História Losing The Love - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Violetta
Personagens Angeles "Angie" Saramego, Camila "Cami" Torres, Diego, Federico, Francesca Cauviglia, Germán Castillo, Lara, León Vargas, Ludmila Ferro, Marco Tavelli, Violetta Castillo
Tags Violetta
Visualizações 74
Palavras 1.756
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OOOOOI! A foto 👇 vai aparecer pelo capítulo. Boa leitura!

Capítulo 4 - O fim de Leonetta?


Fanfic / Fanfiction Losing The Love - Capítulo 4 - O fim de Leonetta?

Pov's Violetta

    Não aguentava mais ficar me revirando naquela cama, olhei a hora: 5:38. Tinha ido embora do evento a 01:00, briguei com ele e vim pra cá, eram 2:30, 4:00 já era pra mim tá dormindo há muito tempo... Desisti de tentar e fui tomar um remédio pra dormir. Acordei às 7:45 com o choro do Matteo. Fui no quarto, Sophie já tava sentada na cama esperando eu chegar e a Mel fingindo que tava dormindo. 

 -Pode continuar dormindo, Sophie, ainda tá muito cedo!- Disse pegando ele. Dei um beijo nelas e voltei pro quarto com ele, na esperança que acalmasse, colocasse comigo na cama e voltasse a dormir. É... ele acalmou, mas dormir é outra história! Coloquei a TV sem som, deixei ele do meu lado e continuei dormindo, não durou muito, uns 40 minutos depois, Matteo tava subindo em cima de mim. Acordei, ele abriu um sorriso. Me fez sorrir junto- Já vi que não vou dormir mais...- Troquei a roupa dele, e fui pra sala. Arrumei um café da manhã improvisado com as poucas coisas que tinham. Mel e Sophie também não demoraram muito pra aparecer. Sentamos na mesa e comemos. Alguém bateu na porta. Abri. 

 -Oi amiga!- Era a Cami. Ela entrou e fomos pro sofá. 

 -O que te deu? Que loucura é essa agora?- Cami.

 -Você sabe o que aconteceu?

 -Violetta... aquilo é o trabalho dele!- Cami.

 -Ah, claro! Me deixar sendo humilhada é o trabalho dele! Camila, eu tolerei muito esse mês! Coisas que eu engoli sozinha, não contei pra você, nem pra Ludmila nem pra Francesa! Você não faz ideia de como eu sofri! Se você veio aqui me dar lição de moral, pode ir embora! 

 -Você sabe que ele não podia ir te defender! Se ele fosse, corria o risco de perder o contrato com a gravadora! Era isso que você queria?- Cami. 

 -Mel, Sophie... podem ir pro quarto por favor?- Elas subiram- Camila, eu to sozinha, fiquei sozinha! Quase nem vi ele, esse mês...- Já comecei a chorar- além de tudo, ainda tinha que aturar toda aquela gente apoiando ele com a Melanie! Não aguento mais! Eu não vim pra cá só porque ele não me defendeu, isso foi só a gota d'água!- Ela revirou os olhos. 

 -Você percebeu que cada vez que você se irrita um pouco, você foge! Vai pra Espanha, vai pra casa dos seus pais, vem pra cá! Você não é mais uma adolescente!- Cami.

 -Você fala isso por que as coisas não acontecem com você!

 -Quando eu fiquei grávida do Ben, por mais que eu tivesse medo, eu contei pro Federico! Fui rejeitada pela minha mãe, mas igual fui lá e contei pra ela! Você sabe como eu sofri e como aquilo foi difícil pra mim, mas eu contei e não fiquei me escondendo! Quando eu brigo com o Federico, o máximo que acontece é ele ir dormir no sofá, mas ninguém sai de casa, porque a gente sabe que se ama e que vai passar por todos os problemas juntos!- Cami.

 -Então fica vendo todo mundo falar que ele tá namorando outra, que te traiu! Um monte de gente te perguntando o que tá acontecendo e ele só observando! Eu não to diminuindo os seus problemas, eu sempre te apoio, inclusive você devia tá fazendo isso agora! Mas Camila, você não sabe o que eu passei! Eu sei que vocês são amigos há muito tempo e eu não te incrimino em defender ele, mas não me culpa por me defender sozinha!

