História Loona - Éden - Chuuves - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Personagens Originais
Visualizações 97
Palavras 324
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Vermelho


_Sinto-me imunda. -Jiwoo murmurou. _És filha de Lúcifer. Tocas me intimamente, tão intimamente que poderias fundir-se a mim.

 

 

Sooyoung apoiou a cabeça em uma de suas mãos e a olhou, tocou seu polegar no lábio dela e sorriu. O quarto do palácio no momento Ararat era rústico, totalmente diferente do que Jiwoo estava acostumada. O ambiente era vermelho, tudo era vermelho.

 

_Fizemos amor. Que mais importa?

 

_Se fosses um Ele, estaria grávida de um híbrido. Pensas que é banal?

 

_Sonho seria tu estar à espera de um filho meu. Herdaria teus olhos.. -Sooyoung sorriu largo, os olhos vermelhos brilhavam.

 

_Herdaria teus olhos, não os meus. Hora está castanho, hora vermelho. Vemelho, intenso é. -Jiwoo disse com a voz rouca. Um breve silêncio se seguiu.

 

_Jiwoo, sei que momentos oportunos virão mas quero afirmar-te que demasiadamente tenho um amor por você. Quero.. cuidar-te. -Sooyoung disse a olhando nos olhos. _Amo-te tanto que penso ser esta a única razão pela qual não sou consumida pelos desejos terríveis de meu pai.

 

_Sooyoung..

 

_Deixe-me acabar! -A beijou no pescoço, na bochecha e tocou o nariz no rosto dela. _Sonho deixar esse amor ser vivido. Temo que não consigamos isso sequer se vivermos ao lado de meu pai e seus anjos, eles não aceitariam tamanha pureza de tua parte. Quero-te e por tal motivo, necessito saber se queres me da mesma forma?

 

Jiwoo sorriu brevemente, negando com a cabeça e tocando o rosto dela.

 

_Estou eu nua em tua cama no palácio do rei das trevas. Queres maior prova de amor que esta, Sooyoung? Diga-me agora, herdeira do crepúsculo, o que pretendes?

 

_Quero convidar-te a ressurgir junto de mim..

 

_Estas louca? -Jiwoo se ergueu na cama.

 

_Jamais senti-me tão lúcida em toda minha existência. Tens uma escolha. Podes viver este amor ou podes deixá-lo ir agora.

 

Jiwoo suspirou, olhando nos olhos dela, buscando dentro de si uma resposta imediata. Deixaria ir, sim, deixaria que seu eu falasse mais alto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...