História Looking For You - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation
Personagens Taeyeon, Tiffany
Tags Taeny
Visualizações 371
Palavras 2.989
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, FemmeSlash, Festa, Fluffy, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá... aqui teria um capítulo YooHyun, mas infelizmente eu o perdi num problema com o computador esses dias atrás. Fiquei muito triste, mas fazer o que né, é a vida...
Boa leitura

Capítulo 3 - Primeiro passo: Liberdade para a maknae


Fanfic / Fanfiction Looking For You - Capítulo 3 - Primeiro passo: Liberdade para a maknae

Tiffany

Observo Seohyun suspirar mais uma vez e abraçar com mais força o meu travesseiro o trazendo para mais perto de si. Ela estava sendo o meu ponto de força há alguns meses, mas acima de tudo, uma amiga. Seo tinha paciência em escutar meus problemas e de como o meu dia tinha sido chato e terrível. Mas estava na hora de liberta-la de mim, ela merece conhecer alguém que a ame de verdade e seja merecedor de toda a sua dedicação, além de compartilhar os mesmos sentimentos.

Olho o relógio sobre a cômoda e está na hora de começar o meu dia, levanto da beira da cama - onde já estava sentada há uns bons vinte minutos divagando e observando a maknae dormir - deixo um bilhete simples e rápido ao lado do relógio e saio do quarto. O segundo passo para começar o meu dia foi dado com sucesso.

Resolvo que comeria algo prático em alguma padaria perto da academia e para lá sigo, saio do apartamento e trancando a porta e meu olhar vai instintivamente para a porta vizinha. O que será que Taeyeon está fazendo agora? Provavelmente dormindo, ou se arrumando para ir à faculdade.

Exatos quarenta e cinco minutos depois chego à academia, teria mais dez minutos antes de começar a trabalhar então vou deixar minhas coisas no vestiário e me preparar para começar as aulas. Yuri também está no local e me cumprimenta com um sorriso de orelha à orelha.

- Ei que cara é essa? - abro o armário apoiando minha bolsa na parte de dentro enquanto tiro o que preciso.

- Só fui visitar a Sica-ah! - dá de ombros, a sua resposta esclarece tudo. - Ela me contou que no prédio de uma amiga estão dando aulas de dança, e foi convidada a participar!

- E? - questiono, ainda confusa.

- Não era você quem ia dar aulas de dança no seu prédio? Pensei se não fosse o mesmo? - os pontos se juntam em minha cabeça.

- Ela vai? - fico ansiosa, por algum motivo os alunos diminuíram na turma e isso me deixou desapontada.

O síndico há duas semanas me contou que certos vizinhos estavam incomodados com barulhos vindo de meu apartamento, vulgo Taeyeon, depois da pequena discussão da semana passada me liguei que foi ela, mas enfim, tem uma multa por excesso de barulho e tals, eu propus dar aulas de dança aos moradores ao invés de pagar, o que foi aceito, mas se eles desistirem vou ter de pegar, a ideia é trazer gente de fora e assim o síndico não percebe o desfalque de alunos, a ideia foi de Taeyeon, bem, a parte de não contar ao sindico é minha, até por que, não são pessoas do condomínio e eu teria de pagar ao mesmo.

- Dei um jeito de convencê-la! - joga os cabelos para trás, reviro os olhos, mas rio.

- Me poupe dos detalhes Kwon! - ainda rindo saímos do vestiário.

(...)

Agora era a hora.

Enviei uma mensagem fofa para Seohyun combinando de nos encontrarmos no fim da tarde numa lanchonete perto da faculdade assim que terminassem o meu expediente na academia e as suas aulas. Era irônico o fato de eu querer terminar essa "relação" de sexo com ela por ser nova e poder encontrar alguém de verdade, sendo que eu estava me sentindo atraída por Taeyeon, que não devia ser muito mais velha que a maknae, e também ainda estava na faculdade.

- Ajumma Tiffany! - Rio repetindo as palavras da morena.

Chego ao local e me ajeito numa das mesas próximas as janelas, assim poderia ver quando Seohyun passasse pela calçada, além de ser discreto para tal assunto a ser tratado.

Não peço nada até que a maknae chegue, o que não demora muito, a mesma deixa a bolsa no encosto da cadeira e inclina-se um pouco, faço o mesmo e recebo um beijo na bochecha, fato que já acho estranho.

- Como foi o seu dia? - puxa assunto, conto brevemente e sem muitos detalhes, só pausando para enfim, fazermos os pedidos. Ela também descreve rápido o seu e então o silêncio se instala na mesa. - Unnie? - chama e ergo o meu olhar, estava brincando com o canudo do copo de suco. - Eu sei que não me chamou aqui apenas para um lanche, está séria demais!

