1. Spirit Fanfics >
  2. Lost Alone - Perdido e sozinho. >
  3. S3. 13 - Traumas.

História Lost Alone - Perdido e sozinho. - Capítulo 63


Escrita por:


Notas do Autor


Esse capítulo vai ser tenso...
Decidi postar mais cedo kkkk
aproveitem e boa leitura :)

Capítulo 63 - S3. 13 - Traumas.


Fanfic / Fanfiction Lost Alone - Perdido e sozinho. - Capítulo 63 - S3. 13 - Traumas.

Carl:

Todas pessoas tem seus próprios traumas, cada ser humano sofre com isso. É normal, mas não significa que seja tudo de bom, as vezes pode nos assombrar muito. 

Jantamos ainda cedo, o clima estava tenso, a preocupação em seguir o plano era muita, mas era o que tinba que ser feito. Robbie não concordou com o plano, e sei que ficou chateado e bravo por eu discordar dele votando "sim". Não sentamos juntos no jantar, fiquei com Chrissy e ele com K-Mart. Olhava pra ele e não recebia olhares de volta, ele realmente estava bravo.

- Vocês vão conversar sobre isso? - Chrissy me perguntou.

- Do que? 

- Rolou um climão quando você votou sim e ele não, nem conversaram depois disso. 

- Vamos sim, depois. 

Teddy se sentou ao lado de Wes, claro que ficou um silêncio entre eles, o mais velho não é de conversar muito.

- Você não precisa mesmo ir ao mercado... - Wes disse rápido ainda sem olhar pra ele.

- Vocês precisam de muita gente.

- Está com medo, quer ser prestativo, entendo, mas...

-Sim... - o interrompeu. Todos estão com medo sim, mas sei que o motivo não é esse, acha que eu não vou poder ajudar porque não tenho muita experiência com armas.

- Talvez... 

[...]

Tomei um banho rápido, vesti uma roupa pra dormir e fui encaminhando até o quarto.

- Boa sorte. - K-Mart disse enquanto escovava os dentes.

Cheguei no quarto e me sentei na minha cama, ele estava deitado fingindo estar dormindo, ele é o pior mentiroso. Acho que realmente precisamos conversar...

- Já te disse que pra fingir estar dormindo precisa fechar os olhos direito. - passei pelo quarto.

Ele não respondeu.

... - Os dedos mexendo também não ajudam.

- Fica quieto. - respondeu bravo.

- Vai mesmo fazer assim? Se ta incomodado deve conversar, não ignorar. Sua memória ainda não deve ter voltado porque parece o mesmo garoto inseguro que era. - já estava me irritando também

- Cala a boca!

Me sentei na cama de novo.

- Que seja. - apaguei a luz.

O quarto ainda ficava pouco iluminado por causa da luz do luar.

... - Prefere morrer de fome do que encarar, nunca vi...

Robbie suspirou bravo, se levantou e ficou falando em minha direção.

- Talvez tenha outro lugar igual o chalé, não pode ser o único nessa área! Eu acredito que tenha sim, acredito que esse mercado não é uma ideia maravilhosa, eu acredito que arriscar a vida de todos assim seja bobeira! 

- Três dias, Rob, horas pra comida acabar, ficar rondando por aí caçando lugares não é boa ideia quando não se tem tempo!

- Teddy Burke! Ele ajudou você quando estava perdido e desmaiado, te deu lar e por ele que está vivo! Karina Martin, ela e seu amigo me abrigaram quando eu estava com fome e sozinho, não teria sobrevivido uma semana! - jogava na minha cara. Chrissy Adams, me deu medicamento, salvou a vida da pessoa que você diz amar, Wes me carregou até aqui. Finn Stevens e Kyla Bishop são pessoas incríveis e espertos... Eu me importo com pessoas, eu sou assim! - falava alto. Então me desculpa se preocupo mais com pessoas que nos ajudaram do que com um plano...

- Um plano que vai salva-las! -gritei. Eu me importo com cada um deles mais que você! Era eu aí estava aqui quando nos receberam, conversei com cada um deles, você não sabe como eu fique grato de ter os achado aqui. Não sabe! - me levantei.

- Imagina eu então, era minha vida! 

Nós dois estavamos gritando agora.

- Sua vida? - ri irônico. Você sentiu dor física! Eu emocional, isso estava acabando comigo, acabando! Você não sabe o que eu passei! Não sabe o que passei com você. - apontei dedo em seu rosto por um segundo. 

Meus olhos estavam enchendo d'água.

... - VOCÊ NÃO SABE COMO FOI CHORAR TODA HORA SABENDO QUE IA MORRER, FAZENDO VOCÊ FICAR ACORDADO. VOCÊ NÃO SABE COMO FOI VER VOCÊ MORRER NA MINHA FRENTE. - caíam lágrimas. Você não sabe como foi eu dizendo que poderia ir, que podia descansar, eu deixei você partir... Você não imagina. - comecei a chorar e soluçar enquanto falava. 

- Eu não morri, Carl. - foi acalmando.

- Mas ia... Estaria enterrado agora se não fosse esse grupo, por isso disse "sim" ao plano, porque eu vou arriscar sim minha vida por eles, pelas pessoas que salvaram você. 

Rob pulou forte em mim me abraçando. Seus braços voltaram em minhas costas, sua cabeça ficou em meu pescoço. Eu continuei parado ali enquanto me abraçava. 

- Eu vi você morrer... 

Rob está chorando mais que eu agora. Ele olhou pros meus olhos chorosos, olhei pros seus, seus lábios estavam trêmulos.

- Vai ficar tudo bem... Me beija, Carl... 

Fiquei negando. Finalmente tinha aberto todos meus sentimentos e não foi fácil. Ele me deu um selinho e limpava minhas lágrimas.

- Desculpa por gritar primeiro.

- Desculpa por chorar primeiro...

Nos deitamos em sua cama. Ele ficou fazendo carinho em meus cabelos me abraçando pra dormir. 

- Descansa... tá tudo bem agora... Vamos conseguir, tudo vai ficar bem.

Fui me acalmando.

Dormimos de conchinha, pela primeira vez ele estava atrás me abraçando, eu precisava disso. Fiquei como um bebê choramingando, ele cantava pra mim dormir, isso me fez rir um pouco, daí apaguei...

Amanhã é um novo dia...

Todo mundo tem traumas, alguns mais fortes que outros, ou não, cabe a nós decidir se ele vai continuar nos assombrando pra sempre ou tentar lutar pra derrota-lo.


Notas Finais


Comentem aí ❤
Espero que gostem, espero mesmo que estejam gostando do caminho que a história está indo.
Confiram o Instagram @LostAlone_twd


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...