História Lord Stark - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Visualizações 34
Palavras 302
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único


O rei dá as ordens e o soldado obedece, foi assim que ele aprendeu.

Tudo agora parecia estar em câmera lenta e não podia se ouvir mais nenhum som, nenhum grito, nenhuma ordem, nenhum pedido. Ele não sentia mais a dor de cabeça, causada por uma das pedras que haviam lhe atirado, não sentia medo, arrepios. Nada, absolutamente nada, não teve tempo.

Não havia expressão alguma em seu rosto, estava como sempre. Ele sempre fora denominado um homem frio, que não demonstra o que sente. Mas ali, escondia-se apenas um garoto tímido e calado.

O lugar de um Stark é no Norte. O que ele estava fazendo ali?

A vida não significava nada para si, era um soldado, já havia aprendido a morrer há muito tempo. Mas ele tornou-se a peça que sustentava todas as outras, não poderia ser retirada, não deveria ser retirada, do contrário toda a construção iria desabar.

Lord Stark não se importava, havia sido traído, estava ali, em meio à humilhação, injustamente. Mesmo assim, não se importava. Não era ele que importava. Quando ouviu o “corte a cabeça dele” tudo desandou, pois ele não pensou em si mesmo, em Robert, nem em Jon Arryn, no filho bastardo do rei, em Porto Real, em Winterfell, ou em sua esposa. Pensou no que importava, no que realmente importava. Quando sentiu a lâmina fria e pesada entrar em contato com sua nuca, Ned pensou em sua filha, não em Sansa, mas em Arya e como ela faria para voltar para casa sem ele.

“Deixe-me lhe dizer algumas coisas acerca de lobos, filha. Quando as neves caem e os ventos brancos sopram, o lobo solitário morre, mas a alcateia sobrevive. No inverno, devemos proteger uns aos outros, nos manter quentes, partilhar nossas forças. Por isso, se tiver de odiar, Arya, odeie aqueles que realmente querem nos fazer mal”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...