Seohyun é muito sensitiva, ela sabe exatamente quando estamos tristes ou precisando falar algo. Suspiro e deixo o copo de lado a fitando.

- Seobaby. Quando começamos, você sabia que uma hora iria terminar! - ela assente com a cabeça, também de modo sério. - Falta pouco agora para que você se forme na faculdade, não acho justo lhe roubar esse tempo com uma relação que não vai ser nada além de uma amizade colorida. Você deve usar esse tempo para encontrar alguém que vá lhe amar como mulher, essa pessoa incrível e amorosa que és. Eu te amo, mas é o amor que uma melhor amiga sente pela outra.

Eu não tinha preparado um discurso, apesar de ter pensado no assunto boa parte do meu dia, então, apenas deixei as palavras fluírem, expus meus sentimentos verdadeiros para a amiga que estava ao meu lado há quase dois anos, e a quem eu contava os meus medos, receios e segredos.

Não foi surpresa sentir a sua mão sobre a minha no centro da mesa, e o sorriso iluminar o seu rosto.

- Eu sei unnie. Obrigada! - sorri ainda mais. - Sabe - suspira. - Esse tempo juntas me ensinou muitas coisas, acima de tudo, que a amizade é algo importante em nossa vida. Você é minha melhor amiga realmente, e eu aprendi a decifrar você com o tempo. Tiffany, abra o seu coração e deixe esse sentimento maravilhoso chamado amor tomar um pouco de espaço, tem pessoas maravilhosas a nossa volta, basta você deixa-las se aproximar e dar espaço no seu coração! – segura a minha mão.

- Você é o anjo da minha vida, sabia? - levanto dando a volta na mesa e ocupando o lugar ao seu lado numa cadeira, passo os braços ao redor de seus ombros a puxando para um abraço, que logo é retribuído.

- Arasseo! - fica envergonhada. - Você é minha melhor amiga, é meu dever cuidar de minha unnie. - beija minha bochecha.

(...)

Já estou acordada há alguns minutos, porém com nenhuma vontade de abrir os olhos e começar o meu dia. Hoje é uma daquelas manhãs que eu realmente não quero sair da cama, meu desejo é de me enrolar nas cobertas, abraçar o travesseiro e chorar.

Chorar de saudade e frustração, por eu ser uma pessoa covarde e de ter precisado outra pessoa vir me intimar a ir visitar minha própria avó, por eu estar mendigando a atenção de Taeyeon para ter sua amizade, por eu ser egoísta e querer Seohyun só para mim por tanto tempo.

Logo meus olhos estão marejados e as primeiras lágrimas escapam pelos cantos de meus olhos. Não as seco, apenas abraço meu travesseiro e grito minhas frustrações com o tecido abafando. Tenho que aprender a me libertar do meu passado, para viver bem o presente e ser melhor no futuro.

(...)

Depois de um banho revigorante, maquiagem para esconder os olhos inchados, saio de meu apartamento me sentindo levemente bem. Encontro a Kim nas escadas e lhe ofereço carona até a faculdade, mesmo sendo fora de minha rota até a academia, mas sempre ofereço carona para Seohyun.

Permanecemos em silêncio por algum tempo até eu parar num sinal fechado. Observo Taeyeon pelo canto do olho, ela bate os dedos na perna conforme o ritmo da música que toca no radio. Seu rosto está virado em direção à janela, porém, vejo seus lábios mexendo, deve cantar a música.

- Hm. Você faz faculdade de quê mesmo? - puxo assunto.

- Matemática! - olha para mim e sorri, percebo então uma covinha ao lado de seu queixo que a deixa extremamente fofa. - Estou com o rosto sujo? - passa a mão no queixo. Ops, acho que encarei demais.

- Não! - rio. - Desculpe. Chegamos! - anúncio ao estacionar em frente ao local, a morena olha em direção ao grande prédio.

- Obrigada Tippany. - balança a cabeça. - Tiffany! - fofa.

- Disponha! - ela ainda não sai do carro.

- Hm. - limpa a garganta. - E-Eu convidei uma amiga para ir participar das aulas de dança.

- Obrigada Tae. - será que é Jessica? – Eu

- Ei danshin! - nossa atenção vai para o vidro do carro ao lado de Taeyeon. Tínhamos o aberto para deixar ventilar ali dentro, já que o ar-condicionado quebrou na semana passada e está um dia típico de verão. - Olá Tiffany! - me cumprimenta também. - Estão namorando finalmente? Oh a Kim deu sorte! - continua e provoca Taeyeon, a coloração vermelha vai tingindo seu rosto, seguro o riso para não ser maldosa.

