremamente tímido, mas mesmo assim ele aceitou vir passar a véspera de natal e o natal junto com elus.

Lance estava extremamente feliz e ansioso para a chegada do Mullet.

— Ei, Lance! — Allura o chamou. — Liga o pisca pisca da árvore!

Lance assentiu e foi ligar o lindo pisca pisca da árvore de Natal. Elus iriam comemorar na casa de Allura, que era extremamente grande e que estava toda enfeitada.

Havia bonecos do Papai Noel e alguns de neve na mesa, o lado de fora da casa estava cheio de piscas piscas, alguns eram os tradicionais e outros tinham um formato de estrelinhas.

Allura estava com Romelle terminando de colocar os biscoitos e os doces na mesa, ambas vestiam um suéter vermelhos escuros, o de Romelle tinha uma rena com nariz vermelho e o de Allura uma árvore de Natal. As duas usavam gorros também.

— Pidge, atende a porta! E trate de colocar um sapato — Hunk disse saindo da cozinha com várias xícaras e algumas canetas.

— Pra que as xícaras? — Pidge perguntou se espreguiçando, fazendo com que as mangas do seu moletom verde claro deixassem um pouco de pele a mostra. Ela logo cobriu e murmurou algo que talvez queria dizer "Que frio do cacete".

— Para o chocolate quente... Ou talvez para outras bebidas também — Hunk respondeu colocando na mesa. O melhor amigo de Lance usava uma bandana na cabeça, estava com um suéter amarelo com uma cor meio pastel. Definitivamente amarelo era a cor de Hunk. — Vai abrir a porta e colocar um sapato.

— E as canetas? — ela perguntou, dando um sorriso preguiçoso. Lance já sabia o que ela queria.

— Sua peste — Lance foi até ela e deu um peteleco em sua cabeça. — Sem discórdia no natal, vai atender a porta!

— Mas é melhor você atender — ela sorriu travessa. — Seu príncipe encantado chegoou.

— Cala boca — McClain murmurou, indo dar mais um peteleco na cabeça da amiga, mas ela desviou.

— Não me toque, cis! — ela disse rindo.

Lance foi atender a porta, mas de longe ouviu Romelle dizer para Allura "Não, mas você é a minha cis". Provavelmente as duas deveriam estar se beijando e Hunk e Pidge de vela.

— Ei, Mullet você se... — Lance parou a frase no meio assim que viu que quem estava na sua frente não era Keith Kogane, e sim Shiro e Adam. — Ah... Quer dizer... Ah...

— Relaxa, cara — Shiro disse rindo. — Meu irmão foi comprar uma coisa, daqui a pouco ele tá aqui.

— É... Ah, entrem por favor! — Lance disse extremamente envergonhado, ainda mais ao ver Adam rindo dele sem nem disfarçar.

— É tão hilário ver você apaixonadinho — Adam riu.

— Amor — Shiro sorriu e o cutucou, mas dava para perceber que ele queria rir também.

— Aprendi com você, idiota — Lance disse cruzando os braços e recebendo um soquinho de Adam.

Adam e Lance se conheceram na escola, quando McClain estava no primeiro colegial, Adam deu aula em sua sala como professor substituto por algumas semanas. Os dois já se viram mais vezes na escola e acabaram fazendo amizade. Adam foi o segundo a saber que Lance gostava de Keith.

— Adaaaaam! — Pidge gritou da sala. — Você não vai acreditar no que eu fiz no estágio semana passada.

Adam e Shiro tiraram seus casacos e deram para Lance guardar, e entraram na casa quentinha de Allura.

Enquanto Pidge, Hunk e Adam conversavam sobre robôs, engenharia, tecnologia, informática, e entre outras coisas. Romelle, Shiro e Lance falavam sobre o projeto "Paladins" da Garrison.

— O diretor aprovou o nosso projeto. Com isso podemos criar uma geração muito mais preparada de pilotos — Shiro falava enquanto escrevia seu nome na sua caneca. 

Romelle e Lance se abraçaram, felizes pelo projeto que haviam criado ter passado.

— Eu e a Romelle vamos ser ês responsáveis por selecionar ês 5 primeires jovens para iniciarmos o projeto.

— Você bem que poderia chamar o Keith para nos ajudar, né? Ele é um piloto extremamente talentoso e reconhece talento e esforço das pessoas — ela disse sorrindo, algo no seu sorriso dizia que não era só por esse motivo que Lance deveria convidá-lo.

Antes que Lance pudesse dizer alguma coisa, a campainha tocou e isso fez ele se distrair e olhar em direção a porta. Pidge estava cumprimentando Keith e guardando seu casaco. 

Keith parecia meio perdido, colocou os presentes de baixo da árvore, junto com os outros, e foi cumprimentar as pessoas.

Lance observava de longe, ele estava gostando de ver sues amigues interagindo com ele. Romelle estava pegando o número dele e  Pidge estava animada.

— Finalmente vamos começar nosso grupinho da TSNG!

— O que é isso? — Hunk perguntou enquanto selecionava uma música na TV.

