História Lost - Capítulo 3


Escrita por: e beaalvess

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 9
Palavras 359
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Policial, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esperamos muito que vocês gostem deste capítulo. XOXO

Capítulo 3 - Three


   Carlos André Pov

E ali, brincando com meu filho, eu percebi o quanto sou feliz com aquela família. Mas como felicidade de pobre dura pouco, tive que sair para o trabalho e deixá-los ali.

  Enquanto dirigia minha BMW, vi um carro cinza indo em direção ao sul. Um carro suspeito, com os vidros escuros e a placa quase apagada.

- LLH 2034 - li a placa, tentando memorizar para depois procurar saber de quem é aquele carro e para que é usado. Chegando ao 12° BPM, me encaminhei para minha sala e chegando nela, vejo uma pilha de papelada para resolver.

  É, vida de policial não é fácil.

   Silvia Pov

  André saiu para trabalhar, vou aproveitar e sair com o Davi para fazer as compras. Dei banho nele, já que o mesmo ainda estava de pijamas e coloquei uma roupa fresca por conta do calor que fazia, o deixei vendo desenho e tomei meu banho me arrumando logo em seguida.

- Filho, vamos.- falei pegando a chave do carro

-Cama- falou concentrado na TV.

-Davi, mamãe não pode te deixar sozinho.- falei e ele se levantou, mesmo contra a sua vontade.

  Desliguei a TV, as luzes que estavam acesas e saímos, o coloquei em sua cadeirinha e segui para o mercado mais próximo, coloquei Davi na cadeira do carrinho e o empurrei ouvindo sua gargalhada.

  Comecei pelo básico que estava faltando e fui para a parte do hortifruti, peguei todos os legumes e verduras que precisava e, como sempre, o pequeno ficou de olho nos cachos de uva e então, peguei uma lhe dando para comer.

  Todos os caixas estavam cheios, até mesmo o preferencial então preferi enfrentar a fila normal. Tinham apenas três carrinhos na minha frente, olhei para o meu relógio vendo a hora e brinquei um pouco com Davi.

  Coloquei-o em pé na cadeirinha e o abracei, brinquei mais um pouco com ele até perceber uma movimentação estranha. Preocupada, o coloquei sentado novamente e vi dois seguranças do mercado entrarem e fecharem as portas.

- Senhoras e senhores, peço que mantenham a calma – uma voz ecoou pelo auto falante do mercado- Isso aqui é um assalto.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...