História Louca Obsessão - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Adultério, Drama, Hot, One Direction, Romance
Visualizações 192
Palavras 1.409
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Escolar, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooii minha gente!
Espero que gostem!
Boa leitura! <3

Capítulo 23 - Em estase!


Fanfic / Fanfiction Louca Obsessão - Capítulo 23 - Em estase!

A respiração de Zayn estava ainda mais acelerada quando paramos o beijo, aquele pequeno espaço estava cada vez mais quente, abafado e os tiros continuavam.

- Não podemos ficar aqui parados... – Sussurrou colocando uma mexa do meu cabelo para trás da minha orelha.

- O que você pretende fazer? Sair e ser furado tanto quanto um queijo? – Pergunto fazendo com que Zayn sorrisse largo me fazendo rir também. – E quando a sua munição acabar? Lembra que você já atirou?!  

- Confia em mim, não vou deixar ninguém machucar você! Em todos os casos temos um plano B!

Assim que ele concluiu a frase, vejo a porta se abrir lentamente e Zayn esticar sua mão me “convidando” para sair.  Segurei firme em sua mão e ele sorriu sem mostrar os dentes.

Estávamos no meio daquele fogo cruzado, vejo Harry atrás da bancada da cozinha atirando em um homem que estava do outro lado da casa e mais uma vez aquele lugar estava devastado!

- Vamos para um dos quartos! – Zayn disse me puxando para o corredor. Estávamos quase entrando em um dos quarto quando um homem moreno disse;

- Entrega a garota!

Meu coração apertou e no mesmo instante acelerou!

- Onde está o Dylan?! – Zayn perguntou alterado apontando sua pistola para o homem que também estava apontando a dele para o Zayn.

- Ele está onde você menos espera! – Disse com um tom de superioridade se aproximando de nós. – Me entregue a garota, você está com pouca munição Zayn... E essa belezinha aqui... – Admirou sua arma por alguns instantes. – Está pronta para o dano.

- Você não sabe com quem está mexendo Fred! – Zayn disse jogando sua arma do outro lado do corredor.

- Zayn! – Disse sem entender nada, apavorada! Ele tem problemas?!

- Olha Zayn, atitude corajosa! – Disse Fred sorrindo. – Mas...

Antes mesmo de completar sua frase, Fred me puxa com brutalidade dos braços de Zayn que permaneceu tranquilo. O que ele estava tramando? Eu já podia sentir a primeira lágrima descer pelo meu rosto.

- O que você está fazendo?! – Digo tentando para de chorar, mas era incrivelmente impossível!

- Condia em mim... – Zayn disse novamente.

- Como você está gay em Zayn. Nunca imaginei. – Fred disse debochado. – Mas agora essa garotinha está em minhas mãos, que delicia de mulher... – Disse me causando nojo extremo ao apertar meus seios com força e cheirar meu pescoço.

- Larga ela Fred. Não quero te machucar! – Zayn disse nitidamente irritado.

- Pode ter certeza que eu vou brincar muito com ele! – Gargalhou puxando meu sutiã para baixo deixando meus seios à mostra apertando-os novamente, pude sentir sua ereção um pouco a cima da minha bunda. – Já estou duro por ela Zayn...  

Vejo os olhos de Zayn ficarem escuros de raiva e ele pegar algo na sua cintura. Uma faca. Em um movimento rápido, ele se abaixa e faz um corte fundo nas duas pernas de Fred perto dos tornozelos, fazendo com que o mesmo me soltasse e gritasse de dor colocando suas mãos em cima dos cortes que vertiam sangue.

- Você é nojento Fred... – Zayn disse parando-se atrás do homem que ainda estava abaixado. – Merecia sofrer mais... – Puxou de Fred fazendo com que ele levantasse seu pescoço e encara-lo. – Mas vou ser rápido. Quem sabe na próxima reencarnação você aprende a não mexer com a mulher dos outros... – Zayn concluiu passando a faca na garganta do homem, fazendo com que o sangue espirrasse na parede, em mim e também no Zayn.

 - Ai meu Deus do céu! – Digo virando para o lado, não consegui ver aquele homem morrendo literalmente aos meus aos meus pés, mas Zayn parecia estar gostando disso.

Virei-me novamente para ver oque estava acontecendo e vejo o homem com os olhos apertos, agonizando e com tremores. Até que finalmente morre com seu olhar fixo em mim.

- Júlia?! Tudo bem? – Zayn pergunta passando por cima do homem vindo em minha direção.

- Você matou ele... – Digo encarando o homem. – Meu Deus!

- Ele mereceu! E eu prometi que ninguém tocaria em você... – Explicou me abraçando e beijando minha testa.

