História Lost in Chaos - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Erica Reyes, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Lydia Martin, Personagens Originais, Scott McCall, Stiles Stilinski
Tags Caos, Cristão, Martinski, Romance, Stydia, Teen Wolf
Visualizações 88
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, meus nene. Nem acredito que fiquei sem atualizar durante 2 meses, já podem me bater. Mas hoje vim finalmente continuar com minha historia que tanto estava com saudades. Me desculpem pela demora, estava escrevendo uma one (Tentação), que inclusive, já postei por aqui, vou deixar o link na notas finais. Foi muito complicado para mim porque é cheia de hot e tals e eu precisava de muita imaginação e inspiração pra isso, mas enfim.
Não gostei e gostei do capitulo de hoje, mas é importante pra fic.

Músicas que me inspiraram (link da playlist na notas finais):
• Maroon 5 - Wait
• Kygo e OneRepublic - Stranger Things
• Quinn Lewis - Botl
• Sleeping At Last - Already Gone
• Nathan Sykes e Ariana Grande - Over and over Again
• Taylor Mathews - I don't want to love You

Espero que gostem, boa leitura!!! ♥
Obs: qualquer erro, relevem, não deu tempo de revisar.

Capítulo 11 - Pega


Fanfic / Fanfiction Lost in Chaos - Capítulo 11 - Pega

Lydia Martin

Eu ainda permanecia como uma pedra no final do corredor, o qual parcialmente estava iluminada pela luz do sol. Me movimentei encostando minhas costas na parede com meus pensamentos gritando, sobre quais merdas aqueles idiotas estavam falando de mim, até quando consegui entender que foi o loiro assedo que havia perguntado sobre minha pessoa para Stiles, mas entendi tudo de vez quando o moreno disse:

— Eu abracei ela. Por um minuto achei que iria fugir no mesmo instante, mas ela continuou me abraçando também. Mas, algum segundo depois, fugiu de mim chorando. Eu fiz algo de errado? Fiz? — com o tom descontente, ele questionou Isaac.

Tinha esquecido por breves minutos o que tinha acontecido, no entanto, esse idiota fez questão de me lembrar daquele abraço, daquelas lembranças. Respirei baixo e continuei ouvindo.

— Pera. Por que você abraçou ela?

— Contei que realmente está gravida. Ela surtou, brigou comigo e Isaac, quando a vi chorando e tão desesperada não resisti, foi quando a abracei. Ela se acalmou, mas depois me largou lá sozinho sem entender nada. Na verdade, não entendo o porquê dela me odiar tanto. — com o relato dele, rangi meus dentes sentindo raiva ao prestar atenção só nas primeiras palavras ditas por ele.

Como ele poderia ter falo para o pateta do Isaac a respeito da minha gravidez?! Stiles não tinha esse direito. Pensei em ir lá e o encher de porrada, mas o que pensariam de mim ao saber que estava escutando escondido?

Pelo que vejo esse amigo de Stiles é confiável, já nos vimos poucas vezes por aqui e não acho que espalharia isso. Mas, pensando bem, não me importo. Essa gravidez não vai durar por muito tempo, vou dar um jeito.

— Achei que não iria contar. Mas, Stiles se ela permitiu esse abraço, está claro que ela não te odeia tanto, cara. Foi um grande passo, mesmo sendo o primeiro dela em relação a vocês dois. — o loiro me intrigou quando soltou tais palavras com o objetivo de tranquilizar o amigo, o qual continuou calado.  

— Você se importa de verdade com ela, né? — sem minha permissão, um frio na minha barriga de repente surgiu.

— Você sabe muito bem que me importo de verdade com muita gente, Isaac.

— Não, Stiles, com ela é diferente. Aposto que já quer a levar para um obstetra e se brincar, quer até a ajudar no cuidado com filho que está ainda na barriga dela. — o idiota do Isaac riu suavemente me deixando mais aflita.

Stiles faria isso? Não, não. Ou faria?

Senti medo da resposta e me odiei por isso.

O que poderia estar acontecendo comigo? Merda!

— Ok, você venceu, com ela é diferente. E sim, realmente quero fazer tudo isso. Ah, Isaac, eu não sei, só sei que sinto um desejo inexplicável de que devo cuidar dela e do seu filho. — desanimado e ao mesmo tempo perdido, Stiles desabafou e me fez abrir a boca de tão atônica que eu fiquei.

Ele só pode estar mentindo. Não pode ser.

Não queria dar o braço a torcer, mas foi quase impossível não deixar meus olhos se encherem d’água. Meu coração batia rápido e eu só quis bater em Stiles por ter me deixado assim.

Me dei conta que ainda estava no corredor, controlei minha respiração e me mantive quieta com os ouvidos apurados. Assustei assim que Isaac aumentou a voz ao dizer:

— Ai meu Deus do Céu, você está.... — eu poderia ter escutado, se não fosse um copo de vidro sendo derrubado, provavelmente pelo idiota do Stiles.

Não entendi nada.

O estrondoso barulho do vidro sendo quebrado criou espanto e coragem em mim para correr de lá. Eles não podiam me ver e quando me dei conta, já me encontrava no meu quarto, sã e salva.  

...

