História Lost in Life - Capítulo 4


Escrita por:

Visualizações 23
Palavras 727
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello Little Bears!!! Tudo bem?
Espero que sim!!!

Hoje estou aqui, para trazer para vocês, mais um capítulo da minha fanfic "Lost in Life".

Espero que gostem e
Boa Leitura!! 📚❄

Capítulo 4 - Capítulo Quatro: "Soph desaparceu..."


Fanfic / Fanfiction Lost in Life - Capítulo 4 - Capítulo Quatro: "Soph desaparceu..."

Estou tentando me reerguer

Pedaço por pedaço

Mal você sabe, que eu

Preciso de um pouco mais de tempo

Quando nós reencontramos com Verona, sua feição não era nada boa - e eu tinha medo de perguntar o por que.

- Acho melhor avisarmos a Sra. Hilter.

Foi a única coisa que ela disse.

Nós dirigimos até a sala da diretora. Eu e Luiza não podemos entrar, então ficamos "batendo o pé" do lado de fora.

A conversa lá dentro era um mistério, não escutavamos nada e sempre que tentavamos parecia que a conversa se estendia mais e mais.

Até que ela saiu...

- Crianças, - Não iria vir coisa boa - eu e a senhora Hilter, para não nos preciptarmos, demoramos um pouco por que queríamos ver as câmeras de segurança...

- E o que elas mostraram? - Perguntei transparecendo mais nervoso do que queria.

- Nada. As câmeras não funcionaram ontem a noite, a diretora não entende o por que, já ligou para a equipe de segurança e eles também não imaginam o motivo.

P.O.V Luíza

Ouvir essas palavras da boca de Verona foi como receber um balde de água fria em pleno inverno. A sensação da água tão gelada a ponto de parecer rasgar sua pele. Era sim que estava me sentindo. Algo dentro de mim - algo além de meu nervosismo - se transformou em desespero.

Devia estar quase chorando quando vi Verona me olhar com cuidado e senti Mig me abraçar.

- A polícia estará aqui em breve.

E depois disso, Verona voltou para a sala da diretoria. Agradeci mentalmente por ter os braços de Miguel ao redor de meu corpo, sentia que iria cair.

Quando o corredor novamente se encheu de uma vasto silêncio atordoante, a única coisa ouvida eram minhas lágrimas.

Estava sem a mínima vontade de controla-las, isso a tornavam mais rápidas a cada segundo. M me abraçou forte tentando me acalma, não sei quanto tempo se passou com a gente assim. Mas quando finalmente havia parado e resolvemos sair dali, já que "iria me fazer" (na conclusão de Miguel), vimos no pátio alguns carros de polícia, e pelo barulho, deveria haver mais dois passando pela rua. Eles procuravam por algo - por Sophie - dentro e fora da escola, os alunos estavam estranhando, mas os homens que estavam sérios não diziam nada.

Era 13:54, quando tudo ficou mais sério, não estava somente a polícia na escola, e mesmo que eu me peeguntassem quem eram os outros, tinha medo de que a resposta pudesse me assustar.

Sentados no Banco de uma das janelas no corredor do segundo andar, eu e Miguel observávamos Verona na entrada da escola tendo que dar explicações para os pais sobre o que estava acontecendo. Isso me fez vir a cabeça, como ficariam os pais de Sophie quando descobrissem?

Soph sempre reclamava de seu relacionamento com eles, dizia que se sentia presa no corpo de alguém que não era. Só que isso não muda o fato deles serem uma família. Pai, mãe e filha. Descobrir o desaparecimento dela iria doer.

A essa altura, todos já sabiam da notícia, o show de talentos havia sido cancelado. Começava a anoitecer do lado de fora, mas o sol parecia brigar com o tempo para continuar no céu. Andando agora sozinha pelo gramado quase silencioso, era mais fácil de escutar os absurdos dos meus pensamentos, mas isso só piorava tudo, estava me arrependendo por completo de não ter ido ao quarto de Miguel.

- Oi, com licença. - Ouvi alguém dizer e me virei.

Era um garoto aparentemente da minha idade, talvez um os dois anos mais velho. Seus cabelos eram castanhos escuros, pele Branca e olhos azuis como mar.

- Oi, posso te ajudar em alguma coisa? - Tentava ser o mais agradável possível, ele não tinha culpa de todos os acontecimentos do dia.

- Prazer, meu nome é Joaquim. - Era incrível como um sorriso de alguém, mesmo sem conhecer, pode ser bom de ver em um momento de tristeza.

- Luiza.

Estendi minha mão para eles e nos cumprimentamos.

- Luiza, eu estava procurando uma pessoa. Você poderia me ajudar.

Concordei e ele continuou:

- Minha namorada estuda aqui, estava procurando por ela, espero que você conheça. O nome dela é Sophie Storety.

- Sophie?!? - Senti meu coração parar, toda a onda de tristeza que tentava manter escondida voltou. Me controlei para não chorar, mas uma única lágrima teimou em cair.

- Você está bem?

- Sinto muito Joaquim, não sei onde ela está. Ninguém sabe... Soph desapareceu de manhã!


Notas Finais


🍇Musica: Little do you Know (Alex & Sierra)🍓

Foi isso Little Bears!
Espero que tenham gostado
e até a próxima!!! ❄

Digam nos comentários o que acharam e me deixem suas sugestões!

Kisses Snow!!!💋❄
Bye Bye!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...