História Look that stars - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 1.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Me desculpem pelos erros, espero que gostem

Capítulo 1 - Um pouco sobre mim


Bom, eu me chamo Na Sun-Hee, tenho 16 anos e estou no primeiro ano do ensino médio,

Moro na Coréia do Sul e estudo em um colégio de elite chamado "Bo Ra", eu sei, que criativo não é mesmo? O nome da filha do diretor, eu me impressiono sempre que ouço.

Moro com minha mãe, e temos uma situação financeira, digamos...Boa. Meu pai se divorciou da minha mãe a 15 anos atrás, e desde então, não tivemos muito contato, minha mãe sempre trabalhou muito para sustentar a mim e ao meu irmão mais velho, Na young-Hyuk, embora não tenha sido fácil, ela subiu na vida, consequentemente, costuma ser muito ocupada, vive viajando e passa de segunda a sexta chegando tarde do trabalho, por ser uma grande empresária, "Na So-Hyung".

Meu irmão mais velho é dois anos mais velho que eu, e está no ensino médio também, na mesma escola que eu, somos muito próximos, por minha mãe ser muito ocupada, costumamos nos virar juntos.

Eu sou uma pessoa consideravelmente grossa, mas também sou muito extrovertida, faço amizades facilmente, mas não costumo confiar muito nas pessoas para contar coisas muito intimas, é um defeito meu.

Vocês sabem o básico sobre mim, e vão descobrir mais ao longo dessa história sobre como meu mundo virou de cabeça para baixo após... vejam por si mesmos.


Eu acordei com o sol em meu rosto e meu despertador absurdamente alto soando na prateleira ao meu lado, me remexo um pouco, e após uma leve enrola, levanto da cama, com os cabelos extremamente bagunçados, rosto inchado e olhos apertados por conta da luz, o que foi? Todas as pessoas normais amanhecem com mau hálito e um rosto inchado pela manhã.

Fiz minhas higienes e vesti meu uniforme, sem animo algum, penteio meus cabelos e jogo mais água no meu rosto, na tentativa de acordar por completo, peguei meu celular e mandei bom dia para a meus melhores amigos, dois deles estudam comigo, e um estuda em outra escola, o que dificulta nossas visitas um ao outro, eu costumava ser próxima de mais pessoas, mas vocês vão saber mais sobre isso mais tarde.

Sai do meu quarto feito um zumbi, desci as escadas e encontrei meu irmão e minha mãe, sorridentes como sempre, logo pela manhã.

Mãe: -Bom dia filha. Diz colocando panquecas em meu prato.

-Bom dia mãe, bom dia Hyuk-oppa. respondi 

Young-Hyuk: -Bom dia irmãzinha. Sentou-Se a mesa junto comigo e mamãe.

Minha mãe podia ser muito ocupada, mas fazia questão que acordassemos um tanto quanto... cedo para tomarmos café da manhã juntos, já que era raro conseguirmos ter um jantar reunidos.

Mãe: -Meninos, eu vou chegar um pouco tarde hoje, tenho uma reunião com futuros novos sócios.

Young-Hyuk: -Tudo bem mãe. 

-Boa sorte com os negócios.

Tinhamos uma boa relação, apesar de tudo, eu e meu irmão tinhamos Boas notas e sempre podiamos contar com nossa mãe a maioria das vezes que tínhamos algum problema, embora fossemos confidentes em várias coisas.

Terminamos nossa refeição e deixamos tudo na pia, a diarista vem todos os dias, lava as loucas do café, deixa comida suficiente para almoço e jantar, limpa a casa e vai embora todos os dias, quase não a vemos. Nossa casa não é muito grande, pois no final das contas, somos poucas pessoas, e na maioria das vezes, eu e Young-Hyuk ficamos sozinhos em casa, ela se resumia a uma cozinha moderna, uma sala de estar, uma copa, recepção, 2 quartos, um banheiro e uma suíte, não é grande coisa.

Minha mãe sai as pressas para o trabalho, então eu e meu irmão vamos de carro para a escola, não é como se fosse nosso motorista, minha mãe apenas o paga para nos levar a escola todos os dias, mesmo que não seja muito longe, apenas para prevenir atrasos, tanto que, na volta para casa, iamos sempre andando ou de ônibus.

Chegando no colégio, eu me despeço do meu irmão e adentro aquela escola, costumamos chegar muito cedo, então quase não há pessoas no colégio.

Meu irmão se encontra com seu colega e fica conversando com ele, enquanto eu me sento em algum lugar e leio algum livro, isso era uma rotina. Logo avisto minha melhor amiga, e atualmente a única pessoa que posso chamar de amiga naquela escola chegar, após vários conhecidos passarem por mim e eu cumprimenta-los, finalmente alguém com quem realmente me sinto bem de verdade.

-Yaaaang. Digo empolgada 

Yang Min-Ha: -Hee, nos vimos ontem. Diz seca

-Eu sei, mas continuando, eu estive lendo sobre uma academia de dança por aqui, poderíamos ir até lá ver como funciona e nos inscrever lá, o que acha ?

Yang Min-Ha: -É uma ótima idéia. Diz empolgada. -Vou raciocinar sobre isso mais tarde, nesse momento, eu só quero terminar meu dever inacabado e sair logo daqui.

-Nós duas queremos. Digo me referindo a sair da escola.

O sinal toca, indicando que deveríamos ir para as nossas salas. 

*Não, ela não é da minha sala*

Fomos para as nossas salas, e como de costume, a minha estaca quase vazia, continuei a ler meu livro enquanto aguardava o professor. Os outros alunos iam adentrando a sala, e eu apenas acenei, sorrindo sem mostrar os dentes para alguns deles.

Logo, o professor entra e começa a passar exercícios no quadro, e eu os copio atentamente.

Eu costumava ser extrovertida e rir bastante durante as aulas, mas recentemente, tenho mudado bastante, não por me atrapalhar em meu desempenho, pois isso nunca aconteceu, mas pela terrivelmente maravilhosa fase chamada adolescência, e os amigos falsos que vem junto com ela. Eu costumava andar com muitas pessoas, mas aos poucos, perdi contato com elas pouco a pouco, uma por uma, até só restar as verdadeiras.

 Metade do ano tinha se passado, o tempo voou, e muita coisa mudou em meu meio social, eu já não preferia uma multidão me seguindo e rindo como se fossemos amigos,a minha simples e sincera amizade, embora eu fale com todos pelos corredores, não corro atrás de muita gente.

O tempo passa, e os professores trocam de turma e passam novas coisas aos poucos, o dia passou como apenas mais um dia igual em minha vida, exceto pelo fato que eu e Yang fomos a academia para saber um pouco mais a respeito, mau sabia eu que no dia seguinte, minha vida começaria a mudar




Notas Finais


Obrigada por lerem ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...