Tinha alguns minutos que havia fugido deles, mas aquela conversa não fugia da minha cabeça. Por que Stiles iria sentir aquilo? Por que ele iria querer me ajudar? Por que ele iria se importar tanto comigo e com esse lixo dentro de mim?

Não, ele está mentindo para si mesmo e não preciso de ajuda, não preciso da ajuda dele. Não preciso de pena, ainda mais da dele.

Sem conseguir deter as lágrimas, as consentir jorrarem para fazerem seu trabalho bem feito. Sentada na minha cama me vi mais uma vez naquele dia vulnerável, sem saber o que pensar e o que fazer.

Alguém está crescendo dentro de mim e um cara que nem conheço quer me levar em um médico para cuidar disso, um cara que achei ser totalmente idiota sente que deve cuidar de mim e desse alguém.

Não posso confiar em ninguém. Não posso. Não devo acreditar em ninguém, no entanto, Stiles pareceu dizer a verdade. Ele pareceu realmente se importar de verdade comigo, ele disse isso e demostrou ser verdadeiro.

Ele pediu minha permissão para me conhecer e ser meu amigo. Seria o certo dar uma chance para ele? Talvez conhecer sim, amigo já é demais.

Mas e se eu me ferrar?

Não, não quero.

Não entendo para que precisa se relacionar com outras pessoas. Para que criar relacionamentos sendo que uma hora ou outra vai ser quebrado da pior forma? Como posso vê agora, por causa de muitos tomei na cara.

Deitando meu corpo no colchão, declarei derrota com os olhos fixos no teto.

Ai meu... engoli a fala. Merda!

Serio Lydia? Lembrou dele?

Balancei minha cabeça e tratei focar nos pensamentos anteriores. Chorei mais, também não queria mais pensar em nada relacionado a Stiles, mas não obtive sucesso.

A cena do abraço tomou meu juízo novamente naquele dia tão nada a ver, e com a palma da minha mão bati minha testa me culpando por ser tão idiota.

De reponte me recordei do "segredo" e temi ter deixado no quarto dele. Me levantei e percorri meu olhar no meu cantinho e nada daquele aparelho besta. Comecei a procurar, e sem sucesso me preocupei.

Sem saída, decidi ir no quarto dele, entretanto, ninguém poderia me ver entrando lá.

Me encostei na porta e fiz silencio total. Possuíam vozes lá fora ainda, com cautela toquei na maçaneta e abrir a porta. Olhando para o lado e para o outro, averiguei. Na pontinha do pé, fiquei com medo de ser pega.

Festejei pelo quarto dele ser tão perto do meu, me controlei e da mesma forma que fiz ao abrir minha porta, dei abrimento na dele me conduzindo o mais rápido possível ao encontro do aparelho, que situava em cima da cama, o peguei e quando determinei caminhar para sair, uma voz me fez parar no mesmo segundo.

Não existia outra explicação, fui pega.

— Lydia? O que faz aqui? — Stiles me interrogou com certa timidez.

Droga, era ele!

Além de burro é cego.

Interrompi essas observações o avistando vendo o porquê das suas interrogações em minhas mãos. Continuei calada e provei finalmente a inquietação em mim ao o olhar depois de tudo o que houve, de tudo o que ouvi.

Ele também me olhou e fiquei mais nervosa ao ouvir o turbilhão de vozes se reproduzindo na minha cabeça, e o assunto era sobre o que ele disse alguns minutos atrás.  

Nos olhando me lembrei do abraço e que depois dele, ali foi nosso reencontro. Queria correr para tirar a tensão e o desconforto que estava naquela atmosfera.

Ele pareceu nervoso também e talvez almejando quebrar o gelo, me interrogou mais uma vez:

— Você estava chorando? — com o olhar e o tom da voz mostrando preocupação, ele sem querer querendo me ajudou com minha escolha.

Com olhos claros ainda voltados em mim, soube que podia dar uma chance sem ele saber, e era dever dele merecer isso.

Segui meu caminho tranquilamente o deixando mais uma vez confuso e sem respostas. 

...

Scott McCall

Sinto tanta falta dela.

Vindo novamente nessa farmácia para comprar esse teste para minha Kira sinto um misto de alegria e tristeza. Lydia precisava estar aqui vivendo esse momento comigo.

Estou em tempo de saber que realmente serei pai e parece que vou explodir de tanta felicidade, mas essa ausência da minha melhor amiga tem causado tanta coisa por aqui.

Necessito ligar para ela, no entanto, esse necessitar vai me fazer contar coisas que vai a machucar. Não quero isso. Ela não merece mais nenhum sofrimento.

Sei que ela vai me matar quando descobrir que Kira também está gravida, mas espero que ela me entenda. É tudo para o bem dela e o do meu sobrinho. 


Notas Finais


opa, opa, beijinhos e até o próximo cap. e prometo não demorar tanto ♥
Ah, se quiserem me perguntar qualquer coisa sobre a fic ou até sobre mim só vem no meu cc, nenê ( https://curiouscat.me/barbaranatielly )


Link da One: https://www.spiritfanfiction.com/historia/tentacao-12948696
Link da Playlist: https://open.spotify.com/user/12161994314/playlist/0RZao2U8gNzdMsQPoBkqXD?si=SG86sO83RDebtKiR-6tx2A


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...