 -Me poupe, Violetta! Não é mais só uma briga entre vocês dois, agora tem TRÊS crianças envolvidas, você acha que as suas decisões também não afetam neles? Acha que a Mel e a Sophie saíram daqui tranquilas e que tão lá brincando? Elas devem tá preocupadas e não aguentam mais ficar no meio de vocês dois! CRESCE VIOLETTA!- Cami.

 -Se você só veio me criticar... Camila, vai embora! Eu quase não dormi, tenho que organizar a minha vida, vai embora por favor!

 -É serio isso?- Cami.

 -Vai embora!- Ela pegou a bolsa, não me olhou direto e saiu batendo a porta. Coloquei a mão no rosto- Por que Matteo?- Olhei pra ele- Por que tudo acontece com a gente. 

 

   Pov's León

  Dormi muito pouco, acordei e fui no apartamento dela, era o único lugar que ela podia ter ido com os três, aquela hora da madrugada. Quando cheguei no prédio, vi a Camila saindo, buzinei. Ela se aproximou do carro e desci. 

 -Como você tá?- Cami. Nos abraçamos.

 -Mal, não podia tá de outro jeito! O que você tá fazendo aqui?

 -Vim falar com ela.- Cami.

 -Como você soube que ela veio pra cá?

 -Ludmila!- Cami.

 -Conheço melhor que ninguém! E ai?

 -A gente brigou feio! Não tem como mudar a cabeça dela!- Cami.

 -Eu só quero acabar com aquela palhaçada e levar ela pra casa de novo!

 -Melhor você esperar um pouco pra subir... eu acabei de sair de lá!- Cami. Assenti. 

 -Obrigado!- Ela sorriu- Nos despedimos, voltei pro carro e fiquei esperando... deixei passar meia hora e subi. Bati na porta. Mel abriu. 

 

 Pov's Violetta

   Matteo comeu e dormiu. Deixei ele no quarto e fui arrumar algumas coisas no meu. Mel e Sophie ficaram lá embaixo dançando na frente da TV, pelo menos quando eu olhei era isso! Ouvi alguém bater na porta, ia descer para abrir, mas Mel foi mais rápida. 

 -PAPAI!- Sophie gritou e foi correndo. 

 -Merda!- Desci- O que você tá fazendo aqui?

 -A gente pode conversar?- León.

 -A gente não tem mais nada pra conversar!

 -Por favor! Me da 5 minutos!- León. 

 -Mamãe... deixa!- Mel. Aquilo me tocou tanto... 

 -Vem.- Subi com ele pro meu quarto- O que foi? 

 -Eu não quis te magoar! Amor... por favor, me perdoa! Volta pra casa!- León. Ele pegou minhas mãos e eu rapidamente soltei. 

 -Quantas vezes eu vou ter que te falar que não da mais?

 -Tudo bem, não vou te forçar! Vou dar seu tempo, mas pelo menos me diz quanto você precisa!- León. 

 -QUE TEMPO LEÓN! VOCÊ NÃO ENTENDEU QUE EU TO ME SEPARANDO?- Ele não esperava essa resposta. 

 -Para! A gente se ama! Você tá se precipitando! Pensa no que você tá dizendo!- León. 

 -Eu não vou pensar, eu te avisei que se você continuasse eu ia embora! Só vou pensar em voltar, quando esse circo acabar! 

 -Ah, legal! VOCÊ VAI ME PROIBIR DE VER AS CRIANÇAS TAMBÉM? É que eu não sei se você sabe, que os três também são meus filhos!- León.

 -Segunda, quarta e sexta pra um, terça e quinta pro outro! Um fim de semana pra cada, quem ficar com o fim de semana fica com a semana menor, e a gente vai revezado! 

 -Você tá brincando?!- León.

 -Eu to tentando entrar em um acordo, ou você prefere que a gente brigue na justiça?

 -Ótimo, hoje é segunda, eu levo eles porque a terça dessa semana então é minha, trago na quarta, você me devolve na quinta, volto na sexta e o final de semana é meu!- León. 

 -Ótimo! 

