História Lork. - jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 2
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


aí não sei

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction Lork. - jungkook - Capítulo 1 - One

uma das melhores lembranças da minha vida foi aos 13 anos, quando eu tive meus poderes revelados. eu era uma princesa e ainda tinha poderes, aquilo foi maravilhoso para mim. nos estávamos no século XXI e esconder aquilo era tão trabalhoso, mas por enquanto só eu sabia. 

empurrei com força as portas enormes de madeira do meu quarto. eu havia acabado de chegar de viagem e tudo o que eu mais queria era deitar e dormir. viajar dos Estados Unidos até à Inglaterra era demorado e cansativo.

caminhei até o espelho do meu quarto e fiquei encarando meu reflexo no vidro. 

cabelo na coloração platinada estava e apenas amarrado, uma blusa preta de mangas compridas, uma saia verde escuro quase azul, uma legging preta e uma bota de cano baixo também na cor preta; ok, eu estava bonita.

o telefone toca do meu quarto toca, a voz de um dos empregados do castelo soou em meus ouvidos.

— Alteza, tenho a autorização para deixar a senhorita Alice entrar? — o mordomo se referia a minha melhor amiga, que tinha me ligado um pouco antes de chegar ao castelo e tinha esquecido de avisar o Senhor Jensen de que ela iria vir.

— claro, está autorizada. 

deitei na minha cama e encarei o teto por breve segundos e logo me sentei. meu quarto estava muito bonito na minha opinião, antes nossa família viajar o castelo inteiro tinha sido redecorado e estava magnífico. a decoração estava antiga mas também moderna, haviam mesclado os conceitos, estava esplêndido. 

estava tudo branco, a cama; parede; teto, móveis; e ainda tinha flores espalhadas pelo teto, como se tivessem crescido ali, não fazia ideia de como tinha sido feito mas não importava. 

a parede de frente à porta tinha uma enorme janela e diante dela uma mesa estava posicionado a direita e ao lado esquerdo uma estátua dourada de um cachorro e tinha metade de um arco de flores que passava pela janela; ao lado tinha meu closet, ele ocupava praticamente toda a parede, se entrasse nele iria ver um espelho uma mesa com repartições para as joias e sua frente um espelho enorme e aos seus lados todas as minhas roupas. depois do closet tinha outra janela, nessa era fechada por uma cortina, também, branca e ao lado um pé de árvore; no centro do quarto tinha minha cama, ela era completamente branca, havia um pano que descia do teto e passava para as quatro colunas da cama, tinha flores pelo teto envolta do pano e ia até a ponta das colunas e um pouco pelo teto; tinha alguns móveis perto da cama e um banco na frente da cama.

— cHeGuEI — Alice abriu uma brecha e sorriu pra mim — to entrando, é nois’ — fechou a porta, correu e me abraçou — ME CONTA O QUE ACONTECEU! você disse que tinha algo pra me contar.

— como você sabe eu vou ser rainha da porra da Inglaterra porém preciso de um rei então meu lindíssimo pai vai fazer meio que uma seleção de vários príncipes e eles vão participar de vários testes e no final vou me casar com o parceiro. — respiro fundo e me jogo na cama novamente.

— mas você não quer encontrar alguém que você ame? seu amor verdadeiro e toda aquela coisa clichê? — logo ela se senta atrás de mim e coloca minha cabeça em suas pernas que estavam cruzadas e faz carinhos em meus cabelos.

— não ué, tipo porque eu não poderia amar o garoto que for escolhido? eu não me importo e me importo ao mesmo tempo, é estranho. 

me viro para o lado esquerdo e aos poucos o sono toma conta de mim. 

meia hora depois, acordo com o telefone  tocando, o nome de victor aparecia na tela, logo desbloqueio e clico em sua conversa e havia uma sequência de 16 mensagens:

oi

amor?

katherine?

meu amor

quero te ver 

to com saudade doce’

vo’ leva ota’ melancia aí

Katherine Nicole Edwards

me responde 

porra 

vo’ te liga

mas se vc tive dormindo? 

ah

foda se

eh nois’

[sexta-feira, 17:35]

uma ligação perdida de vicfor♡

KJKJJKJJFJFKFKGJGKGG

BLZ

TRÁS UMA MELANCIA PÁ’ NOIS’

[você; sexta-feira, 17:38]

 

blz eu levando melancia rastelo vc

[sexta-feira, 17:38]

 

eu melancia carriola vc

[você; sexta-feira, 17:38]

 

eu linda vc

[sexta-feira, 17:38]

 

eu amo vc

GANHEI

TOMA OTARO

[você; sexta-feira, 17:39]

 

?????????

que

SAFADA

ganhou nada não

to indo amor

vai oce’ e a Jessica pro’ jardim de trás

[sexta-feira, 17:39]

 

levantei e um bilhete em cima da Alicie falando que havia saído porque ela tinha uma festa pra ir. 

 

ok, nem queria ela aqui mesmo. hum.

 

sai do quarto e segui o corredor até chegar à porta do quarto da Jessica, enquanto batendo na horta escuto os passos da garota de 21 anos vindo em direção à porta.

 

Jessica era minha prima, e também era amiga do Victor; cabelos na tonalidade castanho escuro e olhos castanho claro, era muito magra mas isso a deixava mais linda ainda, sua barriga era chapada, seu sorriso era maravilhoso, realmente muito encantadora. a figura da garota apareceu em minha frente, expliquei a ela e logo saímos do castelo, com a entrada de Victor autorizada.

 

um pouco antes de sair o Primeiro Ministro me interrompe.

 

— Vossa Alteza, o processo para a senhorita herdar o trono foi adiantado e será semana que vem, espero que isto p atrapalhe seus planos mas precisamos urgentemente que assuma o trono pois seus pais já não tem a energia como antigamente, seu casamento irá demorar para ser planejado então a escolha do príncipe tem que se a mais rápida o possível, obrigada pela atenção Alteza.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...