- Como vai Yoong? – lhe cumprimento também, o que aumenta o seu sorriso.

- Estou bem! SeoHyun não veio com você? – pergunta.

- Ela está cheia de provas pra estudar com o final do semestre! – dou de ombros. – Veio mais cedo hoje.

- Ou talvez não queira atrapalhar o casal! Vocês são fofas juntas! – faz aegyo.

- Vamos indo que a aula já vai começar! - Taeyeon corta o assunto.

Yoona tira o corpo de dentro do carro. Taeyeon vira-se com um sorriso totalmente sem graça no rosto, o que a deixa extremamente 100% mais fofa do que já é.

- Desculpe pela Yoong! – murmura.

- Tudo bem! – dou de ombros. O fato de Taeyeon tê-la chamado por um apelido, podemos considerar carinhoso, me deixou, não sei explicar. Eu não tenho um apelido. Meu nome pronunciado errado pode ser considerado apelido?

- Hm. Então tchau! – continua totalmente sem jeito. Para acabar com essa sensação dentro de mim, resolvo brincar com ela.

- Até mais tarde, namorada! – me inclino em sua direção deixando um beijo rápido no canto de seus lábios. A morena fica com os olhos arregalados e vermelha. Ouço Yoona rir do lado de fora do carro e em um segundo a porta é aberta e Taeyeon não está mais ali.

Com certeza estou vermelha também. Observo ambas entrarem na faculdade e então dou a partida.

(...)

O que deu em mim para ter aquela atitude?

Foi ridículo de minha parte fazer aquilo. E se Taeyeon não quiser mais falar comigo? E pior, se ela não quiser ser mais minha amiga? Caminho de um lado para outro na sala de meu apartamento vigiando o relógio para na hora exata descer até o salão e começar a preparar as coisas para a aula.

Estou tendo um ataque de insegurança. Logo eu que se quiser, tenho qualquer um em mãos.

Quando finalmente o relógio marca o horário desejado, pego o que preciso e abro a porta do apartamento, olho o corredor para ver se a morena está por ali, mas nada, com um suspiro tranco a minha porta e desço. Seohyun já está me esperando e juntas ajeitamos todo o necessário e esperamos o pessoal chegar. Realmente são poucas pessoas.

- A unnie está esperando alguém? – a voz da maknae me faz voltar para o presente.

- Por? – não ergo o olhar para fitar o seu rosto, meus olhos me entregam fácil.

- Você não para de fitar a porta! – ri.

- Ah! – sinto minhas bochechas ganhando cor. – Uma amiga prometeu vir! – minto e ela parece acreditar.

Alguns minutos depois a porta volta a ser aberta e com surpresa vejo Yuri e Taeyeon adentrarem ao local na companhia de uma loira que não sei quem é, mas suspeito ser Jessica. Então Taeyeon realmente conhece Jessica! Aproximo-me com um enorme sorriso no rosto.

- Ei Yul! – deixo a formalidade de lado logo indo abraçar a minha amiga, ouço um ruído ao lado e olho para Taeyeon que está com uma expressão surpresa no rosto.

Separo-me de minha amiga e viro-me para Jessica. A expressão dela não está nada amigável, muito ao contrario de quando entrou aqui que só estava séria, agora parecia furiosa e fria.

- Você deve ser Jessica! – estendo a mão para um cumprimento formal. – A Yul fala muito de você! – ela olha de minha mão para meu rosto e então para Yuri. Aceita meu cumprimento.

- Ah é mesmo? Eu não me lembro dela ter lhe mencionado! – deixa a minha mão e olha para Yuri.

- Pare com isso Sica-ah! É claro que eu falo, essa é Tiffany, a colega de trabalho gostosa lá da academia! – Yuri fala com desdém, eu juro que vi os olhos da loira pegarem fogo, Taeyeon ficou com o rosto tão vermelho que poderia ser comparado a uma pimenta. Logo a gargalhada de minha amiga ecoa pelo lugar e Yuri abraça Jessica pelos ombros contra si. – Deixe de ciúmes, quem é a sua seobang, hm? – pergunta com voz fofa e quando vai beijar a namorada, Jessica vira o rosto com um bico enorme nos lábios.

Olho então para Taeyeon, como devo me portar?

- Tae, oi! – me aproximo de si com um sorriso também.

- Tippany! – sua carinha frustrada por ter errado meu nome me deixa com vontade de apertar suas bochechas. – Tiffany!

- Unnie? – ouço a voz de Seohyun ao meu lado e lhe dou atenção. – Podemos começar a aula?