 -VOCÊ NÃO PENSA NO QUE ISSO VAI CAUSAR NELES? TODOS OS DIAS INDO DE UMA CASA PRA OUTRA!- León.

 -Por enquanto vai ser assim! Depois a gente muda. 

 -Agora eu to indo embora, e vou levar os três!- León.

 -O Matteo tá dormindo!

 -Engraçado, acho que ontem quando você trouxe eles de madrugada ele também tava! Eu vou levar os três pra casa, de onde eles não deviam ter saído!- León. Não respondi nada, ele desceu falou com as meninas, elas subiram pra me dar tchau. Desci, peguei o Matteo no colo. 

-Eu te amo!- Sequei minhas lágrimas. León pegou, e levou os três embora. Tomei uma água pra me acalmar. Subi pro meu quarto e decidi organizar minhas coisas pra encher a cabeça com alguma coisa. Achei uma caixa no fundo do roupeiro com várias fotos, das gêmeas, algumas que eu nem lembrava, minhas com o León, com o Matteo, dele com o Matteo, desde pequeno até as últimas, e umas perdidas da Isa. Sentei na minha cama e me emocionei olhando tudo. 

 

Pov's León

   Passei a tarde com eles, consegui esquecer um pouco os meus problemas... Quando era mais ou menos 23:30, tava colocando elas na cama, Matteo tava no cercadinho da sala. Alguém bateu na porta. 

 -Melanie? O que você tá fazendo aqui? 

 -Fiquei sabendo que você tava sozinho, e imaginei que fosse com as crianças, achei melhor vir ajudar...- Melanie. O QUE? 

 -Entra...

 -Quer que eu faça as meninas dormirem? Ai você pode dar mais atenção pro bebê!- Achei isso bem estranho. A Mel e a Sophie já tinham conhecido a Melanie, viram ela duas vezes... deixei e fui ficar um pouco com Matteo- Pronto! Elas estão bem calminhas... daqui a pouco já dormem!- Melanie. 

 -Obrigado, só não entendi o porquê disso tudo!

 -Só quero te ajudar!- Melanie.

 -Você sabe que eu só amo a Violetta não sabe?

 -León... eu não tenho segundas intenções! Bom... já vou indo!- Melanie. Ela veio se despedir de mim e eu impedi. 

 -Pode ficar...- Eu sou consciente!

 -O que?- Melanie.

 -Já tá tarde... é meio perigoso você sair na rua a essa hora! Pode ficar, amanhã cedo você vai embora.- Ela concordou, me agradeceu, e foi pro quarto de hóspedes. Esperei Matteo dormir, passei no quarto das gêmeas, desliguei a TV, dei um beijo nas duas. Mel me segurou.

 -O que foi?

 -Eu to com medo!- Mel.

 -De que, Mel?- Ela não disse coisa com coisa. Tentei acalmar e fui tomar banho. Fiz uma video chamada com o Federico. 

 

*VIDEO CHAMADA ON*

Fede- Você sabe que horas são?

León- A Melanie vai dormir aqui.

Fede- O QUE? Você acaba de assinar o seu divórcio com a Violetta, sabia?

León- Eu to enlouquecendo!

Fede- Eu percebi!

León- Federico me ajuda!

Fede- O que você quer que eu faça? Deixa a Violetta acalmar, esquece a Melanie e tudo volta ao normal!

León- Tem uma mulher na minha casa que é completamente estranha pra mim,  enquanto o amor da minha vida tá lá.

Fede- Eu sei que tá todo mundo dizendo isso, mas vai passar.

~ficamos jogando conversa fora, e desliguei~

*VIDEO CHAMADA OFF*

 

  Apaguei a luz, virei pro lado e fui dormir. 

 -Papai...- Mel cochichou na porta. Liguei o abajur. 

 -O que Mel?- Virei pra ela.

 -Eu posso dormir com você?- Mel. Achei muito estranho essa história de medo e querer dormir comigo, ela NUNCA dorme longe da Sophie. 

 -Pode!- Mel subiu na cama, tapei ela. Fui dormir com aquilo na cabeça...

 

 


Notas Finais


🤷🏻‍♀️ Até amanhã!
Bjss da Viih 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...