História Looking into your eyes - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Emilie Agreste, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Personagens Originais
Visualizações 147
Palavras 910
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fluffy, Hentai, Lemon, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais pq hoje eu to num corre com as ideias, com a escrita.
Desculpa os erros! <3
E OBRIGADA POR CADA COMENTÁRIO DE INCENTIVO, VOCÊS SÃO INCRÍVEIS! ♥ Posso não responder a todos, mas leio com muito carinho cada um deles que me motiva demais!

Capítulo 16 - Are you jealous of me?


Caminhando com passos apressados Marinette foi ao banheiro para retocar a maquiagem, é claro.  Já era hora do seu almoço e antes de comer, ela iria passar na ótica para falar com Adrien.

Lógico que o fato de se encontrar com ele não tinha nada haver dela se encontrar verificando no espelho se o batom estava bom, se seus cabelos estavam ok, sua pele... Não, não tinha nada haver!

Era só uma coisa que sempre fazia antes de sair para almoçar, afinal não queria sair que nem uma ridícula por aí!

 Então... a quem ela queria enganar?

Estava sim se arrumando para encontrá-lo, e qual era o problema?  Queria que a visse bonita  sim! E queria se sentir bonita também, então ‘tava tudo bem!

Por fim, depois de retocar o batom vermelho – mais uma vez – saiu do banheiro com um sorriso no rosto até levar um susto quando Luka apareceu sabe-se la da onde na sua frente.

- Ui!

- Opa. – ele sorriu colocando uma das mãos na parede. – Te assustei Cheng?

- Mas é claro né chefinho, aparecendo assim do nada! Eu hein. – Marinette retrucou balançando a cabeça enquanto retonava seu caminho. É óbvio que Luka foi atrás.

- Foi mal. Ta indo almoçar?

-A-ham.

- Eu também, podemos ir juntos, o que acha?

- Então... – disse ela parando na frente do elevador para apertar o botão do térreo. – É que eu tenho um compromisso e-

- Gente segura aí...!!

 

Os dois olharam na direção de Sofie, uma colaboradora da empresa, que vinha correndo. Luka revirou os olhos.  Merda, justo agora que ele tava ali desenrolando!

 Marinette por sua vez agradecia aos céus, pois ainda bem que Sofie tinha aparecido.  Imagina o saco ter que ficar driblando Luka dentro do elevador e ainda mais os dois sozinhos ali. Ufaa!

 

- E aí pessoa, correndo por quê? – perguntou para a outra assim que as portas do elevador se abriram.

- Maano, eu saí mó atrasada pra almoçar, carai! – a mulher soltou cruzando os braços até reparar a presença de Luka atrás. Foi quando ela se ajeitou melhor e lhe deu um oi mais tímido.  Ele respondeu do mesmo jeito.

Caramba, como aquele cara era um GATO!  Quem sabe daquela vez, poderia se mostrar um pouquinho para ele?

Era uma pena que os olhos azuis do gatão ali, estavam de olho em uma coelhinha escorregadia que simplesmente ignorava todas as suas investidas, suas tentativas.

Aaaah porra, mas ele adorava isso! E queria mais é que ela corresse, que ela tentasse resistir, porque quando a pegasse, pegaria tão bem,  de um jeito que os papéis iriam trocar.

Seria ela depois que ficaria correndo atrás dele, mas com certeza.

 

- Saquei.  Também to indo almoçar... mas antes vou passar na ótica, vou me encontrar com o meu loirinho.

“É com certeza... vai correr atrás de mim... PERAÍ, COMOA SSIM? LOIRINHO?” - Ao ouvir aquelas palavras, Luka não disfarçou nem um pouco seu interesse na conversa.  Mas que palhaçada era aquela agora? Que mané de loirinho era esse?

- Loirinho? Que isso Marinette? Que papo é esse?

“É QUE PAPO É ESSE?!”

 - Aaah amiga. – Cheng riu cínica – É um loirinho super gato que me vendeu esses óculos aqui... mas eu fiz o favor de sentar nele...

Sofie arqueou uma sobrancelha. – Nos óculos... ou no loirinho?

A mestiça teve que rir alto, fazendo os dois olharem para ela com um certo espanto.  Ainda mais Luka que tava p* da vida.  Ele ainda queria entender essa história de loirinho!

 - Ai amigaaa... que bobagem, nos óculos né cabeção! Mas se bem que... não seria de todo o mal...

- Marinette! – Sofie apertou seu braço olhando de relance para Luka que tinha seus braços cruzadas olhando sério para as duas.

- O que foi...? – Já Marinette ria que se acabava, ela não estava nem aí! 

Queria mesmo provocar ciúmes em Luka e até mesmo mostrar para ele que não tinha o menor interesse nas suas investidas.

Na verdade, com relação ao Couffainne só queria ver o circo pegando fogo, e ver, até onde ele ira chegar com seus joguinhos.

- Você é tão sem noção... – ouviu Sofie resmungando ao balançar a cabeça. – Depois eu quero ver esse tal aí!

- Ih, tira o cavalinho da chuva que eu não vou te mostrar... e por falar nisso, você tava indo almoçar aonde?

- Ai não sei, não faço ideia, to indo sozinha mesmo...!

- Oxi, que droga hein amiga. Ei Luka... – virou-se para o mesmo tendo que segurar ainda mais o riso quando viu a carranca do bonitão. – Você também ta indo lá almoçar ?

- Sim. – ele respondeu dentre os dentes.

- Aí, ó... já não vai mais sozinho. Vai vocês dois, um faz companhia para o outro, que tal?

- Cheng. – ele a chamou, mas Marinette continuou falando enquanto saía do elevador.

- Agora eu to indo nessa viu gente, não posso me atrasar. Bom almoço pra vocês!!

A mestiça se virou depois de dar um beijo em Sofie que quis matá-la pela vergonha. E agora, como ficariam os dois ali? Quem merda!

Sendo que esse já não era um problema para Marinette. Ela agora tinha que ir se encontrar com o loirinho do Adrien, que não era seu, ainda. Mas poderia ser... quem sabe?

“Eu sei” – Ela riu divertida dentro de si enquanto caminhava pelas ruas, dando risada também da cara de tacho que havia deixado Luka.

Ai, ai  um barato! 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...