História Lost souls - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescentes, Drama, Faculdade, Festas, Massacre, Revelaçoes, Romance, Tragedias, Yaoi, Yuri
Visualizações 4
Palavras 1.422
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Drogas, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


A capa é o Drake, com a roupa basiquinha da festa.

Capítulo 3 - Capítulo III


Fanfic / Fanfiction Lost souls - Capítulo 3 - Capítulo III

...

 

 

Alguns minutos depois das mensagens de Megan eu já tinha terminado de me arrumar, vesti apenas o básico, já que não sou muito fã de festas. 

Eu estava frente ao espelho, arrumando meu cabelo e me admirando, sempre é bom manter a auto estima lá em cima, pelo reflexo do espelho vi meu celular tocando em cima da cama, mas quando fui pega-lo ele parou, não havia sinais de mensagens ou ligações, o que eu achei super estranho. Fiquei alguns minutos encarando a tela dele, esperando por quem quer que seja voltasse a ligar, mas nada aconteceu, decidi então parar de alucinar e criar paranoias, coloquei ele no bolso da calça e sai do dormitório, o corredor estava completamente vazio, decidi passar no quarto de James, ver se ele estava bem, ou sei lá, vai que a noticia tenha vazado.

Quando me aproximei da porta notei que não estava tocando as musicas que ele sempre ouve, estava completo silencio, tentei abrir mas estava trancada, óbvio Drake, James não deixa seu dormitório aberto. Nunca sai do seu dormitório e quando sai é para as aulas e sempre tranca, mas não tem aula, são quase seis da tarde.

Decidi ir a caminho da festa, já que eu estava completamente ferrado por estar atrasado, Megan vai me deixar sem cabeça! Fui na frente da faculdade, sempre tem vários taxis na frente, e eu não errei, sempre tem. Entrei no banco dos passageiros e falei o destino, enquanto isso fiquei olhando para a janela e tentando parar de pensar no meu celular tocando sozinho e James fora do dormitório. Eu realmente devo estar ficando paranoico.

 

 

 

 

 

- 16$.

- Ah.. aqui, obrigada! - Digo fechando a porta do taxi.

Eu estava parado na frente da casa de Megan, olhando para a porta principal, estava lotada! Resolvi encarar a multidão rezando para não encontrar ninguém conhecido, não estou afim de ficar cumprimentando e puxando papo, sou péssimo nisso, e meu objetivo aqui é encontrar Megan e Liza! Sim eu estava um pouco furioso por não saber quem me ligou, é realmente muito estranho, me fez lembrar do passado e eu não quero nada do meu passado por enquanto, eles sabem disso.

De longe consegui enxergar Megan, de meio metro, é um milagre. Liza estava do lado então resolvi chegar de surpresa, empurrando Liza na piscina. Ela não ficou nenhum pouco contente.

- Mas o que???? - Liza grita tentando entender o que tinha acontecido.

- Agora está bem melhor. - Digo gargalhando, Megan não estava diferente.

- Drake! Eu vou te jogar de um penhasco! - Os gritos dela eram ensurdecedor.

- Você não tem coragem. - Desafio ela em um tom de deboche.

- Agora não, outra hora talvez. - Ela diz tentando se livrar do desafio.

- Oi Megan. - Digo após perceber que a mesma me olhava com cara de ódio.

- Oi??? Oi, Drake?? - Ela com raiva é tão fofa. - Você está a meia hora atrasado. - Ela termina de falar e me da um soco no ombro.

- Aii, esses anões de jardins de hoje em dia são raivosos. - Digo debochando, Liza não aguentou e quase morreu de tanto rir.

- Anões de jardins? Eu vou morder a sua canela seu ridículo! 

Pelo menos ela não levava minhas zoações para o lado pessoal, zoava junto, isso era bom, de algum jeito fortalecia o nosso grupo de amizade. 

 

 

 

Eu estava conversando com Liza e Megan quando vi James do outro lado da casa, sentado no muro com um copo na mão, provavelmente energético, fiquei encarando por um bom tempo para elas perceberem e olharem para a mesma direção. 

- Você não sabia? - Megan perguntou.

- Sabia do que? - Perguntei confuso.

- James, eu chamei ele, e ele apareceu aqui, bem mais cedo do que você! - A ultima frase que ela falou foi gritando, realmente, ela ainda estava brava com o fato de eu chegar atrasado, acontece poxa.

- Eu não sabia que ele iria vir, ele nunca vai em festas, principalmente nas suas. - Digo desconfiado.