- Eu... Você é um assassino Zayn... – Digo gaguejando um pouco.

- Não, foi alto defesa... – Disse limpando a faca coberta de sangue em sua roupa.

-Ele está me olhando Zayn! – Digo ainda encarando o corpo no chão.

- Ele está morto. Não pode estar olhando para você... – Sussurrou rindo nasalmente.

Eu não disse nada e também não mexi um musculo, estava apavora e sem acreditar que vi um homem ser morto literalmente aos meus pés e por minha culpa...

- Vem precisamos nos esconder, Dylan está na casa. – Disse ele me puxando para seu quarto.

Ficamos trancados lá dentro por alguns minutos até que tudo se acalmou, e os barulhos de tiros sessaram por completo.

- Fique aqui. – Zayn disse quebrando o silêncio que reinava naquele quarto. - Vou ver se está tudo bem! – Avisou selando nossos lábios demoradamente.

Eu não disse nada, apenas concordei com a cabeça. Estava em estase, o olhar de Fred não saia da minha mente.

Assim que Zayn voltou, explicou que estava tudo bem, que Niall e Louis haviam se machucado e tinham sido levados para o hospital por Angel e que Harry queria me ver. Concordei e sai do quarto sem ao menos olhar para trás. Passei por Fred que ainda estava no chão, mas não olhei. Já estava traumatizada demais.

- Harry. – Digo parando-me logo atrás dele.

- Meu Deus do céu! – Disse ele vindo em minha direção rapidamente me abraçando forte.

- Fiquei com tanto medo de te perder meu amor! – Disse beijando minha testa. – Está tudo bem? Eles te machucaram? – Pergunto tocando meu corpo, verificando se estava tudo bem.

- Eles quase me levaram Harry... – Digo firme com meus olhos cheios de lágrimas.

- Quase... Eu não permitiria que isso acontecesse!

- Permitiria sim... Zayn não permitiu. – Digo sentindo o mesmo me olhar confuso. – Ele sim fez alguma coisa para me ajudar.

- Mas eu também te protegi! Atirei em Dylan, no braço, mas atirei! – Disse como se fosse grandes coisas.

- Zayn matou um homem. – Digo séria fazendo Harry me olhar surpreso. – Ele me protegeu do início ao fim Harry, não você.

- Eu não sabia oque fazer Júlia!

- Tudo bem, não estou te julgando. Preciso subir. – Digo cabisbaixa indo em direção as escadas.

- Espere... – Harry chamou-me. – Eu sei que errei. Me desculpa?

- Cansei, minhas desculpas estão esgotadas! – Digo sorrindo fraco subindo para o meu quarto.

Uma semana depois...

Uma semana se passou e a imagem daquele homem não saia da minha mente, todas as noites eu sonhava com aquele ultimo olhar e com a expressão de Zayn ao passar a faca na garganta de Fred. Harry veio várias vezes ver como eu estava, mas em momento algum tentou fazer algo. Zayn também veio, conversou comigo, disse que não era a primeira vez que os dois se desentendiam, a alguns anos atrás Fred fez uma cicatriz com uma faca em seu braço, que hoje é coberta por tatuagens e isso ficou literalmente marcado nele. Por isso o matou com uma faca e não com uma arma.

Mas nada disse entrava na minha cabeça, eu ainda achava que era a culpa por tudo oque aconteceu.

(...)

Eu estava deitada em minha cama quando ouço alguns barulhos da janela da sacada como se alguém tentasse abri-lá. Fui até ela lentamente dando de cara com Dylan me encarando do outro lado do vidro e logo em seguida olho para trás e vejo o Fred deitado no chão me olhando da mesma forma que olhava quando Zayn o matou, desço o olhar para as minhas mãos e vejo que estou segurando uma faca e estou coberta de sangue...

Sento-me na cama em um pulo, apavorada, chorando e gritando alto. Mais um dos meus sonhos malucos...

- Júlia! O que aconteceu?! – Zayn pergunta entrando no quarto assustado. – Os sonhos?

- Sim, eu não quero tê-los, é incontrolável! – Digo enquanto Zayn secava minhas lágrimas.

- Tudo bem, vem cá! – Disse sentando-se na cama me puxando para seu colo como se eu fosse uma criança indefesa, mas eu não ligava para isso. – Você não está sozinha... – Concluiu beijando minha testa.

 Respirei fundo duas vezes e disse para mim mesma que eu precisava ser forte, precisava mostrar para todos que não sou fraca como todas as mulheres desse lugar, claro que exceto Angel, que incrivelmente vive me salvando em diferentes situações...  


Notas Finais


Espero muuito que tenham gostado!
Beijo no core e até o próximo! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...