1. Spirit Fanfics >
  2. Los "Hijos" de Madrid >
  3. Fim de noite

História Los "Hijos" de Madrid - Capítulo 8


Escrita por: e Rafaesaoprimo


Notas do Autor


NAO MORRI JURO
mano é que minha cabeça bugo e fiquei sem ideia

Capítulo 8 - Fim de noite


- Onde estou? - Dybala pergunta levantando a cabeça da cama. Percebeu que estava apenas de cueca na cama de Cristiano. Todos ali estavam dormindo tranquilamente. Paulo se assusta, percebendo suas mãos amarradas com uma gravata. - Cristiano. - Chama o garoto ao seu lado dormindo mas sem sucesso. Paulo apenas joga a cabeça novamente na cama, sentindo lágrimas nos olhos. - Onde fui me meter...

***

- Onde esta seu amigo? - Kepa pergunta, olhando Lionel debaixo da coberta na cama. O menino da de ombros, digitando em seu celular.

- Não vi desde que ele disse que iria ver um amigo. - Lionel fala, bloqueando o celular e colocando na mesinha ao lado da cama. Kepa o encara confuso.

- Mas você sabe se ele conhecia alguém antes de vim para aqui?

- Que eu saiba não. - Lionel diz e se surpreende com algumas fotos recebidas em seu celular.

- Então como ele saiu Lionel? - Kepa pergunta, guardando seu material escolar em sua mochila.

- Eu pensei em uma possibilidade em que ele poderia ter ido conversar com um daqueles garotos que estavam no campo enquanto jogávamos futebol a tarde. - Lionel diz se escondendo ainda mais de baixo da conversa após escutar um forte barulho de trovão la fora. A chuva caía forte, o que deixava os dois ainda mais preocupados.

- Você poderia mandar mensagem para ele? - Lionel encara Kepa, e logo percebe o que o menor queria dizer: o celular de Paulo estava em cima da sua cama.

- Sério Kepa cadê ele? - Lionel se levanta da cama, mas Kepa coloca uma mão em seu peito, o impedindo de andar.

- Relaxa, eu vou falar com o pessoal. - Kepa sai rapidamente do quarto, deixando Lionel parado igual uma pedra no meio do quarto. E sabia qu não dormiria enquanto Kepa tomasse uma medida.

***

- O dia em que eu conhecer esse menino eu vou matar ele! - Neymar fala, encarando Thiago e Di Maria jogando cartas na cama do brasileiro. - O que vocês estão fazendo?

- Jogando. - Di Maria joga mais uma carta, olhando Neymar deitado na sua cama.

- O que diabos Ederson deu para você conversar? - Thiago pergunta jogando mais uma carta na cama.

- Eu não sei, só sei que ser humano não é! - Neymar fala.

- Por que? - Di Maria pergunta.

- Sei la, ele não me responde, só fica mandando emoji, isso está chegando a dar agonia. - Neymar percebe que o argentino deixa de estar online, o que lhe faz colocar o celular na mesinha do lado da cama, enfurecido.

- Eu falei para você ir no quarto dele aquela hora! - Thiago fala. - GANHEI! - Joga o resto das cartas em direção ao argentino a sua frente que o encara nervoso.

- E eu nem sei por que eu não concordei com essa ideia. - Neymar diz, virando seu rosto na cama. - E se um dia nós armássemos uma contra ele?

- Duvido que ele cairia. - Di Maria sai da cama, juntando todas suas cartas e guardando na gaveta do seu armário, o que faz Thiago o encarar confuso.

- Por que você guardou? - ele pergunta, Angel o empurra da cama sem responder, apenas puxando a coberta e cobrindo, escutando os trovões la fora.

- Eu não quero jogar mais com você, parece que rouba. - Di Maria se assusta com um barulho mais forte da chuva. Neymar fecha os olhos ao perceber que esqueceu da resposta do Angel.

- Esta com medo dos trovões gracinha? - Thiago tira sarro, ainda de pé ao lado da cama do argentino que nem quisera o olhar. - Quer que eu fique contigo? - Neymar sorri ainda de olhos fechados, Angel se vira, olhando pela pergunta que jamais poderia ouvir, ainda mais de um dos seus melhores amigos.

- Aceitaria. - Di Maria sorri, sentindo o brasileiro deitando atrás de ti e, timidamente, colocando um dos seus braços por cima do seu corpo. - Obrigado.

- Não é por nada.

***

- Cristiano acorda! - Sergio cutuca o amigo que dormia ao lado do argentino que se encontrava em sono profundo. - Perdemos a hora porra.

- Puta que pariu! - Cristiano calmamente desamarra Paulo, mas isso o acaba acordando. - Cala a boca!

- Relaxa não vou gritar! - Paulo fala levantando as mãos após as mesmas serem desamarradas. - Eu não vou fazer nada! Mas não contem isso a ninguém! - Ele se levanta, sendo observado por Cristiano e Sergio.

- E quem disse que fizemos algo contigo? - Sergio fala mas recebe um murro forte de Cristiano em direção ao vão das suas pernas, o que lhe faz cair na sua cama com força e com dor na região.

- Que? - Paulo se surpreende.

- Não é nada bebe! - Cristiano se levanta, ficando na mesma altura que o argentino, acariciando seu rosto e depositando um beijo em sua testa. - Se você gostou logo logo terá mais noites com aquele espanhol. - Ele aponta para Isco que dormia tranquilamente apenas com o short da seleção espanhola. Paulo sorri lembrando que, em todos aqueles momentos, os sorrisos e os beijos mais sinceros eram do espanhol.

- Algum dia eu volto aqui. - Paulo pegou sua camiseta após vestir sua calça e ja ia saindo, se não fosse Cristiano o barrando. - Que foi?

- Percebeu algo diferente? - Cristiano sorri brincando com as marcas no corpo do espanhol. Paulo sente suas bochechas corarem e veste sua camisa rapidamente. Sergio apenas os olhava curioso com a conversa. - Tchau bebe, volte quando quiser e sinta se livre para falar conosco na sala de aula! - Cristiano abre a porta.

- Então se tiver alguma atividade em equipe posso fazer com vocês? - Paulo pergunta e Cris sorri concordando com a ideia perfeita que veio em sua mente. - Obrigado!

- Por nada meu amor, agora vai... - Cristiano sorri e após o argentino sair ele fecha a porta, começando a rir alto, assim como Sergio Ramos. Dois psicopatas.

- Perfeito! Não tem ninguém melhor que nós dois aqui nesse maldito lugar! - Sergio sorri batendo no ombro do amigo que cai na cama ja tranquilo em relação ao efeito da droga.

- Ele caiu certinho na nossa brincadeira! - Cristiano sorri rindo com Sergio, mas encara o outro espanhol no quarto. - Mas que pena que ele não acreditou na brincadeira e quis levar tudo a sério.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...