- As minhas festas nem são tão ruins, todo mundo se diverte, e como pode ver, está lotado! - Ela aponta para a piscina e para a casa. - E James provavelmente não veio por causa da festa, ele deve estar afim de alguém. - Antes dela terminar a frase eu já estava com uma cara de desentendido, só faltava estar escrito na minha cara "Quem?". 

- Ah não sei, só sei que nossa amiga aqui, Liza, tem uma quedinha pelo seu irmão. - Megan diz puxando o braço de Liza, que estava quase encolhida atrás da mesma.

- O que? - Pergunto confuso. - Isso é verdade Liza? - Perguntei olhando para ela com uma cara de bravo por ela não ter me contado. Na hora eu estava tão chocado que nem percebi que Megan tinha falado a palavra "irmão" em publico. - O que você disse Megan? 

- É isso mesmo, Liza me contou hoje, que tinha uma quedinha pelo seu i... - Antes dela terminar eu coloquei a minha mão na boca dela, impedindo de terminar a palavra. - O que foi isso?? - Ela pergunta irritada quando eu destampo a boca dela.

- Não fale aquela palavra em publico, se esqueceu? - Digo na esperança dela nunca mais se esquecer, sei que é impossível, não custa tentar. - Mas Liza, é verdade ou não? E por que não me disse antes?

- Sim, é verdade. - Ela responde enquanto brinca com o copo olhando para o chão. - Não fique chateado comigo, eu ia te contar. 

A voz dela era fofa igual ela, ainda mais quando ela ficava tímida. 

- Não estou chateado, isso é bom, talvez com uma pessoa maravilhosa igual a você ele mude, como eu mudei. - Digo tentando reconforta-la.

- Por que não vai falar com ele Liza? - Megan toma uma iniciativa.

- Eu não sei... - Antes dela terminar de falar Megan já estava entrando em discussão pra decidir se ela iria ou não, Liza não queria por ser tímida e Megan queria para ela desenrolar logo esse sentimento, e eu só fiquei ouvindo a discussão.

- Drake! - As duas falaram junto e em tom firme que cheguei a levar um susto por estar distraído, ainda pensando naquela ligação estranha.

- Oi? - Digo confuso, por qual motivo elas estavam me olhando como se a culpa fosse toda minha?

- Você concorda ou discorda? - Megan pergunta. 

- Concorda o que? - Minha lerdeza era incrivelmente irritante.

- Que Liza deve ir falar com James.

- Eu acho que é melhor ir lá falar com ele agora e desenrolar esse sentimento do que ficar vivendo em uma ilusão e se decepcionar depois. - Quando eu termino as duas me olham como se estivessem surpresas. - O que? 

- Você parece um filoso falando assim. - Liza diz e Megan concorda. 

- Foi só um conselho. 

Megan começou a empurrar Liza para ir lá falar com ele logo, até que ela tomou iniciativa e foi, eu e Megan ficamos parados escondidos, tentando disfarçar que não estávamos olhando. Liza se aproximou e talvez deu oi, pois ela acenou com a mão. Ele retribuiu, e tirou as pernas do muro para Liza sentar. A conversa que eles tiveram eu não faço a minima ideia de qual foi, pois não tenho audição master, então eu e Megan voltamos a conversar sobre coisas aleatórias.

 

 

 

 

A coisa mais inesperada dessa festa foi do beijo que Megan me deu, sim, ela me deu um beijo, eu estava conversando com elas sobre gostos e os nosso batiam, então ela tomou iniciativa, coisa que eu nunca teria coragem, realmente, eu gosto de Megan, nunca tive coragem de confessar, eu retribui o beijo e ela gostou, pois depois ficou dando sorrisos, que era a coisa mais bela desse mundo, Megan sorrindo. 

Acabamos ficando tão distraídos que nem ficamos cuidando a Liza, e nem percebemos que ela sumiu com James. Quando eu me liguei sobre isso, unica reação foi olhar para Megan com aquele olhar duvidoso, ela também fez a mesma coisa, não fazíamos a menor ideia de onde eles tinham ido.

Quando fui pegar o celular para ligar para ela, notei na tela do celular estava recebendo uma ligação, mas antes de eu atender, desligaram e a chamada sumiu do registro. Essa era a primeira vez que eu fiquei tenso igual antigamente, eu estava totalmente preocupado com Liza depois disso.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Um final com um suspense melhor que esse, nunca nem vi, favoritem para eu saber que estão gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...