— Trans Supremacy Na Garrison — Romelle riu. 

Lance viu Keith dar uma risada. Kogane estava com um casaco vermelho, os lábios e as bochechas vermelhas por conta do frio lá de fora, McClain daria uma bronca nele depois por isso. Os olhos estavam com um delineado perfeito, o latino odiava essa habilidade de Keith, como ele conseguia fazer os dois lados saírem iguais? Isso é impossível!

E, ele não podia esquecer o mais importante: aquele mullet despenteado provavelmente por conta do vento. Keith ficava lindo com o cabelo bagunçado.

— Ei, Mullet — Lance disse se aproximando e sorrindo. — Coloca isso na cabeça, você está extremamente frio — McClain disse depois de tocar na bochecha do coreano, o maior deu um gorro vermelho que estava em cima da mesa para Keith.

— Você exagera.

— Então por que colocou o gorro? — Lance perguntou, dando um sorriso ladino.

Ele recebeu um soquinho no ombro e um "Vai se foder" como resposta.

(...)

Faltava dez minutos para dar meia noite, algumas pessoas do grupo estavam levemente alteradas por conta do álcool. 

Lance pegou sua caneca, que ele mesmo tinha personalizado com seu nome e com alguns foguetes e estrelinhas. Colocou chocolate quente e foi em direção a sala de jantar, onde Keith estava sentado com uma manta em volta do corpo. Ele tinha aberto um pouco a janela.

— Allura e o Hunk estão tentando invocar um demônio? — Keith perguntou assim que viu Lance chegar.

McClain deu uma risada baixa e se sentou ao lado do coreano, Kogane o cobriu um pouco com a manta. Os dois estavam dividindo ela, Lance não sabia se estava vermelho por conta do ae gelado que entrava da janela ou por estar perto demais de Keith.

— Na verdade elus estão cantando a música de abertura de HunterxHunter — Lance riu. — Shiro está quase morrendo de rir, Romelle e Adam estão escolhendo a próxima música.

— Pelo menos a Romelle e o Adam sabem cantar — ele deu uma risada baixa. 

Lance deu um gole no chocolate quente. — Quer um pouco?

Keith aceitou e deu um gole, continuou segurando a caneca e deitou a cabeça no ombro do latino.

— O que você está vendo? — Keith perguntou baixinho.

— A neve caindo, as luzes dos piscas piscas. Eu amo isso — Lance falava enquanto não tirava os olhos daquela visão.

Com o pé, McClain fechou a janela, o ar que entrava estava muito frio e ambos poderiam acabar gripados. 

Lance fechou os olhos e deu um sorrisinho, sentir Keith tão perto, o calor do seu corpo... Aquilo parecia irreal.

— Ei — Keith disse entregando a caneca para o maior beber um pouco. — Obrigado por me chamar, eu me divertir bastante — Keith levantou o rosto e olhou para Lance, sorrindo.

— Calma que amanhã tem mais! Vamos fazer guerra de bola de neve, e eu vou te derrotar! 

— Ata! — Keith disse rindo. — Até parece que eu vou perder pra você.

— Quer apostar, Mullet? — Lance sorriu com malícia.

— Não preciso apostar, eu tenho certeza que isso vai acontecer. Não quero te deixar tristinho, Lancey.

— Puft, babacaa.

Kogane revirou os olhos e sorriu. De fundo era possível ouvir alguns gritos alegres, e um rap ruim de natal. Keith segurou o rosto de Lance com tanta delicadeza, que McClain achou que seu rosto havia virado vidro.

— Ei, Lance — ele falou baixou.

— Hm — foi a única coisa que o cubano disse. Lance não conseguia parar de encarar os olhos de Keith e sua boca.

— Feliz Natal, Lancey.

Lance sorriu e colocou a caneca de chocolate quente de lado. Com uma mão segurou um lado do rosto de Keith e passou o polegar pela maçã de seu rosto.

— Feliz Natal, Mullet — e logo depois de dizer isso, eles se beijaram.

Quando se separam, ambos estavam vermelhos e sorrindo. Os dois foram abraçados, o que fez eles se assustarem um pouco.

— Feliz natal, seus babacas — Hunk disse sorrindo e feliz. — Venham logo, estamos abrindo os presentes, depois vocês se pegam.

— Vai se foder, Hunk — Lance disse rindo. — Feliz Natal, boboca.

Hunk bagunçou o cabelo de Lance e deu um sorriso caloroso para Keith, e então saiu. O latino pegou a caneca e se levantou, Kogane fez o mesmo.

Eles deixaram a manta no chão e foram de mãos dadas até a sala, onde Pidge estava abrindo seus presentes primeiro. Lance abraçou a cintura de Keith e deu um beijo em sua bochecha.

Os dois ficaram assim por um tempo, até chegar na vez deles de abrir os presentes, e Lance adorou cada minuto. 

Lance adorou ficar com Keith, dividir um chocolate quente com ele, beijar ele. Lance adorou passar o natal com ês amigues que tanto ama. 

Ele só conseguia pensar em uma coisa: Lance queria mais momentos assim.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...