- Claro! – concordo com ela. – Sintam-se a vontade! – falo para Yuri e Jessica, a primeira assente em concordância por ambas, acho que depois dessa brincadeira da Yul vai demorar pra loira gostar de mim. – E você! – olho para Taeyeon. – Vem comigo, quero que fique na primeira fila hoje!

Seguro sua mão a puxando comigo e com a Maknae lá pra frente, ela até tenta protestar, mas não dou mole. A deixo na primeira fileira com Seohyun e Yoona – sim, ela também veio fazer aula, acho que ela e a Maknae estão se dando muito bem – e vou até o som colocando a musica escolhida para tocar e começando os passos.

Com a morena ali mais na frente posso observa-la pelo espelho na parede a nossa frente, e descubro que Taeyeon não é tão inocente o quanto parece. Eu juro que diversas vezes a peguei olhando para minha bunda. Posso fazer bom proveito dessa descoberta, da minha amiga byun.

(...)

Combino com Seohyun de subir até o meu apartamento para conversarmos um pouco, faz uns dois dias que não nos encontramos para colocar os assuntos em dia, já que a Maknae está bastante ocupada com as provas de final de semestre. Ela está terminando de guardar umas coisas e eu limpando rapidamente o chão, Yuri, Jessica, Taeyeon e Yoona estão perto da porta numa conversa.

- Unnie? – Seo chama vindo para o meu lado e abraçando minha cintura. – Posso convidar a Yoong para subir conosco? – seu olhar vai em direção ao grupo perto da porta. Seohyun está apaixonada, e constar isso me deixa feliz.

- Você gosta dela, hm! – bato meu ombro contra a dela. Seu rosto fica vermelho.

- Pare unnie! – faz bico e baixa a cabeça.

- Pode sim, ela é uma boa garota e uma amiga legal! – concordo. – Fico feliz que esteja conhecendo alguém!

- Somos amigas. – sorri. – Mas eu gosto dela sim, Yoona é divertida e o assunto entre nós flui de um jeito gostoso!

- Omo. Vamos subir logo então para você limpar a baba aqui! – aponto para o seu rosto.

Guardo a vassoura de volta no lugar e com minha amiga nos aproximamos da porta e todas se viram para nós. Aproximo-me primeiramente de Jessica com a intenção de dispersar a primeira impressão causada, tudo por culpa de Yuri, amanhã vou tirar satisfações com ela.

- Espero que tenha gostado da aula! – comento.

- São – puxa o ar. – Interessantes! – dá um sorriso, mas realmente só sai um repuxar de lábios.

- Que bom. Fico feliz que tenha vindo participar, e espero que venham nas próximas! – olho para ambas agora e Yuri abraça a cintura da namorada e sorri.

- Vamos vir sim pequeno Mushroom! – Yuri provoca e sinto meu rosto esquentar. – Bem, se não se importam nós vamos indo, temos um compromisso! – nos despedimos.

Yoona e Seohyun começam uma conversa só das duas e sinto uma presença ao meu lado, Taeyeon continua com o olhar para as duas que saiam do prédio agora.

- Jessica queria o seu coração numa bandeja! – comenta e um sorriso aparece em seus lábios.

- Você a conhece de onde? – questiono.

- Do asilo onde a Sra. Hwang está internada. Ela é enfermeira. – seu olhar vem para mim e eu desvio olhando para o chão esse assunto me deixa ainda desconfortável. – Mushroom? – provoca batendo seu ombro contra o meu.

- Aish! – acabo por rir. – Quando conheci Yuri meu coreano não era dos melhores! – faço bico e a morena solta uma risada.

- Fany, podemos ir? – Seo chama nossa atenção.

- Quer subir conosco? – seu olhar é desconfiado. – Vamos conversar um pouco, sim?

Subimos até o meu apartamento, Seohyun e Yoona ficam conversando sobre a faculdade na sala e Taeyeon me segue até a cozinha para preparar refrescos, está quente, a morena se apoia no balcão da pia enquanto trabalho sob seu olhar atento.

- Tippany? – chama e ao olhar para ela, suas bochechas estão fofamente vermelhas, mas seu olhar é de ternura. Meu coração se enche de alegria.

- Pode falar TaeTae! – lhe entrego um copo de suco, ela toma um gole antes de voltar a falar algo.

- Você tem compromisso para esse fim de semana? – brinca com o copo e não olha para mim. Meu coração passa de alegre para disparado em questão de segundos, tento controlar a respiração para não deixar explicito meu nervosismo. Limpa a garganta. – Pensei em irmos passear, sou sua amiga.

Não consigo controlar o sorriso que nasce em meu rosto.

- Sim! – lhe dou um eyes-smile.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...